Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Cultura digital e cibercultura

528 views

Published on

Published in: Technology
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Cultura digital e cibercultura

  1. 1. Cultura digital e cibercultura Cultura digital + Cibercultura + Outras manifestações - cultura oral, impressa, midiática... = Cultura contemporânea
  2. 2. Tas e Palacios consideram que a incoporação do termo digital às chamadas novas tecnologias vai se tornando natural, pois a “o digital” já faz parte do cotidiano da humanidade. Em se tratando de cultura digital, Santaella eLemos sinalizam que tudo é cultura, uma vezque a cultura contemporânea e sua interfacecom as tecnologias influenciam, entre outros campos, a comunicação, o trabalho, aprodução científica e tecnológica, a educação, o comércio e o lazer.
  3. 3. Segundo Palacios, estamos compreendendo a noção de ciberespaço, onde as pessoas têm acesso a informações e, ao mesmo tempo, podem produzir e divulgar informações.
  4. 4. Tas argumenta que as mídias tradicionaiscomo a TV e o jornal impresso apenas falam, não ouvem. A evolução digital veio para inverter essa ideia.
  5. 5. A emergência na produção tecnológica provoca o deslumbramento e o fascínio quelevam alguns à superestimação da tecnologia. Mas é preciso ter discernimento e saber reconhecer o que há de relevante no sistema. Por outro lado, ocorre também asubestimação resultante da maneira como os preconceituosos encaram essas novas tecnologias. Eles tendem a resistir a tudo e a todos, chegando a negar suas influências.
  6. 6. “A internet é uma mídia de informação ideia acesso e não de difusão” [Palacios, p. 259] Mensagem As mídias são suportes Difusãomateriais, recursos ou canaisfísicos para materialização e Comunicação propagação de diversas linguagens.A essência da comunicação está na mensagem, e não nos meios tecnológicos utilizados.
  7. 7. Parafraseando Lemos, devemos aproveitar atecnologia, fazendo dela o que pudermos, uma obra de arte, talvez... Só assim, poderemos nos apropriar dessa tecnologia e utilizá-la de acordo com nossas necessidades e interesses. Olha o meu caso, por exemplo, tentando produzir um vídeo para depois publicá-locomo atividade de um curso de especialização. Não é o máximo??! Se alguém cogitasse isso há alguns anos atrás, eu diria: “Jamais!! Isso é loucura...”
  8. 8. Vejam só onde chegamos! Hoje utilizamos a internet para realizar pesquisas, compras, pagar contas e muito mais. Além disso, ela possibilita a produção multimídia - jornalismo on line, webdesigner gestão de informação e outras tantas atividades.Tudo isso é possível graças a grandes obras a que temos acesso. São os chamados hipertextos e suas múltiplas facetas.
  9. 9. Os hipertextos, sejam on-line (web) ou off-line(CD-Rom), são informações textuais, combinadas com imagens (animadas ou fixas) e sons,organizados de forma a promover uma leitura (ou navegação) não-linear, baseada associações de idéias e conceitos, sob a forma de links. Os links funcionam como portas virtuais que abrem caminhos para outras informações. O hipertexto também é considerado multilinearpor ser uma produção com várias entradas, ondeo leitor/navegador define o percurso pelos links, de acordo com seus interesses ou prioridades.
  10. 10. A exemplo dessa funcionalidade da internet,cito novamente nossa experiência no curso de Mídias na Educação. Por meio da internet edos hipertextos, conseguimos fazer downloudde livros, imagens, múscias, e outros arquivos, produzimos e publicamos slides, textos, evídeos, os quais publicamos na web por meio de blogs, You tube, Facebook, SlideShare, Orkut e outras redes. É a produção de informação fortalecendo o contato social, a interatividade.

×