Successfully reported this slideshow.
Uma introdução ao sistema enxuto de manufaturaPor Eng. Markus Hofrichter
Conteúdo                      Objetivo p/ hoje1.   Histórico               Saber o que é Lean Manufacturing2.   Objetivos...
Antes de começar, vamos jogar uma bola           contato@markushofrichter.com.br   3
Fonte:                                  http://www.strategosinc.comcontato@markushofrichter.com.br                        ...
2.1. Enxuto significa ELIMINAÇÂO DAS PERDAS    1.   Transporte desnecessário    2.   Inventários desnecessários    3.   Mo...
Fluxo de                      FluxoValor                        valor                     continuo        Produção        ...
   o valor de um produto é definido exclusivamente pelo cliente   Atividades que adicionam valor deixam o produto mais  ...
Agrega Valor                Não agrega            Possibilita Valor                            Valor   • aumentar         ...
   Uma série de processos ponta-a-ponta que geram valor para    o cliente   O fluxo de valor inclui     pessoas     Fe...
   união de operações manuais e mecânicas na mais eficiente    combinação para maximização do conteúdo de valor    adicio...
   A real demanda dos clientes conduz o processo de    manufatura tanto quanto possível   Um sistema de produção em casc...
“melhor 50% agora do que 100% depois.......”                   contato@markushofrichter.com.br   12
Quanto tempo p/ produzir uma lata ?                  Quase                  a.1 segundo                  b.1 minuto       ...
contato@markushofrichter.com.br   14
Fonte:                                  http://www.insyte-consulting.comcontato@markushofrichter.com.br                   ...
“LET´S PLAY”          contato@markushofrichter.com.br   16
contato@markushofrichter.com.br   17
contato@markushofrichter.com.br   18
   Supplier                       quem é fornecedor ?   Input                          qual é a entrada ?   Process    ...
contato@markushofrichter.com.br                                  20
 Takt time – combina o tempo para produzir uma peça ou o      produto acabado com o ritmo de vendas, sendo a base      pa...
   O balanceamento do trabalho maximiza a eficiência do    operador ao combinar o conteúdo do trabalho com o “TAKT    tim...
• Produtividade                                  • problemas e perda de informação                                  • conf...
• criar e manter um ambiente de trabalho que seja organizado, limpo e eficaz   => base de melhorias• avaliar se predominam...
• identificar todos os materiais e objetos no ambiente e descartar o que não  for preciso• colocar etiquetas vermelhas em ...
   Cada item preciso tem o seu “endereço”             contato@markushofrichter.com.br   26
contato@markushofrichter.com.br   27
   “FAÇA CERTA, NA PRIMEIRA VEZ - SEMPRE”            contato@markushofrichter.com.br   28
1° S                          100%                            50%                  5° S                       2° S        ...
Objetivos:                                      (-) o tempo de setup para                                     (-) o tamanh...
Preparação     30%                      Troca                               Ajuste                      5%                ...
1.   Documentar o processo da troca e classificar as atividades     individuais em  Atividades internas:somente podem ser...
2.   Transformar atividades internas em externas    Perde-se muito tempo procurando materiais e informações    Focar em ...
3.   Racionalizar atividades internas restantes    Simplificar, eliminar, diminuir, reduzir    Usar apoios, encostos etc...
4.   Eliminação de ajustes e try outes    Substituir estimativas e intuições por fatos e dados    Aplique controles visu...
Objetivos:   Reduzir possibilidades de defeitos e tempo de processo Fase 1: Preparação Fase 2: Desenhar“jamais será per...
   Estabilizar os tempos de processo   eliminar “falta de materiais”   O processo como todo atende as    necessidades d...
   Desenvolver o posto de trabalho para várias    operações por operador   Definir os PontosDeUso dos materiais   selec...
T              Z                 U• visibilidade                         • produtos com varias     • quando “U” não       ...
Tempo deocupação teórica                   24h/d x 365 d/a                   T = S das horas de produção ”teórica”     Nív...
ppm interno: 254ppm externo: 25300 horas de setup/anoJornada de 22 h/dia e 23 dias/mêsDisponibilidade técnica de 98%Tempo ...
   T = 365 dias x 24 h/dia = 8.760 horas/ano   ND = (22 h/dia x 23 d/mês x 0.98 x 12 m/a           - 300 h/a) / T x 100%...
