Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Produção do Papel e seus Impactos Ambientais

125,483 views

Published on

  • Login to see the comments

Produção do Papel e seus Impactos Ambientais

  1. 1. A Produção de Papel e seus Impactos Ambientais Grupo: Felipe Batista Hawad Marina Godoy Dezonne Motta Raísa Costa Paiva Vinícius Junger Dos Santos http://letraslivroseafins.blogspot.com/2007/06/papel-inveno-do-papel-como-muitos.html
  2. 2. Produção <ul><li>O processo de produção de papel tem início na plantação de árvores destinadas a este fim. </li></ul><ul><li>No Brasil, cerca de 98% da produção de papel tem como matéria prima madeira originária destas florestas plantadas, principalmente de pinus e eucaliptos ¹. </li></ul>http://ptcarlosbarbosa.blogspot.com/ http://domatoaoprato.blogspot.com/2009/03/qual-o-nosso-papel.html
  3. 3. Produção <ul><li>Após o cultivo, crescimento e colheita das florestas plantadas, a madeira é descascada e picada em pequenos pedaços, chamados cavacos.  </li></ul><ul><li>Estes cavacos passam por processos físicos ou químicos para separar a lignina, a celulose e a hemicelulose que constituem a madeira. </li></ul>http://www.tanac.com.br/PT/institucional. php ? codCategoriaMenu =150& nomArea =Unidade%20Cavacos& codDado =6&menu=138
  4. 4. Produção – Extração de Celulose <ul><li>Os processos mecânicos basicamente trituram a madeira, separando apenas a hemicelulose. Apesar do alto rendimento, produz-se assim uma polpa de menor qualidade, de fibras curtas e amarelado. </li></ul>
  5. 5. Produção – Extração de Celulose <ul><li>Outro tipo de processo é o termomecânico, no qual a madeira é submetida a vapores em torno de 140º C, seguindo então para o desfibrilamento. </li></ul><ul><li>Tem rendimento menor do que o processo mecânico, porém produz polpa de melhor qualidade. </li></ul>
  6. 6. <ul><li>Já o principal processo químico trata a madeira em um digestor, com hidróxido de sódio e sulfeto de sódio, que dissolvem a lignina e liberam a celulose como polpa de maior qualidade. </li></ul><ul><li>Este processo, denominado Kraft, libera o chamado “licor negro”, que contém compostos tóxicos de enxofre e grande carga orgânica </li></ul>http://www.knowpulp.com/spanish/demo/spanish/pulping/cooking/1_process/1_principle/mustalip_koost.html Produção – Extração de Celulose
  7. 7. Produção – Branqueamento <ul><li>É um processo que tem como objetivo remover da polpa celulósica impurezas de lignina que lhe conferem tonalidade escura, obtendo assim maior qualidade. </li></ul><ul><li>No branqueamento tradicional, é usado o cloro elementar, o que gera grande quantidade de dioxinas, um forte cancerígeno. </li></ul>Unidade de branqueamento em fábrica de papel http://www.paranasa.com.br/Paginas/T%C3% AAxtil %20Celulose%20e%20Papel. aspx Estrutura da dioxina http://www.apacame.org.br/mensagemdoce/86/artigo.htm
  8. 8. Produção – Branqueamento <ul><li>Já o processo mais comum de branqueamento substitui o cloro elementar pelo dióxido de cloro, o que reduz, porém não impede a formação das dioxinas. </li></ul><ul><li>Outro processo, o Totally Chlorine Free utiliza oxigênio, peróxido de hidrogênio e ozônio, o que o torna livre da produção de dioxinas. </li></ul>Efluentes da produção de papel http://www.escolaviva.com.br/7serie/papel9a.htm http://www.bestplaceshawaii.com/news/2008_02_05.html http://www.kwdoggett.com.au/environment/environmental-accreditations/
  9. 9. Produção <ul><li>Após estes processos, a celulose obtida já pode ser bombeada para uma máquina de papel, de onde sai na forma de bobinas. </li></ul><ul><li>No entanto, um outro destino muito comum para a celulose é a exportação. </li></ul>http://www.metalservice.ind.br/? pg =produtos
  10. 10. Produção – Impactos Ambientais <ul><li>A produção de papel é uma atividade com elevados níveis de consumo de recursos: </li></ul><ul><li>É a quinta atividade industrial em consumo de energia. </li></ul><ul><li>Consome-se em média 100.000 litros de água por tonelada de papel fabricado. </li></ul><ul><li>A monocultura de eucaliptos e pinus leva à degradação do solo e desertificação. </li></ul>http://comitecaatingape.blogspot.com/2009/06/dia-mundial-de-combate-desertificacao.html
