Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Estrutura lusiadas cc9

1,613 views

Published on

Estrutura externa e interna de Os Lusíadas - 9ºano

Published in: Education
  • Be the first to comment

Estrutura lusiadas cc9

  1. 1. OS LUSÍADAS - Luís Vaz de Camões Estrutura interna e externa Mural de Arm Collective, Lisboa
  2. 2. OS LUSÍADAS - Luís Vaz de Camões • Cantos – Dez • Estrofes ou estâncias – 1102 oitavas • Rima – abababcc (cruzada e emparelhada) • Verso – decassílabo
  3. 3. OS LUSÍADAS - Luís Vaz de Camões • Proposição – exposição sintética do assunto que se vai desenvolver. • Invocação – pedido de inspiração e ajuda às musas do rio Tejo, as Tágides. Ao longo do poema, Camões invoca outras divindades. • Dedicatória – o poeta dedica o poema ao rei D. Sebastião. • Narração (in medias res) – o poeta inicia a narração a meio da viagem.
  4. 4. OS LUSÍADAS - Luís Vaz de Camões • Planos da narração - Viagem - plano central da narração da viagem de Vasco da Gama e da descoberta do caminho marítimo para a Índia. - Mitologia - intervenção dos deuses na viagem. - História de Portugal - narrativa de episódios da História de Portugal. - Intervenções do poeta – considerações do poeta sobre vários assuntos e acontecimentos.
  5. 5. OS LUSÍADAS - Luís Vaz de Camões • Ação central – viagem de Vasco da Gama à Índia, por mar, iniciada a 8 de julho de 1497. • Heróis – individual – Vasco da Gama, capitão da armada, representa os navegadores portugueses. – coletivo – povo português.
  6. 6. OS LUSÍADAS - Luís Vaz de Camões • Maravilhoso pagão - Intervenção dos deuses pagãos (Júpiter, Vénus, Baco…). • Maravilhoso cristão - Divina Providência.
  7. 7. OS LUSÍADAS - Luís Vaz de Camões • Forma – a epopeia deve ultrapassar as formas normais de poesia, assumir um tom sublime e eloquente, e obedecer a uma estrutura fixa. • Cantos – Dez • Estrofes ou estâncias – 1102 oitavas • Rima – abababcc (cruzada e emparelhada) • Verso – decassílabo
  8. 8. OS LUSÍADAS - Luís Vaz de Camões Estrutura interna e externa Mural de Arm Collective, Lisboa

×