A AvaliaçãoDigit@lno Ensino Superior<br />Luís Tinoca<br />Isolina Oliveira<br />Laboratório de Educação a Distância – LEa...
Desafios para educação a distância/online<br />Apoiar a aprendizagem de estudantes adultos<br />Optimizar o uso de novas f...
A emergência de estratégias de avaliação alternativa<br />Mudança de paradigma (Brown, Bull & Pendlebury, 1997)<br />exame...
      Aprendizagem	<br />centrada no estudante, com forte pendor construtivista<br />modelos de aprendizagem distribuída e...
Avaliação e certificação no ES<br />A avaliação com condutora/instrumento de certificação (Maclellan, 2004)<br />O ES como...
A Avaliação como promotora da aprendizagem<br />
Diz-me como avalias, dir-te-ei como ensinas… (Abrantes, 1990)<br />
A Avaliação como promotora da aprendizagem<br />A avaliação reconhecida como uma das estratégias mais determinantes para a...
Mudança de paradigmanaavaliação do ensino a distância/online<br />para certificar – para promover a aprendizagem<br />disc...
Avaliação alternativa/autêntica<br />A avaliação como processo colaborativo, com feedback adequado e atempado, motivadora ...
Questões de Investigação<br />Que modelos e estratégias de avaliação usar no ES em ambientes virtuais (blearning e elearni...
Etapas<br />
Muito Obrigado!<br />ltinoca@univ-ab.pt<br />isolina@univ-ab.pt<br />Laboratório de Educação a Distância – LEaD<br />Unive...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Avaliação digital ensino superior

992 views

Published on

Apresentação Luís Tinoca no painel do LEaD

Published in: Education, Business, Technology
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
992
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
158
Actions
Shares
0
Downloads
14
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Avaliação digital ensino superior

  1. 1. A AvaliaçãoDigit@lno Ensino Superior<br />Luís Tinoca<br />Isolina Oliveira<br />Laboratório de Educação a Distância – LEaD<br />Universidade Aberta<br />Projecto financiado pela FCT: PTDC/CPE-CED/104373/2008<br />
  2. 2. Desafios para educação a distância/online<br />Apoiar a aprendizagem de estudantes adultos<br />Optimizar o uso de novas ferramentas tecnológicas<br />
  3. 3. A emergência de estratégias de avaliação alternativa<br />Mudança de paradigma (Brown, Bull & Pendlebury, 1997)<br />exames escritos – avaliação contínua<br />professor – estudante<br />critérios implícitos – explícitos<br />produtos – processos<br />objectivos – resultados<br />conteúdos – competências <br />
  4. 4. Aprendizagem <br />centrada no estudante, com forte pendor construtivista<br />modelos de aprendizagem distribuída e<br /> em rede<br />papel mais activo<br />comunidades de aprendizagem, onde se destacam formas de aprendizagem colaborativa <br />
  5. 5. Avaliação e certificação no ES<br />A avaliação com condutora/instrumento de certificação (Maclellan, 2004)<br />O ES como dinamizador do desenvolvimento socioeconómico – implicações políticas (Evans, 2002)<br />A avaliação como agente de reforma (Linn, 2000)<br />“ifalternativeassessmentisprovidingthe data thatinformeducationalpolicy, theextent to whichalternativeassessmentisvalidhas to beof central concern” (Maclellan, 2004, p. 313) <br />
  6. 6. A Avaliação como promotora da aprendizagem<br />
  7. 7. Diz-me como avalias, dir-te-ei como ensinas… (Abrantes, 1990)<br />
  8. 8. A Avaliação como promotora da aprendizagem<br />A avaliação reconhecida como uma das estratégias mais determinantes para a aprendizagem (Elwood& Klenowski, 2002)<br />Também em ambientes virtuais (Macdonald, 2004) <br />A avaliação como canal privilegiado <br /> de comunicação entre estudantes e <br />professores (Black & William, 1998)<br />O reconhecimento que as actuais práticas de avaliação na Europa se focam tendencialmente na avaliação da aprendizagem, em vez da avaliação para a aprendizagem, que as estratégias usadas têm um foco limitado, promovem o ensino para a avaliação em vez do ensino para a aprendizagem, e ignoram as diferenças individuais (Birenbaumet al., 2006)<br />
  9. 9. Mudança de paradigmanaavaliação do ensino a distância/online<br />para certificar – para promover a aprendizagem<br />disciplinas académicas – competências profissionais<br />uniformidade de instrumentos – variedade de estratégias<br />professor – auto-avaliação e avaliação por pares<br />avaliação/certificação final – avaliação contínua<br />
  10. 10. Avaliação alternativa/autêntica<br />A avaliação como processo colaborativo, com feedback adequado e atempado, motivadora da aprendizagem (Sainsbury & Walker, 2007)<br />Autenticidade das competências desenvolvidas/avaliadas (Gulikers, <br />Bastiaens & Kirschner, 2004)<br />Centrada em desafios cognitivos apropriados (Mateo & Sangrà, 2007) <br />
  11. 11. Questões de Investigação<br />Que modelos e estratégias de avaliação usar no ES em ambientes virtuais (blearning e elearning)?<br />Como definir a autenticidade das tarefas de avaliação?<br />Quais os indicadores a usar para garantir a validade da avaliação realizada de modo digital?<br />Como pode ser equacionada a relação entre a certificação de competências e o uso de estratégias de avaliação alternativa no ES em ambientes virtuais (blearning e elearning)?<br />
  12. 12. Etapas<br />
  13. 13. Muito Obrigado!<br />ltinoca@univ-ab.pt<br />isolina@univ-ab.pt<br />Laboratório de Educação a Distância – LEaD<br />Universidade Aberta<br />http://www.slideshare.net/luistinoca/avaliao-digital-no-ensino-superior-mympel<br />

×