Trabalho de Geografia.
Nome: Maria Gabriela Mariano
Nome: Heloisa Moretti
Nome: Ketly Lion
Nome: Gabriela Sarri
Nome: Mari...
Tema 1
• As bases históricas do
preconceito, da
discriminação, do racismo e
da xenofobia de parcelas do
povo europeu com r...
As Bases Históricas Do
Preconceito.
• As bases históricas disso, se deve a
teoria do eurocentrismo, ou seja,os
europeus e ...
• É quando você hostiliza qualquer outro
lugar que não esteja em torno da sua
origem, do seu umbigo. O preconceito
geográf...
• Preconceito é uma opinião que
formamos das pessoas antes de
conhecê-las.É um julgamento
apressado e superficial e muito
...
Discriminacao Racial
• As pessoas que não conseguem deixar de ser
preconceituosas podem vir a se tornar racistas. Um
racis...
• A pessoa que faz isso, geralmente, quer valorizar a
si próprio e diminuir os demais mesmo “de
brincadeira”.É insegura po...
Xenofobia
• O termo é de origem grega e se
forma a partir das palavras
“xénos” (estrangeiro) e “phóbos”
(medo). A xenofobi...
• O preconceito gerado pela xenofobia é algo
controverso. Geralmente se manifesta através
de ações discriminatórias e ódio...
Xenofobia No Brasil
• O Brasil é conhecido por ser um país que
recebeu e recebe muitos imigrantes de vários
países com dif...
Xenofobia Na Europa
• A existência de xenofobia é
bastante comum na Europa,
principalmente nos países onde há
um grande fl...
Fluxos Migratórios, imigrações
internacionais
• Os fluxos populacionais foram incrementados a partir do
desenvolvimento do...
• Migração pendular
• Migração sazonal ou transumância
• Migração permanente
• Êxodo rural ou migração campo-
cidade
• Mig...
• Refugiado é toda a pessoa que, em
razão de fundados temores de
perseguição devido à sua raça, religião,
nacionalidade, a...
• Para quase todos os refugiados, as ONGs
desempenharam um papel importante na
instalação no novo país. Algumas ONGs
são o...
Bases históricas do preconceito, da discriminação, do racismo e xenofobia
Bases históricas do preconceito, da discriminação, do racismo e xenofobia
Bases históricas do preconceito, da discriminação, do racismo e xenofobia
Bases históricas do preconceito, da discriminação, do racismo e xenofobia
Bases históricas do preconceito, da discriminação, do racismo e xenofobia
Bases históricas do preconceito, da discriminação, do racismo e xenofobia
Bases históricas do preconceito, da discriminação, do racismo e xenofobia
Bases históricas do preconceito, da discriminação, do racismo e xenofobia
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Bases históricas do preconceito, da discriminação, do racismo e xenofobia

