Seminário de marx final 2

2,194 views

Published on

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
2,194
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3
Actions
Shares
0
Downloads
41
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Seminário de marx final 2

  1. 1. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS FACULDADE DE EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO CURSO MESTRADO EM EDUCAÇÃO DISCIPLINA : Educação e Paradigma do Conhecimento PROF. DR. Reinaldo dos Santos MARXISMO GRUPO: JULIANAENGLES MARIA DO CARMO MARICLEI
  2. 2. Karl Heinrich Marx NASCEU EM 05 DE MAIO DE 1818, EM UMA REGIÃO DA PRÚSSIA, QUE EM 1871 VEIO A SER A ALEMANHA. A PRÚSSIA ERA UM DOS ESTADOS QUE NO SÉCULO XIX MAIS SE DESENVOLVIA INDUSTRIALMENTE. FILHO DE UM ADVOGADO. EM 1835 INGRESSOU NA UNIVERSIDADE DE BONN, PARA ESTUDAR DIREITO, ONDE TAMBÉM TEVE ENVOLVIMENTO COM O MOVIMENTO POLÍTICO ESTUDANTIL. EM 1836 TRANSFERIU-SE PARA A UNIVERSIDADE DE BERLIM E COMEÇOU A ESTUDAR A FILOSOFIA DE HEGEL, TORNANDO-SE MEMBRO DO GRUPO DE JOVENS HEGELIANOS. MARX EM 1841 APRESENTOU SUA TESE DE DOUTORADO EM FILOSOFIA. PASSOU A COLABORAR NO JORNAL DE COLÔNIA, NO QUAL UM ANO DEPOIS ASSUMIU A DIREÇÃO. NO MESMO ANO QUE ASSUMIU A DIREÇÃO, CONHECEU FRIEDRICH ENGELS, NA REDAÇÃO DO JORNAL.
  3. 3.  EM 1843, CASOU-SE COM JENNY VON WESTPHALEN E TIVERAM CINCO FILHOS. EM 1843 MORANDO EM PARIS, ENTROU EM CONTATO COM OS REPRESENTANTES SOCIALISTAS DA LIGA DOS JUSTOS. INTENSIFICOU SEUS ESTUDOS QUANTO À ECONOMIA POLÍTICA, OS SOCIALISTAS UTÓPICOS FRANCESES E A HISTÓRIA DA FRANÇA. EM 1845, FOI EXPULSO DA FRANÇA PELO GOVERNO. MUDOU-SE PARA BRUXELAS, ONDE INICIOU DURADOURA AMIZADE COM FRIEDRICH ENGELS. APÓS PARTICIPAÇÃO DO MOVIMENTO REVOLUCIONÁRIO NA ALEMANHA. EM 1848, MUDA-SE PARA LONDRES DEFINITIVAMENTE, ONDE CONTOU ATÉ SEUS ÚLTIMOS DIAS, COM A CARIDADE ECONÔMICA DE ENGELS, PARA MANTER-SE A SI E SUA FAMÍLIA. EM 1864, RETORNA A SUA ATIVIDADE POLÍTICA, PARTICIPANDO DA FUNDAÇÃO DA ASSOCIAÇÃO INTERNACIONAL DOS TRABALHADORES. NO ANO DE 1871, COM SUA PARTICIPAÇÃO NA SEGUNDA COMUNA DE PARIS, MOVIMENTO REVOLUCIONÁRIO QUE CONTOU COM MAIS DE 20 MIL REVOLTOSOS. EM 1875, MARX PARTICIPOU DA FUNDAÇÃO DO PARTIDO SOCIAL DEMOCRATA ALEMÃO E EM SEGUIDA, SE AUSENTOU DO CENÁRIO POLÍTICO PARA CONCLUIR SEUS REGISTROS DE „O CAPITAL‟. EM 14 DE MARÇO DE 1883, MORRE EM LONDRES KARL MARX.