  11. 11. Consumo de energia elétrica por atividade industrial no Estado do Paraná em 2003 Produção – Impactos Ambientais Consumo de energia por atividade industrial no Paraná em 2003 http://www.fiepr.org.br/fiepr/energia/eficientizacao/FreeComponent671content2657.shtml
  12. 12. Produção – Impactos Ambientais <ul><li>Outro impacto ambiental do processo de produção de papel é a potencial poluição gerada. </li></ul><ul><li>Um efluente que pode oferecer riscos é o licor negro. Porém, se tratado adeuadamente, é possível tornar este impacto quase nulo, possibilitando ainda a produção de energia. </li></ul>http://html.rincondelvago.com/contaminacion-del-rio-mataquito.html
  13. 13. Tabela indicativa das matrizes energéticas em uma empresa da área de produção de papel. http://www.klabin.com.br/(S(n5hpdr3yjqvntz45c15rap45))/rs2009/ pt /meio-ambiente.shtml Produção – Impactos Ambientais
  14. 14. Produção – Impactos Ambientais <ul><li>O efluente gerado no processo de branqueamento é de grande preocupação, visto que possui alto teor de dioxinas originadas do cloro usado. </li></ul><ul><li>Mesmo quando tratados, os efluentes não ficam livres deste cancerígeno. </li></ul><ul><li>Porém, métodos que já são usados na Europa não utilizam cloro, logo não produzem dioxinas, sendo a melhor solução para este problema. </li></ul>http://www.qmc.ufsc.br/qmcweb/exemplar4.html http://www.med.govt.nz/templates/EcoLabel____41334. aspx
  15. 15. Produção – Impactos Ambientais http://igrejadorelogio3.blogspot.com/2010_11_01_archive.html Em 2003, um acidente envolvendo tanques de tratamento de efluentes da Indústria Cataguazes de Papel Ltda. contaminou o rio Pomba e o Paraíba do Sul com mais de 1,2 bilhão de litros de resíduos tóxicos.
  16. 16. Produção – Impactos Ambientais <ul><li>As florestas plantadas do setor de papel e celulose absorvem anualmente 64 milhões de toneladas de gás carbônico, enquanto o processo de manufatura libera 21 milhões de toneladas. ¹ </li></ul><ul><li>Nos últimos anos, o consumo sustentável de energia e de água, no processo de produção da celulose, tem alcançado conquistas significativas. </li></ul>
  17. 17. Descarte do Papel <ul><li>O papel é um material biodegradável e orgânico, o que leva de 3 a 6 meses para se decompor. </li></ul><ul><li>Em caso de aterros com pouca umidade o processo de degradação se torna lento, chegando a 100 anos. </li></ul><ul><li>A população brasileira produz diariamente mais de 240 mil toneladas de lixo. Por pessoa, de 0,5 a 1 kg por dia. 25% é papel. </li></ul>
  18. 18. Descarte de Papel <ul><li>Cidade da Horta: O papel coletado em ecopontos é enviado para o processo de triagem e fardamento. </li></ul><ul><li>Também ocorre uma coleta de porta-a-porta nos estabelecimentos comerciais e instituições públicas. </li></ul>
  19. 19. Descarte do Papel <ul><li>A cada 50 kg de papel usado, transformado em papel novo, evita que uma árvore seja cortada. </li></ul><ul><li>A quantidade de papel que os americanos jogam fora todos os anos, só no escritório, dava para construir um muro de 3,60 m de altura e 4500 km de comprimento. </li></ul><ul><li>O destino correto do papel higiênico sujo é o aterro sanitário. Ele vai direto para lá, sem nenhuma etapa antecedente. O comum mesmo é que este tipo de resíduo seja armazenado em uma cesta de lixo, separado dos demais (seco e orgânico). </li></ul>
  20. 20. Assim que chega na fábrica o papel passa por um processo de seleção para ver se está qualificado ou não para a reciclagem. Os lotes qualificados vão para o estoque, de onde os lotes mais antigos são utilizados para a fabricação do papel reciclado. Reciclagem
  21. 21. Primeiramente estes papéis são lançados no ‘Hidrapulper’, um liquidificador gigante onde o papel é bombeado com água industrial, para que seja possível separar as fibras de celulose que serão utilizadas no novo papel. Após isso , a massa úmida vai para o turbo tiraplástico que tem o nome auto explicativo. Reciclagem
