Successfully reported this slideshow.

More Related Content

Related Books

Free with a 14 day trial from Scribd

See all

Related Audiobooks

Free with a 14 day trial from Scribd

See all

Projeto ilustrar ler mais...caminhar

  1. 1. Agrupamento de Escolas Gualdim Pais Projeto Ilustrar é Ler Mais...Juntos Vamos Caminhar!
  2. 2. Projeto lustrar é Ler Mais...Juntos Vamos Caminhar! Agrupamento de Escolas Gualdim Pais – Ano letivo 2012/13 Pág. 2 de 19 ÍNDICE 1. ENQUADRAMENTO............................................................................ 4 2. DIAGNÓSTICO..................................................................................... 5 2.1. Breve Caracterização do Agrupamento............................................... 5 2.2.Caracterização da Biblioteca – Acessibilidade ao meio físico e argonomia...................................................................................................... 6 2.3. Breve caracterização dos alunos com Necessidades Educativas Especiais, de caráter permanente........................................................... 6 2.3.1. Os Alunos e a Leitura......................................................................... 7 2.3.2. Os Alunos e o Acesso ao Computador.............................................. 8 2.3.3. Necessidades de Livros Adaptados................................................... 9 2.3.4. Formato de Acessibilidades Necessários.......................................... 9 2.3.5. Necessidade de Hardware/Software Adaptado................................. 10 2.4. Recursos Existentes na Biblioteca........................................................ 10 2.4.1. Fundo Documental............................................................................. 10 2.5. Ações Desenvolvidas............................................................................ 11 2.6. Parceria com o CRTIC de Pombal........................................................ 12 2.7. Alunos a Envolver no Projeto................................................................ 12 2.7.1. Alunos do 1º Ciclo.............................................................................. 13 2.7.2. Alunos do 2º e 3º Ciclos..................................................................... 13 2.7.3. Unidade de Ensino Estruturado para alunos com espectro de Autismo............................................................................................... 14 3. PROJETO ILUSTRAR É LER MAIS... JUNTOS VAMOS CAMINHAR!............................................................................................ 15 3.1. Objetivos............................................................................................ 15 3.2. Estratégias/Atividades....................................................................... 15 3.2.1. Equipa............................................................................................... 15 3.2.2. Alunos............................................................................................... 16
  3. 3. Projeto lustrar é Ler Mais...Juntos Vamos Caminhar! Agrupamento de Escolas Gualdim Pais – Ano letivo 2012/13 Pág. 3 de 19 4. DURAÇÃO DO PROJETO..................................................................... 16 5. RECURSOS HUMANOS........................................................................ 16 5.1. Equipa Nuclear...................................................................................... 16 6. RECURSOS MATERIAIS....................................................................... 17 7. AVALIAÇÃO DO PROJETO.................................................................. 18
