Successfully reported this slideshow.
Your SlideShare is downloading. ×

ppt 4 - Ciclo celular.pptx

Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Loading in …3
×

Check these out next

1 of 38 Ad
Advertisement

More Related Content

Recently uploaded (20)

Advertisement

ppt 4 - Ciclo celular.pptx

  1. 1. Ciclo Celular 11ºAno – Biologia e Geologia 1
  2. 2. As células, para além de serem as unidades básicas da vida, asseguram a continuidade dessa mesma vida, na medida em que se dividem e originam novas células. 2
  3. 3. 3 Quando as células se dividem, cada célula origina, em regra, duas células-filhas que são geneticamente iguais à célula-mãe. Dividir para…  Reconstituir  Crescer  Reproduzir
  4. 4. 4 Dividir celular em procariontes e em eucariontes
  5. 5. 5 Ficha trabalho pág. 39 manual adotado
  6. 6. 6 Estrutura dos cromossomas das células eucarióticas
  7. 7. 7 Ciclo Celular
  8. 8. 8 Conjunto de transformações que decorre entre a formação de uma célula e a sua própria divisão em duas células-filhas Ciclo Celular A auto-replicação do DNA permite que, sempre que uma célula se divide, cada célula-filha herde uma cópia do seu material genético, perpetuando as características da espécie.
  9. 9. 9 • Interfase – ocorre a duplicação do material genético • Fase mitótica – o núcleo divide-se (mitose) e, a seguir, divide-se o citoplasma (citocinese) Fases do Ciclo Celular
  10. 10. 10 Ficha trabalho pág. 41 manual adotado
  11. 11. 11
  12. 12. 12 Interfase  Período que decorre entre o fim de uma divisão celular e o início celular e o início da divisão seguinte.  Corresponde aos períodos G1, S, G2  Intervalo G1 – biossíntese de RNA e proteínas; formação de organitos; crescimento celular  Período S – replicação do DNA e síntese de histonas; filamentos de cromatina com estrutura dupla  Intervalo G2 – biossíntese de RNA e proteínas; crescimento celular
  13. 13. 13 Subfase S
  14. 14. 14 G1 e G2 Na fase G1 cada cromossoma é constituído por um cromatídio ao passo que na fase G2 cada cromossoma é constituído por dois cromatídios. Na fase G2 os centríolos encontram- se duplicados" – havendo por isso dois pares – enquanto que na fase G1 só há um par.
  15. 15. 15 As células possuem numerosos filamentos cilíndricos, os microtúbulos, constituídos por uma proteína. Nas células animais, o centro organizador de microtúbulos (MTOC) é constituído pelo centrossoma, que inclui os centríolos dispostos perpendicularmente. Microtúbulos Os centríolos são estruturas cilíndricas constituídas por microtúbulos altamente organizados, possuindo cada centríolo nove conjuntos de três microtúbulos.
  16. 16. 16 Fase Mitótica Processo que decorre na divisão das células eucarióticas, pelo que se formam núcleos com o mesmo número de cromossomas do núcleo inicial Prófase Metáfase Anáfase Telófase
  17. 17. 17 Prófase • Etapa mais longa • Individualização dos cromossomas • Desaparecimento dos nucléolos e da membrana nuclear •Afastamento dos centríolos e formação do fuso acromático
  18. 18. 18 Metáfase • Máxima condensação dos cromossomas • Disposição dos cromossomas no plano equatorial da célula com os centrómeros orientados para o centro • Formação da placa equatorial
  19. 19. 19 Anáfase • Rompimento dos centrómeros e separação dos cromatídeos • Ascensão polar dos cromossomas-filhos
  20. 20. 20 Telófase • Dissolução do fuso acromático • Reorganização da membrana nuclear em cada núcleo-filho • Descondensação dos cromossomas • Reaparecimento dos nucléolos
  21. 21. 21
  22. 22. 22
  23. 23. 23
  24. 24. 24 Animação – “Ciclo celular”
  25. 25. 25 Citocinese em células animais Citocinese em células vegetais
  26. 26. 26 • Nas células vegetais, o centro organizador dos microtúbulos (MTOC) não tem centríolos, sendo a condensação dos microtúbulos responsável pelo movimento dos centríolos. • Citocinese – vesículas do CG contendo celulose, são depositadas na zona equatorial, fundem-se e libertam o seu conteúdo. A celulose vai originar 2 paredes celulares que começam a formar-se do centro para a periferia – citocinese centrífuga. Citocinese centrípeta
  27. 27. 27 Resumo
  28. 28. 28 Fase mitótica em células animais e em células vegetais
  29. 29. 29 Variação da quantidade de DNA ao longo do ciclo celular Ficha trabalho pág. 51 manual adotado
  30. 30. 30 Variação da quantidade de DNA ao longo do ciclo celular
  31. 31. 31 A imagem representa a variação da quantidade de DNA ao longo do ciclo celular de uma célula eucariótica. Em relação aos eventos que caracterizam as mudanças observadas na imagem, pode-se afirmar: Exercício a) A duplicação do DNA ocorre a partir da etapa G1, finalizando na G2. b) A redução do número cromossómico é concretizada pela separação dos cromossomas homólogos na etapa M. c) A divisão equacional da etapa M é justificada a partir dos eventos de replicação que ocorrem na etapa S. d) A condensação do material genético é essencial para que o processo de replicação seja plenamente completado na etapa M. e) A expressão da informação genética é garantida a partir dos eventos realizados exclusivamente na etapa S.
  32. 32. 32 Regulação do ciclo celular
  33. 33. 33 Apoptose Morte programada de uma célula
  34. 34. 34  A Célula compacta-se  A membrana forma invaginações  A cromatina condensa  O DNA Fragmenta-se  A célula morta divide-se em vesículas membranares (corpos apoptóticos) que são fagocitados Apoptosis = grego para “falling off” (Cair ou desfazer)
  35. 35. Necrose 35  Resulta da alteração súbita de um ou mais intervalos fisiológicos (pH, Temperatura, [iónicas], etc…)  Citoplasma “incha” e rebenta  O derramamento do fluido celular provoca uma pequena inflamação http://www.susanahalpine.com/anim/KubyHTML/Celdeath.htm Animação – Necrose versus Apoptose
  36. 36. 36 Cancro ou Neoplasia maligna
  37. 37. 37
  38. 38. 38 célula ocorrem alterações Levam à perda dos mecanismos de regulação celular • Resultam da alteração na expressão dos genes • Traduzem-se num aumento da proliferação celular ou diminuição da Apoptose Ficam virtualmente imortais Dividem-se descontroladamente até não existirem nutrientes disponíveis Ocorre produção de grandes aglomerados celulares, com diferenciação deficiente, que formam tumores Tumores malignos – podem espalhar-se pelo corpo, invadindo outros tecidos e formando metástases Como surge um tumor…

×