Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Ritual Comics - turma da mônica jovem - edição 75

12,448 views

Published on

Ritual Comics - turma da mônica jovem - edição 75

  1. 1. _ se h A113 ~ f: : ^ z , nar mins _ 'lili mancal” E 7 ' feira r: ã¡ ç : .HZ Ma: -. /Àl y I Í r . .. a. 5 . .snñ5.. v.. ..v. ..u, .._. ... ,._ _ . . . menadeanaauv 5._ . m. . .md! ._. _.a_. .,. .
  2. 2. _ / Í// QÍÊ/ ¡ZÍ/ ?Ílcõ
  3. 3. Na Edição Anterior. .. Aturma viaja para o interior para investigar a lenda da Jumenta Voadora. Durante a noite, eles são atacados por sete fantasmas e acabam se envolvendo numa história macabra que culmina com a morte do Cebola. .. sem» ›¡ ' A HLÊJLQBLÁLâÊBÉcPÂLE A 6H^Ví25c9âc52$-' “êsçizsoosgp ABISMO! ... PURGATÕRIO. . wmmmmmwam, os Martizegaygfwmoa- à o, o ARTEFATO E OWRECEPTOR V695.. .? G- _. ... ... ... ... .« --›-~w›---
  4. 4. uma ElA Mmm mam use H em NUMA NOITE ESCURA E TEMPESTUOSA. .. . ..ONDE O CORPO DO CEBOLA REPOUSA SEM VIDA NO. ..
  5. 5. - _ A ' ~ “ COMO eu ôíMiTÉRlo. A v " . A V| M PARAR ATRÁS oA cAsA . . a ' DA JUMENTA VOADORA? TA ruoo r coupuso: . . TENTA 55 v , . -“ - LEMBRAR! SE LEMBRAR DE COMO TUDO ACONTECEU. ..
  6. 6. CAPÍTULO 7 UMA HORA PRONTINHO, CRlANCAS l EU MESMA COSTUREI AS ROUPAS. .. . ..E FIZ AS MÃSCARAS COM GESSO. .. JA' TERMINEI AS FANTASIAS DE VOCES! . ..E OUTRAS COlSAS QUE ACHEI NO MEU QUARTINHO DE TRALHA! o QUE vocês ACHARAM?
  7. 7. MÁSCARA DE LUA ! AH. .. QUE AMOR, BERENICE! você FEZ UMA MÁSCARA DE COELHO PRA MIM? EU GANHEl UMA DE PORCO! HUEHUEHUE! A MINHA TEM O FORMATO DE UMA MELANCIA! UAU! ! EU NUNCA TINHA PERCEBIDO COMO A LUA SE PARECE COM UMA MELANCIA!
  8. 8. CLARO, MAGALH VAI SER BOM PRA BOM. .. ENTAO, vAMOs LOGO, QUE ' . .._. ».. LHE. .. A FESTA JA DEVE FESTA? _ - GENTE RELAXAR E TER COMECADO! A GENTE vocês ESTÃO se DIVERTIR! FALANDO V575 A5 sento? FANTASIAS NA CIDADE! ALEM DISSO, . O os FANTASMAS ' só ASSOMBRAM NA CIOADE A FLORESTA! E5TAREM05
  9. 9. NÃo VA¡ DAR, - i . _ MAs. .. MAs. .. cAscÃog - - você NÃO TEM l * « A Meoo aos FANTASMAS 'e' vou VARAR A NOITE EDITANDO O5 víoeos QUE FILME¡ HOJE! A MAGALI COLOCOU sAL EM TODAS A5 PORTAS e ELEs NuNcA JANELAS! MAis VAO CONSEGUIR ENTRAR AQui! BORA FESTAR ! i
  10. 10. DE FAN- TASMAS! o ow . MM o DEscuLPA, CASCÃO. .. ã.
  11. 11. J , Lx-j q ' M' _ - ' v. f** DEE/ M UM , _ E, ._ t. _ É_ Ve_ _ . › snow PRA *Lg fifa/ ZÉ? ? ) _ . . CÂMERA! t A Éh( . › Ff? ” 1" n” N _,3- - FILHOS DE ê E r' v” “til Ê. - . UMBRA! ' ”' V' “r” p** PORQUE EU auERO / TRANGPORMAR ESTE . - A A* . .[~~: 'Í"'*~›- á' -' A. ? ' *ñjh DOCUMENTÁRIO g, ... MORA, franc-x? _f j. : . j, p. 77-11_ NUM sucesso! ! vocês PODEM E e . af E : › -/ ENTRAR. Ç ç É? ? »w/ t "/ t. ; PORQUEA , __ CÂMERA NAO TA _l A FUNCIONANDO? t» , . /1
  12. 12. V , X_ "TT/ fl" _ u ~, L¡; _', ›.= f,: ›;-Ç›. :'II ' s/ “A50” A . ' mo i ' "V, ¡jji! ;J j BATERIA! ! v ACREDITO! A M* 'iwvriuíl' * [550 E HORA, . i MINHA FILHA? ~ só PODE EsrAR DE « GRAÇA i COMIGO! l l l l DEVE ESTAR GUARPADA EM ALGUM LUGAR! O CASCÃO TEM UMA BATERIA REGERVAI __ -TIRA O GAME DA _ MINHA MÃO, sENAO Eu ME LASCO. .." ENQUANTO ISSO, NA "SE EU NÃO ESTUDAR, NESSA PROVA
  13. 13. [Ç ' __ J p l N , v O f ; f QUE CARA › di# ': V__I' - É ›, ,1/¡¡~; -.Í: * _ I - a r JK DENISE? _ç_ / n _J &e; f l " ' › ' , ADORANDO 5:; ze BETO E AH, BAOUEII , _ . CRIsPIANOI EO ? AVÊCÃQ rlz: :- . N o 1 ^“› M^5 QUEM " A TA APAIxONADAI EU QUERÍA ÂÍNDA TÁ ApA¡xoN . p NAO APARECEU. .. ADA u CONHECI ACHA OUE O CARA EU sOU TÃO . ONTEM! j FACIL, ASSIM?
  14. 14. DESCULPA A DEMORA! l < VOCÊ VEIO? COMPORTA, AMIGA!
  15. 15. E AÍ, RAPAZ? vAI QUERER 'PL . ic-: I.. I I. !I. !I. ILI, . _ r ME FAZER DE a 1; DIFÍCIL POR 1; UM SEGUNDO, ° 'r NAO ME DEIxOU TERMINAR!
  16. 16. l / / . LI/ ›í'. áíí'-ã'/ J-; '!! W ! sl/ f PAREDE , ' y ' TORTURAR MEUS SENTI- MENT OS! ~ sou MULHER sERIA, PRA CAsAR! A f NÃO sou BRIN- _ auEDO, NÃO! a a. . . a TEM NAMORADA, ESOUECEU? MAs o V OLHA A ç COITADO CARA DE , 'ff', _a AINDA GOSTA soFREpoR ', I. DELA! DELE!
  17. 17. A GAROTA DEU UM ¡ PE TÃO FORTE NA TUMBA ' DO GAROTO, QUE ELE TA' * VENDO EsTRELAs ATE AO MEIO-DIA! MAs EU TÔ AQUI PRA AJUDAR ELE A BUPERAR! MAS SE ELE A Í E1550 o QUE REMENTDO W u NAMORAR voce_ você QUEQ pgA PRA CARÉNCIA DE PAQAR DE FALAR AGORA. VAI SER sUA VIDA? - ^^^“M^N~7°? COMO se EU NÃO só POR CAUGA DA CARENCIAI _ j. ESTIVESSE AQUI? ! TENHO QUE RESPElTAR OS SENTIMENTOS DO MENINO! APENAS UM PAR DE PERNAS GROSSAS USANDO UMA CALCA APERTADA!
  18. 18. VAMOS PEGAR A AGUA QUE ELE PEDIU! FICAR AQUI, xAvEcANDo COM O CON- VERGAO! EU FALEI QUE VOU FICAR AQUI, CONVERSANDO COM O XAVECÃO! a i ' O QUE VOCÊ ENTENDEU AGORA, __ _ TOR/ MENTO? EU só VOU ALI E JA VOLTO, TA?