  4. 4. Projeto lustrar é Ler Mais...Juntos Vamos Caminhar! Agrupamento de Escolas Gualdim Pais – Ano letivo 2012/13 Pág. 4 de 19 1. ENQUADRAMENTO De acordo com o Decreto-Lei n.º 3/2008, de 7 de janeiro, “A educação inclusiva visa a equidade educativa, sendo que por esta se entende a garantia de igualdade, quer no acesso quer nos resultados.” No quadro da equidade educativa, o sistema e as práticas educativas devem assegurar a gestão da diversidade da qual decorrem diferentes tipos de estratégias que permitam responder às necessidades educativas dos alunos. Deste modo, a educação inclusiva constitui um dos grandes desafios que se coloca à ESCOLA. As crianças e os jovens com necessidades educativas especiais de caráter permanente têm o direito de frequentar a escola nos mesmos termos das restantes crianças, assim como, de serem educados num ambiente que respeite as suas necessidades e características. As escolas devem, portanto, “ajustar-se a todas as crianças, independentemente das suas condições físicas, intelectuais, linguísticas ou outras. Neste conceito terão de se incluir crianças com deficiência ou sobredotados, crianças de rua ou crianças que trabalham, crianças de populações remotas ou nómadas, crianças de minorias linguísticas, étnicas ou culturais e crianças de áreas ou grupos desfavorecidos ou marginais” (Declaração de Salamanca, 1994: 11). Atualmente, deparamo-nos com um número muito significativo de alunos com NEE a frequentar as escolas de ensino regular, logo as bibliotecas escolares necessitam de responder adequadamente às solicitações de toda a sua população escolar. Criar bibliotecas escolares inclusivas, que assegurem reais oportunidades de leitura para todos os alunos, é talvez um dos maiores desafios colocados às bibliotecas, que se devem assumir como espaço de excelência para o desenvolvimento da literacia e como garante da igualdade de oportunidades quer em contexto sociocultural, quer em situação de aprendizagem (Retirado do projeto todos juntos podemos Ler RBE). Neste âmbito, a Rede de Bibliotecas Escolares e a Direção de Serviços da Educação Especial e Apoios Socioeducativos conceberam um projeto conjunto denominado Todos Juntos Podemos Ler, que tem como principal
  5. 5. Projeto lustrar é Ler Mais...Juntos Vamos Caminhar! Agrupamento de Escolas Gualdim Pais – Ano letivo 2012/13 Pág. 5 de 19 objetivo a criação de bibliotecas inclusivas, capazes de proporcionar oportunidades de leitura para todos os alunos. Na sequência da receção, em outubro, das candidaturas ao projeto Todos Juntos Podemos Ler, foram selecionados, para o ano letivo de 2012/13, um conjunto de dez agrupamentos. O Agrupamento de Escolas Gualdim Pais, de Pombal, foi um dos selecionados. A candidatura ao projeto, por parte da coordenadora interconcelhia da Rede de Bibliotecas Escolares, teve por base o projeto "Ilustrar é Ler Mais", implementado no agrupamento num trabalho colaborativo entre o Centro de Recursos TIC para a Educação Especial de Pombal (CRTIC de Pombal), a Biblioteca Escolar da Gualdim Pais e o Grupo de Educação Especial do agrupamento, que consistiu na criação (texto e ilustração) de Livros Adaptados com Recursos à Escrita com Símbolos, através da concretização de atividades pelos alunos com necessidades educativas especiais que cumpriram horário semanal na Biblioteca. Pretendemos com este projeto, denominado “Ilustrar é Ler Mais…Juntos Vamos Caminhar!”, alargar o âmbito da intervenção junto dos alunos, melhorando as suas competências leitoras, contribuir para melhorar a qualidade do sucesso de aprendizagem e garantir a igualdade de oportunidades. 2. DIAGNÓSTICO 2.1. Breve Caracterização do Agrupamento O Agrupamento de Escolas Gualdim Pais tem a sua sede na Escola Básica Integrada Gualdim Pais, situada no lugar de Charneca, uma zona limítrofe da cidade de Pombal, pertencente ao distrito de Leiria. É constituído por 26 estabelecimentos de educação e de ensino das freguesias de Albergaria dos Doze, Carnide, Meirinhas, Santiago de Litém, S. Simão de Litem, Pombal e Vermoil, todas pertencentes ao concelho de Pombal. Dispõe, ainda, de 6 bibliotecas escolares: biblioteca da escola sede, biblioteca do Centro Escolar de Albergaria, biblioteca do Centro Escolar de Carnide, biblioteca do Centro Escolar de Fonte Nova, biblioteca da EB1 de Meirinhas e biblioteca do Centro Escolar de S. Simão de Litém.