Objetivos:   analisar o conjunto Homen,Máquina e Ambiente de trabalho    e otimisá-lo   Ultrapassar 95% de eficiência do...
1.   Analisar situação atual    Documentar os custos e o OEE atualOnde estamos ??                contato@markushofrichter...
2.   Colocar Equipamento em condições     confiáveis    Inspecionar, limpar e consertar o equipamento    Documentar e li...
3.   Eliminar Paradas    Verificar os defeitos (do passo 2.)    Eliminar a causa raiz    Facilitar acesso ao equipament...
4.   Implementar um conceito de manutenção     planejada    Objetivo é transformar a correção em prevençãoFaremos isto em...
Etapa 1: definir as prioridades   Onde há o maior indice de    quebras,paradas,consumo de peças de    reposição, mão-de-o...
Etapa 2: providenciar uma base de partida   Analisar detalhadamente os motivos, basedo    nos seus dados, usando p.ex. IS...
Etapa 3: introduzir Sistema informatizado   Documentar, registrar e processar todos os    dados específicos através do si...
Etapa 4: implantar Manutenção relacionada         ao processo   Inspeções e manutenções preventivas    baseadas em planos...
contato@markushofrichter.com.br   52
Etapa 5: melhorar processos internos da         Manutenção   encurtar diagnose   otimizar estocagem de peças de reposiçã...
Etapa 6: assegurar eficácia e melhorar         continuamente o programa   Treinamento das pessoas   5S e gestão á vista...
Objetivos:   Evitar 100% erros ou diretamente na fonte de    origem (prevenção) ou detectar    imediatamente ( reação )  ...
   1. 0   2.Instrução   3.Treinamento/auxílio visual                       Sensibilização   4. Controle visual   5. C...
   Contat0 :    identificando defeitos testando o formato,contorno,cor ou    outro atributo físico do produto   Valor-fi...
contato@markushofrichter.com.br   58
contato@markushofrichter.com.br   59
contato@markushofrichter.com.br   60
contato@markushofrichter.com.br   61
contato@markushofrichter.com.br   62
contato@markushofrichter.com.br   63
ok      Estoque                                                              acabadosProcesso   Processo       Processo   ...
Feedback                                                       ok      Estoque                                            ...
Feedback                                                        ok      Estoque                                           ...
FeedbackProcesso   Processo          Processo             Estoque   1          2                 3                acabados...
FeedbackProcesso   Processo          Processo             Estoque   1          2                 3                acabados...
   Prevenção   Descobrir no processo   Descobrir no controle final   cliente descobriu              contato@markushofr...
   Sistema puxado de reposição de material,    baseado no princípio de que o material é    puxado através do processo de ...
contato@markushofrichter.com.br   71
contato@markushofrichter.com.br   72
• Melhoria Contínua é tarefa de todos   Transformação                                                   • melhoria é movid...
Objetivo supremo                   Melhoria contínua como base para o sucesso                          JIT:               ...
•Legislação                                     Supply Chain / ambiente externo         • meio ambiente                   ...
contato@markushofrichter.com.br   76
    As 5 tarefas do GESTOR1.    Objetivos2.    Organizar3.    Decidir4.    Desenvolver pessoas5.    Controlar            ...
