Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Estratégia de Comunicação Digital Low Cost para Igrejas

242 views

Published on

Estratégias de Comunicação Digital aplicadas à Pastorais de Comunicação de Arquidioceses. Através das redes sociais e mídias sociais é possível comunicar e levar o evangelho. Nessa apresentação, demonstro um pouco das ferramentas utilizadas e como sua pastoral pode usar a internet para comunicar com os peregrinos digitais.

Published in: Government & Nonprofit
  • Be the first to comment

Estratégia de Comunicação Digital Low Cost para Igrejas

  1. 1. Estratégia de Comunicação Digital Low Cost para PASCOM
  2. 2. Paz de Cristo! Me chamo Marcus Pessoa Designer, Empreendedor e Comunicador Digital. Me encontre nas redes sociais @soumarcuspessoa
  3. 3. 1. Conceitos Redes Sociais x Mídias Sociais em linguagem simples
  4. 4. Principais Diferenças Redes Sociais ○ Uma rede baseada em suas relações online com as pessoas que você tem alguma ligação e/ou interesse em comum; ○ Ex: Facebook, Instagram, Twitter, etc... Mídias Sociais ○Ferramentas online que são usadas para divulgar conteúdo ao mesmo tempo em que permitem alguma relação com outras pessoas; ○Ex: Soundcloud, Youtube, Slideshare, etc...
  5. 5. Redes Sociais em Linguagem Simples
  6. 6. Mídias Sociais em Linguagem Simples
  7. 7. 2. Você conhece essas redes sociais?
  8. 8. Jackson Five e as Redes Sociais
  9. 9. 3. Principais Redes Sociais no Brasil
  10. 10. ○Fonte: RockContent
  11. 11. Os 10 mandamentos do social media
  12. 12. “ 1. Não responderás a pergunta “com o que você trabalha?” com: “mexo nas redes sociais”.
  13. 13. “ 2. Respeitarás as diferenças de cada rede social.
  14. 14. “ 3. Conhecerás o público-alvo da empresa.
  15. 15. “ 4. Não cairás no vício de falar sobre todos os assuntos.
  16. 16. “ 5. Investirás em anúncios.
  17. 17. “ 6. Serás curioso e pró-ativo.
  18. 18. “ 7. Não deverás fazer somente venda ou auto-promoção.
  19. 19. “ 8. Responderá às interações de forma eficiente.
  20. 20. “ 9. Serás humano.
  21. 21. “ 10. Terás paciência.
  22. 22. 4. Explicação e Cases Sobre as Principais Redes Sociais
  23. 23. Facebook tipos de conteúdo que podem ser criados no Facebook para o perfil de sua Pastoral. ○Textos longos ou curtos; ○Imagens estáticas; ○Gifs; ○Fotografias 360 graus; ○Vídeos; ○Linkagem incorporada de conteúdo externo; ○Álbum seriado de imagens e vídeos; ○Postagens colaborativas; ○Concursos, promoções e sorteios; ○Jogos em formatos específicos para a rede; ○Apps próprios; ○Posts patrocinados; ○Grupos para discussão; ○Grupos de Venda; ○Eventos; ○Transmissões ao vivo; ○Ofertas.
  24. 24. 3 dicas de ouro de como usar o Facebook para sua Igreja Personalize ao máximo ○Fanpages podem integrar aplicativos e personalizar as experiências do seus seguidores. Customize ao máximo a sua fanpage para deixá-la com a cara da sua igreja. Atinja quem você quer ○Separe um trocado para criar campanhas e impulsionar as suas postagens para que elas alcancem uma audiência bastante segmentada. Isso quer dizer que a sua voz vai atingir exatamente quem você quer que ouça. Conteúdo é rei ○O Facebook tem por característica usuários que realmente gostam de compartilhar e interagir com as postagens. Isso quer dizer que se o seu conteúdo for relevante seus seguidores vão se sentir propensos a divulgarem a sua mensagem.
  25. 25. Twitter tipos de conteúdo que podem ser criados no Twitter para o perfil de sua Pastoral. ○É gratuito; ○Tem opção para patrocinar tweets; ○Facilidade de viralização de conteúdo; ○Rede rápida e com grande índice de atualização; ○Facilidade de monitoramento da concorrência; ○Acesso a estatísticas de usuários; ○Possibilidade de gestão de uma comunidade; ○Auxílio na divulgação de novidades e links do seu website; ○Ótimo para encontrar usuários que sejam frequentadores da sua Pastoral; ○Facilidade no uso de Hashtags; ○Referência em ‘temas do momento’ com o Trending Topics; ○Possibilidade de customização do visual; ○Variedade de formatos aceitos;
