Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Artigo sobre o csp 14 06-2012-vt_montes

138 views

Published on

  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Artigo sobre o csp 14 06-2012-vt_montes

  1. 1. 18 14 JUN}IO 2012 MOr’TES 05 OZTRAS Peso da RéguaLogótipo “Linha da Criança” Comitiva conheceu empresas da regiãoCrianças receberam prémio IVDP recebe delegação da Ucrâniadas mãos do Provedor da Justiça Instituto dos Vinhos Novaes Cabral, sublinhou “a ne vadores do WDP, manifestando Conforme tínhamos adiantado no Nosso Jornal, duas alunas O do Douro e do Por to (IVDP) recebeu, dia 6 de junho, a visita de repre cessidade de respeito mútuo das designações geográflcas de vi nhos”, tendo ainda reconhecido forte admiração pelo elevado ri gor com que se processam as eta pas fhndamentais de certificação sentantes institucionais e de vi “a importância do acordo bilate e de denominação de origem do 8.° C do Colégio Salesiano de ticuitores ucranianos, liderados ral negociado com a Ucrânia”, se Porto e Douro. Esta proteção é Poiares alcançaram o primeiro por Eduard Zonkevitch, dire gundo o qual a designação “Port” de extrema importância para o tor do Magaratch Institute, um passará a ser proibida nos vinhos vinho do Porto, uma vez que lhe prémio no concurso nacional dos mais prestigiados institutos ucranianos. A delegação visitou garante maior segurança jurídi para a criação de um logótipo mundiais de investigação nas empresas do setor e tomou co ca, permitindo ao WDP atuar para a Linha da Criança, áreas da viticultura e da enologia. nhecimento da organização vi em caso de violação. As deno dirigido aos jovens do 30 ciclo A comitiva teve oportunidade de tivinícola portuguesa, em parti minações de origem certificam a conhecer a região do Douro e o cular no que se relaciona com a genuinidade e a origem do pro do ensino básico. Bruna Luísa sistema de produção vinícola e Região Demarcada do Douro. duto, garantindo o rigor da pro Botelho Freitas e Inês Guedes ainda o processo de proteção do A delegação ucraniana teve dução e salvaguardando as carac Machado, receberam dois mmi vinho do Porto na Ucrânia. O ainda oportunidade de visitar o terísticas próprias dos vinhos da -tablets e outro material presidente do WDP, Manuel de laboratório e a câmara de pro região. didático, das mãos de Alfredo José de Sousa. Comboio Histórico do Douro CP e Turismo Norte assinam acordoALMEIDA CARDOSO a ideia do desenho. Estou muito criar o logótipo para a Linha da feliz, foi uma boa novidade, mas Criança, porque tem mdo a ver dia 18 de ju de Portugal, relativamente ao Museu do Douro. i um dia inesquecível para estas duas alunas do Colégio Salesiano não tínhamos esperanças de ga nhar”, contou a Inês. Quanto à dinâmica do dese com os miúdos e com a escola em si. “Concorreram várias turmas e No nho, pelas 15h00, nas instalações do Museu do Douro, na Régua, Comboio Histórico na Linha do Douro. A cerimónia contará com a Este consenso poderá inserir o Museu do Douro na rota dos turistas do comboio histórico ede Poiares. Nas instalações do nho, Bruna explicou que “como os grupos podiam ter até 6 ele será concretizado um acor presença de representantes do ao mesmo tempo dar um novoProvedor de Justiça, em Lisboa, era a Linha da Criança consegui mentos. O grupo vencedor tinha do de colaboração entre a CP conselho de administração da impulso e dinâmica a esta ofertaInês Machado, 14 anos, e Bruna ram colocar uma criança a ligar, só duas alunas e foi o que cha — Comboios de Portugal e o CP, Turismo Norte de Portugal, turística.Freitas, 13 anos, foram as atra sendo que o sorriso que ostenta mou a atenção, não só pela sim Turismo do Porto e Norte Câmara Municipal da Régua eções principais de uma festa que espelha a sua satisfação por plicidade, mas sobretudo peloconsagrou a atribuição deste pré rir do outro lado uma voz ami que pretendia transmitir. E umamio, que teve por trás a colabora ga que a ajudou”. “Tudo surgiu linha, um telefone e uma crianção da professora Marina Costa. de uma forma simples, fomos as ça, o que correspondia aos requi O Nosso Jornal ouviu as pre duas que desenhamos, e entrega sitosmiadas e o “segredo” do seu su do trabalho foi no penúltimo dia O trabalho começou a ser elacesso. “Tivemos algumas ideias, do prazo”, sublinhou. borado antes das férias da Pásdepois começamos a desenhat A professora Marina Costa coa, na altura de entregar as canO ponto de partida era a linha, o está obviamente feliz pela distin didaturas. “Dei algumas aulastelefone e a criança. Eu e a Bru ção das suas alunas e referiu que em que expliquei o que era umna, como somos amigas, fizemos o “concurso foi muito interessan logótipo, dando exemplos emum grupo, fomos também ver te”. “Não só pelo prémio, que é que associavam a crinça”, conoutras coisas na intemet e nasceu para os cativar, como a ideia de cluiu a professora. COMPRAMOS OURO. :: d Cond.õesfii’erais: 01 $ -úClNC1ArLJHAyOU LQUIVALENTF ‘FREQUENCSA TÁRIA UNIVERSI T .no(M/F) Rua Santa Sofia, 49 -1° Vila Real Teim. 934 265 585 (Em freflte ao Mercado Municipal)

×