  22. 22. Depois o papel moído e molhado vai para a centrifugação, onde por força centrífuga, são retiradas as impurezas de maior densidade como pregos, grampos e areia. Após isso, o papel sofre acréscimos de produtos químicos que eliminam resíduos pequenos no mesmo, retiram as tintas destes papéis e clareiam os mesmos. Reciclagem
  23. 23. Agora a pasta de papel já está pronta, pode-se adicionar fibras virgens de celulose para melhorar a qualidade do papel dependendo de que papel queira ser produzido ao final do processo. Esta pasta preparada retorna ao processo na etapa da prensagem. Reciclagem
  24. 24. <ul><li>O processo para fazer papel reciclado, por pular diversas etapas iniciais, torna-se muito ecológico: </li></ul><ul><li>Uma vez que não necessita de tantas retiradas de árvores para celulose virgem; </li></ul><ul><li>Gasta muito menos água pois não passa precisa separar a celulose da madeira e sim de outro papel nem precisa passar pelo digestor já que a celulose já vem processada; </li></ul><ul><li>Gasta-se menos energia no processo geral. </li></ul>Reciclagem
  25. 25. <ul><li>A cada 28 toneladas de papel reciclado evita-se o corte de 1 hectare de floresta, ou seja, 1 tonelada evita o corte de aproximadamente 30 árvores. </li></ul><ul><li>Para produzir 1 tonelada de papel novo são necessários de 50 a 60 eucaliptos, 100 mil litros de água e 5 mil KW/h de energia </li></ul><ul><li>Para produzir 1 tonelada de papel reciclado precisa-se de 1.200 Kg de papel velho, 2 mil litros de água e 1.000 a 2.500 KW/h de energia. </li></ul><ul><li>Com a produção de papel reciclado evita-se a utilização de processos químicos evitando-se a poluição ambiental: reduz em 74% os poluentes liberados no ar e em 35% os despejados na água. </li></ul>Reciclagem
  26. 26. Além de incentivar financeiramente o processo da reciclagem, uma vez que o mesmo pode ser aplicado em indústrias e movimentar a economia local das mesmas. O papel reciclado é uma alternativa até mais barata em países da Europa uma vez que gasta-se menos recursos em sua produção, os países não tem grandes áreas verdes e o sistema de coleta é eficiente. Reciclagem
  27. 27. <ul><li>No Brasil o papel reciclado torna-se mais caro que o normal por dois simples motivos: </li></ul><ul><li>Já há muito investimento na produção de papel normal e seria prejuízo abandonar mesmo que por um papel mais limpo </li></ul><ul><li>A demanda é bem maior que a oferta já que nosso sistema de coleta é fraco , o que torna os preços do mesmo mais altos pela competição do mercado </li></ul>Reciclagem
  28. 28. Bibliografia <ul><li>http://www.bracelpa.org.br/bra2/?q= node /180 ; acessado em 17/3/2011, às 22:15 horas. </li></ul><ul><li>http://www.eu-energystar.org/pt/pt_032.shtml ; acessado em 18/03/2011, às 8:40 horas. </li></ul><ul><li>http://www.reviverde.org.br/papel.htm ; acessado em 16/03/2011, às 9:00 horas. </li></ul><ul><li>Reinvidicação de créditos de carbono . Diário do Aço, 07/12/2009. </li></ul><ul><li>http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/meio-ambiente-reciclagem/beneficios. php ; acessado em 16/03/2011, às 10:40 horas. </li></ul><ul><li>http://pt.wikipedia.org/wiki/Reciclagem_de_papel ; acessado em 16/03/2011, às 10:30 horas. </li></ul><ul><li>http://www.ecolnews.com.br/papel.htm; acessado em 16/03/2011, às 19:05 horas. </li></ul><ul><li>NAVARRO, Roberta Maria Salvador; NAVARRO, Fabiana Maria Salvador; TAMBOURGI, Elias Basile. Estudo de diferentes processos de obtenção da pasta celulósica para fabricação do papel . Revista Ciências & Tecnologias, Ano1, n° 1, 2007. </li></ul><ul><li>MELO, Joana Ribeiro de; MEDEIROS, Janaína Fernandes; MARQUES, Rubiana Ganascim; ANDRADE, Alexandre Augusto de. Estudo das características do licor negro . 2010 </li></ul><ul><li>http://www.patentesonline.com.br/processo-para-recuperar-compostos-quimicos-e-energia-a-partir-de-licores-de-disperdicio-160950.html; acessado em 17/03/2011, às 22:40 horas. </li></ul><ul><li>http://www.infoescola.com/ecologia/reciclagem-de-papel/; acessado em 16/03/2011, às 11:00. </li></ul><ul><li>http://www.ecolnews.com.br/papel.htm </li></ul>

×