  6. 6. Projeto lustrar é Ler Mais...Juntos Vamos Caminhar! Agrupamento de Escolas Gualdim Pais – Ano letivo 2012/13 Pág. 6 de 19 Frequentam o agrupamento de escolas 1538 alunos, destes, 80 alunos são alunos com Necessidades Educativas Especiais, de caráter permanente. 2.2. Caraterização da Biblioteca - Acessibilidades ao meio físico e ergonomia A biblioteca está localizada no rés do chão. Os vãos de porta da entrada da biblioteca têm uma largura que permite a entrada de cadeiras de rodas. O manípulo da porta está acessível a cadeiras de rodas, mas não é fácil de operar, contudo, a porta de acesso à BE, em horário de funcionamento, encontra-se aberta. Não existe sinalética, na entrada da biblioteca, para facilitar a sua identificação por pessoas cegas ou com baixa visão. No entanto, presentemente, estas incapacidades não existem no agrupamento. A entrada da biblioteca é facilmente identificada por pessoas com problemas cognitivos. Constata-se a necessidade de tornar a sinalética mais funcional e facilmente identificada por todos. A secretária de atendimento é imediatamente reconhecível/visível. O espaço no interior da biblioteca permite a circulação de cadeiras de rodas. Não existem objetos salientes a dificultar a deslocação dos alunos. As estantes de livros estão acessíveis a pessoas em cadeira de rodas. Contudo, é necessária ajuda para o acesso às prateleiras mais altas. A altura das mesas permite a entrada de cadeira de rodas e têm espaço disponível para a utilização de equipamentos adicionais. É possível a utilização de candeeiros de secretária. Na sua maioria, os espaços de leitura e de utilização dos computadores recebem luz natural proveniente do lado esquerdo dos utilizadores, existem apenas 2 computadores que recebem luz vinda de trás. As fontes de luz artificial encontram-se distribuídas por toda a biblioteca. As janelas possuem estores. 2.3. Breve caracterização dos alunos com Necessidades Educativas Especiais, de caráter permanente. No Agrupamento de Escolas Gualdim Pais existem, portanto, 80 alunos com Necessidades Educativas Especiais, de caráter permanente, distribuídos por diferentes tipologias de NEE, tal como apresentado no gráfico seguinte.
  7. 7. Projeto lustrar é Ler Mais...Juntos Vamos Caminhar! Agrupamento de Escolas Gualdim Pais – Ano letivo 2012/13 Pág. 7 de 19 Destes 80 alunos, 31 alunos beneficiam de um Currículo Específico Individual, por apresentarem limitações significativas ao nível da atividade e participação. São sobretudo alunos, cuja problemática se enquadra nas NEE mentais/intelectuais. Dezanove destes alunos estão inseridos num projeto de Educação Especial- Projeto de Currículos Funcionais. Frequentam em contexto de turma as disciplinas de Educação Física, Educação para Cidadania, Educação Visual, Educação Tecnológica, Educação Musical, EMRC (opção), onde desenvolvem atividades adequadas ao seu perfil de funcionalidade. Frequentam, ainda, em pequeno grupo as atividades de Português, Matemática, Conhecimento do Mundo, Inglês, Francês, Expressão Corporal e Expressão Plástica, numa perspetiva funcional, e Apoio Educativo. Estes alunos estão matriculados em vários anos de escolaridade do 2.º e 3.º Ciclos. Existem, ainda, 8 alunos que frequentam a Unidade de Ensino Estruturado para o Autismo. 2.3.1. Os Alunos e a Leitura Perturbação N.º de Alunos Dificuldades Leitura Dificuldades na atenção/concentraç ão Dificuldades na escrita Dificuldades na compreensão de mensagens escritas Linguagem/dislexia 16 16 Não foram referidas pelo professores 16 15
