Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Bom de biblia aulas 6 a 9

Lições sobre a bíblia para EBD Infantil - complemntando

Related Audiobooks

Free with a 30 day trial from Scribd

See all
  • Be the first to comment

Bom de biblia aulas 6 a 9

  1. 1. AULA 6 LIÇÃO 6 E se Deus não fizer o que desejo? OBJETIVO Objetivo: As crianças aprenderão a dividir a bíblia em novo e velho testamento, os Profetas Menores, o que fala cada livro e conhecerão o texto de Habacuque e aprenderão a confiar em Deus ainda que as coisas não ocorram como esperam , e amá-Lo pelo que Ele é e não pelo que nos dá. Deus é Deus. ASSUNTO Deus é Deus ... Intimidade com Deus em oração VERSÍCULO PARA DECORAR Faça as crianças decorarem mesmo. “ Porque ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto na vide;... Todavia eu me alegrarei no Senhor; exultarei no Deus da minha salvação.,”. Hb3:17-19 (explique as palavra difíceis e a interpretação do versículo. BASE BÍBLICA Livro de Habacuque LOUVORES Se porta abrir.... tu és Deus ....se não abrir continuas sendo Deus... ( clip do louvor no grupo de juniores) ENCAMINHAMENTO DA AULA Ensine aos alunos a achar o velho testamento e separar do novo. Repasse com ele manuseando a bíblia o Pentateuco, os livros históricos, os salmos , os profetas maiores e mostre onde estão os profetas menores. Folheie a bíblia e cite com ele um por um dos profetas menores e peçam que abram em Habacuque. Fale algumas coisas sobre o livro e o profeta e depois vá para a oração de Habacuque. O livro de Habacuque, entretanto, afirma que Deus é um Deus soberano e onipotente, que tem todas as coisas sob controle. Precisamos apenas nos aquietar e confiar que Ele está trabalhando. Ele é quem afirma ser e sempre cumpre Suas promessas. SUGESTÃO DE ESTRATÉGIA PARA TRABALHAR A PASSAGEM BÍBLICA Leve uma cópia da postagem do Kaká ( foi de 2013) para cada aluno , leia com eles e comente relacionando a música, a reportagem e a oração de Habacuque e a opinião das crianças. oração para que eles leiam e interpretem. O eixo fica na questão de que Deus é Deus e sabe o melhor para nós. Coloque o clipe da música fechando a aula. Mostre como está Kaká hoje. Kaká está jogando hoje nos Estado Unidos. DESAFIANDO O ALUNO Ore e tenha intimidade com Deus, seja sincero ao falar com Deus.Conte seus problemas, chegue perto de Deus. ATIVIDADE COMPLEMENTAR/ artes Fazer uma flor de origami e colar em um galho seco de árvore e fixar esse galho na parede com o versículo chave. Escreva a frase: Haja o que houver, sempre será Deus. ORAÇÃO FINAL SENHOR, MINHA VIDA ESTÁ NAS SUAS MÃOS, SE TUDO DER CERTO, SE NÃO DER CERTO, CONFIO EM TI.
  2. 2. Para estudo do professor, Autor: Habacuque 1:1 identifica o livro de Habacuque como sendo um oráculo do profeta Habacuque. Quando foi escrito: O livro de Habacuque foi provavelmente escrito entre 610 e 605 aC. Propósito: Habacuque estava se perguntando por que Deus estava permitindo que seu povo escolhido sofresse nas mãos de seus inimigos. Deus responde e a fé de Habacuque é restaurada. Versículos-chave: Habacuque 1:2: “Até quando, SENHOR, clamarei eu, e tu não me escutarás? Gritar-te-ei: Violência! E não salvarás?.” Habacuque 1:5: “Vede entre as nações, olhai, maravilhai-vos e desvanecei, porque realizo, em vossos dias, obra tal, que vós não crereis, quando vos for contada.” Habacuque 1:12: “Não és tu desde a eternidade, ó SENHOR, meu Deus, ó meu Santo? Não morreremos.” Habacuque 2:2-4: “O SENHOR me respondeu e disse: Escreve a visão, grava-a sobre tábuas, para que a possa ler até quem passa correndo. Porque a visão ainda está para cumprir-se no tempo determinado, mas se apressa para o fim e não falhará; se tardar, espera-o, porque, certamente, virá, não tardará. Eis o soberbo! Sua alma não é reta nele; mas o justo viverá pela sua fé.” Habacuque 2:20: “O SENHOR, porém, está no seu santo templo; cale-se diante dele toda a terra.” Habacuque 3:2: “Tenho ouvido, ó SENHOR, as tuas declarações, e me sinto alarmado; aviva a tua obra, ó SENHOR, no decorrer dos anos, e, no decurso dos anos, faze-a conhecida; na tua ira, lembra-te da misericórdia.