Trabalhar em equipe:1.   Conhecimento2.   Reputação3.   Respeito á diferencia4.   Ética5.   Colaboração6.   Resolver probl...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Lean Manufacturing

1,442 views

Published on

Lean Manufacturing

  1. 1. Uma introdução ao sistema enxuto de manufaturaPor Eng. Markus Hofrichter
  2. 2. Conteúdo Objetivo p/ hoje1. Histórico  Saber o que é Lean Manufacturing2. Objetivos3. Ferramentas  Quais são os objetivos do Lean básicas  Quais são as principais ferramentas4. Mudança  No que devemos prestar atenção na cultural5. Fases de implantação implantação contato@markushofrichter.com.br 2
  3. 3. Antes de começar, vamos jogar uma bola contato@markushofrichter.com.br 3
  4. 4. Fonte: http://www.strategosinc.comcontato@markushofrichter.com.br 4
  5. 5. 2.1. Enxuto significa ELIMINAÇÂO DAS PERDAS 1. Transporte desnecessário 2. Inventários desnecessários 3. Movimentação 4. Espera / Demora 5. Superprodução 6. Super processamento 7. Defeitos 8. Potencial não utilizado contato@markushofrichter.com.br 5
  6. 6. Fluxo de FluxoValor valor continuo Produção Perfeição puxada contato@markushofrichter.com.br 6
  7. 7.  o valor de um produto é definido exclusivamente pelo cliente Atividades que adicionam valor deixam o produto mais parecido com o que o cliente quer Atividades que não adicionam valor não geram valor para o cliente Tudo aquilo que não adiciona valor é definido como desperdício contato@markushofrichter.com.br 7
  8. 8. Agrega Valor Não agrega Possibilita Valor Valor • aumentar • eliminar • diminuir contato@markushofrichter.com.br 8
  9. 9.  Uma série de processos ponta-a-ponta que geram valor para o cliente O fluxo de valor inclui  pessoas  Ferramentas e tecnologias  Instalações físicas  Canais de comunicação  Políticas e procedimentos contato@markushofrichter.com.br 9
  10. 10.  união de operações manuais e mecânicas na mais eficiente combinação para maximização do conteúdo de valor adicionado A estagnação do trabalho durante e entre os processos é eliminada O ideal é o fluxo de peça única: fazer uma peça, mover uma peça (em contraste com a manipulação de materiais em lotes e filas) contato@markushofrichter.com.br 10
  11. 11.  A real demanda dos clientes conduz o processo de manufatura tanto quanto possível Um sistema de produção em cascata e de instruções de entrega que parte das atividades da base para o topo, no qual nada é produzido pelo fornecedor do topo até que o fornecedor da base sinalize a necessidade A taxa de produção de cada produto é igual à taxa de consumo do ciente contato@markushofrichter.com.br 11
  12. 12. “melhor 50% agora do que 100% depois.......” contato@markushofrichter.com.br 12
  13. 13. Quanto tempo p/ produzir uma lata ? Quase a.1 segundo b.1 minuto c. 1 hora d.1 anocontato@markushofrichter.com.br 13
  14. 14. contato@markushofrichter.com.br 14
  15. 15. Fonte: http://www.insyte-consulting.comcontato@markushofrichter.com.br 15
  16. 16. “LET´S PLAY” contato@markushofrichter.com.br 16
  17. 17. contato@markushofrichter.com.br 17
  18. 18. contato@markushofrichter.com.br 18
  19. 19.  Supplier quem é fornecedor ? Input qual é a entrada ? Process como é o processo ? Output qual é a saida ? Customer quem é o cliente ? contato@markushofrichter.com.br 19
  20. 20. contato@markushofrichter.com.br 20
  21. 21.  Takt time – combina o tempo para produzir uma peça ou o produto acabado com o ritmo de vendas, sendo a base para a alocação do trabalho entre os empregados .  Inventário padrão do processo – o número mínimo de peças, incluindo unidades nas máquinas, necessário para manter o andamento de uma célula ou processo.  Sequência-padrão de trabalho – a ordem na qual um empregado realiza suas tarefas nos vários processos.Uma vez que a padronização do trabalho esteja estabelecida, o desempenho é medido e continuamente melhorado contato@markushofrichter.com.br 21
  22. 22.  O balanceamento do trabalho maximiza a eficiência do operador ao combinar o conteúdo do trabalho com o “TAKT time” O TAKT time é a taxa pela qual os clientes solicitam o produto O TAKT time é computado como: Tempo de trabalho disponível por dia Demanda requerida diariamente pelo cliente em peças/dia contato@markushofrichter.com.br 22
