Successfully reported this slideshow.

A Nau Catrineta- Interpretação

13,707 views

Published on

Published in: Education, Travel

A Nau Catrineta- Interpretação

  1. 1. 1-Lê com atenção o seguinte poema. Nau Catrineta Lá vem a Nau Catrineta Que tem muito que contar! Ouvide agora, senhores, Uma história de pasmar. Passava mais de ano e dia Que iam na volta do mar, Já não tinham que comer, Já não tinham que manjar. Deitaram sola de molho Para o outro dia jantar; Mas a sola era tão rija, Que a não puderam tragar. Deitaram sortes à ventura Qual se havia de matar; Logo foi cair a sorte No capitão general. - "Sobe, sobe, marujinho, Àquele mastro real, Vê se vês terras de Espanha, As praias de Portugal!" - "Não vejo terras de Espanha, Nem praias de Portugal; Vejo sete espadas nuas Que estão para te matar." - "Acima, acima, gajeiro1 , Acima ao tope2 real! Olha se enxergas Espanha, Areias de Portugal!" - "Alvíssaras3 , capitão, Meu capitão general! Já vejo terras de Espanha, Areias de Portugal!" Mais enxergo três meninas, Debaixo de um laranjal: Uma sentada a coser, Outra na roca a fiar, A mais formosa de todas Está no meio a chorar." - "Todas três são minhas filhas, Oh! quem mas dera abraçar! A mais formosa de todas Contigo a hei-de casar." - "A vossa filha não quero, Que vos custou a criar." - "Dar-te-ei tanto dinheiro Que o não possas contar." - "Não quero o vosso dinheiro Pois vos custou a ganhar." - "Dou-te o meu cavalo branco, Que nunca houve outro igual." - "Guardai o vosso cavalo, Que vos custou a ensinar." - "Dar-te-ei a Catrineta, Para nela navegar." - "Não quero a Nau Catrineta, Que a não sei governar." - "Que queres tu, meu gajeiro, Que alvíssaras te hei-de dar?" - "Capitão, quero a tua alma, Para comigo a levar!" - "Renego de ti, demónio, Que me estavas a tentar! A minha alma é só de Deus; O corpo dou eu ao mar." Tomou-o um anjo nos braços, Não no deixou afogar. Deu um estouro o demónio, Acalmaram vento e mar; E à noite a Nau Catrineta Estava em terra a varar. Almeida Garrett, Romanceiro Nome: _________________________________________________________ Turma: _________ N.º__________ Data: _______/______/____ 1-Gajeiro : marujo. 2-Tope: parte de cima do mastro de um barco. 3-Alvíssaras: recompensa.
  2. 2. Acabaste de ler um texto que é um romance popular. Os romances populares são sempre um misto de realidade e ficção, escritos em verso rimado, de forma a impressionar os leitores e a serem facilmente memorizados e recordados para sempre. I-Compreensão da Leitura: 1. Diz se são verdadeiras (V) ou falsas ( F) as seguintes afirmações: a) Havia muita comida a bordo da Nau Catrineta. b) Os marinheiros sortearam quem havia de morrer. c) O capitão ordenou ao marujinho que subisse ao mastro. d) O marujinho viu três meninas a brincar num laranjal. e) As meninas eram filhas do marujinho. 2- “Passava mais de ano e dia que iam de volta do mar, já não tinham que comer, já não tinham que manjar. 2.1. Diz, por palavras tuas, o significado da frase. _______________________________________________________________________________ _______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ 2.2.Para resolver o problema, os tripulantes «deitaram sortes à ventura». Explica por palavras tuas o sentido desta expressão. _______________________________________________________________________________ _______________________________________________________________________________ _______________________________________________________________________________ 3. Qual seria o destino dessa pessoa que a “sorte” escolhesse? _______________________________________________________________________________ _______________________________________________________________________________ 4. A quem pertenciam as espadas nuas que o marinheiro vê da primeira vez? _______________________________________________________________________________ _______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ 5. Que viu o marujo que alegrou o capitão? _______________________________________________________________________________ _______________________________________________________________________________ _______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________
  3. 3. 6. Que prometeu o capitão ao marujo? _______________________________________________________________________________ _______________________________________________________________________________ _______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ 7. «Que queres tu meu gajeiro?» 7.1- O que pretendia realmente o marujo? _______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ 8. Como reagiu o capitão? _______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ 9. Lê a última estrofe e conta, por palavras tuas, como tudo terminou. _______________________________________________________________________________ _______________________________________________________________________________ _______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ 10. Atenta agora na estrutura do poema e completa o texto seguinte: O poema “A Nau Catrineta” é composto por _______________ versos, divididos em ___________ estrofes. As primeiras oito estrofes designam-se por ________________, uma vez que são compostas por _____________ versos. Já a nona estrofe é chamada ______________________, por ser composta por _____________ versos. Finalmente, as estrofes dez, onze e doze designam-se por _____________, na medida em que contêm apenas ______________ versos. Por outro lado, o tipo de rima utilizado é a rima _______________________. II- ESCRITA Os romances populares passaram de boca em boca, até aqui chegar. Por isso, cabe-te agora a ti recontar. Escreve com palavras tuas, no teu caderno, a história da Nau Catrineta.

×