  19. 19. '4 . ' ENQUANTO - ONDE FOI CADÊ? QuE ELE NÃO ADIANTA! NÃO TA AQUI. - DEVE TER LEVADO NA MOCHILA DELE ! A CÂMERA TAMBEM FUNCIONA com PILHAS! A BERÊ DEVE TER PILHAS EM ALGUM LUGAR!
  20. 20. ONDE SERÁ QUE A BERENICE ôUARDARlA PILHAS POR AQUI? ELA FALOU I QuE TINI-IA UM í QUARTINHO ; I DE TRALHN! ^ "r : ' . E I . _ , , I , EssEs DEGRAUS NÃO TINI-IAM sIDO DEsMANTELADOs NA NOITE PASSADN? x' í _ Á 5 IM* 1 y c» IÍ . ¡ z . /Í r w. SERÁ QUE I= OI TUDO UMA ILusAO Dos FANTASMAS? OPA! EU NÃO 1/ DEVE se¡ O TÍNHÂ REPÀRÂVÔ QUAR-“NHO NE$$A PORWNHÂ QUE A BEQÊ DEBAIXO DA FALOU!
  21. 21. NÃO “I CONSIGO ENXERGAR BREU ! ! BELEZA! EU POSSO USAR
  22. 22. 15'Í"”. '›"'§Í¡"ǧ7$; é§? BQwm§çw. ., .O u' . x y¡ 'E' ü A : v: “êãvqj _~ . v? v". .- . . ' , * "*. .§§ç; _; k5k? ? . › 4 Pá. __§é'; í '° e _é_ . *a$§*'~9“s .
  23. 23. *I 41,» I; _, ~;= *¡ EOMEsMo FORMATO . ¡ n; a ¡ -' DA MINHA ESTRANHO. .. * - * A' ! DDE DAs CRUZES, NO CEMITÊRIO Dos FILHOS DE UMBRA! EsTA CHAVE ONDE SERÁ QUE DEVE SER A ESTA A PORTA RESPOSTA QUE ELA ABRE? PRA ESSE MlSTERlO l
  24. 24. .. .O QUE TEM BERENICE. .. ATRÁS ? ESSA PORTA? DA CASA DA J UMENTA VOADORA ! ! ELA TEM UMA FECHADURA FElTA DE OSSOS! QUER O E E Os FANTAS- “35” E ~ _ - . ' " MAs PODEM v E EsPERARI CONFERIR ISSO AGORA MESMO!
  25. 25. ENQUANTO 550. NA CHEGAMOS, cRIANcAsI VN-Êuo EEREI você E O MAX O! IM OS MENINOS JA ESTÃO CANTANDO! E AGORA? CAOÊ A sOI= IA E A DENlsE? A FESTA TÁ QUANTA BOMBANDO! GENTE!
  26. 26. LEMaRAM _ _ ~_ DO PRIMO DO u_ E¡ _I cApâ o I 1 TEVE QUE FICAR í PODE VIR! NA cAsA DA EERE, CEBOLA? ~; _ j. _ I= AzENDO O. ..
  27. 27. vocês NÃO é POD/ AM TER DEIXADO ELE sozwuo! E PEGA LEVE, _ --7 XAVECÃO! . f __.4V, x~_L›“~-“Ó '
  28. 28. EU TENHO QUE FAZER @year ALGUMA EsPERA COISA! Aí¡ AGORA, FIQUEI S| ^^-' PREOCUPADA. .. ENQUANTO ELE FICAR DENTRO O CEBOLA TÃ SEGURO, 'ELE NÃO sERIA « í LOUCO DE sAIR . QUE A 2 SAIR PRA pgA pLOQESTA' 1 | DE| A DE z . FLORESTA NÃO É? v ' JACU! ' NESSA_ s' O . 'A ESCURIDAO!
  29. 29. › . z 36.23% , E_ O I I O . z, DM, z. . x . , x, . J. ./ ./ . . _, . . / 7. . .a f . , . í . / 41/) / zn ¡U/ /n «nI/ .J/ .lw . IT I/ JI%›/ HEIW& . , . . , Views : il/ I / /A ~ . ÍÍÍÍ/ / › ocllzz/ z , - 11/1/11¡
  30. 30. EU ESTOU TÃO CANSADA. .. MINHA ÚLTIMA ESPERANÇA! A M-MENINA DO LAGO! ! EU NÃO AGUENTO A _ " . DOOUE MAIS ExIsTIR _ E . VOCÊ TA. FALANDO ?
  31. 31. EU NÃO CONSIGO ENCONTRAR O MEU ROSTO! ACONTECEU VEM ! EU VOU TE ONDE FOI OUE ^JU°^RI As CRIANÇAS . ESCONDERAM ELE? CRIANCAS MÁS. ..
  32. 32. ~ L/ “x/ 'WJ-«E 1X. . _. . N z! , i. w. . um . .m EF M , : y ; - f 'X73 XAVECÃO! ! ENQUANTO EU TENHO QUE SALVAR _-. ... .._U. ..› '_ . . .
  33. 33. NA VOLTA, PASSA PERAE OUE NA PADARIA PRA EU TENHO UMAS MIM. OUE ACABOU MOEDAS E. .. O PÃO! I _. ¡f7 › › - . *gr . _ ZOANDO! “ Eu vou CONTIGO! . __-, __, a , M5 voc; :É E MUWO g AFE! TA PRA NASCER _ mesmo; ' 50 QUE PODE MANDAR Q _ EM MIM: f; ñ
  34. 34. O CEBOLA E MEU AMIGO TAMBEM, ESQUECEU? E A MAITÊ vAI JUNTO! Eu NÂO TENHO TEMPO PRA DISCUTIR: E CASO DE VIDA OU MORTE: _ . A VAI TER MORTE. ? É! VAI TER ESERECLAMAR, É ' MORTE, SIM! ? E _Í VAI TER DUAS! '
  35. 35. nã . , , f) _vv . .,. Cu. rY. xÚ›w34ÉPW/ MJV v . t. , Ã +9. . . Ó. . I 7,. 'Larggu
  36. 36. FOI LA DENTRO QUE ELES ESCONDERAM O MEU ROSTO! MAS EU NÂO POSSO ENTRAR. .. COMO EU VOU ABRIR A CHAVE DE OSSOS!
  37. 37. . AIIR-&Yjf-i¡
  38. 38. NÃO ABRA 1 g NÃO ABRA_ N? , A PORTA. : A PORTA. : NÃO ABRA A PORTA. : *'”' A SERPENTE ESTA' " A ' vOLTANDO. : A * I › _g ' * ãâígâíàí; “âxfI/ I! : à . _ VAI BuScARA ~ *- SUA CAMINHONETE -› E ENCONTRA A META» GENTE AQUI!
  39. 39. MAS NÃO TEM NADA DE DIFERENTE DESTE LADO:
  40. 40. O SOM PAROU 3' w . ..w . a Qu. .. _Q v w m
  41. 41. LA' EM CIMA A DO PALCO! ! A 1.13._ EU FALEI PRA VOCES IREM <I EMBORA. .. VOCES NÃO QUISERAM ME OUVIR. .. EU AvISEI OUE UM DE VOCES IA MORRER. .. O CEBOLA?
  42. 42. J/ 'X/ “x . à . Ç . - _ « ALGUMA COISA zw' y** * A ACONTECEU com V CORRE! ! ” casou! * - _ f rá CORRENDO! ró CORRENDO! (À Al, MEU asus! o OUE sentava “ ACONTECEU? r” CALMA, NÊ? V ' A ÉÊÂAÀBERE _ ' A _ A. R: - ' cones? MAIS, A _ à ÊAGENTEQUE › ~ g VAI MORRER!