  23. 23. • Produtividade • problemas e perda de informação • confiabilidade de entrega • segurança do ambientecontato@markushofrichter.com.br 23
  24. 24. • criar e manter um ambiente de trabalho que seja organizado, limpo e eficaz => base de melhorias• avaliar se predominam circumstâncias „normais“• envolver e responsabilizar todos os funcionários contato@markushofrichter.com.br 24
  25. 25. • identificar todos os materiais e objetos no ambiente e descartar o que não for preciso• colocar etiquetas vermelhas em tudo que não precisa e alocar em uma área separada por um tempo determinado• após deste período, tudo que não precisa =>„When in doubt, throw it out !“ contato@markushofrichter.com.br 25
  26. 26.  Cada item preciso tem o seu “endereço” contato@markushofrichter.com.br 26
  27. 27. contato@markushofrichter.com.br 27
  28. 28.  “FAÇA CERTA, NA PRIMEIRA VEZ - SEMPRE” contato@markushofrichter.com.br 28
  29. 29. 1° S 100% 50% 5° S 2° S 0% 4° S 3° Scontato@markushofrichter.com.br 29
  30. 30. Objetivos: (-) o tempo de setup para (-) o tamanho dos lotes de produção para (-) o Lead time (-) Estoques (+) Flexibilidade (+) ciclo de aprendizagem (-) ativo circulante (-) capital de terceiros (+) Faturamento (+) Qualidade +) Liquidez contato@markushofrichter.com.br 30
  31. 31. Preparação 30% Troca Ajuste 5% 15% Teste + LiberaçãoA B 50% Tempo de Troca = o período entre a última peça boa de um lote até a primeira peça boa do lote seguinte contato@markushofrichter.com.br 31
  32. 32. 1. Documentar o processo da troca e classificar as atividades individuais em Atividades internas:somente podem ser executadas com a máquina paradae Atividades externas:podem ocorrer com a máquina operando contato@markushofrichter.com.br 32
  33. 33. 2. Transformar atividades internas em externas Perde-se muito tempo procurando materiais e informações Focar em atividades que freiam o fluxo Faça brainstorming contato@markushofrichter.com.br 33
  34. 34. 3. Racionalizar atividades internas restantes Simplificar, eliminar, diminuir, reduzir Usar apoios, encostos etc. Reduzir ou eliminar o uso de ferramentas auxiliares manuais ( chaves, parafusos,porcas,etc.) contato@markushofrichter.com.br 34
  35. 35. 4. Eliminação de ajustes e try outes Substituir estimativas e intuições por fatos e dados Aplique controles visuais contato@markushofrichter.com.br 35
  36. 36. Objetivos: Reduzir possibilidades de defeitos e tempo de processo Fase 1: Preparação Fase 2: Desenhar“jamais será perfeito na primeira vez ! Faça, realize e envolvao pessoal do chão da fábrica para modidificações” contato@markushofrichter.com.br 36
  37. 37.  Estabilizar os tempos de processo eliminar “falta de materiais” O processo como todo atende as necessidades do cliente ??? contato@markushofrichter.com.br 37
  38. 38.  Desenvolver o posto de trabalho para várias operações por operador Definir os PontosDeUso dos materiais selecione o modelo Lembre-se do “one-piece-flow” contato@markushofrichter.com.br 38
  39. 39. T Z U• visibilidade • produtos com varias • quando “U” não entradas / saìdas seja possível• 1 pessoa consegue devido rstrições de operar vários postos • 1 linha produz vários espaço físico produtos• entrada/saìda de materiais em um lugar contato@markushofrichter.com.br 39
  40. 40. Tempo deocupação teórica 24h/d x 365 d/a T = S das horas de produção ”teórica” Nível Paradas,Disponibilidade =V/T x100% V = S das horas disponíveis ND Setup,Ociosidade Nível G = velocidade máximaPerformance NP =G/V x100% (h) Perdas de velocidadeNível Qualidade Q = QUALIDADE NQ =Q/TGx100% “BOA” (h) Perdas de Qualidade Tr: Tempo real de produção (h) OEE = VN x LN x QN Tg: Tempo Takt Gargalo ( h/pçs) nok: quantidade de peças ok nP: Total de peças produzidas ND NP NQ= Tr/T x100% = Tg/Tr x npx100% = nok/npx100% contato@markushofrichter.com.br 40