  4. 4. Collin (2008) alega que o pensamento de Karl Marx originou-se a partir de estudos sobre as três tradições intelectuais na Europa do século XIX: a filosofia idealista de Hegel e dos neo- hegelianos, o pensamento da economia política inglesa e a teoria política socialista utópica dos franceses.Produzindo simultaneamente o método de análise e a interpretação do capitalismo
  5. 5. SÉCULO XIX EFETIVAÇÃO DA SOCIEDADE BURGUESA IMPLANTAÇÃO DO CAPITALISMO INDUSTRIAL MODELO SOCIO-ECONÔMICO O CAPITALISMO CLASSE DO PROLETARIADO DESIGULADEDES SOCIAIS MARX E ENGLES ESTUDAM E CRITICAM A SOCIEDADE CAPITALISTA ELABORAR UMA NOVA CONEPÇÃO FILOSÓFICA DO MUNDO:O MATERIALISMO HISTÓRICO DIALÉTICO
  6. 6. MATERIALISMO HISTÓRICO MARX: “NÃO É A CONSCIÊNCIA DOS HOMENS QUE DETERMINA SEU SER, MAS AO CONTRÁRIO, É SEU SER SOCIAL QUE DETERMINA SUA CONSCIÊNCIA”. A VERDADEIRA HISTÓRIA É A DOS INDIVÍDUOS REAIS, DE SUA AÇÃO PARA TRANSFORMAR A NATUREZA E DE SUAS CONDIÇÕES MATERIAIS. É A TEORIA SEGUNDO A QUAL A ESTRUTURA ECONÔMICA DETERMINA A SUPERESTURA DAS IDÉIAS.(“AS IDEÍAS DOMINANTES DE UMA ÉPOCA FORAM SEMPRE IDÉIAS DA CLASSE DOMINANTE”) MATERIALISMO DIALÉTICO TODO MOMENTO HISTÓRICO GERA EM SEU SEIO A CONTRADIÇÃO ENTRE OPRESSORES E OPRIMIDOS, A CONTRADIÇÃO EM QUE O RESULTADO INEVITÁVEL É POUCO A POUCO A SUPERAÇÃO DO ESTADO DE COISA EXISTENTE. A HISTÓRIA DE TODA SOCIEDADE É SEMPRE HISTÓRIA DE LUTA ENTRE CLASSES, E A ÉPOCA ATUAL MOSTRA O ANTAGONISMO FUNDAMENTAL ENTRE BURGUESIA E O PROLETARIADO.
  7. 7. MATERIALISMO HISTÓRICO DIALÉTICO OLHAR PARA A HISTÓRIA DA HUMANIDADE DE FORMA REAL; PARA OS FENÔMENOS HISTÓRICOS DE FORMA REAL/CONCRETA O MATERIALISMO HISTÓRICO NADA MAIS É QUE O PRÓPRIO OLHAR DE MARX E ENGLES PARA A HISTÓRIA .CARREGANDO DENTRO DELE A VISÃO DIALÉTICA DO MUNDO. PARA CONCEBER ESTE MÉTODO, MARX E ENGELS PARTEM DA REINTERPRETAÇÃO DA DIALÉTICA DE HEGEL NO QUE SE REFERE À MATERIALIDADE E À CONCRETICIDADE. MARX INVERTE A DIALÉTICA HEGELIANA: TRANSPORTA DAS IDÉIAS PARA A HISTÓRIA, DA MENTE PARA OS FATOS, DA “CONSCIÊNCIA INFELIZ” PARA A “REALIDADE SOCIAL” EM CONTRADIÇÃO.
  8. 8.  MARX E ENGLES : A HISTÓRIA DE MANEIRA DIALÉTICA  MODO DE PRODUÇÃO; FORÇA PRODUTIVA; MEIO DE PRODUÇÃO; RELAÇÃO DE PRODUÇÃO. BASEANDO-SE NA LÓGICA DE BASE MATERIALISTA O HOMEM PRECISA ATUAR NA NATUREZA TRANSFORMANDO-A PARA SEU BENEFÍCIO. PARA MARX E ENGLES QUANDO O HOMEM TRANSFORMA A NATUREZA, EM UMA AÇÃO ECONÔMICA, ELE TRANSFORMA A SI MESMO. OS HOMENS VÃO TER IDÉIAS, VÃO PENSAR A PARTIR DE DETERMINADAS CONDIÇÕES ECONÔMICAS.