“ Habacuque 3:19: “O SENHOR Deus é a minha fortaleza, e faz os meus pés como os da corça, e me faz andar altaneiramente.” Resumo: O livro de Habacuque começa com Habacuque clamando a Deus por uma resposta a por que o Seu povo escolhido tem sofrido em cativeiro (Habacuque 1:1-4). O Senhor dá a sua resposta a Habacuque, essencialmente afirmando: "você não acreditaria se eu lhe dissesse" (Habacuque 1: 5-11). Habacuque diz em seguida: "Ok, tu és Deus, mas ainda me conte mais sobre por que isso está acontecendo" (Habacuque 1:17-2:1). Deus então responde-lhe novamente e dá-lhe mais informações, dizendo então que a Terra é para estar silenciosa diante dEle (Habacuque 2:2-20). Então Habacuque escreve uma oração expressando sua forte fé em Deus, mesmo passando por estas tribulações (Habacuque 3:1-19). . Aplicação Prática: . O livro de Habacuque, entretanto, afirma que Deus é um Deus soberano e onipotente, que tem todas as coisas sob controle. Precisamos apenas nos aquietar e confiar que Ele está trabalhando. Ele é quem afirma ser e sempre cumpre Suas promessas. Ele punirá os perversos. Mesmo quando não podemos ver, Ele ainda está no trono do universo. Precisamos manter a seguinte realidade em foco: "O SENHOR Deus é a minha fortaleza, e faz os meus pés como os da corça, e me faz andar altaneiramente" (Habacuque 3:19). Permitir-nos andar altaneiramente é levar-nos aos mais altos lugares com Ele, onde nos distanciamos do mundo. Às vezes o caminho que temos que percorrer para chegar lá é através do sofrimento e da tristeza, mas se descansarmos e confiarmos Nele, alcançaremos o Seu objetivo para nós.
  3. 3. Kaká usa a Bíblia para desabafar sobre maumomento Atleta faz a oração do profeta Habacuque numa rede social por Jarbas Aragão Kaká usa a Bíblia para desabafar sobre mau momento  O jogador Kaká parece cada vez mais desvalorizado no Real Madrid, sequer foi convocado para o jogo com o Valencia na última rodada e também ficou de fora da primeira convocação de Felipão. Ele estava na expectativa de voltar ao Milan, onde teve seu melhor momento, mas as negociações não progrediram e o clube italiano alegou “falta de dinheiro” para repatriar o meia. Embora não goste muito de comentar sobre sua vida, ele é usuário ativo das redes sociais, e deixou escapar ontem um desabafo em forma de oração. Mas não era uma oração inédita, trata-se de dois versículos bíblicos que relatam a oração do profeta bíblico Habacuque. A imagem postada por ele no Instagram dizia “Porque ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto na vide; ainda que decepcione o produto da oliveira, e os campos não produzam mantimento; exultarei no Deus da minha salvação” (Habacuque 3:17 e 18). A passagem é acompanhada por uma imagem que possivelmente reflete este momento de crise profissional, um tempo de “seca” . Segundo pessoas próximas ao jogador, ele vive um momento “muito amargo”, mas mantém sua posição habitual respeitar para o clube e o treinador, sem fazer queixas ou declarações públicas que reflitam seu desagrado. Mesmo assim, o homem por trás do atleta de fama internacional mostra que continua crendo no Deus de que tanto fala.
  4. 4. Basta fazer a flor e colocar um pedacinho de papel verde representando uma folha. Pode deixar que cada um faça mais de uma, para ficar bem bonito. Pode ser apenas um galho seco, com as flores , é só prender na parede e colocar O versículo do lado.
  5. 5. Haja o que houver, Sempre será Deus.
  6. 6. AULA 7 LIÇÃO 7 Jesus deu Um “nocaute“ em Satanás com a Bíblia OBJETIVO Objetivo: As crianças aprenderão a dividir da bíblia em novo e velho testamento, e aprender um pouco sobre os evangelhos ( Mt , Mc,Lc, Jo) e com Jesus a combater o inimigo usando que está escrito na Bíblia. Devemos guardar a palavra para na hora certa lembrar o que está escrito e usar. ASSUNTO O Poder da palavra de Deus VERSÍCULO PARA DECORAR Escondi a tua palavra no meu coração, para eu não pecar contra ti. Salmo 119.11 BASE BÍBLICA Mateus 4:1-11, Marcos 1:12,13 e Lucas 4:1-13 LOUVORES ENCAMINHAMENT O DA AULA Faça comentários sobre a bíblia(em anexo, número, versículos, etc) e depois conte a passagem bíblica use um pouco do estudo do professor, algumas coisas principais, sem complicar. Enfatize que a bíblia era