  43. 43. O om m” 3 a A(JM3ECA". BJPODUK ATÉ'TER NKDRRKWD' AH! JÃ UHWBREIO (QUE ACXDN- TECEU' EUAABRI AFWDRTA VERAÂE-
  44. 44. CÁRMEN/ NA 45cm dus É! ) 55507135656" . mamas <› V ME 7-0 UE” 1 I A MINHA MERA v âER/ A UM z 90 M50!! À _ o É - À ? com TER HLmAÉo emitia* E EU SER/ A V FAMOSO! * É** A3** ' _ , _ ' . . _. .. .ETORCER PRA O ' NÂO ENCONTRAR BOMmO "A A " ' NEGÕClO E FAZER o ~ ¡ÍJÍAÊÉHÀÊÊE CAMlNHO DE VOLTA
  45. 45. MADAME ENQUANTO CREUZOPETE! ! 1550, NA , . CIDADE. ..
  46. 46. ' LEMaRE/ .I/ EU A w UMA COISA I-IORRÍVEL NAS CARTAS! ! NNGA» QUEM MANDA NA 50m- CARTA, HOJE EM DlA? JA OUVIU FALAR DE E-MAIL? TARÔ? V BARALHO, PRA MIM, E só PRA JOGAR RouaA-MONTE, MAU- MAU E TRANCA! FALANDO DAs cARTAs DE TARÔ! UIA! ! QUE E E555 VE5T'°°- TRAEALHAOO . _ : $223 EN, A? A. A H ' AM6 N° '-“x° E « . , RECALQUE! DESENHOS
  47. 47. AAA/ JH! ! . _ DENISE! ! . °°M'5°› = . . E ASSIM. .. DEIXA A : A v À -» . ..OLHOU PRO MULHER FALAR, 44,_ s cEu, VAI VER P PELO AMOR 6'” ' 3*. : A DE pgus! ! . ESTRELAS! 'I o AssuNTo . -. ELE TINHA A E SÉRIO, A . MARCA DE ¡oR CRIANÇAS! _ , _ ' ~ No BRAÇO. .. . ..E ACHOU A CHAVE OE ELE ABRIU A PORTA os FILHOS oE PROIBIDA. .. uMaRA ESTÃO . ATRAs DELE!
  48. 48. í* ' . m. IIII * 'A6 sETE cRIANcAs AMALoIcoAOA-s DA H| STÓR| A OA JUMENTA VOAOORA. ; 'ELAS BRINCAM NO LlMlTE DA REALIDADE. ..” ' x. ¡l! '. ..E A EscuRIoAoI' E E5 sÃo M ¡To O CEBOLA AMIGA. .. QUE PooERososz LPODEQOSJS, NÃO TEM í VIBE PESADA! - como Assww ' A MENOR TA CARREGADÍS- CHANCE! SIMA!
  49. 49. É A TURMA, NO CARRO PESSOAL! ! E5PERA 2g 'EU Tó POR MIM! ! É*
  50. 50. W655 *' M” 'A PARA O CARRO, 7- OUWRAM N ãERÊlRÃP/ DO! ERAAÍ/ õz E " Oo CEBOLA! › - _E5 V. . í VEIO LAC# OE TRAsI ELE ESTÃÁXR M* ELE EsTA VIVO! vIvoI ! re : A fi_ você EsTAvA TÊM! _4 O “ã I= AI. ANOO EOERE ; 1 j - AX os FANTASMAS. .. j A ay. e: É. , , ã _ Í v
  51. 51. ELES NÃO SÃO ExATAMENTE FANTAS- MAs PORQUE NÃO . ESTÃO MORTOS. .. › CARACTERIETICAE TíPICAs DOS Es-PIRI- Tos-. DONS PARANORMAIS. .. FICAM INvIsIvEIs, MOVEM COIsAs COM A MENTE. .. E cAOA UM TEM UM POOER PERNA DE PAU TRANSFERE SUA DOR PARA SUAS ABS/ MTO E PIROCINETICO. CONSEGUE CRIAR FOGO DO NADA. .. E O PORTA-VOZ TEM POOEREE OE POSSESSÃO. ..
  52. 52. : . J -l « l CEBOLA! ! * A , = , NEssA CADE VOCÊ? ENQÊÉGISDO ESCURIDÂQ - 1,. : _ x vAI sER DIFÍCIL ' ACHAR ATE o r CAMINHO OE VOLTA ! VOLTARAM PRA ME BUSCAR!
  53. 53. TEM TAMBÉM O VIOLINISTA-u ELE TEM A CAPACIOAOE OA PREMONICAO. .. CONSEGUE ' E PREVER EVENTOS. .. ESPECIALMENTE, A MORTE DAS PESSOAS ! ELAS SÂO A5 MAIS PERIGOSAS ! . OS REINOS PROFANOS. .. ~ .37
  54. 54. ' iÍlíÉÉitas; -._. a __ "“'"°§; _s3"à: ==› . FH . _ 'IIIIP 63:91”. !um w_ l l b “Magna Hinn __
  55. 55. ACHOU A GEN TE 7.' w À pá, $44.21/ _›E/ ~.*'à. »': §0Ffx-4:! v ›_' / í PELO , aa/ More DE . DEUâ/ l * É Í A , í- -qlf/ t. y
  56. 56. o aus você ESTA' VENDO NÃO E REAL! c-como 455w, NÃO 51o voces. ? V xx A j K EU rá AQUI, BEM NA SUA FRENTE! NÃO TA' ME VENDO? ELA DANÇA : r “ ENTRE A A BAILARINA. .. í' . , V . x " , í . . ' LOUCURA E A ' « ~ « SANIDADE. ..
  57. 57. SEUS AMIGOS NÃO PODEM TE VER. .. ELA CRIA ILUSÕES! Em; _ __ _____ _ __. __
  58. 58. AFAâTE/ Vl-SE ALGUÉM me AJuoA/ .I . r abas (E. v) ESTÃACON- ' E , o aus A ESTÁACON- ' TCENDO? race/ vao? * ' ' o AMIGO DE vocês ESTÁ E-EU ACHO QUE SEI O QUE . ..DENTRO DA UMBRA!
  59. 59. _. .~> NÃO! ! eu só ATRAVE5$EI UMA poem s. .
  60. 60. Nós sAaEMOs * ExATAMENTE _ POR QUE você EsTA AQUI! E NÃO vAMOs PERMITIR OuE você LEVE EMBORA O cRANIO OA JUMENTA! UE? ! c” '0 9** kg 4 JUMENTA? ! t. . ..ESSE E O ROSTO QUE A MENINA DO LAGO ESTÁ PROCU- RANDO? CONVERSA! você VEM cONOscO, AGORA!
  61. 61. %x~*^L'4“~-. f. . »f T ' ~ E . .:: r Ç E O QUE “ VOCÊ NÃO você PENSA. ^°“^ WE E” í MEL, AWGO, sAIRIA DE cAsA SEM UM PLANO POTINI-IOS DE SAL! ! INOFENSNOS PARA OS HUMANOS. .. GÃOTGRANAOAE CONTRA OS ESPÍRITOS! !
  62. 62. PINDÀROLÀ S! !
  63. 63. . Q À f OUEFOI NAOOAPRA MORRER, OE 5; Novo, NÉ? í "Z : mr f 76,2». eva-xzaa- ~ . w, EsOuEcI QUE, AGORA, Eu sou UM ESPÍRlTO. .. E O sAL TAMBÉM ME AFETA! ME L| VRE| DOS PIRRALHOS . '
  64. 64. AGORA, TEMOs “; ;__ . I : .. .ANTES -* QUE CORRER DE 4“_*". '”: “2;›- I " E aus 51.55 ME VOLTA PRA PORTA 'V ACHEM! VERMELHA. .. k . IÍTINiÇIIT' _ ENQUANTO _ . ' ~ á Isso, LONGE EAGORA. . I' PESSOAL? TOMEM UM CHA vocês EsTÂo _ , :L É - OE cAMoMILA MUITO NER- v E 1 v' . E><PUC^ A A ISSO OIREITO.