  9. 9. DIALÉTICA EM HEGEL No sistema de Hegel, as ideais, os pensamentos e os conceitos produzem, determinam, dominam a vida real dos homens, seu mundo material, suas relações reais. A teoria de Hegel encontram-se na crença de que a história do homem é a história do pensamento do homem. Hegel trata a dialética idealmente, no plano das idéias, enquanto o mundo real dos homens exige sua materialização.(MARX)
  10. 10. MATERIALISMO DIALÉTICO - MARX PARA MARX A HISTÓRIA É PERMEADA PELAS LUTAS DE CLASSES. EX: A LUTA DE CLASSE ENTRE A BURGUESIA E O PROLETARIADO LUTA SURGE UMA NOVA SÍNTESE QUE LEVARIA UMA OUTRA SOCIEDADE. A BASE DE ANÁLISE DO MATERIALISMO HISTÓRICO É A BASE ECONÔMICA. MATERIALISMO DIALÉTICO: O CHOQUE DAS CONTRADIÇÕES QUE VÃO GERAR AS TRANSFORMAÇÕES NA HUMANIDADE. O CHOQUE ENTRE AS LUTAS DE CLASSES QUE FAZEM PROGREDIR AS SOCIEDADES MODERNAS. O MATERIALISMO HISTÓRICO DIALÉTICO DEFENDE QUE O CHOQUE ENTRE AS CONTRADIÇÕES QUE OCORRERAM NA HISTÓRIA DA HUMANIDADE LEVARAM AS TRANSFORMAÇÕES ECONÔMICAS E SOCIAIS.
  11. 11. PARA QUE VEIO: MATERIALISMO HISTÓRICO DIALÉTICO? MARXISMO DE MARX? BUSCAVA ANALISAR OS FATOS CONCRETOS DA HISTÓRIA REAL DO HOMEM; COMPREENDER E APREENDER, JUNTO COM OS TRABALHADORES, A REALIDADE SOCIAL; CONFLITANTE COM O STATUS QUO, OBJETIVANDO SUA TRANFORMAÇÃO; LUTA REVOLUCIONÁRIA PARA SE CONSTRUIR UMA SOCIEDADE SEM: CLASSES, PROPRIEDADE PRIVADA E SEM ESTADO, UMA SOCIEDADE COMUNISTA.
  12. 12. PRINCIPAIS OBRAS DE MARX  18 BRUMÁRIO (1852) CONTRIBUIÇÃO À CRÍTICA DA ECONOMIA POLÍTICA (1867)  A IDEOLOGIA ALEMÃ (1979)  MANIFESTO DO PARTIDO COMUNISTA (1980)  A MISÉRIA DA FILOSOFIA (1981)  O CAPITAL (1980)
  13. 13. A IDEOLOGIA ALEMÃ CONCENTRA-SE NA CRÍTICA À FILOSOFIA NEO-HEGELIANA ALEMÃ PRINCIPALMENTE A LUDWIG FEUERBACH. CRÍTICA DIRETA AO IDEALISMO, DOMINANTE NA FILOSOFIA SOBRETUDO NOS CHAMADOS “HEGELIANOS DE ESQUERDA”(SEGUIDORES DE HEGEL QUE SE PROPUNHAM DESENVOLVER UMA FILOSOFIA LIBERTÁRIA E CRÍTICA DA DOMINAÇÃO RELIGIOSA E POLÍTICA). ESSA CRÍTICA NÃO VAI À RAIZ DOS PROBLEMAS NÃO EMPREENDE UMA ANÁLISE HISTÓRICA E ECONÔMICA DA REALIDADE SOCIAL QUE GERA A DOMINAÇÃO – CARACTERIZANDO-SE COMO UMA CRÍTICA MERAMENTE IDEOLÓGICA. A IDEOLOGIA É VISTA COMO UMA “FALSA CONSCIÊNCIA”, INCAPAZ DE DAR CONTA DA REALIDADE EM SUA DIMENSÃO MAIS PROFUNDA CONTRIBUINDO PARA AS FORMAS DE DOMINAÇÃO. O PRINCIPAL DEFEITO DE TODO MATERIALISTA (INCLUSIVE FEUERBACH) CONSISTE EM QUE O OBJETO, A REALIDADE, A SENSIBILIDADE, SÓ É APREENDIDA SOB A FORMA DE OBJETO OU DE INTUIÇÃO. NÃO COMO ATIVIDADE HUMANA, SENSÍVEL, COMO PRÁXIS.
