Oficina de Graça Taguti sobre minha rede social Dias Digitais

1,145 views

Published on

Oficina/workshop sobre Minha rede social DiasDigitais - www.diasdigitais.ning.com - apresentado em 02/11 - no IV Simpósio Nacional #ABCiber2010.
Com o apoio de Joelma Valverde e Leonardo Paes.

Published in: Technology

Oficina de Graça Taguti sobre minha rede social Dias Digitais

  1. 1. CRIAÇÃO E USO EM SALA DE AULA DE REDE EDUCACIONAL/SOCIAL: O ESTÍMULO À APRENDIZAGEM ONLINE E OFFLINE
  2. 2. Graça Taguti é Publicitária, Jornalista, Mestre em Comunicação (área de Cibercultura) pela Uerj e professora de Mídias Digitais , entre outras disciplinas na Universidade Estácio de Sá, no RJ. Em sua carreira de redatora trabalhou nas agências em diversas agências de publicidade e grande porte, como Denison, McCann e Norton, no Rio; em Portugal, foi Diretora de Criação da Leo Burnett. @uhuh
  3. 3. 1. Aonde estávamos e quem éramos, do século passado até hoje. No último século , 4 gerações marcaram época e mudaram os valores e o jeito da sociedade pensar. TRADICIONAIS (até 1945) - É a geração que enfrentou uma grande guerra e passou pela Grande Depressão. Com os países arrasados, precisaram reconstruir o mundo e sobreviver. São práticos, dedicados, gostam de hierarquias rígidas, ficam bastante tempo na mesma empresa e sacrificam-se para alcançar seus objetivos.
  4. 4. BABY-BOOMERS (1946 a 1964) - São os filhos do pós-guerra, que romperam padrões e lutaram pela paz. Já não conheceram o mundo destruído e, mais otimistas, puderam pensar em valores pessoais e na boa educação dos filhos. Têm relações de amor e ódio com os superiores, são focados e preferem agir em consenso com os outros. Quando os Baby Boomers eram jovens, eles criaram o movimento juvenil dos anos 60. Quando eles completaram 20 anos, criaram a cultura do excesso nos anos 70.
  5. 5. Eles foram chamados de “GERAÇÃO EU” porque foi a primeira geração a fazer um intervalo entre a infância e a idade adulta, e a explorar o fato de ser jovem. Eles se casaram e tiveram filhos mais tarde, e gastaram bastante com si mesmos. De modo controverso, eles também são uma das gerações mais ativas e menos egoístas de todos os tempos. Sua luta contínua contra a injustiça criou o movimento das mulheres, o movimento pelos direitos civis, os protestos contra a Guerra do Vietnã e muito mais.
  6. 6. Outro elemento cultural que distinguiu os Boomers dos seus pais foi o rock and roll. Artistas como Elvis Presley, Little Richard, Buddy Holly e, posteriormente, Bob Dylan, Beatles, Rolling Stones e The Who tomaram conta das ondas sonoras e deram aos Boomers a identidade de uma geração.
  7. 7. GERAÇÃO X (1965 a 1977) – Foram os primeiros a terem contato com as novas tecnologias. A maioria nasceu depois da chegada do homem à Lua (1969), viu surgir o videocassete e o computador pessoal.
  8. 8. GERAÇÃO Y (a partir de 1978 até meados da década de 90) Essa é a primeira geração que não precisou aprender a dominar as máquinas, nasceu com TV, computador e comunicação rápida dentro de casa. É a era dos indivíduos multitarefas, a Geração da Internet. Ao mesmo tempo em que estudam, são capazes de ler notícias na internet, checar a página do Facebook, escutar música e ainda prestar atenção na conversa ao lado. Para eles, a velocidade é outra.
  9. 9. É a geração também que pegou várias mudanças HISTÓRICAS ECONÔMICAS CULTURAIS SOCIAIS
  10. 10. Comercial de celular dos anos 90
  11. 11. E a comunicação também tomou novos rumos com as novas tecnologias.
  12. 12. Se antes, com as mídias tradicionais... Meios de comunicação de massa – TV, rádio, jornal – usavam uma comunicação unidirecional, em que a mensagem só era produzida pelo emissor e transmitida em larga escala para o consumidor. A palavra-chave era informar, para cada vez mais vender, vender, vender. O consumidor era passivo à mensagem. Mas, o que aconteceu é que o público nunca teve a oportunidade de produzir, tornar público os seus pensamentos, a não ser por intermédio dos canais convencionais, previamente estabelecidos.