  26. 26. 3 dicas de ouro de como usar o Twitter para sua Igreja Atualize constantemente ○Twitter é uma plataforma dinâmica que permite atualizações constantes e frequentes. Use-a alternando entre textos, imagens, vídeos e links. Ofereça conteúdo relevante ○Compartilhe as novidades mais recentes, mantenha um olho no perfil do Papa, e se possível, faça deste canal o atendimento aos fieis mais jovens. Use Hashtags ○Com frases inteligentes e atraentes, você consegue construir a persona da sua marca. Use as hashtags com moderação e tenha a cereja do bolo.
  27. 27. Instagram tipos de conteúdo que podem ser criados no Instagram para o perfil de sua Pastoral. ○Fácil de ser encontrada; ○É divertido! ○Permite CTAs que levem ao contato com a empresa; ○Garante acesso aos Analytics da rede; ○Conteúdo patrocinado; ○Facilidade para trabalhar sua identidade visual; ○Ótimo para conseguir UGC; ○Auxilia no aumento da conversão e tráfego no site; ○Pode ser automatizado; ○Transmissões ao vivo; ○Imagens estáticas; ○Vídeos ○Linkagem incorporada na página do perfil; ○Atualização com micro-histórias; ○Fotos com alta qualidade e leves.
  28. 28. 3 dicas de ouro de como usar o Instagram para sua Igreja Convide pros eventos ○ Faça vídeos para o Stories convidando diariamente para os eventos que irão ocorrer. Prepare um vídeo de 60s para seu perfil também. Mostre sua Igreja na Comunidade ○As pessoas gostam de saber como podem participar. Mostre que sua igreja participa da vida da comunidade e faça as divulgações para que outros participem também. Divulgue os bastidores ○Poste fotos e vídeos de como é o dia a dia por detrás das cenas. As pessoas gostam de bisbilhotar e saber como as coisas funcionam para que tudo dê certo.
  29. 29. Youtube tipos de conteúdo que podem ser criados no Instagram para o perfil de sua Pastoral. ○É grátis; ○É divertido! ○É mensurável através do Google Analytics; ○Conteúdo patrocinado; ○Permite que os fãs compartilhem em outras redes sociais; ○Auxiliam a criar a credibilidade; ○Facilidade para trabalhar sua identidade visual; ○Fácil de ser encontrado; ○Auxilia no aumento da conversão e tráfego no site; ○O YouTube é a principal plataforma online pela qual os internautas têm acesso a vídeos no Brasil e no mundo; ○Transmissões ao vivo; ○Linkagem incorporada no site da igreja; ○A audiência cresce à cada dia; ○Pode gerar receita para a igreja.
  30. 30. Merecedores da pátria celeste - Padre José Augusto
  31. 31. 3 dicas de ouro de como usar o Youtube para sua Igreja Crie títulos atraentes ○ Por pertencer ao Google, o Youtube é um grande buscador de vídeos. Crie títulos bem sucedidos e ele será um atrativo a mais para que seja seu vídeo seja assistido. Seja referência ○Os vídeos são muito engajadores, auxiliam a criar a credibilidade de uma marca e a estabelecê-la como referência no setor. Seja referência na sua área. Vídeos dinâmicos ○Compartilhe vídeos e muita informação de forma não tediosa e em pouco tempo. Muitas pessoas têm preguiça de ler, mas adoram assistir vídeos. Atinja essas pessoas.
  32. 32. “ ○Vamos dar uma pausa de 15 minutos e pelo amor de Deus, não vão embora!
  33. 33. Dicas para uma Estratégia de Comunicação Digital Low Cost 11 PASSOS PARA UMA ESTRATÉGIA EFICAZ
  34. 34. 1. Qual mídia social devo usar? ○Seja seletivo! Não tente abraçar o mundo, porque nem você, nem sua equipe e nem mesmo seus seguidores darão conta. Como já dito acima, existem centenas de redes de “social media” espalhadas por aí. Para começar, selecione apenas 2 ou 3 que mais façam sentido pro seu público alvo. Evite também criar milhares de grupo ou páginas temáticas de ministérios da igreja, isso vai confundir seu público e espalhar sua audiência;