  14. 14.  MARX E ENGELS DEFENDEM COMO PREMISSA ESSENCIAL A HISTÓRIA HUMANA. APONTARAM QUE AS FORMAS DE IDEOLOGIA SURGEM DA VIDA MATERIAL DOS INDIVÍDUOS, PROPONDO O ESTUDO DAS RELAÇÕES EMPÍRICAS DOS HOMENS. DEFENDERAM A DIALÉTICA DO DESENVOLVIMENTO DAS FORÇAS PRODUTIVAS E DAS RELAÇÕES DE PRODUÇÃO. OS FILÓSOFOS SE LIMITARAM A INTERPRETAR O MUNDO DE DIFERENTES MANEIRAS. SENDO O QUE IMPORTA É TRANSFORMÁ-LO. A ALIENAÇÃO DO TRABALHO FAZ COM QUE “O OPERÁRIO SE TORNE TANTO MAIS POBRE QUANTO MAIOR É A RIQUEZA QUE PRODUZ”. O MODO DE PRODUÇÃO DA VIDA MATERIAL CONDICIONA EM GERAL O PROCESSO SOCIAL, POLÍTICO E ESPIRITUAL;
  15. 15. O MANIFESTO DO PARTIDO COMUNISTA (1848) PRINCIPAIS DETERMINAÇÕES DA SOCIEDADE CAPITALISTA; HISTÓRIA DA GÊNESE E DO DESENVOLVIMENTO DO MERCADO MUNDIAL; OS CONFLITOS SOCIAIS E AS OPOSIÇÕES DE CLASSE; DELINEANDO OS PRINCIPAIS PONTOS DA SOCIOLOGIA MARXISTA: EXPOSIÇÃO DAS COORDENADAS ECONÔMICAS, SOCIAIS, POLÍTICAS E CULTURAIS DO MUNDO MODERNO; “DIALÉTICA DA MODERNIDADE”; AUTOEXPOSIÇÃO DO COMUNISMO; LUTA DE CLASSE
  16. 16. MARX E A EDUCAÇÃO TESE DE LIVRE DOCENCIA: José Claudinei Lombardi : REFLEXÕES SOBRE EDUCAÇÃO E ENSINO NA OBRA DE MARX E ENGELS-UNICAMP – FACULDADE DE EDUCAÇÃO Março – 2010 MARX E ENGELS NÃO SE PREOCUPARAM EM ANALISAR ESPECIFICAMENTE A EDUCAÇÃO OU O ENSINO, E MUITO MENOS EM DISCUTIR OU PROPOR UMA TEORIA PEDAGÓGICA. A EDUCAÇÃO, O ENSINO E A QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL ENCONTRAM-SE ESPARSAS NO CONJUNTO DA OBRA: ÀS CRÍTICAS DAS TEORIZAÇÕES E PRÁTICAS BURGUESAS, COMO A CRÍTICA DA ECONOMIA POLÍTICA E, ANTES DELA, A DA FILOSOFIA ALEMÃ E AS DAS VÁRIAS MATIZES DE SOCIALISMO. CONTEXTO EM QUE ANALISAVAM A SITUAÇÃO E EXPLORAÇÃO DA CLASSE TRABALHADORA SOB O MODO CAPITALISTA DE PRODUÇÃO (CAPITAL).• EDUCAÇÃO NA SOCIEDADE CAPITALISTA É UM INSTRUMENTO IDEOLÓGICO DE REPRODUÇÃO DO STATUS QUO.• MARX E ENGELS A EDUCAÇÃO PAPEL POLÍTICO E TRANSFORMADOR SOCIAL O ROMPIMENTO COM A EDUCAÇÃO CAPITALISTA QUE ALIENA.
  17. 17. REFERÊNCIAS COLLIN, DENIS. COMPREENDER MARX. RIO DE JANEIRO: VOZES, 2008. LOMBARDI, JOSÉ CLAUDINEI (ORG.). HISTÓRIA E HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO. CAMPINAS: AUTORES ASSOCIADOS, 1998. PAULO NETTO, JOSÉ. RELENDO A TEORIA MARXISTA DA HISTÓRIA. IN: SAVIANI, DEMERVAL; SANFELICE, JOSÉ; MARX, KARL; ENGELS, FRIEDRICH. A IDEOLOGIA ALEMÃ. SÃO PAULO: EDITORA MARTIN CLARET LTDA, 2007. MARX, KARL; ENGELS, FRIEDRICH. CRÍTICA DA EDUCAÇÃO E DO ENSINO: INTRODUÇÃO E NOTAS DE ROGER DANGEVILLE. LISBOA: MORAES EDITORES, 1978. MARX, KARL; ENGELS, FRIEDRICH.: O MANIFESTO COMUNISTA 150 ANOS DEPOIS: RIO DE JANEIRO: CONTRAPONTO; SÃO PAULO: FUNDAÇÃO PERSEU ABRAMO,1998.208 P.

×