  41. 41. ppm interno: 254ppm externo: 25300 horas de setup/anoJornada de 22 h/dia e 23 dias/mêsDisponibilidade técnica de 98%Tempo padrão: 20 golpes/minutoQuantidade produzida: 549.800 /mês contato@markushofrichter.com.br 41
  42. 42.  T = 365 dias x 24 h/dia = 8.760 horas/ano ND = (22 h/dia x 23 d/mês x 0.98 x 12 m/a - 300 h/a) / T x 100% = 64,5% NQ = 99,9721% NP= 549.800 / 565.020 x 100% = 97,3%OEE = 62,74% contato@markushofrichter.com.br 42
  43. 43. Objetivos: analisar o conjunto Homen,Máquina e Ambiente de trabalho e otimisá-lo Ultrapassar 95% de eficiência do equipamento ( eliminando perdas ) Assegurar operação do equipamento sem paradas não planejadas contato@markushofrichter.com.br 43
  44. 44. 1. Analisar situação atual Documentar os custos e o OEE atualOnde estamos ?? contato@markushofrichter.com.br 44
  45. 45. 2. Colocar Equipamento em condições confiáveis Inspecionar, limpar e consertar o equipamento Documentar e listar os consertos necessários Identificar as áreas contato@markushofrichter.com.br 45
  46. 46. 3. Eliminar Paradas Verificar os defeitos (do passo 2.) Eliminar a causa raiz Facilitar acesso ao equipamento para melhorar inspeções etc. contato@markushofrichter.com.br 46
  47. 47. 4. Implementar um conceito de manutenção planejada Objetivo é transformar a correção em prevençãoFaremos isto em 6 etapas contato@markushofrichter.com.br 47
  48. 48. Etapa 1: definir as prioridades Onde há o maior indice de quebras,paradas,consumo de peças de reposição, mão-de-obra etc. Aplicar “diários de bordo” contato@markushofrichter.com.br 48
  49. 49. Etapa 2: providenciar uma base de partida Analisar detalhadamente os motivos, basedo nos seus dados, usando p.ex. ISHIKAWA, ABC, FMEA, 5 porque... contato@markushofrichter.com.br 49
  50. 50. Etapa 3: introduzir Sistema informatizado Documentar, registrar e processar todos os dados específicos através do sistema contato@markushofrichter.com.br 50
  51. 51. Etapa 4: implantar Manutenção relacionada ao processo Inspeções e manutenções preventivas baseadas em planos semanais,mensais, anuais etc. contato@markushofrichter.com.br 51
  52. 52. contato@markushofrichter.com.br 52
  53. 53. Etapa 5: melhorar processos internos da Manutenção encurtar diagnose otimizar estocagem de peças de reposição otimizar troca das peças contato@markushofrichter.com.br 53
  54. 54. Etapa 6: assegurar eficácia e melhorar continuamente o programa Treinamento das pessoas 5S e gestão á vista Analisar os indicadores OEE,MTBF,MTTR qual é a evolução ??? contato@markushofrichter.com.br 54
  55. 55. Objetivos: Evitar 100% erros ou diretamente na fonte de origem (prevenção) ou detectar imediatamente ( reação ) contato@markushofrichter.com.br 55
  56. 56.  1. 0 2.Instrução 3.Treinamento/auxílio visual Sensibilização 4. Controle visual 5. Contenção (100%) Detecção 6. Detecção 7. Evitar Prevenção contato@markushofrichter.com.br 56
  57. 57.  Contat0 : identificando defeitos testando o formato,contorno,cor ou outro atributo físico do produto Valor-fixo: alerta o operador quando uma certa quantidade de movimentos não foi feita Sequência: determina se a sequência correta foi seguida ou não contato@markushofrichter.com.br 57
  58. 58. contato@markushofrichter.com.br 58
  59. 59. contato@markushofrichter.com.br 59
  60. 60. contato@markushofrichter.com.br 60
  61. 61. contato@markushofrichter.com.br 61
  62. 62. contato@markushofrichter.com.br 62
  63. 63. contato@markushofrichter.com.br 63
  64. 64. ok Estoque acabadosProcesso Processo Processo 1 2 3 Controle nok Retrabalho/ sucata Separar em peças boas e retrabalho/sucata contato@markushofrichter.com.br 64
  65. 65. Feedback ok Estoque acabadosProcesso Processo Processo 1 2 3 Controle nok Retrabalho/ sucata Sistema para reduzir custo de inspeção contato@markushofrichter.com.br 65
  66. 66. Feedback ok Estoque acabadosProcesso Processo Processo 1 2 3 Controle nok Retrabalho/ sucata Cada etapa verifica a qualidade da etapa anterior contato@markushofrichter.com.br 66
  67. 67. FeedbackProcesso Processo Processo Estoque 1 2 3 acabados Cada etapa verifica a própria qualidade contato@markushofrichter.com.br 67