  8. 8. Projeto lustrar é Ler Mais...Juntos Vamos Caminhar! Agrupamento de Escolas Gualdim Pais – Ano letivo 2012/13 Pág. 8 de 19 Cognitivo 16 15 11 16 16 Trissomia 21 2 2 2 2 2 Autismo 11 10 11 10 10 Emocional 3 3 3 3 3 Neuromusculoesquel ética e Cognitivo 1 1 1 1 1 Relativamente aos alunos com NEE de caráter permanente, é referido pelos professores inquiridos, que estes alunos, na sua maioria apresentam dificuldades consideráveis ao nível da leitura (leitura hesitante, silabada...), da linguagem (compreensiva e expressiva), da escrita, da atenção/concentração, entre outras dificuldades consideráveis, como, por exemplo, ao nível da coordenação oculo-manual e da aprendizagem de conteúdos/conceitos simples e de competências complexas. São, ainda, focadas as dificuldades ao nível da realização de tarefas de forma autónoma, os problemas na interação e relacionamentos interpessoais, na mobilidade e nos autocuidados. Por sua vez, os alunos inquiridos, referem, na sua maioria que gostam de ler e de ouvir histórias, elegem como tipo de leitura o romance de aventuras, requisitam livros para leitura domiciliária. Todos os alunos dizem ter livros em casa e a grande maioria frequenta a biblioteca por sua iniciativa, onde realizam atividades de leitura, visualizam filmes utilizam o computador. 2.3.2. Os Alunos e o Acesso ao Computador Perturbação N.º de Alunos Com dificuldade de acesso ao computador Sem dificuldade de acesso ao computador Linguagem/dislexia 16 0 16 Cognitivo 16 0 16 Trissomia 21 2 0 2 Autismo 11 4 7 Emocional 3 0 3 Neuromusculoesquelética e Cognitivo 1 0 1 Em relação ao acesso ao computador, são particularizados pelos docentes, os casos dos alunos com espectro de Autismo que só conseguem aceder através de um ecrã tátil.
  9. 9. Projeto lustrar é Ler Mais...Juntos Vamos Caminhar! Agrupamento de Escolas Gualdim Pais – Ano letivo 2012/13 Pág. 9 de 19 Relativamente ao uso do computador, 28 dos alunos inquiridos, responde afirmativamente. 2.3.3. Necessidades de Livros Adaptados Perturbação N.º de Alunos Sim Não Linguagem/dislexia 16 3 13 Cognitivo 16 3 13 Trissomia 21 2 2 0 Autismo 11 10 1 Emocional 3 0 3 Neuromusculoesquelética e Cognitivo 1 0 1 2.3.4. Formato de Acessibilidades Necessários Perturbação Número de Alunos Audiolivros* Livros Adaptados com Símbolos (SPC/Escrita com Símbolos) e com Sintetizador de Voz Livros com Imagens Reais Livros Digitais Linguagem/dislexia 16 3 0 0 Cognitivo 16 0 2 0 Trissomia 21 2 0 2 0 Autismo 11 1 9 9 Emocional 3 0 0 0 Neuromusculoesquelética e Cognitivo 1 0 0 0 (*)Acesso em linha, aos audiolivros existentes no site do Plano Nacional de Leitura Os professores inquiridos consideram que a maioria dos alunos não necessita de livros adaptados, contudo, indicam que existe sempre uma preocupação em adaptar “o livro e /ou material de leitura à competência leitora do aluno, ao seu nível de escolaridade e à sua idade cronológica, evitando-se a infantilização”. Referem, também, que existem 17 alunos que necessitam de livros adaptados em SPC/símbolos, falados e digitais. São, ainda, referidos os livros com imagens reais e a necessidade da existência de sintetizadores de voz, de modo a potenciar o desempenho leitor dos alunos.