importante para Jesus , ele a sabia e falava e vencia Satanás usando o que estava escrito. Mostre que este texto está escrito em mateur, marcos e Lucas, mostre outros textos que estão escrito nos 3. SUGESTÃO DE ESTRATÉGIA PARA TRABALHAR A PASSAGEM BÍBLICA Trabalhe conversando com eles e no final passe o vídeo sobre essa passagem(em anexo) DESAFIANDO O ALUNO Precisamos saber mais a Bíblia, da bíbia, lê-la, guarda em nosso coração. DESAFIE QUE LEIAM UM POUCO DO ASSSUNTO, O NASCIMENTO DE JESUS NOS 3 EVANGELHOS. ATIVIDADE COMPLEMENTAR/ artes Peça que em dupla procurem textos COM O MESMO ASSUNTO em Mateus, Marcos e Lucas. ORAÇÃO FINAL Senhor me ajude a guarda a sua palavra.
  7. 7. Para estudo do professor Como Jesus Venceu a Tentação Na luta do cristão contra o diabo, o principal campo de batalha é a tentação. O discípulo precisa vencer o inimigo superando as tentações. Não estamos sós, contudo. Jesus tornou-se um homem, foi tentado como somos, obteve a vitória, assim mostrando como nós podemos triunfar sobre Satanás (note Hebreus 2:17-18; 4:15). É essencial, portanto, que analisemos cuidadosamente de que forma Jesus venceu. Embora Jesus foi tentado várias vezes, ele enfrentou um teste especialmente severo logo depois que foi batizado. Lucas recorda este evento (Lucas 4:1-13), mas seguiremos a história conforme Mateus a conta: "A seguir, foi Jesus levado pelo Espírito ao deserto, para ser tentado pelo diabo. E, depois de jejuar quarenta dias e quarenta noites, teve fome" (Mateus 4:1-2). Pelo fato que foi o Espírito que levou Jesus para o deserto mostra que Deus pretendia que Jesus fosse totalmente humano e sofresse tentação. Note estas três tentativas de Satanás para seduzir Jesus. Primeira Tentação A afirmação do diabo: "Se és o Filho de Deus, manda que estas pedras se transformem em pães" (4:3). O diabo é um mestre das coisas aparentemente lógicas. Jesus estava faminto; ele tinha poder para transformar as pedras em pão. O diabo simplesmente sugeriu que ele tirasse vantagem de seu privilégio especial para prover sua necessidade imediata. As questões: Era verdade que Jesus necessitava de alimento para sobreviver. Mas a questão era como ele o obteria. Lembre-se de que foi Deus quem o conduziu a um deserto sem alimento. O diabo aconselhou Jesus a agir independentemente e encontrar seus próprios meios para suprir sua necessidade. Confiará ele em Deus ou se alimentará a seu próprio modo? Há aqui, também, uma questão mais básica: Como Jesus usará suas aptidões? O grande poder que Jesus tinha seria usado como uma lâmpada de Aladim, para gratificar seus desejos pessoais? A tentação era ressaltar demais os privilégios de sua divindade e minimizar as responsabilidades de sua humanidade. E isto era crucial, porque o plano de Deus era que Jesus enfrentasse a tentação na área de sua humanidade, usando somente os recursos que todos nós temos a nossa disposição. A resposta de Jesus: "Está escrito: Não só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que procede da boca de Deus" (4:4). Em cada teste, Jesus se voltava para as Escrituras, usando um meio que nós também podemos empregar para superar a tentação. A passagem que ele citou foi a mais adequada naquela situação. No contexto, os israelitas tinham aprendido durante seus 40 anos no deserto que eles deveriam esperar e confiar no Senhor para conseguir alimento, e não tentar conceber seus próprios esquemas para se sustentarem. Lições: 1. O diabo ataca as nossas fraquezas. Ele não se acanha em provar nossas áreas mais vulneráveis. Depois de jejuar 40 dias, Jesus estava faminto. Daí, a tentação de fazer alimento de uma maneira não autorizada. Satanás escolhe justamente aquela tentação à qual somos mais vulneráveis, no momento. De fato, as tentações são freqüentemente ligadas a sofrimento ou desejos físicos. 2. A tentação parece razoável. O errado freqüentemente parece certo. Um homem "tem que comer" . Muitas pessoas sentem que necessidades pessoais as isentam da responsabilidade de obedecer às leis de Deus. 3. Precisamos confiar em Deus. Jesus precisava de alimento, sim. Porém, mais do que isso, precisava fazer a vontade do Pai. É sempre certo fazer o certo e sempre errado fazer o errado. Deus proverá o que ele achar melhor; meu dever é obedecer-lhe. É melhor morrer de fome do que desagradar ao Senhor.