  65. 65. UMaRA . COMO O' NÃO E UM 4 ASSIM? LUGAR. .. = A_ -E UMA DIMENSÃO RARALELA A NOSSA! OE LIMBO. .. OUTRAs, OE PURGATÓRIO. .. (fa. : / / 'II 'A Ú-í QUEM ESTÁ EM UMBRA CONTINUA E QUANDO os . ..OU PRO No Nosso MUNDO, ESPÍRITOS FICAM INFERNO! CONTWUA Â N°95^ AGUARDANDO. .. VOLTA. MAS ESTÁ NA VERDADE, UMBRA E UM EsTADO DE ENTÃO, O CEBOLA TA' MEsMO MORTO? !
  66. 66. / ELE DEVE TER _ . ATRAVEGGADO A , PORTA VERMELHA DA ( , "'“ " cAGA DA JUMENTA *i *' , VOADORA! ELE EGTA PREGO EM FORMA DE EGPIRITO! A PORTA VERMELHA E UMA PAssAGEM Ç PRA UMBRA? = “ " É ELE PEV/ A TER FICADO QUIET O AQUI DENTRO! A LlNHA TURMA! DE SAL, NA VEJAM JANELA. .. ACHO QUE OS FILHOS DE UMBRA VIERAM AQUI E ATACARAM O CEBOLA!
  67. 67. :+5 _Â PEssOAL! TA* TUDO UMA BAGUNCA NO PARECE QUE &A; TEVE UMA BRIGA FEIA AU DENTRO! . bn . L. . ..Uz-L hn. ER. .. TEVE BRIGA NBVHUMA! EU MEsMO BAGUNCEI TUDO! FOI MAL AÍ! . , . . . , f. .. : -. . 7. _4 _ _. _ . _T . LL O Í; "x AI, CARAMEA! . OsPANTAsMAs *j ~ NÃO DEVfAMDs TER DEIxADO ELE GE OG FILHOS DE UMBRA TAMBEM ESTÃO NEsGA OUTRA DIMENSÃO. .. PODEMOG vER ELEG, MAG NÃO vEMOG AQUI, SOZINHO!
  68. 68. ' ELEG TIVERAM x/ .POR ISSO. ANOG DE EXPERIENCIA CONSEGUE/ W PRA APRIMORAR GUAG FICAR VISÍVEIS CAPACIDADEG OU lNVISÍVEIS. .. PARANORMAIG. .. I Õ MAs COMO A OEVT E VAI Acao QuE AJUDAR ELE». ' . 1' EU TENHO A _ 'A SOLUÇÃO ' ~ 7 5' - PRO NOGGO PROBLEMA! .sE NÃO 1 __ CONsEGUIMOs ; g . '” NEM ENxERGAR * , x O COITAPO? n: Í. § u_ Í
  69. 69. I COM EGTA I CAMERA, A GENTE , vAI POOER ENxERGAR O . ', 1 ' * . v( A TIA NENA, UMA vEz, ME ExPLICOU QUE AG 'I CAMERAG TRABALHAM * NUMA FREQUENCIA D| FERENTE DA DO OLHO EI. AG CONGEGUEM 'VER' APARICOEG GOBRENATURAIGI ISSO. .. E ABSURDO ! EU TENHO UMA RESERVA NA MINHA MOCHILA, LÁ NO CARRO! EITA! DEGGAG MODERNIDAOEG. , . ~ EU NÃO ENTENOO __ J VOU FAZER à MAIS CHA!
  70. 70. . v v -E AÍ? VOCÊ ELE ; gm _ - TA VENDO O AQUI. PRONTINHO! b_ _ _ CEBOLA? A GENTE¡ TEM UM GIMBOLO DESENHADO mu” › * V _ CÂMERA! só DA PRA VER PELA QUE SÍMBOLO? SÍMBOLO? COMO ASSIM 'é'
  71. 71. ». - *fi-A “Ez - TEN” °^ ' . su: ESTAVA MADAME É". _: :; . =5 NA M¡NHA . ..MÀRCAÚO CREUZOOETE. .. : _ A V V550”. No BRAÇO oo ' A - CEBOLA! ELE FAZ PARTE DO MAIS ANTIGO ALFABETO RÚNICO, O SISTEMA NORTUMBRIANO. .. E QUAL É O BIGNIFICADO DESSA RUNA?
  72. 72. Hum. .. TENHO ' " ' . OK! POSSO CERTEZA DE SIMBOLIZA . . SURTAR AGORA, QUE JA' Vl lSSO O MAL _ - 3 OU ESPERO MAIS 'í INEVITÃVEL. .. ; N UNS MINUTOS? E o SÍMBOLO DA SERPENTE! nun"""'""""""""""nunp ' APENAS UMA PESSOA COM ESSA MARCA SERlA CAPAZ DE ABR| R A PORTA PARA UMBRA! MAS POR QUE O CEBOLA FOI ESCOLHIOO?
  73. 73. A AMBICÂO ' o EGOÍSMO CAPAZ INcoNTRoLAvEL › _ E555 DE PAssAR PoR cIMA oE I . ORGULHO TUDO PRA CONSEGUIR 955W' o QUE ELE QUER. .. FREADO. .. o CEBOLA TEM o CORACAO CORROMPIDO PELA GANÂNCIA! Eu AVlSEl A E -I MAGALI. .. coRAcÓEs PuRos ATRAEM . í; tt . EsPíRITos , í_~« BONS. .. j E EsPíRITos “ RuINs sÂo g ATRAíDos PoR _ E sENTIMENTos _ ' PODRES! t' O CEBOLA ATRAIU TUDO ISSO PRA CIMA DE SI MESMO. .. _A ' r . -o MUNDO INTEIRO vAI soFRER AS CONSEQUÊN- E, AGORA QUE ELE ESTÁ
  74. 74. É** *j A f OSFILHOSDE . ; ~ _ I x UMBRA ESTÃO E b. .lv . . ME PROCURANOO I *E i Í ATÉ AQUI, ~« TUDO BEM! ATE PAROU DE CI-IOVERI NUNCA VÃO ME ENCONTRAR AQUI, EM CIMA DAs ARvOREsI SOU MESMO MUITO INTELI- GENTE! E, DAQUI, DA ¡ PRA vER A PORTA à VERMELHA! j = TÔ PERTINHO DA SAIDA! HUEHUEHUE!
  75. 75. _A )í4,r_: _ §: ;:à›. à^ ' W411: 5:21. 'l : Vic _r ~ , - O Ia _ _ (Qñvx ELF-s . .MAs NÃO . P°°EM 55'¡ TÊM NENHUMA ' P°°ER°5°5~ CHANCE CONTRA »A . A MAIOR MENTE - I_ DO MUNDO!
  76. 76. 44 ” “i7- VOCÊ NÃO VAI me OERROTAR! NÃO, AGORA, e, QUE EsrOu A PARECE um TRE/ PIOR DE. .
  77. 77. w L¡ A IVÍIIII¡›1Ã'ÍIW. IQIIN H II¡ , WI-fç? ! . | I I ñ WIIÍIW 1 I v . -I'*r"“. ' : KI I›. LH. ".L'›. ._. ~4:"< IÍIIIIINIIIIIIIIIIÍ” I_ ACREDITO! ! q* II . r-s
  78. 78. "Ê NÃO , A» *v OUE ELEs ERAM / 44; u W BURROS? ME JOGARAM EXATAMENTE ONDE EU QUERIA CHEGAR! EU DERROTH OS PODEROSOS FILHOS DE UM BRA! ADEUS, PESADELO!
  79. 79. NÃO HA ! EsPERANcA M E . mm A E INEVITÃVEL!
