Marketing jurídico como diferencial competitivo de mercado

1,240 views

Published on

Published in: Business
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
1,240
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
95
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Marketing jurídico como diferencial competitivo de mercado

  1. 1. Marketing jurídicocomo diferencial competitivo de mercado Belo Horizonte, 18 de novembro de 2008 Marco Antonio P. Gonçalves goncalves@marketingjuridico.com.br
  2. 2. Marco Antonio P. Gonçalves . Administrador especializado em estratégias de marketing e desenvolvimento de negócios para . escritórios de advocacia. Mais de 10 anos de experiência nos mercados de . advocacia e tecnologia da informação. Trabalhou por sete anos em um dos maiores e mais tradicionais escritórios do país (entre os 30 maiores . segundo o ranking Análise Advocacia 2008). . Autor do pioneiro blog marketingLEGAL. Coordenador do grupo de debates Marketing Jurídico Brasil, com mais de 600 membros.© Gonçalves & Gonçalves Marketing Jurídico. Todos os direitos reservados. 2
  3. 3. Programação . . Contextualização e motivação (estatísticas). . Panorama de marketing jurídico. . Os pilares do marketing jurídico estratégico. . Relacionamentos e negócios. Desafios (o que realmente interessa).© Gonçalves & Gonçalves Marketing Jurídico. Todos os direitos reservados. 3
  4. 4. A mudança como uma constante . Goste ou não, a mudança faz parte do meu, do . seu, do nosso dia-a-dia… . Hoje, amanhã e sempre… . E a um ritmo cada vez mais alucinante. Onde foi parar a época romântica da advocacia?!© Gonçalves & Gonçalves Marketing Jurídico. Todos os direitos reservados. 4
  5. 5. Análise Advocacia 2008 (3ª ed.) . Mais de 1.299 profissionais de 1.181 companhias fizeram indicações de nomes de advogados e/ou escritórios que admiram. . (pág. 21) (...) lista de empresas foi montada cruzando-se os rankings de quatro publicações brasileiras: Exame Melhores e Maiores - edição 2007; Valor 1000 - edição 2007; As melhores da Dinheiro - edição 2007; Balanço Anual, da Gazeta Mercantil - edição 2007. . (pág. 21) Ranking com 674 escritórios empresariais.Fonte: Análise Advocacia 2008.© Gonçalves & Gonçalves Marketing Jurídico. Todos os direitos reservados. 5
  6. 6. Brasil: 630 mil advogados x 674 escritórios OAB (nov/08) Análise 2008 8% 3% 15% 16% 6% 1% 12% 3% Centro-Oeste Nordeste Norte 62% Sudeste 74% (496) (390 mil) SulFonte: OAB, Análise Advocacia 2008 e análise Gonçalves & Gonçalves Marketing Jurídico.© Gonçalves & Gonçalves Marketing Jurídico. Todos os direitos reservados. 6
  7. 7. Sudeste: 390 mil advogados x 496 escritórios OAB (nov/08) Análise 2008 2% 1% 14% 11% (54) (55 mil) 17% 28% Espírito Santo 56% Minas Gerais Rio de Janeiro 71% São PauloFonte: OAB, Análise Advocacia 2008 e análise Gonçalves & Gonçalves Marketing Jurídico.© Gonçalves & Gonçalves Marketing Jurídico. Todos os direitos reservados. 7
  8. 8. OAB: Evolução no número de advogados (abr/2004 – nov/2008) 600.000 500.000 400.000 Brasil (56%) 300.000 Sudeste (51%) Minas Gerais (43%) 200.000 100.000 0 abr/04 nov/04 jun/05 jan/06 ago/06 mar/07 out/07 mai/08Fonte: OAB e análise Gonçalves & Gonçalves Marketing Jurídico.© Gonçalves & Gonçalves Marketing Jurídico. Todos os direitos reservados. 8
  9. 9. Análise 2008: Anos de atividade 100% 90% 80% 70% 60% Mais de 20 anos 50% 10 a 20 anos 40% Até 10 anos 30% 20% 10% 0% Brasil Sudeste Minas GeraisFonte: Análise Advocacia 2008 e análise Gonçalves & Gonçalves Marketing Jurídico.© Gonçalves & Gonçalves Marketing Jurídico. Todos os direitos reservados. 9
  10. 10. Análise 2008: Atuação 100% 90% 80% 70% 60% Full service 50% Abrangente 40% Especializada 30% 20% 10% 0% Brasil Sudeste Minas GeraisFonte: Análise Advocacia 2008 e análise Gonçalves & Gonçalves Marketing Jurídico.© Gonçalves & Gonçalves Marketing Jurídico. Todos os direitos reservados. 10
  11. 11. Admirável/inevitável mundo novo . Principais fatores e tendências de impacto: – Globalização; – Aumento da concorrência; – Clientes cada vez mais exigentes; – Redução dos honorários; – Comoditização dos serviços jurídicos; – Fusões, cisões e aquisições entre escritórios; – Bancas estrangeiras no país; – Escritórios com sócios não-advogados; – ... – Atual crise econômica!© Gonçalves & Gonçalves Marketing Jurídico. Todos os direitos reservados. 11