  8. 8. Segunda Tentação A afirmação do diabo: "Então, o diabo o levou à Cidade Santa, colocou-o sobre o pináculo do templo e lhe disse: Se és filho de Deus, atira-te abaixo, porque está escrito: Aos seus anjos ordenará a teu respeito que te guardem; e: Eles te sustentarão nas suas mãos, para não tropeçares nalguma pedra" (4:5-6). Jesus tinha replicado à tentação anterior dizendo que confiava em cada palavra do Senhor. Aqui Satanás está dizendo: "Bem, se confia tanto em Deus, então experimenta-o. Verifica o sistema e vê se ele realmente cuidará de ti." E ele confirmou a tentação com um trecho das Escrituras. As questões: A questão é: Jesus confiará sem experimentar? Desde que Deus prometeu preservá-lo do perigo, é certo criar um perigo, só para ver se Deus realmente fará como disse? A resposta de Jesus: "Também está escrito: Não tentarás o Senhor, teu Deus" (4:7). A confiança verdadeira aceita a palavra de Deus e não necessita testá-la. Lições: 1. O diabo cita a Escritura; ele põe como isca no seu anzol os versículos da Bíblia. Pessoas freqüentemente aceitam qualquer ensinamento, se está acompanhado por um bocado de versículos. Mas cuidado! O mesmo diabo que pode disfarçar-se como um anjo celestial (2 Coríntios 11:13-15) pode, certamente, deturpar as Escrituras para seus próprios propósitos. O diabo fez três enganos: Primeiro, não tomou todas as Escrituras. Jesus replicou com: "Também está escrito". A verdade é a soma de tudo o que Deus diz; por isso precisamos estudar todos os ensinamentos das Escrituras a respeito de um determinado assunto para conhecer verdadeiramente a vontade de Deus. Segundo, ele tomou a passagem fora do contexto. O Salmo 91, no contexto, conforta o homem que confia e depende do Senhor; ao homem que sente necessidade de testar o Senhor nada é prometido aqui. Terceiro, Satanás usou uma passagem figurada literalmente. No contexto, o ponto não era uma proteção física, mas uma espiritual. 2. Satanás é versátil. Jesus venceu em uma área, então o diabo se mudou para outra. Temos que estar sempre em guarda (1 Pedro 5:8). 3. A confiança não experimenta, não continua pondo condições ao nosso serviço a Deus, e não continua exigindo mais prova. Em vista da abundante evidência que Deus apresentou, é perverso pedir a Deus para fazer algo mais para dar prova de si. Terceira Tentação A afirmação do diabo: "Levou-o ainda o diabo a um monte muito alto, mostrou- lhe todos os reinos do mundo e a glória deles e lhe disse: Tudo isto te darei se, prostrado, me adorares" (4:8-9). Que tentação! O diabo deslumbrava com a torturante possibilidade de reinar sobre todos os reinos do mundo. As questões: A questão aqui não era tanto a de Jesus tornar-se um rei (Deus já lhe tinha prometido isso Salmo 2:7-9; Gênesis 49:10), mas de como e quando. O Senhor prometeu o reinado ao Filho depois de seu sofrimento (Hebreus 2:9). O diabo ofereceu um atalho: a coroa sem a cruz. Era um compromisso. Ele poderia governar todos os reinos do mundo e entregá-los ao Pai. Mas, no processo, o reino se tornaria impuro. Então as questões são: Como Jesus se tornaria rei? Você pode usar um meio errado e, no fim, conseguir fazer o bem? A resposta de Jesus: "Retira-te Satanás, porque está escrito: Ao Senhor, teu Deus, adorarás e só a ele darás culto"(4:10). Nada é bom se é errado, se viola as Escrituras. Lições: 1. Satanás paga o que for necessário. O diabo ofereceu tudo para "comprar" Jesus. Se houver um preço pelo qual você desobedecerá a Deus, pode esperar que o diabo virá pagá-lo. (Leia Mateus 16:26). 2. O diabo oferece atalhos. Ele oferece o mais fácil, o mais decisivo caminho ao poder e à vitória. Jesus recusou o atalho; Ele ganharia os reinos pelo modo que o Pai tinha determinado. Hoje Satanás tenta as igrejas a usar atalhos para ganhar poder e converter pessoas. O caminho de Deus é converter ensinando o evangelho (Romanos 1:16). Exatamente como ele tentou Jesus para corromper sua missão e ganhar poder através de meios carnais, assim ele tenta nestes dias. 3. O diabo oferece compromissos por bons propósitos. Ele testa a profundeza de nossa pureza. Ele nos tenta a usar erradamente as Escrituras para apoiar um bom ponto ou dizer uma mentira de modo a atingir um bom resultado. Nunca é certo fazer o que é errado.
