Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

mypel2012 teresacardoso

1,120 views

Published on

Apresentação de Teresa Cardoso,
Laboratório de Educação a Distância e eLearning

Published in: Education
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

mypel2012 teresacardoso

  1. 1. 3ª Conferência do Mestrado em Pedagogia do eLearning9 de novembro myMPeL 2012 “Jogos e Mobile Learning em Portugal: ficção ou realidade?” Teresa Cardoso
  2. 2. itinerários @ pontos de partida @ estado da arte @ pontos de chegadaJogos e Mobile Learning em Portugal: ficção ou realidade? Teresa Cardoso
  3. 3. http://avidaportuguesa.blogspot.pt/2012/06/puxar-brasa.html “todo um universo que já pedia para ser explorado […] também foram apanhadas nesta rede - e perdoem-nos se puxamos a brasa à nossa sardinha!”Jogos e Mobile Learning em Portugal: ficção ou realidade? Teresa Cardoso
  4. 4. @ pontos de partida | estado da arte | pontos de chegada “cumprir uma das tarefas mais delicadas que a Escola de Sagres inaugurou” pp. 7-8Jogos e Mobile Learning em Portugal: ficção ou realidade? Teresa Cardoso
  5. 5. @ pontos de partida | estado da arte | pontos de chegada “cumprir uma das tarefas mais delicadas que a Escola de Sagres inaugurou: a de fazer o ponto da situação sobre tudo o que já se sabe” pp. 7-8Jogos e Mobile Learning em Portugal: ficção ou realidade? Teresa Cardoso
  6. 6. @ pontos de partida | estado da arte | pontos de chegada “cumprir uma das tarefas mais delicadas que a Escola de Sagres inaugurou: a de fazer o ponto da situação sobre tudo o que já se sabe, para que, na hora de partir pp. 7-8 para uma nova aventura, fique bem claro de onde se parte”Jogos e Mobile Learning em Portugal: ficção ou realidade? Teresa Cardoso
  7. 7. @ pontos de partida | estado da arte | pontos de chegada pp. 7-8 “e se possa, com mais segurança, descobrir ou construir o que é original e relevante.”Jogos e Mobile Learning em Portugal: ficção ou realidade? Teresa Cardoso
  8. 8. “fazer o ponto da situação sobre tudo o que já se sabe”Jogos e Mobile Learning em Portugal: ficção ou realidade? Teresa Cardoso
  9. 9. @ pontos de partida | estado da arte | pontos de chegada “fazer o ponto da situação”  pesquisa, recolha, tratamento e organização de “tudo o que já se sabe” i.e. 28 documentos novembro de 2012Jogos e Mobile Learning em Portugal: ficção ou realidade? Teresa Cardoso
  10. 10. @ pontos de partida | estado da arte | pontos de chegada(Cardoso, 2012) meta-análise multimodal “o ponto da situação” i.e. exploratório, descritivo e interpretativoJogos e Mobile Learning em Portugal: ficção ou realidade? Teresa Cardoso
  11. 11. “o ponto da situação sobre tudo o que já se sabe” - Como tem evoluído o conhecimento sobre jogos e mobile learning no panorama nacional?Jogos e Mobile Learning em Portugal: ficção ou realidade? Teresa Cardoso
  12. 12. @ pontos de partida | estado da arte | pontos de chegada “o ponto da situação”  Olhar cronológico 15 10 11 5 1 0 0 0 1 2 3 4 5 0 0 1Jogos e Mobile Learning em Portugal: ficção ou realidade? Teresa Cardoso
  13. 13. @ pontos de partida | estado da arte | pontos de chegada “o ponto da situação”  Olhar local e identitário 15 13 10 7 5 0 2 1 2 2 1 * Prevalecem os estudos em coautoriaJogos e Mobile Learning em Portugal: ficção ou realidade? Teresa Cardoso
  14. 14. @ pontos de partida | estado da arte | pontos de chegada “o ponto da situação”  Olhar tipológico-formal 15 13 10 10 5 3 0 1 A 1 DC DM PCL TDJogos e Mobile Learning em Portugal: ficção ou realidade? Teresa Cardoso
  15. 15. @ pontos de partida | estado da arte | pontos de chegada “o ponto da situação”  Olhar referencial (DM-2009) Comunicação multimédia Multimédia em educação Ciências do trabalho e relações Estudos da criança (TIC) Gestão da laborais informação Educação e Eng de computação sociedade e telemática Ensino de Eng eletrotécnica e informática telecomunicaçõesJogos e Mobile Learning em Portugal: ficção ou realidade? Teresa Cardoso
  16. 16. @ pontos de partida | estado da arte | pontos de chegada “o ponto da situação”  Olhar conceitual feedback educação musical ensino básico ensino superior e-learning m-learning Series2 inovação pedagógica título Series1 podcasts assunto telemóveis s. de comunicação móveis internet centro de c.exactas e da eng 0 1 2 3 4 5 * Prevalece o mobile learningJogos e Mobile Learning em Portugal: ficção ou realidade? Teresa Cardoso
  17. 17. @ pontos de partida | estado da arte | pontos de chegada “o ponto da situação”  Olhar conceitual em redeJogos e Mobile Learning em Portugal: ficção ou realidade? Teresa Cardoso
  18. 18. @ pontos de partida | estado da arte | pontos de chegada “o ponto da situação”  Olhar sobre os fins 20 15 16 10 5 4 11 3 4 4 0 2 * Prevalecem os estudos de casoJogos e Mobile Learning em Portugal: ficção ou realidade? Teresa Cardoso
  19. 19. @ pontos de partida | estado da arte | pontos de chegada “o ponto da situação”  Olhar sobre os contributos (Almeida, 2012) Os resultados enunciam que […] ocorreu um incremento na perceção global dos alunos das competências desenvolvidas e os mesmos revelaram um maior sentido de aplicabilidade e utilidade da disciplina e um acréscimo na utilização das ferramentas TIC. […] o recurso às Tecnologias Móveis e à Georreferenciação foi pertinente para o processo ensino-aprendizagem dos alunos na “Criação de Páginas Web”.Jogos e Mobile Learning em Portugal: ficção ou realidade? Teresa Cardoso
  20. 20. “para que […] fique bem claro de onde se parte, e se possa […] descobrir ou construir o que é original e relevante”Jogos e Mobile Learning em Portugal: ficção ou realidade? Teresa Cardoso
  21. 21. @ pontos de partida | estado da arte | pontos de chegada novos pontos da situação  Olhar futuro http://www.comunidadesvirtuais.pro.br/game-studiesJogos e Mobile Learning em Portugal: ficção ou realidade? Teresa Cardoso
  22. 22. “Jogos e Mobile Learning em Portugal: ficção ou realidade?”Obrigada! Teresa Cardoso | tcardoso@uab.pt

×