  68. 68. FeedbackProcesso Processo Processo Estoque 1 2 3 acabados Cada etapa verifica a própria qualidade e a do seu “fornecedor interno” contato@markushofrichter.com.br 68
  69. 69.  Prevenção Descobrir no processo Descobrir no controle final cliente descobriu contato@markushofrichter.com.br 69
  70. 70.  Sistema puxado de reposição de material, baseado no princípio de que o material é puxado através do processo de produção com base na real utilização do material O Kanban usa sinais visuais, geralmente um cartão, para a movimentação de materiais através da cadeia de valor contato@markushofrichter.com.br 70
  71. 71. contato@markushofrichter.com.br 71
  72. 72. contato@markushofrichter.com.br 72
  73. 73. • Melhoria Contínua é tarefa de todos Transformação • melhoria é movida por estratégia e indicadores • LEAN é o nosso jeito de trabalhar • Resultado: Valor entregue ao cliente • Equipe de gestores lidera a melhoria do processoOtimização • núcleos focados em oportunidades • Gestores aplicam a metodologia LEAN • Rsultado: melhor execução da estratégia e estabelecimento de expertise • as equipes LEAN conduzem a implantação • Projetos ad hoc foquem em resultados financeiros Melhoria • aprender o uso das ferramentas • Resultado: identificar e eliminar desperdícios e variação de processo 2 – 5 anos até CULTURA LEAN contato@markushofrichter.com.br 73
  74. 74. Objetivo supremo Melhoria contínua como base para o sucesso JIT: Produção produção baseada Foco no valor agregado / prevenção de desperdício 0-Defeito na demanda do clientePrincípios Flexibilidade e Programação Sincronização Estabilidade Controle Pull eficácia logística dos processos do processo dos recursos LEAN AdministraçãoEspaço deSolução LEAN LEAN LEAN LEAN Supply chain Manufatura + Inovação consumo Management ManutençãoBase 5S Sistema KPI Visualização Kaizen Padronização contato@markushofrichter.com.br 74
  75. 75. •Legislação Supply Chain / ambiente externo • meio ambiente Empresa / interface do sistema de produção • treinamento / RH • financeiro • suprimentos • qualidade • parceria •informação • engenharia • segurança Gestores/Funcionários Documentar Criar VSM futuro PadronizarCriar a visão Integrar ao Escolher escopo Escolher sistema VSM atual nível empresarial inicial operações de controle de mapa Identificar takt timeEstabelecer produção Desenhar fluxo de Processo a provanecessidade Estabelecer Equipe Definir o cliente apropriado informações Rever make/buy produto de erroPromover Desenvolver Definir valor, Mirar no one Planejar layout novo Obter controletreinamento estratégia de Qualidade, piece flow Desenhar Integrar fornece-LEAN Implantação Programação movimentação sobre o processo dores e custo target Nivelar o fluxo Operadores/ Implantar TPM/Faça o Desenvolver plano de produção ferramentas Criar sistemascompromisso “FTE” auto controle, Fase 2: de controle visual Linkar com Definir valor Coletar dados controle visual eObter o Considerar fornecedores Fase 3: Estimar e justificarcompromisso requisitos layout das células Identificar Fluxo de Valor custosda alta gestão Culturais Reduzir inventário Planejar sistema Eliminar desperdício Fase 4: TPM Treinar as pessoas Reduzir setup Readequar Criar sistema de produção recursosFase 0: Estabelecer metas Fase 5:adotar o paradigma LEAN Implementar fluxo Fase 6: implementar sistema total puxado Fase 1: preparação • desenvolver equipes • institucionalizar 5S + Kaizen • expandir TPM • avaliar o progresso usando • otimizar qualidade • remover barreiras sistemicas • avaliar contra as metas matrizes de maduridade Entrada Expansão interna/externa Fase 7: esforçar a perfeição Posição competitiva melhorada contato@markushofrichter.com.br 75
  76. 76. contato@markushofrichter.com.br 76
  77. 77.  As 5 tarefas do GESTOR1. Objetivos2. Organizar3. Decidir4. Desenvolver pessoas5. Controlar contato@markushofrichter.com.br 77
  78. 78. Trabalhar em equipe:1. Conhecimento2. Reputação3. Respeito á diferencia4. Ética5. Colaboração6. Resolver problemas complexos7. Investir no desenvolvimento dos membros contato@markushofrichter.com.br 78

×