Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

História de uma gaivota e de um gato que a ensinou a voar: interpretação e produção de texto

Related Books

Free with a 30 day trial from Scribd

See all
  • Be the first to comment

História de uma gaivota e de um gato que a ensinou a voar: interpretação e produção de texto

  1. 1. Nome: ___________________________________________________________ Turma: _________ N.º__________ Data: _______/______/____1. Lê, atentamente, o texto que se segue. ______________________________________________________________ O gato grande, preto e gordo estava a apanhar sol na varanda,ronronando e meditando acerca de como se estava bem ali, recebendoos cálidos raios pela barriga acima, com as quatro patas encolhidas e orabo estendido. No preciso momento em que rodava preguiçosamente o corpopara que o sol lhe aquecesse o lombo ouviu um zumbido provocado porum objecto voador que não foi capaz de identificar e que se aproximavaa grande velocidade. Atento, deu um salto, pôs-se de pé nas quatropatas e mal conseguiu atirar-se para um lado para se esquivar à gaivotaque caiu na varanda. Era uma ave muito suja. Tinha todo o corpo impregnado deuma substância escura e malcheirosa. Zorbas aproximou-se e a gaivota tentou pôr-se de pé arrastandoas asas. - Não foi uma aterragem muito elegante - miou. - Desculpa. Não pude evitar - reconheceu a gaivota. - Olha lá, tens um aspecto desgraçado. Que é isso que tens no corpo? E que mal que cheiras! – miouZorbas. - Fui apanhada por uma maré negra. A peste negra. A maldição dos mares. Vou morrer – grasnou agaivota num queixume. - Morrer? Não digas isso. Estás cansada e suja. Só isso. Porque é que não voas até ao jardimzoológico? Não é longe daqui e lá há veterinários que te poderão ajudar - miou Zorbas. Não posso. Foi o meu voo final – grasnou a gaivota numa voz quase inaudível, e fechou os olhos. - Não morras! Descansa um bocado e verás que recuperas. Tens fome? Trago-te um pouco daminha comida, mas não morras – pediu Zorbas, aproximando-se da desfalecida gaivota. Vencendo a repugnância, o gato lambeu-lhe a cabeça. Aquela substância que a cobria, além domais, sabia horrivelmente. Ao passar-lhe a língua pelo pescoço notou que a respiração da ave setornava cada vez mais fraca. - Olha, amiga, quero ajudar-te mas não sei como. Procura descansar enquanto eu vou pedirconselho sobre o que se deve fazer com uma gaivota doente – miou Zorbas preparando-se para treparao telhado.
  2. 2. Ia a afastar-se na direcção do castanheiro quando ouviu a gaivota a chamá-lo. - Queres que te deixe um pouco da minha comida? – sugeriu ele algo aliviado. - Vou pôr um ovo.Com as últimas forças que me restam vou pôr um ovo. Amigo gato, vê-se que ésum animal bom e de nobres sentimentos. Por isso, vou pedir-te que me faças três promessas. Fazes? –grasnou ela, sacudindo desajeitadamente as patas numa tentativa falhada de se pôr de pé. - Prometo-te o que quiseres. Mas agora descansa – miou ele compassivo. - Não tenho tempo para descansar. Promete-me que não comes o ovo – grasnou ela abrindo osolhos. - Prometo que não te como o ovo – repetiu Zorbas. - Prometes-me que cuidas dele até que nasça a gaivotinha. - Prometo que cuido do ovo até nascer a gaivotinha. - E promete-me que a ensinas a voar – grasnou ela fitando o gato nos olhos. Então Zorbas acho que aquela infeliz gaivota não só estava a delirar, como estava completamentelouca. - Prometo ensiná-la a voar. E agora descansa, que vou em busca de auxílio – miou Zorbastrepando de um salto para o telhado. Kengah olhou para o céu, agradeceu a todos os bons ventos que a haviam acompanhado e,justamente ao exalar o último suspiro, um ovito branco com pintinha azuis rolou junto do seu corpoimpregnado de petróleo. Luís Sepúlveda, HISTÓRIA DE UMA GAIVOTA E DO GATO QUE A ENSINOU A VOAR, Ed.Asa
  3. 3. COMPREENSÃO: 1. Preenche o quadro sobre o texto:Autor:Obra a que pertence:Editora: 2. Identifica as personagens do texto. _____________________________________________________ __________________________________________________________________________________ 3.Localiza a acção no espaço. ____________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ 4. O narrador é participante ou não participante? Justifica a tua afirmação. _____________________ _____________________________________________________________________________________ 5. A ave estava muito suja. Que lhe tinha acontecido? ________________________________________ _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ 6. Como reagiu o gato quando percebeu que a gaivota estava muito doente? ______________________ ____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ 7. Qual foi o última coisa que a gaivota fez antes de morrer? ___________________________________ _____________________________________________________________________________________ 8. Que pedidos fez a gaivota ao gato? _____________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ 9. Que título atribuirias a este texto? ______________________________________________________ _____________________________________________________________________________________
  4. 4. ESCRITA: O gato Zorbas fez três promessas à gaivota Kengah. Como era um gato bom fez tudo para ascumprir. Terá conseguido fazer tudo sozinho? Terá pedido ajuda a alguém? Terá conseguido cumprir asua promessa? Ajuda o autor e imagina um final para esta história.______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
  5. 5. _________________________________________________________________________________________________________________________________________________

    Be the first to comment

    Login to see the comments

  • manuelabrantes

    Jan. 27, 2014
  • anabelamachado71

    Jan. 30, 2014
  • hboullosa

    Feb. 8, 2014
  • MnicaHorta

    Mar. 7, 2014
  • enasor

    Mar. 13, 2014
  • sofiapcorreia

    Mar. 19, 2014
  • ErmelindadosSantosMendes

    Apr. 30, 2014
  • mgfais

    Apr. 7, 2015
  • DelfinaSousa

    Nov. 1, 2016
  • LCIANOVAIS1

    Feb. 4, 2017
  • orscm

    Mar. 7, 2017
  • S1975A

    Mar. 14, 2017
  • MonicaLousa

    Jan. 18, 2018
  • atelierdesaberes

    Mar. 14, 2018
  • virginiebento5

    May. 3, 2018
  • AlziraVarela

    Dec. 23, 2018
  • IsabelBorges1

    Jan. 3, 2020
  • RomanaSofia

    Mar. 5, 2020
  • vandacoelho3

    Mar. 20, 2021
  • anasantos752487

    Apr. 27, 2021

Views

Total views

40,633

On Slideshare

0

From embeds

0

Number of embeds

1,621

Actions

Downloads

1,385

Shares

0

Comments

0

Likes

44

×