  9. 9. Conclusão Nesta batalha entre os dois leões (1 Pedro 5:8; Apocalipse 5:5), Jesus ganhou uma vitória decisiva. E ele fez isso do mesmo modo que nós temos que fazer. Confiou em Deus (1 João 5:4; Efésios 6:16). Usou as Escrituras (1 João 2:14; Colossenses 3:16). Resistiu ao diabo (Tiago 4:7; 1 Pedro 5:9). O ponto crucial é este: Jesus nunca fez o que ele sabia que não era certo. Que Deus nos ajude a seguir seus passos (1 Pedro 2:21).
  10. 10. AULA 8 LIÇÃO 8 Quem era Onésimo? OBJETIVO Objetivo: As crianças aprenderão a dividir da bíblia em novo e velho testamento, achar as 13 cartas Paulinas, aprender um pouco sobre elas e sobre Paulo. Terão o desafio de entender a carta de Paulo a Filemon que fala da salvação de Onésimo. ASSUNTO O pecador que se arrepende VERSÍCULO PARA DECORAR Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores.” Romanos 5:8 BASE BÍBLICA Livro de Filemom LOUVORES ENCAMINHAMENT O DA AULA Estudar e contar a história de Onésimo que não é muito trabalhada com crianças. Mostrar que Onésimo era escravo, pecador, foi evangelizado, se arrependeu, foi batizado e Paulo fez com que retornasse à casa do seu senhor para acertar sua situação. Nós crentes precisamos disso ( dar exemplos como um ladrão que aceita a Jesus precisa pagar sua dívida com a sociedade...) Aqui Paulo simboliza: Cristo. Filemom simboliza: Deus. Onésimo simboliza: eu, você, nós SUGESTÃO DE ESTRATÉGIA PARA TRABALHAR A PASSAGEM BÍBLICA Vá conversando, contando, lendo os versículos apontados no estudo e trazendo para a vida da criança e o sacrifício de Jeus por nós na cruz. Paulo o defendeu, Jesus deu sua vida por nós. Se o escravo dever, Paulo assumiu a dívida como Jesus morreu por nós n cruz. Paulo pede a libertação do escravo pois foi batizado, e nós também ao conhecer Jesus não somos mais escravos do pecado. Onésimo confessou seu erro, e nós também precisamos confessar nossos erros para ter perdão. DESAFIANDO O ALUNO O que você faria se fosse Filemom, perdoaria o escravo ? e se você fosse Onésimo gostaria de ser perdoado ? Você é rancoroso? ATIVIDADE COMPLEMENTAR/ artes Peça as crianças que façam perguntas sobre o que não entenderam.... ORAÇÃO FINAL Senhor perdoa meus pecados, obrigado porque seu sangue me libertou.
  11. 11. Estudo do professor UM ESTUDO SOBRE ONÉSIMO – O ESCRAVO DE FILEMOM Quem era Filemom? Filemom , era cristão, . Quem foi Onésimo? Era o escravo de Filemom que havia furtado alguma coisa do seu senhor, e havia fugido para Roma; e lá se encontrou com Paulo e este o evangelizou e o batizou. Vendo a necessidade de corrigir o mal que Onésimo havia feito, Paulo o enviou de volta a Filemon, pedindo que este recebesse o seu escravo e o perdoasse. A carta de Paulo à Filemom pode ser considerada uma lição prática do perdão e restauração entre o pecador e Deus. Cada aspecto do perdão divino é visto no perdão que Paulo buscou para Onésimo. Um dos escravos de Filemom chamava-se Onésimo, e ele fugiu da casa de Filemon e conheceu Paulo, provavelmente na prisão em Roma. Lá Onésimo foi evangelizado e batizado por ele, como vemos no seguinte verso: “Peço-te por meu filho Onésimo, que gerei nas minhas prisões.” Filemom 1:10. Como Onésimo tinha recebido as bases espirituais na casa do seu senhor, assim que chegou em Roma, logo procurou se agrupar com os cristãos de lá. E Paulo o evangelizou, e Onésimo foi batizado. Filemon era amigo e filho na fé, de Paulo. Quando Paulo soube que Onésimo havia fugido da casa de um amigo, teve a iniciativa de tornar o assunto conhecido à Filemom, e solicitar o recebimento com amor e perdão para o escravo, e sugeriu até a sua libertação, como vemos: “Não já como servo; antes, mais do que servo, como irmão amado, particularmente de mim, e quanto mais de ti, assim na carne como no Senhor? Assim, pois, se me tens por companheiro, recebe-o como a mim mesmo.” Filemom 1:16 e17 Qual tinha sido o pecado do escravo Onésimo? Onésimo havia roubado algo da casa do seu senhor, mas Paulo