  13. 13. O telespectador Mais passivo e pouco empoderado Mais fiel à marca, produto Com tempo Predominantemente local Menos bem informados Buscava conveniência Conformista Eventualmente envolvido
  14. 14. Com as tecnologias digitais: o individualismo e a personalização As tecnologias digitais trouxeram a possibilidade de personalizar as informações, chegando ao extremo da individualização. Os meios, acostumados a falar para as massas, informar as grandes audiências, encararam um paradoxo: a demanda por uma informação individual. O público quer algo só seu, personalizar ao máximo seu interesse individual, customizar conteúdos.
  15. 15. Vídeo do Telespectador ao Prosumer
  16. 16. E, nessa transformação, nasceram os indivíduos da Geração Z.
  17. 17. GERAÇÃO Z (Nascidos a partir de 1995) Já nasceram globalizados, num mundo interconectado e extremamente tecnológico. Diferentemente de seus pais, sentem-se à vontade quando ligam ao mesmo tempo a TV, o rádio, o telefone, música e internet. São desapegados às fronteiras geográficas. Como informação não lhes falta, estão um passo à frente dos mais velhos, concentrados em adaptar-se aos novos tempos.
  18. 18. Indivíduos digitais que formam uma cultura high tech, tornando-se a Geração C.
  19. 19. COMUNICAÇÃO CONECTIVIDADE COLABORAÇÃO COCRIAÇÃO CUSTOMIZAÇÃO COMUNIDADE
  20. 20. A Geração C tem uma preferência pelo uso de mídias digitais para buscar informação, construir conhecimento e trocar ideias. Sua conduta diária é caracterizada por 3 atributos:
  21. 21. 1. Uso da tecnologia como uma ferramenta cotidiana para facilitar a comunicação e o trabalho
  22. 22. 2. Desejo de participar e expectativa de conversação e interatividade
  23. 23. 3. Crença no valor da colaboração: o poder do “nós” é maior do que o do “eu”
  24. 24. Evolução História das redes sociais 1997 (Sixdegrees) 2000 (Live Journal, Migent, Cyword) 2005 (Live Space, MySpace, Habbo, Friendster)
  25. 25. 2010...
  26. 26. O que vem por aí...
  27. 27. 2. A rede social Dias Digitais – a utilização da plataforma 2.1 Autenticação – O ponto de partida
  28. 28. 2.2 Ferramentas e abas na página inicial Menus e temas escolhidos pelo usuário Identidade personalizável, fácil usabilidade
  29. 29. 2.3 Interação, colaboração e compartilhamento – chame seus amigos
  30. 30. 2.4 Construa novos e produtivos relacionamentos e intercâmbio com os participantes da rede
  31. 31. 2.5 Visualize as fotos e vídeos de destaque. Insira as suas fotos e vídeos preferidos Ganhe em agilidade, abrangência e mobilidade
  32. 32. 2.6 Fórum de discussões: debates férteis, propostas instigantes, novas reflexões COMPARTILHE SUAS IDEIAS: PROMOVENDO ASSUNTOS EM NOSSO FÓRUM DE DISCUSSÕES
  33. 33. 2.7 Divulgue seus eventos, atividades, cursos etc.
  34. 34. Crie grupos de interesses Compartilhe suas ideias Networking
  35. 35. Mensagens de blogs; Promova discussões sobre assuntos propostos; Possibilidade de interação.
  36. 36. Adicione notas à sua página.
  37. 37. TOKBOX - vídeo-chat online. Permite interações – voz e vídeo, com outros usuários da rede.
  38. 38. Alteração de layout – visual da página Configurações de página do usuário
  39. 39. Cada membro monta sua página livremente, conforme suas preferências de estilo, cores e design.
  40. 40. Exemplos de layouts para a página principal Configurações personalizáveis, opções das mais simples até as utilizadas por hard-users.
  41. 41. Guia de configuração – 100% configurável visualmente. Cada usuário é exclusivo.
  42. 42. Para hard-users, a página de configuração Utilizando CSS = CUSTOMIZAÇÃO
  43. 43. Interoperabilidade
  44. 44. Como adicionar um post FACILIDADES DE ACESSO = AGILIDADE AO TRANSMITIR IDEIAS.
  45. 45. Configurações do post
  46. 46. Como adicionar um tópico de discussão
  47. 47. Como adicionar um grupo
  48. 48. Configurações - adicionando Apps.
