Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

TICultura tema a música-trabalho de pesquisa Verónica e Bernardo

185 views

Published on

Trabalhos de pesquisa realizado em ppt nas aulas TIC, no âmbito do projeto TICultura, da EB1/PE de São Martinho.

Published in: Education
  • Login to see the comments

TICultura tema a música-trabalho de pesquisa Verónica e Bernardo

  1. 1. TICULTURA-TEMA A MÚSICA-TRABALHO DE PESQUISA Verónica Raquel Vieira Andrade 4ºA Bernardo Teles Sighinolfi Oliveira e Silva
  2. 2. CONSERVATÓRIO ESCOLA DAS ARTES O Conservatório, Escola Profissional das Artes da Madeira – Eng.º Luíz Peter Clode é um estabelecimento de ensino profissional e especializado nas diferentes áreas das artes (Música, Teatro e Dança) e tem como missão formar a sociedade para as artes, promovendo o ensino e a divulgação das artes de palco. O Conservatório, Escola Profissional das Artes da Madeira – Eng.º Luíz Peter Clode é um estabelecimento de ensino profissional e especializado nas diferentes áreas das artes (Música, Teatro e Dança) e tem como missão formar a sociedade para as artes, promovendo o ensino e a divulgação das artes de palco.
  3. 3. INSTRUMENTOS DE CORDA MADEIRENSES Rajão Braguinha Viola de Arame
  4. 4. BANDOLIM O Bandolim surgiu na Itália entre os séculos XVI e século XVII como evolução da família do alaúde.[1] Esse processo tem origem no início do século XV, quando surgiu uma miniatura de um alaúde (oud) chamado mandola, afinado em C-G-D-A. A partir desse instrumento surgiria o bandolim (mandolin em italiano, que nada mais é que o diminutivo de mandola), tocado com a utilização de palhetas feitas de casco de tartaruga ou penas de aves e tendo cordas feitas de tripas de animais afinadas em G- D-A-E. Com o passar do tempo, sua difusão pelo mundo fez com que surgissem diferentes nomes e características estruturais. Na Itália destacam-se dois modelos: o Napolitano e o Milanês. O primeiro tem o fundo da caixa acústica abaulado de forma semelhante ao Alaúde e 4 pares de cordas com a afinação atual (E, A, D, G). O Milanês tem 5 pares de cordas. O modelo alemão é semelhante ao Napolitano com a diferença de ter o fundo plano. O bandolim em Portugal também sofreu alterações na caixa, a qual ficou com formato de pêra. Já no Brasil o bandolim mais utilizado pelos músicos possui a caixa acústica com o formato similar ao da guitarra portuguesa.

×