responsabilizou-se pelo homem: “E, se te fez algum dano, ou te deve alguma coisa, põe isso à minha conta. Eu, Paulo, de minha própria mão o escrevi; eu o pagarei, para te não dizer que ainda mesmo a ti próprio a mim te deves.” Filemom 1:18-19 Paulo era realmente amigo de Filemon, pois nele confiava, como vemos a seguir: “Escrevi-te confiado na tua obediência, sabendo que ainda farás mais do que digo. E juntamente prepara-me também pousada, porque espero que pelas vossas orações vos hei-de ser concedido.” Filemom 1:21- 22. E Paulo era também uma grande autoridade eclesiástica que Filemom respeitava muito. Qual era a pena para um escravo fugitivo? Era a morte. Paulo intercedeu pela vida do escravo Onésimo. Quatro pontos para serem considerados neste episódio: 1) Onésimo tinha uma situação de pecador Mas; e nós, o que somos? “Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus.” Romanos 3:23“Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus nosso Senhor.” Romanos 6:23 2) Paulo intercedeu pelo escravo – Da mesma maneira Jesus Cristo intercede pelo pecador arrependido, por intermédio do Espírito Santo. Paulo, além de apresentar a salvação eterna, concedeu ao Onésimo o livramento da morte, através de uma intercessão direta ao senhor de Onésimo, oferecendo seu próprio nome como garantia, como vemos no seguinte texto: “Assim, pois, se me tens por companheiro, recebe-o como a mim mesmo. E, se te fez algum dano, ou te deve alguma coisa, põe isso à minha conta.” Filemom 1:17-18 E nós? Jesus é o nosso intercessor, e podemos nos apresentar a Deus através do Seu nome. Ele paga nossas dívidas e nos redime.“Mas Deus prova o seu amor para conosco, em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores.” Romanos 5:8
  12. 12. “3) Onésimo fugiu do seu senhor - Há muitos por aí fugindo do Senhor Deus, de conhecê-Lo, de andar com Ele. De obedecê-Lo. Mas ao passar por dificuldades, ficam envergonhados de voltar. Mas Deus sempre inicia o resgate. Em defesa de Onésimo estava Paulo para socorrê-lo. Bastou o erro ser admitido para Paulo auxiliá-lo. A história de Onésimo somente retrata um homem carnal que fugiu do seu Senhor, mas encontrou um defensor no momento mais difícil de sua vida. Infelizmente, a maioria das pessoas só lembra, e se abre para Cristo quando precisam de algum favor Dele. Quantos têm que chegar ao fundo do poço para entender o grande amor de Deus? Quantos fogem de Deus, largando tudo por uma pseudo liberdade? Mas a boa notícia é que Jesus é nosso eterno defensor perante Deus; basta que o pecado e as falhas sejam confessados. Nunca é tarde para se arrepender, para voltar para os caminhos do Senhor, para se abrir para um novo tempo de renovação espiritual. 4) Onésimo aceitou a salvação de forma incondicional: Onésimo se tornou um servo de Paulo e não um escravo. Ele foi mas um fiel ajudador. “Porque fostes comprados por bom preço; glorificai, pois, a Deus no vosso corpo, e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus.” I Cor. 6:20. Pertencemos a Deus não como escravos mas como filhos, e o pai tudo de bom pensa, dá e quer para o filho. É assim que o evangelho opera. A história de Filemom, Paulo e Onésimo nos lembram do quanto Deus é capaz de nos perdoar ao pecado. Aqui Paulo simboliza: Cristo. Filemom simboliza: Deus. Onésimo simboliza: eu, você, nós. Tíquico simboliza: o Espírito Santo. O escravo Onésimo praticou algo errado, que o fez se separar do seu senhor. Onésimo podia retornar à casa somente porque Paulo estava disposto a pagar pelo crime dele. Nossos pecados nos separam de Deus. Temos a possibilidade de voltar para Ele unicamente porque Jesus se dispôs a pagar pelos nossos pecados. Cristo, no coração do escravo, levou-o reconhecer o estado de miséria em que se achava e se aceitasse a Jesus Cristo como o seu Salvador sendo assim o resto de seus dias um bom escravo. Como Paulo intercedeu a Filemom pelo escravo, Cristo intercede por nós, diante de Deus, nós que fomos escravos do pecado. Da mesma forma que Onésimo foi reconciliado com Filemom, nós somos reconciliados com Deus, através de Cristo. Assim como Paulo se ofereceu para pagar as dívidas de um escravo, Cristo pagou a nossa dívida de pecado. Como Onésimo devemos nos voltar para Deus, nosso Mestre e servi-lo.