  35. 35. 2. Reserve tempo para as redes sociais! ○Não adianta se cadastrar, convidar todo mundo, fazer post de boas vindas e nunca mais aparecer por lá. Acredite ou não, você deverá dedicar um bom tempo em atualizações para que suas redes tenham sucesso. Tenha certeza de que você poderá postar e interagir diariamente. Para começar, tente separar pelo menos 30 minutos por dia para isso;
  36. 36. 3. Tenha um PAI – Plano de Ação Interativo PAI – PLANO DE AÇÃO INTERATIVO ○Antes de começar, defina seus objetivos e preencha de modo eficaz a ferramenta de Plano de Ação 5w2h; ○Crie uma estratégia eficaz de criação de conteúdos; ○Crie “personas” – Painéis visuais ajudarão a detalhar cada perfil digital a adotar uma postura online; ○Defina de forma clara as responsabilidades de todos os intervenientes, para depois não ter furo; ○Construa a melhor experiência possível com seus seguidores, com base nos canais e meios a utilizar.
  37. 37. Sugestões de perguntas para usar o 5w2H ○Decida o que e como você quer alcançar antes de começar. Faça a constante pergunta: Qual o meu principal objetivo? ○Deixar os membros da igreja melhor informados sobre as atividades? ○Alcançar toda a minha cidade? ○Compartilhar as palavras do seu padre? ○Postar frases de encorajamento? ○Etc…
  38. 38. Ferramenta de Plano de Ação 5w2h; Não são necessários softwares, equipamentos e nenhum outro grande investimento para começar a utilizar o 5W2H em sua paróquia. Você pode utilizar um quadro branco ou uma planilha eletrônica ou qualquer outro instrumento de sua preferência, pois tudo que você precisa é de um meio para colocar as sete colunas (5W e os 2H) e comunicar o que precisa ser feito a sua equipe.
  39. 39. 4. Crie conteúdo consistente e que represente a sua igreja. REGRAS PARA GERAR CONTEÚDO: ○ Palavras-chaves: Tenha sempre presente ao elaborar o seu conteúdo, as principais palavras-chaves; ○ Plataformas: Selecione as plataformas que irá envolver no seu plano e que recursos serão necessários. ○ Criar o conteúdo: O objetivo é o de criar excelentes conteúdos que informem, eduquem e levem a sua audiência a realizar a ação pretendida. ○ Ajustar: Com base nos resultados obtidos e na sua interpretação, serão necessárias alguma adaptações. ○ Divulgar o conteúdo: É uma ação contínua e não termina com a produção do conteúdo, deve ser acompanhada e otimizada de modo a garantir os objetivos pretendidos com o conteúdo.
  40. 40. Decida bem o que você irá postar antes de começar Não use as mídias sociais como um “megafone” onde você somente anuncia o que quer, mas nunca dá voz ao seu ouvinte. ○ Poste vídeos da pregação do último domingo ou faça uma breve gravação, de no máximo 3 minutos, com uma palavra semanal do seu padre ou de algum líder específico; ○ Faça uma cobertura “live blogging” dos grandes eventos de sua igreja; ○ Prepare entrevistas para o blog da igreja;
  41. 41. Sugestões para conteúdos a construir:
  42. 42. 5. Organize seu conteúdo com um Calendário Editorial ○Criar uma agenda ou calendário para suas postagens te ajudará a desenvolver uma estratégia editorial, a possuir uma visão global da sua mensagem e daquilo que você deseja passar aos seus seguidores, organizar seu tempo para criação de conteúdo e desenvolver consistência nos períodos de postagens.
  43. 43. Decida a Frequência das suas publicações ○Antes de tudo, decida a frequência de postagens: 5 vezes por semana? 3 vezes por semana? 2 vezes ao dia? Não precisa fazer demais, mas também não faça de menos! A palavra de ordem é consistência, lembre-se! O ideal é usar o Google Docs ou Calendar, pois assim você não perde nenhuma alteração.
  44. 44. Povoando seu calendário ○O primeiro passo é adicionar em seu calendário todas as datas importantes para sua igreja. Podem ser elas: ○Datas de atividades que sejam relevantes para seu público, como cultos comemorativos ou especiais, aniversário da igreja, batismos, atividades dos diversos departamentos, etc. Caso você saiba previamente o tema das próximas mensagens dos cultos, podem também separar um dia para tal.