  10. 10. Projeto lustrar é Ler Mais...Juntos Vamos Caminhar! Agrupamento de Escolas Gualdim Pais – Ano letivo 2012/13 Pág. 10 de 19 2.3.5. Necessidade de Hardware/Software Adaptado Perturbação N.º de Alunos Computador Hardware adaptado Software Software adaptado Linguagem/dislexia 16 16 0 16 0 Cognitivo 16 16 1 16 1 Trissomia 21 2 2 2 2 2 Autismo 11 11 4 11 11 Emocional 3 3 0 3 0 Neuromusculoesqueletica e Cognitivo 1 1 0 1 0 Todos os professores são unânimes em referir que os alunos com NEE necessitam de alguns produtos de apoio, nomeadamente, de computador e de software promotor de aprendizagens da leitura, da escrita, da matemática/numeracia e software promotor da reeducação da disortografia, facilitador das aprendizagens escolares. Os professores inquiridos consideram que há necessidade da existência um computador portátil, munido com diferente software, que possa ser requisitado para contexto de apoio em sala de aula. Consideram, ainda, que deverão existir mais produtos de apoio (hardware, software, entre outros), tendo em conta a população tendo em conta o público-alvo. 2.4. Recursos Existentes na Biblioteca 2.4.1. Fundo Documental: Nas Bibliotecas Escolares do Agrupamento existe algum fundo documental para a Inclusão e as Necessidades Educativas Especiais, sobretudo de apoio ao professor/educador. Destacam-se algumas publicações da DGIDC/MEC, materiais de apoio para a intervenção na área das perturbações da leitura e da escrita e do ensino da leitura e da escrita, Cadernos de Dislexia, Método Distema, Método de Iniciação da Leitura e da Escrita, Teste Bilingue, Programa de Promoção da Consciência Fonológica,
  11. 11. Projeto lustrar é Ler Mais...Juntos Vamos Caminhar! Agrupamento de Escolas Gualdim Pais – Ano letivo 2012/13 Pág. 11 de 19 Programa de Neurociência – Intervenção na Leitura e na Escrita, materiais de apoio para o desenvolvimento da aprendizagem e para a Intervenção Precoce. Existem, ainda, alguns livros infantis com DVD/CD interativo em formato acessível a crianças com NEE “O Gato Gatão” e “Dom Leão e D. Catatua” da coleção 4 leituras, para além do livro infantil em braille “O Livro Negro das Cores”. Na Biblioteca da Escola Básica Integrada Gualdim Pais estão, ainda, disponíveis alguns livros adaptados com símbolos (livros do PNL e livros originais, adaptados, ilustrados e escritos pelos alunos com NEE da escola sede). São, ainda, de referir os manuais interativos que acompanham os manuais escolares e que poderão ser usados pelos alunos com NEE. Hardware: Na biblioteca da escola sede os alunos e os docentes podem dispor de seis computadores fixos e dois portáteis, projetor e tela, visualizador de documentos, leitor de DVD e leitor de CD. Software: Existe algum software educativo que pode ser usado com alunos com e sem NEE: Jogos do Ursinho; Jogos da Mimocas; Tobias o Palhaço; Floresta Mágica; Imagina, Cria e Constrói; O Jardim Mágico; Brinca e Aprende; Puzzles Educativos; Amiguinho-Iniciação à Leitura e à Escrita. Existem, ainda, alguns CD Rom promotor de competências ao nível da matemática, da Língua Portuguesa e do estudo do meio, cuja leitura em computadores é incompatível com os novos sistemas operativos, no entanto na BE ainda é possível a sua utilização. Recentemente, e com a verba financiada pela RBE para este projeto foram adquiridos novo Software e ferramentas específicas, contudo, continuam a faltar outras, embora, acessíveis no CRTIC de Pombal. 2.5. Ações Desenvolvidas: Os alunos com NEE frequentam as bibliotecas escolares por sua livre iniciativa e incluídos nas atividades das turmas a que pertencem. Existem, ainda, alunos com NEE do 2º e 3º ciclos (alunos com Currículo Específico Individual) que no seu horário escolar têm ocupação educativa na biblioteca da escola e aí realizam atividades específicas, utilizando as TIC (exploração e utilização das ferramentas da Microsoft como sendo PowerPoint,