  13. 13. Visuais Filemom e o escravo Onésimo.
  14. 14. AULA 9 LIÇÃO 9 Do nascimento à crucificação OBJETIVO ASSUNTO A graça de Deus VERSÍCULO PARA DECORAR "Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus; Efésios 2:8-9 BASE BÍBLICA Nascimento e crucificação de Jesus Lucas 1 LOUVORES Graça, graça, Superabundante graça, superabundante graça (pode ser só o refrão) ENCAMINHAMENT O DA AULA Mostrar o versículo em gênesis GÊNESIS 3.15 “Porei inimizade entre ti e a mulher, entre a tua descendência e o seu descendente. Este te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar.”e em Isaías 9.6 Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu, e o principado está sobre os seus ombros, e se chamará o seu nome: Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz. Mostrando que Jesus não veio por acaso. Crucificação.Não se deter muito nos detalhes do nascimento mas na compreensão da ligação entre nascimento e crucificação. Converse, tire dúvidas, troque ideias. SUGESTÃO DE ESTRATÉGIA PARA TRABALHAR A PASSAGEM BÍBLICA Mostre os versículos mostrando que Jesus veio, sabendo que iria morrer. O menino da mangedoura, venceu na cruz. Por graça, fez isso por amor a nós. Converse, pode falar do amor de Jesus. Graça: favor imerecido. Não fizemos nada para ter direito ao amor de Jesus ele nos salvou por graça. Chegamos a Ele pela fé, pela bíblia, orando, tendo intimidade com Ele. DESAFIANDO O ALUNO Brinque levando várias perguntas sobre o nascimento e crucificação e faça uma mini gincana. Eles amam. ATIVIDADE COMPLEMENTAR/ artes Montar mini gincana sobre o nascimento e crucificação de Jesus, com algumas perguntas básicas.( pode usar as das cruzadinhas colocada em anexo. Não deixe de buscar na bíblia e levar as respostar corretas. Depois da gincana pode dar a cruzadinha para que completem em casa. BRINCADEIRA Pegar uns panos, e dramatizar com as crianças o presépio que mostra o nascimento de Jesus. ORAÇÃO FINAL Oração de gratidão dando a cada um a oportunidade de fazer sua oração individual em particular.( silêncio por um tempo) Depois o professor ora alto.
  15. 15. Estudo do professor: “Este te ferirá a cabeça” Estas palavras apontam para o descendente da mulher (este), que, como já vimos, é Jesus. Jesus ferirá, como de fato feriu, ca cabeça da serpente (satanás). Isto aconteceu quando Cristo completou a sua obra de redenção, salvando os pecadores e ressuscitando dentre os mortos. Os textos bíblicos acima indicados, mostram isso. “E tu lhe ferirás o calcanhar” Aqui Deus conclui a sentença, dizendo que satanás (tu), representado na serpente, iria ferir o calcanhar do descendente da mulher (lhe), Jesus. Isto é uma referência à crucificação de Jesus. Foi necessário que Jesus fosse crucificado, mas isto, comparado com a sua ressurreição, é apenas um ferimento no calcanhar. Notar bem a diferença: cabeça e calcanhar. Um ferimento no calcanhar nunca tem as conseqüências que o tem ferimento na cabeça. Aliás, no calcanhar é um ferimento, mas na cabeça da serpente, é um “esmagar”, conforme registram os textos do Novo Testamento. E, cabeça, aqui, representa o poder. É o poder de satanás que Cristo derrotou na sua ressurreição. Só a Graça - é o ensinamento de que salvação vem por graça divina ou "favor imerecido" apenas, e não como algo merecido pelo pecador. Isto significa que a salvação é um dom imerecido de Deus por causa de Jesus. A graça é verdadeiramente sempre um dom gratuito de Deus. . Deus age para salvar o pecador, ele não precisa pagar, só ter fé, crer. Pela graça sois salvos , mediante a fé, isso não vem de vós, é dom de Deus... O nascimento :Texto Bíblico: 1 Objetivo da História: Saber que quem anunciou o nascimento de Jesus foi o anjo Gabriel. Saber que Jesus é o Filho de Deus. Versículo para Memorizar: “..e porás o nome de Jesus.” Lucas1.31 O professor deve ensinar: “porás é uma ordem dada para colocar alguma coisa, só que em uma linguagem mais difícil e antiga. Deve também aplicar o significado para ter certeza que a criança compreendeu-o. O anjo falou que Deus estava ordenando a Maria que o nome do nenê fosse Jesus. O