  45. 45. Exemplo: Divulgação de atividade semanal do grupo de jovens Exemplo: Post durante a Semana Santa
  46. 46. 6. Distribua seu conteúdo de forma objetiva ○ Distribuade acordo com o DNA da rede social: ○ Saiba usar a ferramenta Live Streaming e os Snaps/Stories ; ○ Otimize Links para postagem ○Participe se quiser participação; ○Tenha postagens de engajamento; ○Atenha-se às regras de boa conduta; ○Aproveite-se ao máximo dessas redes sociais que são um paraíso do UGC; ○Distribua conteúdo para suas redes sociais. Observe como seu público reage a todas suas ações online.
  47. 47. 7. Atraia sua Audiência para um contato físico FORMAS PARA ATRAIR SUA AUDIÊNCIA: ○Dependendo da estratégia que você adote, poderá fazer a atração de diferentes formas. ○Você quer atraiar para a fanpage ou para a igreja? Alguns exemplos são : convites generalizados, convites individuais, vídeo institucional, conte uma história, compartilhe conteúdo viral, etc.
  48. 48. 8. Analisar os Dados ANALISE SEUS DADOS COM FREQUÊNCIA: ○É nesta fase que você saberá quais as palavras chaves que estiveram na base do comportamento da sua audiência e rever os seus atuais e futuros conteúdos. Analise que tipo de posts as pessoas mais acessam, curtem e comentam. E, assim, use essa informação para ajustar o planejamento dos meses ou períodos seguintes de seus canais.
  49. 49. 9. Engajar REDE SOCIAL É H2H Encontre o equilíbrio entre divulgar sua agenda e interagir com sua comunidade. Alguns exemplos que ajudam no engajamento: ○Postou sobre um evento na igreja? Coloque uma pergunta no final e convide os usuários a interagir; ○Alcance mais pessoas através de compartilhamentos – frases reflexivas sempre funcionam muito bem;
  50. 50. 10. Levar um novo visitante à paróquia ESTE É O PONTO QUE PERMITE AVALIAR O SUCESSO DO SEU PLANO. ○Nas vendas tradicionais os indicadores apontam para que 80% das vendas acontecem entre o quinto e o décimo segundo contato, (Rodrigues, 2013).
  51. 51. 11. Fidelizar ○Conheça bem os seus seguidores; ○Tenha canais de comunicação eficazes; ○Seja um solucionador de problemas; ○Saiba ouvir (solicite feedback); ○Adicione Valor; ○Seja Flexível; ○Continue a fazer Engagement; ○Consiga parceiros para alimentar o seu programa de ofertas/promoções ○Honre as suas promessas e trate das reclamações com máxima prioridade; ○Honre os prazos e os compromissos; ○Procure diferenciar- se pela positiva;
  52. 52. Considerações Finais ○É necessário um trabalho diário para gerar leads qualificados para uma organização. ○Nas redes sociais as pessoas estão propícias a se conectar com marcas/igrejas e manterem um relacionamento, mas você só conseguirá “tirá-lo(s) da cadeira” e fidelizá-lo(s) se alcançar o plano emocional. ○Leva tempo. Sim, vai demorar um pouquinho para você começar a ter diálogos, a aparecer na “timeline” das pessoas e a ter interações mais frequentes. Mas não desista!
  53. 53. Obrigado! Alguma dúvida? Você pode me encontrar nas redes sociais @soumarcuspessoa & soumarcuspessoa@gmail.com
  54. 54. Referências Para criar essa apresentação, os seguintes links foram pesquisados e serviram como referência de alguma forma: ○ https://joaogeraldes.wordpress.com/2015/08/30/8-passos- para-uma-estrategia-eficaz-de-lead-generation-com- inbound-marketing/ ○ http://marketingdeconteudo.com/marketing-de-conteudo- nas-redes-sociais/ ○ https://joaogeraldes.wordpress.com/2015/08/20/7-passos- para-elaborar-uma-estrategia-de-conteudos-marketing- digital-para-b2b/ ○ http://conversaodigital.com/sua-igreja-midias-sociais/ ○ https://www.vanderbloemen.com/blog/instagram-stories-for- churches ○ http://youtube.com/BrandingeDesign

×