myMPeL2011_josé_mota

954 views

Published on

Recursos Educacionais Abertos 2011

0 Comments
5 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
954
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
122
Actions
Shares
0
Downloads
17
Comments
0
Likes
5
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

myMPeL2011_josé_mota

  1. 1. Recursos Educacionais Abertos: Potencialidades e Desafios José Mota LE@D – Universidade Aberta 21 de Outubro de 2011
  2. 2. 2002 – 50 cursos 2011 – 2000 cursos 1 milhão visitas/mêsAdaptado de Stephen Downes (2008). Open Educational Resources
  3. 3. Web 2.0 – Read/Write Web abundância de informação natureza do conhecimento prosumers/produsers autoridade validadeparticipação e partilha espaço de identidade e socialização produção cooperação social bookmarking abertura redes sociais colaboração comunidades
  4. 4. Definições“The open provision of educational resources, enabled by information andcommunication technologies, for consultation, use and adaptation by acommunity of users for non-commercial purposes” (UNESCO, 2002)“Digitised materials offered freely and openly for educators, students andself-learners to use and reuse for teaching, learning and research” (OCDE,2007)“Open educational resources are materials used to support education thatmay be freely accessed, reused, modified and shared by anyone” (StephenDownes, 2011)
  5. 5. Definições  Conteúdos abertos: cursos completos, módulos/disciplinas, objetos de aprendizagem, revistas científicas online, etc.  Ferramentas: software de suporte ao desenvolvimento, utilização, reutilização e distribuição de conteúdos de aprendizagem (pesquisa e organização da informação, sistemas de gestão de conteúdos e da aprendizagem, comunidades online, etc.)  Implementação: standards abertos e sistemas de licenciamento (CC - creative commons; GNU – General Public License; PD – Public Domain)
  6. 6. Abertura - Os 4 Rs http://opencontent.org/blog/  Reuse – o direito a utilizar o recurso sem alterar a forma original (exibir uma cópia exata)  Revise – o direito de adaptar, ajustar, modificar, ou alterar o recurso (tradução, localização)  Remix – o direito de combinar o recurso original ou adaptado com outros recursos para criar algo novo (mashup)  Redistribute – o direito de partilhar cópias do recurso, adaptações ou remisturas
  7. 7. Tipos de Licenças Creative Commons Attribution (BY) ▪ Non-commercial (NC) No derivatives (ND) ▪ Share-Alike (SA)‫‏‬ Karen Fasimpaur (2009). OER: Share, Remix, Learn.
  8. 8. Big and Little OER “Big OER” (instituições, consórcios, “Little OER” (blogs, slideshare, organizações) youtube, scribd, etc.) • Controlo da qualidade • Produzidos individualmente, não necessariamente por educadores • Explicitação das aprendizagens esperadas • Podem não ter objetivos educacionais explícitos • Reputação • Baixo custo • Custo relativamente elevado • Mais adaptáveis • Qualidade variável Martin Weller (2010). Big and Little OER.
  9. 9. Potencialidades  Enfoque nas comunidades de aprendizagem e no envolvimento dos aprendentes  Suporte ao desenvolvimento de competências na resolução de Loke See Wah - http://umami.typepad.com/ problemas  Criação de oportunidades para uma aprendizagem personalizada  Possibilidade de os aprendentes criarem e partilharem eles próprios conteúdos Steve Wheeler, 2010. What’s so good about open educational resources?
  10. 10. Potencialidades  Suporte à aprendizagem ao longo da vida  Inclusão social e acesso aos recursos Loke See Wah - http://umami.typepad.com/  Flexibilidade, diversidade, contexto  Melhoria na qualidade dos conteúdos (controlo da qualidade, feedback e colaboração nas comunidades e redes onde os recursos são partilhados)  Economia de esforço e de custo
  11. 11. Desafios Sustentabilidade Resistência à partilha Qualidade Reputação Interoperabilidade Adequação Ron Slattery - http://www.bighappyfunhouse.com/
  12. 12. Modelos de sustentabilidade (ES) M.I.T. Centralizado, responsabilidade de uma organização U.S.U. Híbrido (organização + trabalho académico voluntário) RICE (Connexions) descentralizado (colaborativo, comunidade) David Wiley (2007). On the Sustainability of Open Educational Resource Initiatives in Higher Education.
  13. 13. Certificação OER university http://wikieducator.org/OER_university/Home “The OER university is a virtual collaboration of like-minded institutions (Athabasca University, OER Foundation, Otago Polytechnic, University of Southern Queensland) committed to creating flexible pathways for OER learners to gain formal academic credit.” OACS - OER for Assessment and Credit for Students http://wikieducator.org/OER_for_Assessment_and_Credit_for_Students
  14. 14. Alguns ProjetosMIT OpenCourseWare Commonwealth of Learning Connexionshttp://ocw.mit.edu http://www.col.org/colweb/site http://cnx.org/ UNESCO OER projects OER Commons http://oerwiki.iiep-unesco.org http://www.oercommons.org Open Courseware Consortium OpenLearn http://ocwconsortium.org/ http://www.open.ac.uk Open Content Alliance Wikipedia http://www.opencontentalli http://www.wikipedia.org/ ance.org MERLOT WikiEducator http://www.merlot.org/merlo http://wikieducator.org t/index.htm
  15. 15. Referências Downes, Stephen (2008). Open Educational Resources. http://www.slideshare.net/Downes/open-educational- resources-presentation Downes, Stephen (2011). Open Educational Resources: A Definition. Half an Hour. http://halfanhour.blogspot.com/2011/07/open-educational-resources-definition.html Fasimpaur, Karen (2009). OER: Share, Remix, Learn. http://www.slideshare.net/kfasimpaur/oer-share-remix-learn OCDE (2007), Giving Knowledge for Free: the Emergence of Open Educational Resources. http://www.oecd.org/dataoecd/35/7/38654317.pdf Weller, Martin (2010). Big and little OER. http://openaccess.uoc.edu/webapps/o2/bitstream/10609/4851/6/Weller.pdf Wheeler, Steve (2010). What’s so good about open educational resources? http://www.slideshare.net/timbuckteeth/whats-so-good-about-open-educational-resources Wiley, David (2007). On the Sustainability of Open Educational Resource Initiatives in Higher Education. http://www.oecd.org/dataoecd/33/9/38645447.pdf
  16. 16. Obrigado.Apresentação disponível no Slideshare @http://www.slideshare.net/josemotae-mail: josecmota@gmail.comtwitter: @josemotablog: http://orfeu.org

×