  12. 12. Projeto lustrar é Ler Mais...Juntos Vamos Caminhar! Agrupamento de Escolas Gualdim Pais – Ano letivo 2012/13 Pág. 12 de 19 Word, Paint …) e atividades relacionadas com a dinâmica da biblioteca, como sendo, o registo em Excel do fundo documental e a sua arrumação nas estantes pelos alunos do 3º ciclos. De acordo com a dinâmica da biblioteca da escola sede, os alunos com NEE poderão participar/colaborar na realização de exposições, apresentação de materiais, visualização de filmes e documentários, entre outras atividades promovidas, sobretudo, no âmbito da comemoração de efemérides. 2.6. Parceria com o CRTIC de Pombal No presente ano letivo pretende-se dar continuidade ao Projeto de parceria entre a Biblioteca da Escola Sede e o CRTIC de Pombal: -Adaptação de livros com recurso à escrita com símbolos: adaptação de uma fábula original escrita e ilustrada por alunos com NEE e adaptação de contos tradicionais escritos por alunos da Escola de 1º Ciclo de Vermoil. -Continuidade de utilização da biblioteca como espaço privilegiado para a divulgação de iniciativas, materiais e recursos no âmbito da inclusão e das NEE. -Criação da sinalética para as BE do Agrupamento. 2.7. Alunos a Envolver no Projeto Partindo da experiência adquirida com o Projeto de Currículos Funcionais, implementado na Escola Básica Integrada Gualdim Pais, para os alunos de Currículo Específico Individual, e do Projeto Ilustrar é Ler Mais, considerou-se que presente Projeto Ilustrar é Ler Mais...Juntos Vamos Caminhar! se deve destinar a todos os alunos, com Necessidades Educativas Especiais, de caráter permanente, do Agrupamento de Escolas Gualdim Pais. Considera-se, ainda, que numa primeira fase, este projeto deverá ser implementado na Escola Básica Integrada Gualdim Pais, uma vez que esta possui um número significativo de alunos com necessidades educativas especiais a realizarem atividades na biblioteca, devidamente contempladas nos seus currículos específicos individuais e horários letivos. Contudo, os materiais existentes, serão disponibilizados para todos os alunos com NEE do agrupamento.
  13. 13. Projeto lustrar é Ler Mais...Juntos Vamos Caminhar! Agrupamento de Escolas Gualdim Pais – Ano letivo 2012/13 Pág. 13 de 19 2.7.1. Alunos do 1º Ciclo: Do 1º ciclo do ensino básico irão participar neste projeto 24 alunos, com diferentes perturbações, distribuídos pelos vários estabelecimentos de ensino do agrupamento. Neste grupo de alunos não estão contabilizados os alunos que frequentam a Unidade de Ensino Estruturado para o Espetro de Autisno. Problemática Número de Alunos Materiais de Leitura Deficiência Mental/Cognitiva 3 Histórias Curtas e Simples. Imagens reais Biblioteca de Livros digitais. Ebooks. Audiolivros. Livros específicos (letra e espaçamento de texto). Livros de Iniciação à Leitura e Escrita. Livros adaptados com símbolos (escrita com símbolos /símbolos SPC) Espectro de Autismo 6 Linguagem (Dislexia) 2 Linguagem 9 Emocional (THDA) 3 Neuromusculoesquelética e Relacionada com o Movimento e Cognitivo 1 2.7.2. Alunos do 2º e 3º Ciclos: Do 2.º e 3.º ciclo irão participar 19 alunos com Currículo Específico Individual, sendo que 16 alunos que frequentam atividades na biblioteca, contempladas no seu horário letivo. Estes alunos encontram-se distribuídos pelas seguintes problemáticas e necessitam dos seguintes materiais de Leitura: Problemática Número de Alunos Materiais de Leitura Deficiência Mental/ Cognitiva (trissomia 21) 2 Livros adaptados com símbolos (escrita com símbolos /símbolos SPC) Histórias Curtas e Simples. Imagens reais Biblioteca de Livros digitais. Ebooks. Deficiência Mental/Cognitiva 16 Espectro de Autismo 0 x-frágil 1
  14. 14. Projeto lustrar é Ler Mais...Juntos Vamos Caminhar! Agrupamento de Escolas Gualdim Pais – Ano letivo 2012/13 Pág. 14 de 19 Audiolivros. Vídeo. Livros específicos (letra e espaçamento de texto). Livros de Iniciação à Leitura e Escrita Irão participar, ainda, 19 alunos com NEE, do 2º e 3º Ciclos, que frequentam atividades na biblioteca da escola inseridos no contexto de turma ou de apoio educativo, distribuídos pelas seguintes problemáticas: Problemática Número de Alunos Materiais de Leitura Linguagem (Dislexia) 7 Vídeo. Livros digitais. Ebooks. Audiolivros. Linguagem 4 Cognição/Autismo 8 Emocional 1 2.7.3. Unidade de Ensino Estruturado para alunos com espectro de Autismo Todos os alunos que frequentam esta unidade, 8 alunos, apresentam perturbações enquadráveis no espectro do Autismo, sendo estas perturbações variáveis em função do seu nível de desenvolvimento cognitivo, linguístico e social, idade dos alunos e nível de ensino (1º, 2º e 3º ciclos). Problemática Número de Alunos Materiais de Leitura Espectro de Autismo 8 alunos Utilização de Símbolos/SPC Utilização de Imagens Utilização de CAA – Makaton Histórias Simples e com Imagens
