Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Programando em Java (Slide 2)

1,360 views

Published on

Curso Programação JAVA - Estrutura - Tipos de Dados - Variaveis

Published in: Technology
  • Be the first to comment

Programando em Java (Slide 2)

  1. 1. 1 JAVAJAVA ProgramaçãoProgramação Professor: Mário Sergio mariosergio30@gmail.com Conteúdo: Programando na Linguagem Java
  2. 2. Alô Mundo: O menor programa que se pode escreverAlô Mundo: O menor programa que se pode escrever Comparativo da sintaxe entre linguagens:Comparativo da sintaxe entre linguagens: Aula 2
  3. 3. Estrutura de um Programa JavaEstrutura de um Programa Java Conhecendo o básico para escrever o primeiro programa java:Conhecendo o básico para escrever o primeiro programa java: O Método Main é o Ponto de Entrada de um programa Java 3 Aula 2 Uma variável do tipo array com parâmetro do método Comando básico de saída do Java, println é um método da classe System (já disponibilizada pelo Java) { } Delimitadores de bloco de código, para classes, métodos e estruturas if, while, for... Declaração de uma classe: HelloWorld Lembrando: classe é um molde para um Objeto
  4. 4. ComentáriosComentários Servem apenas para o ser humano ler,Servem apenas para o ser humano ler, são desprezados pelo compiladorsão desprezados pelo compilador • Exemplos: // comentário de uma linha /* comentário de múltiplas linhas */ /** comentário de documentação * que também pode * possuir múltiplas linhas */ Aula 2 4
  5. 5. Palavras reservadasPalavras reservadas Essas palavras fazem parte da sintaxe da linguagem, e por isso não podem ser utilizadas como IDENTIFICADORES (nomes) de classes, objetos, variáveis ou métodos definidos pelo programador. Aula 2 5
  6. 6. Regras de Declaração de VariáveisRegras de Declaração de Variáveis (Obrigatório)(Obrigatório) • Para identificar uma variável somente é possivel utilizar letras (maiusculas e minúsculas), números ou o caracter de sublinhado _ . • Mas, não pode utilizar como nome uma palavra reservada, nem começar por um numero. • Sintaxe: – Tipo nome1; • Exemplos: – String nomeCompleto; – int idade; – float total, preco1, preco2; – byte confirma; – double valorMedio; Aula 2 6
  7. 7. Convenção de Identificadores (nomes)Convenção de Identificadores (nomes) Boas PráticasBoas Práticas • Embora não seja de uso obrigatório, existe a convenção padrão para atribuir nomes em Java, como: – Nomes de classes devem ser sempre iniciados por letras maiúsculas; Ex: Pessoa, Conta – Nome de métodos, atributos, variáveis/objetos, seguem a regra: Apenas um Nome: iniciados por letras minúsculas; Ex: calcular(), pessoa, aluno Nome Composto: primeira palavra iniciada por letra minúscula e a partir da segunda com maiúscula. Ex: calcularTotal(), calcularMedia(), alunoEspecial Aula 2 7
  8. 8. Convenção de Identificadores (nomes)Convenção de Identificadores (nomes) Boas PráticasBoas Práticas “Lembre-se de seguir a convenção java, isso é importantíssimo. Isto é, preste atenção nas maiúsculas e minúsculas” nomeDeVariavel, nomeDeAtributo, nomeDeMetodo, NomeDeClasse Aula 2 8
  9. 9. Atribuição de valores em VariáveisAtribuição de valores em Variáveis • Operador de Atribuição: = • Atribuindo valores exemplos: nome = ”joão”; idade = 25; altura = 1.85; peso = 60.5f; ativo = true; Não confundir com operador de igualdade que é == Aula 2 9 • Declaração e Atribuição (Inicialização) em única linha: String nome = ”joão”; int idade = 25; double altura = 1.85; float peso = 60.5f; boolean ativo = true;
  10. 10. – Caractere: char (Caractere) String (cadeia de caracteres) – Inteiros byte (Inteiro Curto) short (Inteiro medio) int (Inteiro) long (Inteiro Longo) – Ponto Flutuante (números Reais): float (ponto Flutuante Simples) double (ponto Flutuante Duplo) – Lógico: boolean (Boleano) Principais Tipos de Variáveis:Principais Tipos de Variáveis: String é o único dos tipos apresentados aqui, que NÃO é um Tipo Primitivo. String é um tipo Objeto pertencente a classe interna do java do pacote java.lang Por isso é o único escrito com unicial maiúscula. Aula 2 10
  11. 11. O tipo char ocupa 16 bits interno e permite a representação de caracteres individuais Geralmente utilizado para armazenar um caracter da tabela ASCII. Tipo Primitivo: charTipo Primitivo: char Aula 2 11 Exemplo: char sexo = 'M'; Um char deve ser delimitado por aspas simples
  12. 12. Tabela ASCII:Tabela ASCII: American Standard Code for Information InterchangeAmerican Standard Code for Information Interchange Aula 2 12
  13. 13. Tabela ASCII:Tabela ASCII: American Standard Code for Information InterchangeAmerican Standard Code for Information Interchange Aula 2 13
  14. 14. É um objeto especial do java que armazena valores que são uma sequência de caracteres do tipo char. Tipo Objeto: StringTipo Objeto: String Aula 2 14 Exemplo: String apelido = ”jo”; String nome _completo = ”joão roberto da silva”; Uma String deve ser delimitada por aspas duplas
  15. 15. Tipos Primitivos: InteiroTipos Primitivos: Inteiro -2.147.483.648 a +2.147.483.647int -9.223.372.036.854.775.808 a +9.223.372.036.854.775.807long -32.768 a +32.767short -128 a +127byte FaixasTipo Inteiros Aula 2 15 Exemplo: byte ordem = 1; int idade = 25; long distitancia_lua = 384400000;