  80. 80. 7- , EU ArRAvEssE¡ 'A A PORTA E E NA VERDADE, ESSA ERA APENAs UMA PORTA FALSA! UMA ILUSÃO! CORTESIA DA BAILARINA! TROUXEMOS PARA O NOSSO AGUENT O MAIS ESSE PESADELO! _ v V 3,/ COM Isso DE . _ . m ~. ~ É ? ÍKUMA vez/ WE# . z g, E A A_ r FAVOR! 'à ' Ç f' V 4 q A v . : rw > ACAEEM _ "N
  81. 81. QUER DIZER 3.! QUE O ORGULHO DO CEBOLA ATRAIU Os FILHOS DE UMBRA? ATRAIU ALGO BEM MAIS PERIGOSOI O EsPíRITO MAIs MALIGNO E MANIPULADOR QUE JA EXISTIU. .. ELE ATRAIU A MENINA DO LAGO! . - f A FILHA DA . JUMENTA A” A E VOADORA! V
  82. 82. A MENINA DO LAEO NÃO ERA A VÍTIMA- DA LENDA? COMO TODO CONTO DE FAOAS, -~”^R^ POOER A HIsTORIA REAL 55'? C°NT^°^ P^R^ DA JUMENTA ^5 CRI^NC^5~ VOADORA FOI. .. ENQUANTO sUA MAE ERA UMA PESSOA BOA, QUE DIsTRIBUíA COMIDA PRAs CRIANÇAS. .. . ..A MENINA ERA CONSUMIDA POR UMA INVEJA E UM CIÚME INCONTROLAVEIS!
  83. 83. 'NAQUELA NOITE DO DIA DAS BRUXAS, HA VINTE ANOS. ..' '. ..ELA RESOLVEU ASSUSTAR UM GRUPO DE SETE CRIANCASOUU. 'NÃO FORAM ELES QUE ATACARAM A MENINA. : 'ELA ODIAVA TODAS AS CRIANÇAS DA CIDADE PORQUE ACHAVA QUE SUA MÃE DAvA ATENÇÃO DEMAIS PARA ELAS. ..' CRANIO DE JUMENTA E COLOCOU GALHOS No LUGAR DAS ORELHAS-: 'FOI EXATAMENTE O CONTRÃRIOM'
  84. 84. 'ELA CORREU URRANDO PARA AS CRIANÇAS, QUE FUGIRAM EM PANICO s' QUER DIZER QUE AS SETE CRIANÇAS ERAM INOCEVTES? ' _ ? gi auEEu TO “ -g f» _I l A PASSAPA! ;í . _ . »I M* 'MAS A MENINA NAO PERCEEEU QUE O CRÂNIO ATRAPALHAVA A SUA VISÃOJ MAS A HISTORIA FICA AINDA MAIS SOMBRIA, A PARTIR DE AGORA. ..
  85. 85. E ISSO Aí! o SÍMBOLO NÂO E UM FANTASMA! POR QUE Só DA PRA VER O AS CAMERAS NÃO ENxERGAM SO FANTASMAS! ELAS CONSEGUEM 'VER' TODO TIPO DE EVENTO PARANORMAL OU OCULTO! VAMOS ABRIR DE UMA VEZ E DESCOBRIR! MAS POR QUE ESSE TROCO O QUE VOCÊ ESTA' VENDO VÊ? !
  86. 86. '-: ._v"r= › 1 s_v-. L'. '.. _'t : ra: 'v " . _ulàd¡' »LK › 7 ~ 3,1¡ y -_ , E __, _I_ -› A _ . a. 'I * . r' O SÍMBOLO! E . ” “Ex-L _A DEVE SER UM . _ ESTÁ ' TIPO DE MAGIA DE I RABBCADO OCULTAMENTO! à_ EM TODAS AS v PAREDES! COMO SE ELES ESTIVESSEM AQUI - PARA ESCONDER ALGUMA COISA! FSOEÊÍII/ Qgã TEMOS QUE 75"'. "' x . ..r AVI-SAR A * / . - 23:5/ l, FANTASMAS BERWCE, - 'N QUE FIZERAM ° › ' . TUDO ISSO?
  87. 87. !DE ESSA E A VERDADEIRA HISTORIA DA MENINA DO . EUNÃO ; S 51-454 '15 VOCÊS SÃO 4' ACREDITO _. , VÍTIMA! r ' os v/ Lógs¡ -~ 'T3515 Í NISSO. “ . A. x Í l à! s. _Ir 4' j. ,e- . (R: %' f# ENTÃQOGRANDE MANIPULADOR NEM PERCEBE QUANDO ESTA " 7 SENDO MANIPULADO?
  88. 88. O QUE ESTA' FAZENDO? DANCAR ENTRE SUAS MEMORIAS! ' A MENINA DO LAGO PLAN EJ OU TUDO. .. CAUSOU O ACIDENTE NA ESTRADA. .. . ..TE MARCOU COM O SELO DA SERPENTE. .. MEFEZVOCÊ ENTRAR NA UMBRAN
  89. 89. A QUEM E o › GRANDE VILÃO POR TRÁS DE _ j . I_ . . . .tn. . . .Im _ QUEM ESTA TRABALHANDO COM ELA? ALGUÉM SABIA QUE VOCES VINHAM PRA CA E ESTAVA MANIPULANDO TUDO, DESDE O INÍCIO' MAS ELA NAO FEZ TUDO SOzINHA! TUDO ISSO? CI
  90. 90. PODE_ DAR CARONA PRA VOCES NÃO TÊM ONDE DORMIR. .. . ..PARTICIPAR DA FESTA DO DIA DA JUMENTA VOADORA! El! A GENTE TÁ INDO PRA
  91. 91. .. ç . .x . ..ei xx É : .. .Ê . ..». ... x.xx, x.xx. . MEL. .. . .www. .. .. L. , . . R.
  92. 92. EU CONSTRU¡ ELE EM MEMORIA DA MINHA FILHA. .. . ..QUE FOI MORTA POR CULPA DAQUELAS CRIANCAS MALDITAS! . ..VOCÊ E A MOÇA DA HISTORIA. ?
  93. 93. 0 ¡Jés ~§í . __ _ _ «w * 59¡ . o A» 53v * QWQQQIH a. mà-"s"~= “°*'= * ~ 5.. .¡ ' ANIITI' MUITOS ANOS, AS CRIANÇAS ME CHAMAVAM AS MESMAS I ~ X x CRIANÇAS OUE Eu ENvENENEI 45 44554145 E JOGUEI DENTRO CRIANCÁS QUE DA UMBRA! » MATARAM A MINHA FILHA! "É o MEsmo . ..QUE EU COLÕQUÊEI VENENom NC CHÁ QUE VÔC 5 ACABARÀM DE BEBER!
  94. 94. ' 1; VOCÊ NOS , ENGANou ESSE _' TEMPO TODO. .. . _X ¡ _ . ORA, MINHA QUERIDA. .. . .. EU PRECISO DE VOCES. .. . ..PRA TRAZER MINHA FILHA DE VOLTA A
  95. 95. u. ESTA NOITE, ELA RENASCERA EM TODA A SUA E VAI ESPALHAR SUA VINGANÇA PELO MUNDO. .. L I , . I I I I E, ENTÃO, ELA SERA CONHECIDA. .. . ..COMO A VERDADEIRA J UMENTA VOADORA . '
  96. 96. ' " A BERENICE! ! ' _ , " ' : . NOS FIzEMOS . ..; à ¡ › DE TUDO PRA »r «- V. -____, «7 ECLARO! _ A' A TIRAR VOCÊS E I VH q 41¡ r” DE M* . í' lí. t' _ñ A' d' . .. É». . , ' 4, _ . . é _ V/ À AGORA, v v _ “ TUDO FAz , x *_ _ v_ SENTIDO! TeNTAMos xxx. DA CASA, MAS P. ? É; NÂO QUISERAM A w”. PARTIR! › ERA TUDO UMA um DE voces IA ARMACAO! POR ISSO Moagem_ MAs, . _ _, __ A CHAVE ESTAVA AINDA ASSIM. .. Á GUAROADA NA I ~ CASA DELA! EU AVISEI QUE ELA QUERIA QUE EU , ENCONTRASSE! --V-í-d/ V E! xx 71x * _ . vx_~. ~- '-
  97. 97. EI! AGORA QUE EU TENHO A CHAVE, POSSO ABRIR A PORTA PRA VOCES SAIREM SIM! E ELA USOU O SÍMBOLO DA SERPENTE PARA OCULTAR. .. NAO E TAO SIMPLES, FAz ANOS > QUE ESTAMOS PROCURANDO. .. MAS NUNCA . CONSEGUIMOS A ACHAR! ' BERENICE NOS q' AMALDICÔOU. .. SO SEREMOS LIBERTADOS QUANDO ELA ENTRAR EM UMBRA! TROCADOS _ PELA ALMA DA SUA FILHA!