  12. 12. Marketing jurídico para o resgate? . No atual cenário, o marketing se apresenta como a melhor opção de diferenciação para: – Escritórios (institucional); . – Advogados (institucional e pessoal). PROBLEMA: O marketing jurídico tem sido usado de forma MUITO limitada!© Gonçalves & Gonçalves Marketing Jurídico. Todos os direitos reservados. 12
  13. 13. Cumprir tabela não traz resultados! Ao tentarem preencher esta visível lacuna do marketing, eles olham ao redor à procura de exemplos de marketing de outros em seu ramo de atividade. (…) Mas é assim que todos fazem em nosso ramo, certo? (…) O marketing do plágio simplesmente reforça que você é igual a todos os demais (...) – John Jantsch, autor do livro “Marketing de baixo custo e alto impacto”© Gonçalves & Gonçalves Marketing Jurídico. Todos os direitos reservados. 13
  14. 14. Deixar de planejar não traz resultados! E deixa a vida me levar (vida leva eu) (...) De mansinho, lá vou eu Se a coisa não sai do jeito que quero Também não me desespero O negócio é deixar rolar E aos trancos e barrancos, lá vou eu – Zeca Pagodinho, músico© Gonçalves & Gonçalves Marketing Jurídico. Todos os direitos reservados. 14
  15. 15. Os caminhos do marketing jurídico . . O marketing tradicional é orientado a marcas. O marketing jurídico é orientado a pessoas: Marketing jurídico congrega o desenvolvimento de relacionamentos duradouros e mutuamente proveitosos com clientes, clientes em potencial e o mercado, com vistas à geração de oportunidades. – Marco Antonio P. Gonçalves© Gonçalves & Gonçalves Marketing Jurídico. Todos os direitos reservados. 15
  16. 16. Elemento de mudança . Dentro do processo de profissionalização da gestão dos escritórios, o marketing é o grande . elemento de mudança. O marketing tem atuação interna e externa, o que muitas vezes gera conflitos com os advogados.© Gonçalves & Gonçalves Marketing Jurídico. Todos os direitos reservados. 16
  17. 17. O profissional de marketing... . É responsável por coordenar e suportar todas . as ações de marketing. Executa as atividades que não envolvem os . advogados diretamente (ações institucionais). Pode ser um advogado, um profissional especializado, um consultor etc.© Gonçalves & Gonçalves Marketing Jurídico. Todos os direitos reservados. 17
  18. 18. O advogado... . É a principal ferramenta de marketing de um . escritório. Os advogados congregam a “equipe de frente” e realizam a parcela mais importante das atividades de marketing (ações pessoais).©. Gonçalves & Gonçalves Marketing Jurídico. Todos os direitos reservados. 18
  19. 19. Elemento de integração . Para ser bem-sucedido, o trabalho de marketing deve ser uma parceria conjunta e contínua entre advogados e profissionais de marketing.©. Gonçalves & Gonçalves Marketing Jurídico. Todos os direitos reservados. 19
  20. 20. É preciso ir além do “basicão” Básico Estratégico “Fazejamento” Planejamento Reativo Proativo Comunicação e promoção Relacionamentos e negócios Resultados limitados Resultados concretos Custo Investimento Complementar Essencial©. Gonçalves & Gonçalves Marketing Jurídico. Todos os direitos reservados. 20
  21. 21. Os pilares do marketing . jurídico estratégico Planejamento - Simples ou complexo, é essencial . para direcionar ações bem-sucedidas de marketing. Comunicação e promoção - Ações de menor retorno, mas que podem ganhar maior peso se forem . retrabalhadas com foco. Relacionamentos e negócios - O caminho para o marketing como investimento, orientado a resultados financeiros concretos.© Gonçalves & Gonçalves Marketing Jurídico. Todos os direitos reservados. 21
  22. 22. A advocacia é um negócio . de relacionamentos O relacionamento pessoal é o grande diferencial do marketing jurídico frente ao . marketing de produtos e serviços. Tudo o que se faz com clientes, clientes em potencial e parceiros, dentre outros, deve ser entendido como desenvolvimento de relacionamentos.© Gonçalves & Gonçalves Marketing Jurídico. Todos os direitos reservados. 22
  23. 23. O paradoxo do relacionamento . Apesar da advocacia ser calcada no relacionamento pessoal, a experiência dos clientes . nem sempre é positiva. É uma queixa regular de responsáveis por . departamentos jurídicos no Brasil e no exterior. O que os clientes realmente querem?© Gonçalves & Gonçalves Marketing Jurídico. Todos os direitos reservados. 23