7,818 views

Published on

Trabalho de Geografia do Terceiro Colegial

Published in: Education
  • Be the first to comment

Bases históricas do preconceito, da discriminação, do racismo e xenofobia

  1. 1. Trabalho de Geografia. Nome: Maria Gabriela Mariano Nome: Heloisa Moretti Nome: Ketly Lion Nome: Gabriela Sarri Nome: Maria Clara 3 Colegial B
  2. 2. Tema 1 • As bases históricas do preconceito, da discriminação, do racismo e da xenofobia de parcelas do povo europeu com relação aos estrangeiros.
  3. 3. As Bases Históricas Do Preconceito. • As bases históricas disso, se deve a teoria do eurocentrismo, ou seja,os europeus e sentiam superiores em relação aos demais povos por serem brancos, e por se acharem mais cultos,por isso mesmo ,subestimavam outros povos e suas culturas.
  4. 4. • É quando você hostiliza qualquer outro lugar que não esteja em torno da sua origem, do seu umbigo. O preconceito geográfico é como todos os preconceitos, a maneira visível do homem expressar a sua condição de ser humano não evoluído.
  5. 5. • Preconceito é uma opinião que formamos das pessoas antes de conhecê-las.É um julgamento apressado e superficial e muito perigoso, pois ao invés de melhorar a nossa vida e da sociedade, acaba trazendo muitas situações complicadas e até mesmo violentas.
  6. 6. Discriminacao Racial • As pessoas que não conseguem deixar de ser preconceituosas podem vir a se tornar racistas. Um racista acredita que existe raças superiores às outras, o que é grande tolice, pois na espécie humana, não podemos dizer que existam raças; a cor da pele, a forma do nariz, o tipo do cabelo, o tipo do sangue, o formato e cor dos olhos, a espessura dos lábios, não são suficientes para estabelecer diferentes tipos de raças entre os seres humanos, que biologicamente são iguais em quase tudo , restando pequenas diferenças externas pouco importantes e que não servem para fazer com que uns sejam
  7. 7. • A pessoa que faz isso, geralmente, quer valorizar a si próprio e diminuir os demais mesmo “de brincadeira”.É insegura porque não tem capacidade de conviver com os outros e aceitar as diferenças naturais entre os seres humanos. Os preconceituosos e racistas têm dificuldades em aceitar e conviver com a diferença e. às vezes, suas atitudes chegam ao delírio e como são medrosos e inseguros, projetam sobre os outros que são inferiores a eles e que não podem ter os mesmos direitos – quando os racistas e preconceituosos agem dessa maneira estão tratando os que eles julgam como inferiores a ele de maneira discriminatória.DISCRIMINAÇÃO É PORTANTO TRATAR OS OUTOS COM
  8. 8. Xenofobia • O termo é de origem grega e se forma a partir das palavras “xénos” (estrangeiro) e “phóbos” (medo). A xenofobia pode se caracterizar como uma forma de preconceito ou como uma doença, um transtorno psiquiátrico.
  9. 9. • O preconceito gerado pela xenofobia é algo controverso. Geralmente se manifesta através de ações discriminatórias e ódio por indivíduos estrangeiros. Há intolerância e aversão por aqueles que vêm de outros países ou diferentes culturas, desencadeando diversas reações entre os xenófobos. • Nem todas as formas de discriminação contra minorias étnicas, diferentes culturas, subculturas ou crenças podem ser consideradas xenofobia. Em muitos casos são atitudes associadas a conflitos ideológicos, choque de culturas ou mesmo motivações políticas.
  10. 10. Xenofobia No Brasil • O Brasil é conhecido por ser um país que recebeu e recebe muitos imigrantes de vários países com diferentes culturas, sem graves demonstrações de xenofobia. No entanto, no século XIX se verificou no Brasil um fenômeno chamado lusofobia, que resultou de um sentimento nacionalista de alguns políticos brasileiros, que tinham como objetivo reduzir a interação de indivíduos portugueses na economia local.
  11. 11. Xenofobia Na Europa • A existência de xenofobia é bastante comum na Europa, principalmente nos países onde há um grande fluxo de imigração, como a Inglaterra e Suíça. Também em Portugal, alguns portugueses apresentam sentimentos xenófobos em relação
  12. 12. Fluxos Migratórios, imigrações internacionais • Os fluxos populacionais foram incrementados a partir do desenvolvimento do sistema de transporte (Rodoviário, hidroviário, ferroviário e aéreo) e das telecomunicações, que ofereceram maior mobilidade às pessoas em todo mundo. Segundo a ONU (Organização das Nações Unidas), aproximadamente 175 milhões de pessoas vivem fora do país de origem. Os fluxos populacionais entre países são denominados de migrações internacionais, essas podem ocorrer por atração ou por repulsão, a primeira geralmente acontece quando as pessoas vivem em países nos quais não há boas condições de vida e de trabalho, são atraídas rumo a países desenvolvidos, como Estados Unidos, países da Europa desenvolvida e Japão, a segunda são migrações onde o indivíduo deixa seu país devido a problemas políticos, perseguições, guerras, entre outros.
  13. 13. • Migração pendular • Migração sazonal ou transumância • Migração permanente • Êxodo rural ou migração campo- cidade • Migração cidade-cidade • Nomadismo
  14. 14. • Refugiado é toda a pessoa que, em razão de fundados temores de perseguição devido à sua raça, religião, nacionalidade, associação a determinado grupo social ou opinião política, encontra-se fora de seu país de origem e que, por causa dos ditos temores, não pode ou não quer regressar ao mesmo, ou devido a grave e generalizada violação de direitos humanos, é obrigado a deixar seu país de nacionalidade para buscar refúgio
  15. 15. • Para quase todos os refugiados, as ONGs desempenharam um papel importante na instalação no novo país. Algumas ONGs são os principais e fundamentais organizadores de serviços, fornecem apoio financeiro, mas as ligações com a sociedade de acolhimento talvez seja o mais importante. Tendo como bom exemplo a ACNUR, MSF, UNRWA.

×