  98. 98. AH, E POR ISSO QUE ELA ME PEDIU PRA VIR NO SEU LUGAR. .. ELA NAO PODE ENTRAR AQUI ! NÃO ESTOU GOSTANDO DESSA IDEIA! um! a 4_' MAS VAMOS PRECISAR DO CRANIO DA JUMENTA! VAMOS USAR COMO ISCA E ACHO QUE ACABEI DE BOLAR UM PLANO INFALIVEL! ATRAIR A MENINA ATÉ AQUI! NOS DEIxAMOS O CRANIO COM A MULHER DO BARCO! O FUTURO E INCERTO! E MELHOR NAO ARRISCAR! ONDE VOCES ESCONDERAM O CRAN IO E
  99. 99. I 'íiíjLí-ÇÉIII IILÍIIÍIIII!
  100. 100. E QUEM E › A LEVA AS ALMAS Q . DAQUI, PRO CEU OU É: : CHAMAMOS (a- i PRO INFERNO! . * ; LA pg Mumaz > DO BARCO! MAS , g TAMBÉM E É CONHECIDA : i x3/ A ; É
  101. 101. UMA ' TEMPESTADE SE APROXIMA! VOCÊ NÂO TEM MUITO ESTE CRANIOE A Í t' 'A A O " 5E^ MENWA MUITOPERIGOSO. .. 9° '-^5° › , . . V '- COMPLETAR 1_ t A O RITUAL. .. VOLTAR A VIDA. .. b* P. P. P. E P. v . *Õ VQKVQVAVÀ"6' I › ' V- . ..? .-. -_1Q'. '. PAGAR PELO SEU ERRO . ' , , O QUE ESTA FAZENDO!
  102. 102. PODE DEIXAR COMIGO! . ..FOI UMA MEU PLANO VAI DAR CERTO E. .. ESSA SUA ARROGÂNCIA / AINDA VAI TE MATAR! A MULHER ? DO BARCO FEZ MESMO UMA PIADA ? I . IAMWN! . t: 5¡ I
  103. 103. ENQUANTO _ 'u E : v - A A w ISSO. NA . - V ' FIQUEI AQUI A @WAVE-u V g; 0"” “C55 . ESPERANDO uÊnA v E5TAV^M7 5750110405! PRATICAMEVTE, A HISTÓRIA ¡NTE/ RA! HUMPE/ ü ' o maca 5 55m V - non ao aus A E . en. .. CALMA aavr5 PENSAVA! _. - E - Aí, GENTE! TEMOS OUE ll? PRA FLORESTA, AGORA MESMO, ANTES OUE. ..
  104. 104. SAIR DE PERTO DELES! ESPERA! TIVE UMA você ME CONTRATOU PRA 55a SEGURANCA oo ze aero 5 oo CRISPIANO ESQUECEU? TEMPO NE$$A ZOEIRA, AÍ! TÔ FALANDO os BOA a m? :m AUD. ÍQS m. ? mvm
  105. 105. ASSIM, NÃO P5Rca 51.55 05 VISTA! a › A _E . ¡_: ,_A, ›,. AR É: : '$! , T _Nw§§§§§§§§$; :ÉÊÊ: EEʧ§ÊÉ: AMIGA, você Ljf VAI RoLAR aARRAco, NÃO P005 LEVAR CCNFUsAo, GRITARIA 5,. 'OS/ MENWRZSFWM FLORESTA! CLARO! você H ACHA QUE eu IA PRA BATALHA FANTAQADACE MRATA? TROCAR| DE ROUPA?
  106. 106. " 'A A "MAs M V LN 7 É Mulm MMS DIGNO ORA! 5sr55uM LEGÍTIMO . UNIFOR/ ME DE BATALHA DOS IR FANTASIADA DE à QMCU DO SERMDO MARINI-IEIROS, DESPHTADA! DO CHOVES! DEIXA EU ENTENDER ESSE TREM DIREITO. .. l . _j BARRACO, CONFUSÃO E GRITARIA? DEIXA QUE EU RESOLVO 43'x¡°"' É
  107. 107. EU SEI DANÇAR EU SEI TALVEZ ELES o QUE voces PESCAR! POSSAM sER SABEM FAZER? “Rod/ AÍ úTeus ! 5UA5 co¡sAs . A TAVA PRECISANDO E vAMo-s sALvAg . › DE UM POUCO DE o MuNpog r v v AGITACÃO. MESMO!
  108. 108. ENTENDERAM . ..E, 95905. ; v o pLANoz EU ATRNO VOCÊS USAM , t A GAROTA COM os seus PODERES PRA = ÉÍ- wii? ” AINDA NÃO DEsENCANA, ' ACHO SEGURO g TIRAR O CRANIO DE DENTRO P095 ESSE PLANO é DA UMERAI CONHAR I FALÍ EL! NO PAPAI, É 'N v
  109. 109. w . _.. .._C. .___ . . . . ... .xx ÔNICA? MAOAU? M
  110. 110. TURMA! vocês NÃO VÃO OS FILHOS DE ACREDITAR! UMBRA NÃo SÃO DO MAL! AH, SIM! NÓS VAMOS usAR PRA ATRAIR A MENINA E ExPuLsAR ELA PRA DENTRO DA UMBRA! COISA ESTA ERRADA. .. y POSSUIR SEUS _A u: : í A_
  111. 111. E 7 E . REcIJPERIE-MVF? f' f. J.
  112. 112. ¡MAO/ JMJ! 24:25 DE 7 ENROLAR! NOITE. .. ü, - I I
  113. 113. a _f_ . .. nNIH . I. . . . XI . m.«. .. ... .aux I I 2
  114. 114. O MUNDO ESTA' CONDENADO! EI. Es 'A , às 'x , ;II f. ã ; a A BRUXA E . ab VENCERAMI - *T _ ~ Y PuJAMI/ E *E j DESAPARE- CERAM! MÔNICA! O QUE DIABOS rA' ACONTECENDO AQUI? TA' usAN0O 5ssA MAsCARA RIDICULA I DE COELHO?
  115. 115. A MENINA DO LAGO! ! o W , w m. E E u a . k m 5ssA FANTASIA RIDICULA 05 s5R HUMANO? MEus - GUARDIóEs DA sOLEIRA. .. ¡ ENCONTRARAM * A O MEU ROsTO? " í A . .N _ . . , . ____ ____. .
  116. 116. . vocês NÃO ii P0P OUE PODE PEOAR _ ESTÃO M5 OCRÃNIO! ! __ _, _T SEGURANDO? .- '* . . V_ , É x / › «'01 «t . «t» ' - ' COMO você ORDENOUI
  117. 117. 'J IIILIILg; . .Infííêiçiiiíííüg : M: ~ 'I àâiêiaf-fa"írírnêhíàílfêl. 1" «= IfIEr3IbI~ã'1:xí-z. ? ' IIW . v I " '= '~ “ I ' 'x I , z : "', I'». I I : 'II' 4 . IIÚII. "I I: I ¡, .II. ií ' '“ «III- 'l 'n/ q¡ ÍIIÍI~ÍIIÉIÍIIII I ÍIÉ _É HIT": ' I Iqhigüll 'I . III LVÍIÍINIl/ I ! IN K A / II I_ Il' ' "VIIIIIIÀIIÀIQ E: 'x . í, y ; I 'J' FOLHII lg: I I l ' _O A_'¡¡ 'I IIII I . I~›: ;_I'^: . 'I I l § 2M' WII¡ x J _. ' . I *I O p I Í . O . I í l : :à l I « »a 'e r 0' | à , , I ” F . as_ . ÍfÍfÊv * f _ -r ' ~ 'I 5 JV 'L . m' t t; . u L- j. : _ Ir** VA k . l ' L'› . 4g. J .