  49. 49. Acesso às categorias, pode-se buscar pelos mais populares – na sub-aba DIRETÓRIO. Pode-se explorar os aplicativos também por CATEGORIAS.
  50. 50. Colaboração Like2Link – ferramenta de colaboração que funciona como centralizador de redes sociais existentes, como Facebook, Twitter ou outros blogs.
  51. 51. Compras Geeks.com – canal de compras online especializado em novas tecnologias, voltado principalmente para o público geek (como o nome sugere).
  52. 52. Comunicação Diversos aplicativos de mensagens eletrônicas, como Gmail, Yahoo ou MSN podem ser adicionados nesta categoria.
  53. 53. Entretenimento Categoria para adicionar games à página. Possibilidade de diversificação.
  54. 54. www.ning.com.br Site inicial da plataforma ning: Plataforma totalmente em português e bastante intuitivo 3. Você também pode criar sua própria rede social
  55. 55. A dimensão da sua rede Inicialmente é dado ao novo usuário os tipos de contas existentes, eles variam conforme o seu objetivo.
  56. 56. Utilizada para pequenos projetos, como redes sociais para cursos de curta duração, trabalhos acadêmicos ou rede de funcionários de uma pequena empresa, esta opção possui algumas limitações, mas pode ser considerada um primeiro passo.
  57. 57. Este plano já não limita quantidade de membros, permite maior flexibilidade e design diferenciado, bate-papo online entre os usuários e acesso aos inúmeros Apps Ning, (inclusive os que ainda serão lançados).
  58. 58. Plano mais abrangente, inclui todas as funcionalidades da rede ning, inclusive aquelas ainda não-lançadas.
  59. 59. Dados iniciais para a criação de uma rede utilizando a plataforma Usuário + senha forte + verificação de autenticidade – para segurança do usuário.
  60. 60. Escolha da forma de pagamento de acordo com o plano escolhido.
  61. 61. Dados iniciais da rede: nome, endereço eletrônico, idioma e categoria. As configurações podem ser alteradas e aperfeiçoadas após a criação.
  62. 62. Categoria da rede
  63. 63. Outras redes sociais Não são só desconhecidos que encontram no Ning uma boa ferramenta, grandes empresas e marcas conhecidas dão as caras na rede, como forma de centralizar seus serviços e suas ferramentas de divulgação.
  64. 64. O site Banco do Planeta (www.bancodoplaneta.com.br), embora não pareça, é feito 100% com Ning, porém é utilizado o serviço de domínio personalizado, no qual é pago um pequeno valor para a obtenção de um endereço customizável.
  65. 65. A escola é rede Uma rede social dedicada a discussões e investigações sobre criação e administração de redes sociais. Vários autores discutem nos blogs formas alternativas de interação com os usuários.
  66. 66. Rede Brasil de e-Learning Rede dedicada a divulgar eventos envolvendo mídias interativas e digitais, focado em EAD e novas tecnologias.
  67. 67. Laboratório de Conteúdos Digitais Rede estruturada pelo Centro de Investigações de Didática e Tecnologia na Formação de Formadores. Seu objetivo é divulgar e promover discussões entre os integrantes como forma de compartilhar novos métodos de Learning.
  68. 68. Metodologia inicial para conversações em uma rede Ning A rede Ning, em sua configuração básica, é bastante intuitiva e tem uma curva de aprendizado bem suave. Permite múltiplas conversações, estabelecidas nos mais diversos espaços de interação: BLOG, FÓRUM e GRUPOS. A variedade de ambientes pode gerar uma certa dispersão no trato dos assuntos. Para prevenir isto tente sempre concentrar suas conversações. Se você falar sobre um mesmo assunto no seu blog, em um fórum e em um grupo será muito difícil acompanhar sua conversação. Entenda aqui uma proposta básica de uso destes espaços.
  69. 69. Dos espaços de conversação Seu espaço individual, onde você posta e todos comentam. Um espaço compartilhado, onde todos postam e comentam em um formato de conversações. Seu espaço individual pode ser acessado pela aba MINHA PÁGINA e vai te levar a um blog pessoal bem simples. Este blog é uma ótima ferramenta quando você quiser falar para todos da rede, principalmente porque o que é postado aqui é publicado na PÁGINA PRINCIPAL no alto da seção BLOG POSTS.
