Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Caule

14,826 views

Published on

Slides, Biologia (Tiago).

Published in: Education, Business, Technology
  • Be the first to comment

Caule

  1. 1. CAULE Tiago Melo
  2. 2. <ul><li>O caule é um órgão geralmente ereto, sendo a parte do vegetal que serve de ligação entre a raiz e as folhas. </li></ul><ul><li>Suas funções são: </li></ul><ul><li>* Sustentar </li></ul><ul><li>* Transportar a seiva </li></ul><ul><li>* Armazenar substâncias de reserva. </li></ul><ul><li>Quando jovens os caules são verdes e podem realizar fotossíntese. </li></ul>
  3. 3. Partes do caule <ul><li>NÓ: é a região mais espessa do caule, do nó sai um broto, um ramo, uma folha ou uma flor. </li></ul><ul><li>*ENTRENÓ: é o espaço entre dois nós consecutivos. </li></ul><ul><li>* GEMAS OU BOTÕES VEGETATIVOS: são as partes onde se localizam as células responsáveis pelo desenvolvimento do caule. As gemas podem ser apicais ou laterais </li></ul>
  4. 4. TIPOS DE CAULE: aéreos <ul><li>1. TRONCO: </li></ul><ul><li>Caule forte e lenhoso, sua base apresenta-se mais desenvolvida e seu ápice é ramificado, sendo o caule de quase todas as árvores frutíferas e da maior parte das árvores madeireiras. </li></ul><ul><li>Ex: Abacateiro, Ipê, Carvalho, Jacarandá </li></ul>
  5. 5. . ESTIPE: <ul><li>Caule bastante resistente, cilíndrico e não ramificado. Seu ápice apresenta um tufo de folhas presas diretamente a ele. </li></ul><ul><li>Ex: Coqueiro e Palmeira </li></ul>
  6. 6. Colmo <ul><li>Ele possuem toda a sua extensão, nós e entrenós evidentes. Não se ramificam. </li></ul><ul><li>Ex: Bambu (oco) e Cana-de-açúcar (cheios </li></ul>
  7. 7. Haste <ul><li>Caule pouco consistente e frágil. Existe em plantas pequenas. </li></ul><ul><li>Geralmente verdes </li></ul>
  8. 8. Rasteiros <ul><li>Cresce paralelamente à superfície do solo. De espaço em espaço apresenta gemas, de onde surge uma nova planta que, por sua vez, desenvolve um novo caule rastejante com gemas. </li></ul><ul><li>Ex: Melancia, Grama, Morango e Abóbora </li></ul>
  9. 9. CAULES SUBTERRÂNEOS: Se desenvolvem no interior do solo.
  10. 10. Rizoma <ul><li>Crescem no interior do solo, onde atingem uma certa espessura. </li></ul><ul><li>Ex: Bananeira (a parte acima do solo são as folhas) </li></ul>
  11. 11. Tubérculo <ul><li>São caules que armazenam substâncias de reserva, como o amido (açúcar). </li></ul><ul><li>Ex: Batata-inglesa, Cará e Inhame </li></ul>
  12. 12. Bulbo <ul><li>São caules curtos e arredondados, ricos em substâncias nutritivas. </li></ul><ul><li>Ex: Cebola, Alho e Lírio </li></ul>
  13. 13. CAULES AQUÁTICOS: <ul><li>Se desenvolvem dentro da água. Armazenam ar para flutuação e a respiração. Em geral são tenros e aclorofilados. </li></ul><ul><li>Ex: Aguapé (com flores violáceas, que servem de ornamentos </li></ul>
  14. 14. MODIFICAÇÕES DO CAULE . <ul><li>Existem caules que se modificam para se adaptar às condições do clima ou para exercer funções que normalmente não precisam realizar </li></ul><ul><li>ESPINHOS: </li></ul><ul><li>São resistentes e pontiagudos, não se destacando com facilidade. Servem de proteção contra os animais. </li></ul><ul><li>Ex: Laranjeira e Limoeiro </li></ul>
  15. 15. GAVINHAS: <ul><li>São adaptações de certas plantas trepadeiras, que não possuem caules volúveis e que, para subir, agarram-se em suportes. </li></ul><ul><li>Ex: Videira, Chuchuzeiro e Maracujazeiro </li></ul>
  16. 16. CLADÓDIOS: <ul><li>São caules suculentos, pois armazenam água, ocorrem em plantas de regiões secas. </li></ul><ul><li>Ex: Cactos </li></ul>

×