professor deverá chamar a atenção da criança para o que ele vai ensinar. Isto pode ser feito de duas maneiras: perguntando alguma coisa relativa a lição ou apresentando alguma coisa concreta e original. Sugerimos: • Perguntar: “ Como é que recebemos uma notícia?” (TV, rádio, telegrama, carta) • Dar um envelope já recortado para cada criança com o versículo da lição e dizer : “Vocês estão recebendo uma notícia”. “Deus prometeu que mandaria Seu Filho para ser o Salvador. Muitos anos se passaram desde a promessa feita por Deus, até o nascimento de Jesus. E agora uma moça iria receber uma notícia diferente ”. Captada a atenção, o professor vai ensinar a lição propriamente dita: “Era uma vez uma moça chamada Maria. Ela era noiva de um moço chamado José. Um dia, quando ela estava na sua casa, ela recebeu uma notícia muito importante e de uma maneira diferente. Quem deu a boa notícia foi um anjo enviado pelo próprio Deus dos céus. O nome deste anjo era Gabriel. Gabriel disse: - Maria! Você é muito abençoada. O Senhor está com você! Não precisa ter medo. Deus me enviou para dizer que você vai ficar grávida, vai ter um menino, que é o próprio Filho de Deus! Seu nome será Jesus porque Ele salvará o povo dos seus pecados, das coisas erradas que fazem. Então Maria respondeu: - Aqui está a serva do Senhor, que aconteça comigo aquilo que o Senhor falou! O anjo disse que Maria teria um filho que deveria chamar-se Jesus. Ele salvaria as pessoas do mundo das coisas erradas que sempre fazem. Maria amava a Deus e sabia que tudo que Deus faz é muito bom. E aconteceu naqueles dias que saiu um decreto da parte de César Augusto, para que todo o mundo se alistasse E todos iam alistar-se, cada um à sua própria cidade, e José e Maria saíram de Nazaré e forma para Belém, à cidade de Davi. Chegando a Belém,
  16. 16. José procurou uma hospedaria, mas todas estavam cheias de visitantes que estavam na cidade para o recenseamento. Bateram de porta em porta, mas não havia mais lugar para eles. Considerando que Maria estava para ter bebê, alguém arrumou uma estrebaria, onde ficavam os animais, para passarem a noite. Foi ali que o Menino Jesus nasceu. E nasceu Jesus, e envolveu-o em panos, e deitou-o numa manjedoura, onde repousavam os animais. E nesse lugar humilde e simples nascia o Salvador do Mundo, mas Deus preparou uma grande festa: a Bíblia nos diz que naquela mesma cidade havia pastores que estavam no campo, e guardavam, durante as vigílias da noite, o seu rebanho. E Deus enviou um anjo que disse: Não temais, porque eis aqui vos trago novas de grande alegria, que será para todo o povo: Pois, na cidade de Davi, vos nasceu hoje o Salvador, que é Cristo, o Senhor. E isto vos será por sinal: Achareis o menino envolto em panos, e deitado numa manjedoura. E, no mesmo instante, apareceu com o anjo uma multidão dos exércitos celestiais, louvando a Deus, e dizendo: Glória a Deus nas alturas, Paz na terra, boa vontade para com os homens. E aconteceu que, ausentando-se deles os anjos para o céu, disseram os pastores uns aos outros: Vamos, pois, até Belém, e vejamos isso que aconteceu, e que o Senhor nos fez saber. E foram apressadamente, e acharam Maria, e José, e o menino deitado na manjedoura. O nascimento de Jesus foi uma grande festa. E ali cumpria-se a maior de todas as promessas, pois quando no início da Criação do Mundo, quando Adão e Erva pecaram Deus prometeu que nos enviaria um Salvador, um que esmagaria a cabeça da serpente (Satanás), e esse Messias nasceu: Ele é Jesus, o Salvador! Festejemos!!!!!! Use esta parte da aula para recapitular com as crianças tudo o que foi ensinado. • Como chamaria o nenê? • Como era o nome da mãe do nenê? • Como era o nome do anjo? • Como é o nome do Filho de Deus? Figuras extraidas do site: sementinha kids e do ebd: nnn Today Deal $50 Off : https://goo.gl/efW8Ef
  17. 17. JESUS
  18. 18. Marque um X na resposta certa:

    Be the first to comment

    Login to see the comments

  • susy1976

    Jun. 15, 2020

Lições sobre a bíblia para EBD Infantil - complemntando

Views

Total views

1,381

On Slideshare

0

From embeds

0

Number of embeds

0

Actions

Downloads

19

Shares

0

Comments

0

Likes

1

×