  118. 118. .NAO SÃO A TURMA. .. M? s mmwm ru s Osxm ÃWN NNmm p: :
  119. 119. SÃO APENAS j. , Os ESPÍRITOS. .. Ú . . ..MANIPULADOSm . ã V' , -__L_. ... _, ,_'a__, .:. _, x _ _ › -« ' "vlw . ..O QUE ACONTECEU COM SEUS CORPOS ?
  120. 120. .. NOSSA FIEL PROTETORA. .. _N nom? ! ' - Em. .. " -. VINGADORA DE UM MUNDO , sECRErO. ..
  121. 121. Í . ..O SEU AFEI'
  122. 122. › o o n n o o o o o o o o › O o o o c o o o O o o o , A . . n . - . ..-. ... -.. p. .-. ..- s _ o c o o o o O o o n n o o o o I o o o o o I o o o a o c o o o o o o o O O I O O O O O O O O O O O C O Í O O O O I I O I O Í I O O Í Í O O O I O O O O I I O O O O O C I I O C O O O O O O O C O U O O O O O Í O O C Í Í C I o o n n o o o o a o o o pI O O O O O O Í O O O O I O ¡ O O O O I l I O Í Í o o o o o ' C O Í Í O O I U U C ' O O o O o t n o o o o o o n o o o o o o o o o o o o o o o n o o n o o o o O v o o o o o Q o u u O o o c o n o o o o o o o o o t o o o o o o o a o O o o o o o o o o o o o o o I n O c o o o o o a o o o o O o o n o o o o o a o o o o c o o o o o o o o o o n o o o o o o o o o o c o O o u o o o o o O I o a . ' ; ° . ' . '. UMA PORTA PARA UMBRA? A ESPERA DA TURMA? EU ' ' ' ° ' NÃO APROVARIA ESSA PROXIMIDADE. SE PUDESSE AVISÃ- o o o o ' . ' . ' . ' . ' LOS DE TODOS OS PERIGOS QUE OS ESPERAM, ELES ' . ' . ' . ° . ' ESTARIAM LONGE DE SOCOCÕ DA EMA DESDE O PRIMEIRO o o o o 1 ° ° ° ° VOLUME DESTA SERIE. .. OU ELES DEVERIAM TER LIDO o u o o a . ' . ' . ° . '. ANTES ESTA EDIÇÃO PARA EVITAREM TANTOS SUSTOS, . ° . ' . ' . °. TANTAS COMPLICACÕES E TANTOS PERIGOS REAIS. - - - - - PODERIAM SE INFORMAR MELHOR SOBRE UMBRA, SOBRE " ' ' ' ' A MALIGNA MENINA DO LAGO EM BUSCA DO SEU ROSTO. E ° . ° . ° . ' . ' AS FIGURAS DOENTIAS DAS SETE CRIANÇAS MASCARADAS. j-jf-j-j OU sOBRE As REAIS INTENCóEs DA VELHA BERENICE. PODERIAM DEscONFIAR QUE AI. GUMAs ENTIDADEs, ° . '. NEsTAs HISTÓRIAS, PODEM ABsORvER ENERGIA DO MAL -j- j - j -1- PARA sE TRANsFORMAREM EM MONsTROs INVENCíVEIs. .. sEM DÚVIDA EsTA E UMA HIsTóRIA PARA sER LIDA COM ° ATENÇÃO. .. E sANGUE FRIO. MEsMO PORQUE EsTA EDIÇÃO - . j TERM¡NA COM UMA VISÃO HORRENDA. UMA sITUAcÃO - - MORTAL PARA TRÊS Dos Nossos JOvENs. CENA NUNCA . ' . ' . ° . '. vIsTA. sE TEM CORAÇÃO FRACO, EVITE CHEGAR ATÉ . . . . . A ÚLTIMA PAGINA. sE E VALENTÃO, OU VALENTONA. .. - - - ENFRENTE Os MEDOs E AGUARDE QUE No MÊs QUE VEM ' . ° . ' . ' . ' TEM MAIs= VAMOs CONTAR, COM MUITO CUIDADO, COMO As ' . ' . ' . ' . ' FORCAs DO MAL, DO DEsTINO, DA EsCURIDAO UNEM A LUZ ° ' ' °_ E A SOMBRA NUM DESFECHO INUSITADO. NOSSOS JOVENS . ' . DA TURMA DA MÔNICA NUNCA MAIs sERAO Os MEsMos A DEPoIs DEsTA EXPERIENCIA TENEBROsA. TALVEZ ALGUNS ovo o o - - - - - Dos Nossos LEITOREs TAMBÉM NÃO. o o o o n o o o o o o o o o o o o l o o o o o o o o o o o o n o O o c o o o o O n o a o o o n o o o c o o o o o'o o o o n o c o o n o
  123. 123. INFORME PUBLICITÁRIO A IgAcALí conviveu voc: IgARA A FESTA. IIIAs E Bog SABER ou: ELA . IA coIIIEu Ela é um doce. E ama doce. Mas tambem nao dwpensa saíqado, cachono quente O nwuno rnenos nudancm Nossa conwuona faz 50 anos I: : acaba de ganhar um hvro com uma coletânea de suas Inelhores hmstoIwas Magal: SO anos. Uma edlçàc Comennoratíva para você devorar com nwuzto gosto. @mrmadamonicacombr [jlwmadmnonica I tumwdamoníca | Bmm-IadamonícaTV I Humuadamonica f : ILIPI IILIIII. : n: l B I'. ¡:. '[I"(VLÍIT . IWTFIÍFI *â . . A EDITORA JÁ NAS LIVRARIAS!