  15. 15. Projeto lustrar é Ler Mais...Juntos Vamos Caminhar! Agrupamento de Escolas Gualdim Pais – Ano letivo 2012/13 Pág. 15 de 19 3. PROJETO ILUSTRAR É LER MAIS... JUNTOS VAMOS CAMINHAR! 3.1. Objetivos - Promover a inclusão dos alunos com NEE nas atividades da biblioteca; - Motivar os alunos com NEE para a leitura; - Motivar os alunos com NEE para o uso do TIC associado à Leitura e à aprendizagem; - Promover o desenvolvimento de competências ao nível da leitura nos alunos com NEE, com recurso a vários tipos de suporte/formatos; - Promover o desenvolvimento da linguagem verbal e não verbal (pictórica, gestual); - Promover o desenvolvimento da linguagem compreensiva e expressiva; - Promover o desenvolvimento de competências específicas ao nível da cognição, da discriminação visual e auditiva, do processamento de informação; - Promover o desenvolvimento do relacionamento interpessoal entre alunos/alunos e alunos/professores e alunos/ assistentes operacionais. 3.2. Estratégias/Atividades 3.2.1. Equipa: - Planificação e execução de atividades conjuntas pelos professores bibliotecários, professores da turma, professores de educação especial; - Criação da sinalética para todas as BE com escrita com símbolos; -Identificação da BE escola sede por forma a seja facilmente identificada por todos; - Identificação, sensibilização e exploração de hardware e software específico para a promoção de competências específicas ao nível da leitura, escrita, numeracia, cognição e outras; - Dinamização de ações conjuntas sobre materiais, recursos, promotores da leitura para alunos com NEE para professores/educadores, encarregados de educação, técnicos e assistentes operacionais; -Divulgação dos Materiais existentes no Blogue das BE; -Disponibilização dos materiais criados pelos e para os alunos com NEE a todas as bibliotecas do agrupamento (suporte papel e suporte digital);
  16. 16. Projeto lustrar é Ler Mais...Juntos Vamos Caminhar! Agrupamento de Escolas Gualdim Pais – Ano letivo 2012/13 Pág. 16 de 19 -Divulgação e disponibilização dos materiais criados no site da RBE e Página Web do Agrupamento. 3.2.2. Alunos: - Realização de atividades lúdicas relacionadas com a leitura e a exploração de livros (jogos e estratégias diversificadas de leitura); - Requisição domiciliária de livros; - Conversas regulares com os alunos sobre os livros lidos/ouvidos/contados; - Realização de atividades específicas como sendo participação na criação da sinalética das bibliotecas com recurso a escrita com símbolos; -Animação do Placar da BE com Escrita Símblos; - Criação de histórias inéditas e adaptadas com recurso a símbolos e a outros formatos acessíveis: O Sapo Falador e outros Contos e Os Três Amigos; - Envolvimento dos alunos com NEE nas atividades dos projetos da Biblioteca como sendo : SOBE ( projeto destinado ao 1 ciclo mas que pode abranger alunos com NEE de outros ciclos de ensino) ; Projeto “Todos a Ler – Plano de Promoção da Leitura e da Escrita do Agrupamento”, nomeadamente participação no concurso “Ganha num Minuto”; - Utilização de hardware e software específico às necessidades educativas e leitoras dos alunos com NEE (por exemplo: ecrã tátil, comunicadores, teclados ampliados, sintetizadores de voz – escrita com símbolos, ebooks, audiolivros...) na biblioteca escolar. 4. DURAÇÃO DO PROJETO Este projeto terá início durante o 2º período do ano letivo de 2012/2013, com continuação no ano letivo de 2013/2014. 5. RECURSOS HUMANOS 5.1. Equipa nuclear: Coordenadora dos Professores Bibliotecários, Coordenadora do grupo de educação Especial e a colaboração da Coordenadora do Centro de Recursos TIC para a Educação Especial de Pombal, como parceira no projeto.