  16. 16. Exemplificando faixas: – 1.44E6 é equivalente a 1.44 x 106 = 1.440.000. – 3.4254e-2 representa 3.4254 x 10-2 =0.034254. FaixasTipos de Dados em Ponto Flutuante ± 4.94065645841246544 x 10-324 a ± 1.79769313486231570 x 10+308 double ± 1.40282347 x 10-45 a ± 3.40282347 x 10+38 float Aula 2 16 Tipos Primitivos: Reais (fracionários)Tipos Primitivos: Reais (fracionários) Exemplo: double altura = 1.85; float peso = 60.5f;
  17. 17. • O tipo boolean assume os valores false (falso) ou true (verdadeiro). • O valor default é false. • Ocupa 1 bit. Aula 2 17 Tipo Primitivo: BooleanTipo Primitivo: Boolean Exemplo: boolean ok = false;
  18. 18. ArraysArrays • Os arrays podem armazenar valores dos tipos primitivos ou objetos já vistos acima. • O propósito de um array é armazenar mais de um valor do mesmo tipo, utilizando apenas um nome de variável. • Geralmente utilizado para armazenar e manipular uma grande quantidade de dados de mesmo tipo. • Aula 2 18
  19. 19. ArraysArrays • Os elementos de um array são identificados através de índices numéricos (posição). • Arrays cujos elementos são indicados por um único índice são denominados arrays unidimensionais Aula 2 19 Posição Valor Armazenado
  20. 20. Arrays – Declarando e usandoArrays – Declarando e usando • [ ] - os colchetes devem ser inseridos em uma variável que referêcia um array, e o operador New serve para instanciar o array; Exemplos: int[] i; Somente declara um array i = new int[10]; Instânciando um array com 10 posições. • Declarando e definindo o tamanho de uma só vez: int[] idade = new int[4]; Instânciando um array com 4 posições. • Declarando e Inicializando valores em um array com {} String[] nomes = {“lucia”,”maria”,”jose”,”ricardo”}; Aula 2 20
  21. 21. Operadores AritméticosOperadores Aritméticos Aula 2 21 Também para concatenar Strings: “Aprendendo” + “Java”
  22. 22. Mão na MassaMão na Massa Quais ferramentas são necessárias para desenvolver nossoQuais ferramentas são necessárias para desenvolver nosso primeiro programa java:primeiro programa java: Aula 2 JDK (SDK) e JRE Donwload: https://www.java.com/pt_BR/ Bloco de Notas Salvar o arquivo com o exatamente o mesmo nome da classe declarada, e com extensão .java (código fonte java) Ex: c:AULASAula1.java (DICA: USE UMA PASTA COM NOME CURTO) 22
  23. 23. Relembrando:Relembrando: Relembrando: Etapas de tradução de um programa JAVARelembrando: Etapas de tradução de um programa JAVA 23 Aula 2 0100010101111 Código de Máquina específico para cada Sistema operacional
  24. 24. Mão na MassaMão na Massa Compilando o código fonte .java eCompilando o código fonte .java e executando o arquivo binário .class :executando o arquivo binário .class : Aula 2 1- Acessar a linha de comando CMD 2-Entrar na pasta c:AULAS: cd/ cd AULAS 3-digitar javac (compilador java) 4- Se forem exibas as opções de entrada do javac, então tá tudo certo. 5- Se o windows não achar o arquivo javac, configure o path do JDK em variaveis de sistema, conforme slide a seguir: 24
  25. 25. Mão na MassaMão na Massa Configurando PATH do JDK: Painel de controle →Configurando PATH do JDK: Painel de controle → Sistema – Variaveis do SistemaSistema – Variaveis do Sistema Aula 2 25
  26. 26. Mão na MassaMão na Massa Compilando o código fonte .java eCompilando o código fonte .java e executando o arquivo binário .class :executando o arquivo binário .class : Aula 2 6-digitar java (programa que executa arquivos .jar e .class). Se o windows não achar o arquivo java, configure do JRE, a exemplo do que foi feito com o JDK. 7-Compilando seu programa: javac Aula1.java 8-Listando os arquivos existentes na pasta: dir 9-Executando seu programa (Aula1.class): java Aula1 26
  27. 27. Mão na MassaMão na Massa Passando Parâmetros como argumentos de linha dePassando Parâmetros como argumentos de linha de comando para o método Maincomando para o método Main Aula 2 27 O parâmetro args do método main é um array de Strings. Os argmentos passados na linha do comando podem ser acessados no java a partir do índices numéricos desse array args
  28. 28. Mão na MassaMão na Massa Comando de Entrada de Teclado:Comando de Entrada de Teclado: O método da Classe ConsoleO método da Classe Console Aula 2 28 Comando básico de entrada do Java, console().readLine() Pode ser usado para interação com o usuário na linha de comando.
  29. 29. Mão na MassaMão na Massa Aula 2 29 BASTA DE LINHA DE COMANDO !
  30. 30. Ambiente de DesenvolvimentoAmbiente de Desenvolvimento EclipseEclipse 30 Aula 1 • É um IDE : Integrated development environment (Ambiente de densenvolvimento integrado) • Gerencia diversos projetos (com muitos arquivos, classes...) • Aumenta a produtividade no desenvolvimento de software • O Eclipse é utilizado por milhares de programadores ao redor do mundo
  31. 31. Ambiente de DesenvolvimentoAmbiente de Desenvolvimento 31 Aula 1 Projetos Código Fonte Área de programação Console, Mensagens, outros recursos...
  32. 32. Sugestões de material de complementarSugestões de material de complementar 32 Aula 1 http://www.dialetodigital.com/blog/conteudos-programacao/

×