  124. 124. INFORME PUBLIClTÁRIO Sabe Onde encontrar os produtos da Turminha na internet? A : :irônica sabe: IOjÍí1I1aCéÍ,8finOn. iCã. CÓm. Ê3I' zífâufltad' P"" : u n' ' - 4 "_í_' . , _ l r ' p. 14 ›_ x r l ! SV ; , _. I z ¡ '/ /I_ LOIJINHA DA . Lanza? " ' "RIÉILId¡11:11h! oililpllgñóayiálgulj); _flomuíaxêtncitbigykgs glqgliucngêlnlnlgriltgcgv g5¡Iumexsennar-Irgaüv VI¡I2?. :ÍQQIÍRIÊBÍÀII-Iuflãâ_
  125. 125. INFORME PUBLICITÁRIO eu? (E A! ?n53 7 , III . . ; III Ii I ? STEÍ P I v. .I I¡ Izí . xl _r_ I 'gui : :ínihiálírig ai' II @ngm-rivais agarra». E I . Ig "JAIIEIÍIIIII-lúít tíirzfmê air-ç_ j _ , j ' _Jiéfíçíz_ . ' , í: _ I A - = l -. «¡I. <I. ¡_I__enI¡_; .-. ;ífzzframfn “ _)_¡_IÍ_&I. ij-. _§1'IÍILül ç. 'ur-. pmpiuirg 15k: Im: : . ' : uniram blg-m : I.›JFI5.; EII_ÀI qu: : m_ , V
  126. 126. :: amarras PAN"" BR^$"- LTD* W196 Estúdlos Mandela de Sousa ' _ bitacor-PnsidentazJ-: sé 24mm saw hmm 5T: '-_ . _ P v de FW" Dimorkhrhlswüno Financeiro: Rooampumu Bezerra '. "'o-'-°~: "mk P' 'm "É 5°” uma c b. “a . .Nba _ "Em 9 . XXVI. Clrejoñl. Abe K. I atua, !taum Takeda e Szusa ' " 'u' g 'ngm' BC 9m Emo” Inhumas. eScusa Yani/ an sua , -19 DA Hnsromseuatumwos y Var”, V fl', V-? EçaasdcàausmngndaMónícalovotncowmmoumbdosaxístas: * ' “V “W "1 : cvrwfszxm . ; - 1 *g , ^ j» . m: mam . .n É a 5 g ¡ k. : u ~ Swuvlsãodeimnlruzlmiándusamíkiaklvjaescumi _ _ - V 1 _ _ 'L DesenMUnoPaesJoséAparsrñoCaodwIe ~ “* ' “ l ' ~ - ” " © Lzym-nmeamdacapnzemwmsnckm . ' (d, 5 Rmoõesdecapa: ZamPgJa' j' é Í* ' rf¡ Ana-End: Carci-te Horda Crstna Hum . lama Pmaamaugecmea. : ; uma " ' 5'” cn: Rim', Pat »meu Costa. Rosana vc¡ mJaIi-: vxa mam. Wap Km _ Colonização nuns: Jan »No 'Mao "' 75 “m” °° m' Assinantes docdavinção tight; Fdbe ama Casub. .m Hemxe maio Km ¡gnoRML Mera Julia S. Bçlnnxi. uarakaiJüaçnKufa Geremederuuscaçoes/ Ednnr-cnefe: Erico PncrsgoL-aon Rosa Lvlmtôms “m . _ Editores Scníorus: Emnon mu». Leu¡ Tvincadel zanon-assssamte: Taliala vcsuu-u Manim# dc Mc: "rm A Rabelo. !Jam de Fe' vraA (Iara Designar: Haviam 02m, Jaqneire de Lma, Marxs R. saxh T3131: mma» RMS! ! de Tlm: 'm3 M91: E 30511?? M »em Produção Edhotint Alex i'm-at : mas: Mmlnlstnüvezkwvsda da Saka Suvemsão Geil: lamo da Salsa COMERCIAL! AARKETNG Gear: : de lda-kung: Maroc! ) mismo da S¡ va Amusu seua-teen¡ ama Mamã Enrique; 551mm mumcao n: sousa ~“-*"'-' M"" ”“*"“*““_; Cons-mov doA-slnabms: Rodrigo Luvas M: Rua do cumme. ns - Bloco r - up¡ A? ? 3153?: : ÊÊoÊÍÉÍÊÊÊaNF a , ç MWM: M» Commbch - 1mm Vieira e Rim Mu sao Paub- sn-car: acessam sua m» (11)3512-0444 ; I Td. : (HKDGZCQSÍ mm bi' TaL; |11)351$50'n mv do Jlnwllo (11) 4061-198¡ ¡ Assessomdecocnuvlucáo: um. MFFGaÇJIIWr-@lltra noob! “m” Vando* &ma; ãzwgnazvlxonto g 2331:: : - PLAHEIAMENTO E CONTROLEDE PRODUÇAO . y : m¡ es, E¡ 4a 4o nas¡ . ~ . _ Garante Industdal: Edwvlçdode Fm “m” m m” “a” : :É 1753?: 5:; :: à-am ! . - -v . ' -, " BnIiH (E ) 7359 eu uma iam-presa peu GáfiaCunha-Faodtni uu goããulãêâóêígáíxmm. &IMI; m¡ “um, usmamçLo ' salvador (71) 4062-5340 gaíomceerglal o Disállftêlzz; R Er. Ken-m Shmzmin, 1 E78, m Imzmetgtvcñâyuumgtàmumhv . E Tum d¡ uam 4mm e um ; utlcaçào n-ersal da Pam Brasl . na. ldn-inutzaçxo, Redação a Putñddadc: #Errata canoas. 42s - mm Emas-a *mem - cer caso na mm_t. ,,m, .g¡. mo. ,¡c. _._ccm_h, u. , m u. ; - amu¡ - sr › Erasl. o 2014 Mame dc Sousa c naum ac sem Pmtupses Luca. mas os rrupgmludanuníuxmthl @JI [j k 1 drum memorias wmanrmadarmncawrxrr. Dkebx dada edçãu m; Em¡ e an Pcnuç WWW-tum! "4am°n¡C= In3P8n| ñ|-°°m›h' ' ' ' @mata à Pam¡ Blu¡ Ltda. As wwagcrs a nares amesenlauns m9:: mai: :: em '“°"d¡"'°"'°"”"“°“"'°"ug9'“'“'°°'"*b' com suas : Bá-res sem-taxas, 52M- rurxzb rdom, san pvmrisdades na Lins-bo dc Scam Humps: e pnhasjos st su: lanç¡ Totkr m turco: : rmnvmon. E amüõia a rqcnmçàc m: ou mu# desta em sem a práxis ancrzaào aos ccrbrLc. D422¡ 613:¡ 06h33 ombro da 2014 530ZGT3ui075 . 1._ ' . 11W m1 "JU ' 'v J' . _ _Jg . z~e*isz_? é2@. ;'. À . . w | lw| iÍ »*»: 'I'_. '»'r~' í_I'~i; ::~. <sr Nau-FN* 'M¡r: i'rz:1*r' '1'. '¡: '!í"¡-t': wí? _ _! .l. _:¡. dçlydx¡j. íl'¡ _ ntvqalxpstá prestes aaçontecer, e um «noyo Inimigowçqlualu¡ '- dudu . í. i AÍÉIWÍ , .« 9:. “iãruwi J u . ;O 'l ~ÍÂI 14|' up. .. m' u ' 4 ' ¡_ u n '_"n" _ . . u . | . --q npmvuqfna¡ u 1 - r › . . _P . u ' n surg/ ra para qspalhar¡ o terror, caoslekmorte pelo mundos. : < - '-, w . . v1v-_q. .u¡ m_ w ~~u ; mp1 . N ' ¡ v ÍNão perca; na próximajediçaoga b taí/ há mais épicã' JW 2 www «vv *'_› , ,' m' - '-'_' ' , . . 'H *a _~' ' À v 1*? J' de toda _a historia qa¡ _Turma da Mon/ ca 'IJOVGmÍÊ/ t: 5i: I w '. : 'E4 u' Já' u M¡ : I
  127. 127. INFORME PUBLICITÁRIO EDGAR VIVAR I': ;'~. I "IIIIÍIH I~: .A_I~: :I: :;: A , IA : u: I INGRESSOS A VENDA NO SITE iíñílíí_ : i ; ;:I. ~;SASI>: IS I É Vi" ' ' L, ' " ' . I . . . . . .., . . . , . É . E, ». , E. >' . ._, . _r. - A . r. AA 7 III DEZEMBRO EXPDIIWIGRANTES A »Ok SAOPAULU x N T "j PRESENÇA aos _ ›' ; “ I IZJUADRINISTAS “ «e E LLÊáE-. JEÍ I O VITOR CAFAGGI LU CAFAGGI “= › E A , A DANILO E A = é ~ BEYRUTH -; :;Í'Aí A _E É E í GUSTAVO E “ í I E A ' DUARTE I* M I_ | I ! f S. EILIWUS. PAÊTIÊÍIPALIÍJFS (ÍUYFIQIJIÀUAS IUÍJS ASTQOS: SEAN ASTIII' #lili m. ; . »I"IJ§I:3I GIANCARLD ESPUSITO IBRIIIII-; IIIE EPIJI KIRK HAMMET IIIIIIIIIHISIA. IÍIIÍI I-~'I'A-I: L“A. I ° - líh-'À-. ÀIHUJÍEFS . E MUITO Mills!
  128. 128. C AGEM R RESSIVA PARA A ' . I . g / ' I V7¡ 'z "I ' l E ; _z _“ I ' ; Q W M, Q~”V“' t/ v 'ía' ' ›, . ~ ; a m I¡ › , ;¡ »__. _ Â: [X ía ! í?¡? ¡'› ' 'I 5 v' ' " I n › - - n - '¡ ' 3 k_ *' _ Í~ _I 'IA F U; ULÉJ-ÚÍIII, -SEIU NHL, 'BRASIL . , ( _ _n_ , I ocxpsomsn ~ 7 / V I I 'I H ISBN 376-65-NEED-IBG-L | .III 'IIIII II 5 75a 4.'. IEC' 3 l

×