  70. 70. O espaço compartilhado: Pode ser acessado pela aba FÓRUM e leva até uma seção onde vários TÓPICOS estão disponíveis. Cada TÓPICO é uma conversação iniciada por alguém e mantida pelas respostas de diversos membros. Os GRUPOS são, na verdade, FÓRUNS específicos, organizados sob um tema mais amplo com vários TÓPICOS. GRUPOS oferecem a possibilidade de uma conversação reservada, fechada apenas para alguns MEMBROS pré-aprovados pelo criador do GRUPO.
  71. 71. Os blogs não sustentam conversações. No blog, o dono da página posta e todos comentam aquele post. Os comentários formam uma fila de opiniões sobre aquele assunto mas geralmente as pessoas aproveitam o espaço de comentário e mandam recados, dúvidas e novos assuntos para o dono da página. É muito importante perceber quando um comentário de blog chama uma conversação específica, e quando isso acontecer a discussão deve ser conduzida a um FÓRUM ou GRUPO correspondente ao tema. Como usar o seu BLOG
  72. 72. Como usar o FÓRUM As conversações rolam no fórum, que é aberto. Ali é possível acompanhar os diálogos, responder a todos ou apenas a uma pessoa. Também é possível ACOMPANHAR por e-mail as conversações daquele fórum. E, aplicar TAGs que permitem a organização das informações a partir da percepção humana de cada assunto. FÓRUNS são perfeitos para desenvolver conversações e manter a memória do debate, com um registro organizado e compreensível.
  73. 73. Com usar o GRUPO Se as conversações são para um conjunto preferencial de pessoas, então deve acontecer nos GRUPOS. O GRUPO abriga uma série de tópicos de um mesmo tema, instituição ou sub-grupo. O GRUPO tem até mesmo um endereço próprio, como: http://pensarte.ning.com/group/papagallis para facilitar a divulgação desta sub-comunidade. Os GRUPOS podem ser abertos ou fechados, de acordo com a configuração estabelecida pelo criador do GRUPO.
  74. 74. Organizando tudo com TAGs TAGs são palavras-chave, etiquetas, rótulos ou identificadores que, quando associados a um assunto, permitem seu ordenamento dentro de um conjunto de temas tratados por uma comunidade. As TAGs são acrescentadas na forma e quantidade desejadas pelas pessoas. Quem escreve ou lê um tópico em um FÓRUM ou GRUPO pode, e deve, incluir sua percepção tagueando aquele assunto com palavras que indiciem seu conteúdo.
  75. 75. Por ser absolutamente subjetiva e individual, a TAG permite uma expressão da real percepção de uma pessoa sobre um determinado assunto. Isso possibilita a organização de um índice comunitário, baseado na decisão soberana da multidão que habita a comunidade. O conjunto de TAGs de uma comunidade gera uma NUVEM DE TAGs que permite a recuperação de informações de acordo com a relevância percebida pela multidão. Palavras maiores e mais detacadas em uma NUVEM DE TAGs indicam assuntos mais referenciados pela comunidade.
  76. 76. Rede social específica para esportes, interage com o programa “ENDOMONDO”, que é gratuito e tem compatibilidade com as plataformas Iphone, Nokia (Symbian), BlackBerry, entre outras. 4. Outras redes sociais
  77. 77. Aplicativo “ENDOMONDO” em smartphone.
  78. 78. O dispositivo da Nike auxilia os praticantes de atividades físicas a armazenar seus dados de corrida e a compartilhar estas informações com treinadores online. A rede social Nike+ proporciona mais que armazenamento de informações, já que mantém o usuário informado sobre novas provas e atividades, propõe desafios e permite o usuário desafiar outro usuário mesmo sem conhecê-lo. Basta participar do evento e utilizar o dispositivo, após a utilização, os dados vão para a rede Nike+ e fica disponível para comparação com outros eventos de percurso parecido. Nike +
  79. 79. Obrigada! @uhuh gracatt@gmail.com www.diasdigitais.ning.com

×