  17. 17. Projeto lustrar é Ler Mais...Juntos Vamos Caminhar! Agrupamento de Escolas Gualdim Pais – Ano letivo 2012/13 Pág. 17 de 19 Neste projeto, estão envolvidos, os professores bibliotecários do agrupamento, os professores de educação especial e os professores, assim como, os assistentes operacionais da biblioteca e os assistentes operacionais que diariamente acompanham os alunos com NEE. 6. RECURSOS MATERIAIS  Audiolivros;  Ebooks;  Livros adaptados com símbolos;  Livros com imagens reais;  Livros com imagens adaptadas à faixa etária dos alunos;  Computadores portáteis;  Computadores fixos;  Ecrã tátil;  Comunicadores (Álbum de Comunicação e Sequence Story)  Teclado ampliado;  Teclado Infantil de cores;  Manipulo e ligação USB para manípulos;  Software para treino de manípulos e do rato;  Software promotor da Leitura e Escrita;  Software promotor da Numeracia e de competências matemáticas;  Software promotor da atenção e concentração;  Software promotor da cognição, resolução de situações problemáticas, etc;  Programa GRID 2;  Programa Boardmaker/SPC;  Software promotor de diferentes competências académicas relacionadas com as várias áreas curriculares;  Software com materiais e histórias em LGP;  Jogos didáticos para a aprendizagem da leitura e da escrita;
  18. 18. Projeto lustrar é Ler Mais...Juntos Vamos Caminhar! Agrupamento de Escolas Gualdim Pais – Ano letivo 2012/13 Pág. 18 de 19  Jogos didáticos para estimulação de competências ao nível da cognição e da atenção/concentração e diferentes competências académicas e funcionais;  Materiais Logico Primo Pré-Escolar;  Materiais Logico de Português;  Materiais Logico de Matemática;  Outros jogos didáticos a considerar tendo em conta o perfil de cada aluno;  Outros produtos de apoio a considerar, tendo em conta as NEE dos alunos (produtos em braille, ampliador de carateres, sistemas de FM). 7. AVALIAÇÃO DO PROJETO A avaliação do projeto ocorrerá no final do ano letivo 2012/13 (3º período) e no final do biénio, correspondente ao final do ano letivo 2013/14. A avaliação será baseada em instrumentos criados pelas equipas de trabalho, incluindo tabelas de observação do desempenho dos alunos e de recolha de evidências do trabalho desenvolvido. Será elaborado um relatório intermédio (final do ano letivo 2012/13) onde deverá constar uma reflexão sobre a adequação das estratégias e das atividades desenvolvidas, uma apresentação objetiva dos resultados efetivamente conseguidos, revelando-se os pontos fortes (sucessos) e pontos fracos (limitações), bem como as medidas a implementar para a sua resolução. Também será elaborado um relatório final (final do ano letivo 2013/14) que deverá obedecer à estrutura definida para o relatório intermédio e no qual deverá possível perceber o percurso desenvolvido pela biblioteca enquanto espaço de inclusão: o que foi feito, o que resultou, o que não resultou e porquê, entre outros aspetos.
  19. 19. Projeto lustrar é Ler Mais...Juntos Vamos Caminhar! Agrupamento de Escolas Gualdim Pais – Ano letivo 2012/13 Pág. 19 de 19 Docentes Responsáveis pelo Projeto Claudina Pires Elisabete Salgueiro Luísa Marques Pombal, fevereiro de 2013

×