  24. 24. Com a palavra... o cliente! Os escritórios gastam muito tempo com seus materiais de marketing, os quais, francamente, eu não gasto muito tempo examinando. Reputação é importante, mas agilidade faz uma grande diferença. – Sterling Miller, Diretor Jurídico, Travelocity.comFonte: 19th Annual Survey of General Counsel, InsideCounsel.© Gonçalves & Gonçalves Marketing Jurídico. Todos os direitos reservados. 24
  25. 25. O importante na hora de contratar... . Segundo o cliente corporativo: 1. Agilidade ("responsiveness") 2. Experiência na indústria/ramo de atividade 3. Soluções criativas 4. Honorários 5. Reputação 6. Aconselhamento preventivo 7. Atuação em várias áreas do Direito 8. Formas alternativas de cobrançaFonte: 19th Annual Survey of General Counsel, InsideCounsel.© Gonçalves & Gonçalves Marketing Jurídico. Todos os direitos reservados. 25
  26. 26. ... e as razões para demitir Falha em atingir objetivos de diversidade Relação fraca com a gerência sênior Saída de um sócio importante Projetos trabalhados além do necessário Falta de resultados desejados Falta de agilidade (“lack of responsiveness”) Ética / profissionalismo Gestão de custos Trabalho jurídico de baixa qualidade Falhas/erros na condução de casos críticosFonte: CLO Survey 2008, Altman Weil.© Gonçalves & Gonçalves Marketing Jurídico. Todos os direitos reservados. 26
  27. 27. Principais desafios . Como: – Gerenciar a carteira de clientes? – Identificar os principais perfis de cliente? – Identificar as áreas e serviços mais demandados? – Identificar as principais localidades atendidas? – Identificar os principais ramos de atividade atendidos? – Aprofundar relacionamentos com os clientes? – Diversificar serviços junto aos clientes? – ... – Prospectar novos clientes?© Gonçalves & Gonçalves Marketing Jurídico. Todos os direitos reservados. 27
  28. 28. O desafio supremo? . É possível se relacionar com todos os . clientes, sem gerar insatisfações? Vale a pena?© Gonçalves & Gonçalves Marketing Jurídico. Todos os direitos reservados. 28
  29. 29. Como enfrentar os desafios? . Conheça-te a ti mesmo (e a seus clientes!): Informação (TI) Inteligência Tomada de decisão© Gonçalves & Gonçalves Marketing Jurídico. Todos os direitos reservados. 29
  30. 30. Lei de Pareto nos escritórios 20% dos clientes = 80% do faturamento (aprox.) R$ 80% dos clientes = 20% do faturamento (aprox.) Clientes© Gonçalves & Gonçalves Marketing Jurídico. Todos os direitos reservados. 30
  31. 31. Menos “achismo” e mais fundamento . . Clientes mais representativos (faturamento, lucratividade e rentabilidade) . Principais áreas e serviços (expertise jurídica) . Principais ramos de atividade . R$ (expertise de negócios) Principais localidades ... Clientes© Gonçalves & Gonçalves Marketing Jurídico. Todos os direitos reservados. 31
  32. 32. Pare de vender o que você tem!© Gonçalves & Gonçalves Marketing Jurídico. Todos os direitos reservados. 32
  33. 33. Como enfrentar a crise? (...) ações imediatas que os líderes de escritórios devem considerar para ajudar suas organizações a lidar com a tempestade atual: (...) examine com atenção as suas áreas de atuação. Esse é o momento de solidificar as áreas estrategicamente importantes para o futuro do escritório (...) fique mais próximo de seus clientes, especialmente dos clientes-chave que são importantes para o futuro do escritório. – Special Client Advisory: Fall 2008, Hildebrandt International.© Gonçalves & Gonçalves Marketing Jurídico. Todos os direitos reservados. 33
  34. 34. Recapitulando... . . O advogado é a principal ferramenta de marketing. Marketing jurídico envolve relacionamentos e . geração de oportunidades mútuas. O sucesso do marketing jurídico reside em um trabalho com foco estratégico e fundamentado em informação/inteligência.© Gonçalves & Gonçalves Marketing Jurídico. Todos os direitos reservados. 34
  35. 35. Obrigado! Apresentação e referências disponíveis em: www.marketingjuridico.com.br/BeloHorizonte2008 Marco Antonio P. Gonçalves goncalves@marketingjuridico.com.br© Gonçalves & Gonçalves Marketing Jurídico. Todos os direitos reservados. 35

×