Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
Estudo de Caso<br />O Estudo de Caso é um dos tipos de pesquisa qualitativa que vem                                       ...
É uma categoria de pesquisa cujo objeto é uma unidade que se analisa profundamente.<br />Aluno Infrequente e com Baixo Ren...
Pode ser caracterizado como um estudo de uma entidade bem definida, como um programa, uma instituição, um sistema educativ...
OBJETIVO<br />Visa conhecer o seu “como” e os seus “porquês”, evidenciando a sua unidade e identidade própria.<br />Secret...
Significado<br />É uma investigação que se assume como particularística, debruçando-se sobre uma situação específica, proc...
Evidencia-se como um tipo de pesquisa que tem sempre um forte cunho descritivo. “O pesquisador não pretende intervir sobre...
Destacam-se as seguintes características de um estudo de caso:<br />Os estudos de caso enfatizam a interpretação contextua...
Os estudos de caso tentam representar os diferentes pontos de vista presentes em uma situação social: a realidade pode ser...
Os estudos de caso podem e devem ter uma orientação teórica bem fundamentada, que sirva de suporte à formulação das respec...
Que situação problema devo enquadrar um estudo de caso?<br />Aluno com infrequência, alertas consecutivos, alto índice de ...
Quem é o sujeito que inicia o trabalho de um estudo de caso<br />ESCOLA/ASSESSOR<br />Secretaria da Educação do Estado de ...
Por último.....<br />Um estudo descritivo pode ser necessário para preparar um programa de intervenção. Mas são os estudos...
Bibliografia<br />TRIVINOS, Augusto. Introdução à Pesquisa em Ciências Sociais: A Pesquisa Qualitativa em Educação. São Pa...
A situação abaixo deve ser descrita como um estudo de caso?<br />1- Dados da Escola:<br />Nome: Colégio Estadual “XYZ”<br ...
3- Dados de Identificação do Aluno<br />Data de nascimento: 22/03/1995<br />Filiação: Pai: José da Silva<br />            ...
Motivos alegados para a falta: A aluna levou um tiro na cabeça de seu padrasto que suicidou em seguida, a mesma estava amp...
Descrição do caso (motivo que o levou a se afastar da UE): A aluna levou um tiro na cabeça de seu padrasto que suicidou em...
O estudo de caso é ferramenta de trabalho do Assessor no monitoramento do aluno infrequente e com baixo rendimento, compon...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Estudo de caso

1,496 views

Published on

Published in: Education, Technology
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Estudo de caso

  1. 1. Estudo de Caso<br />O Estudo de Caso é um dos tipos de pesquisa qualitativa que vem conquistando crescente aceitação na área da educação.<br />Secretaria da Educação do Estado de Goiás<br />Superintendência de Acompanhamento dos Programas Institucionais<br />Núcleo de Desenvolvimento e Avaliação<br />Av. Anhanguera, n. º 7171 – Setor Oeste - Goiânia – GO. CEP: 74110-010<br />Fone: (062) 3201-3006 /3094<br />
  2. 2. É uma categoria de pesquisa cujo objeto é uma unidade que se analisa profundamente.<br />Aluno Infrequente e com Baixo Rendimento<br />Secretaria da Educação do Estado de Goiás<br />Superintendência de Acompanhamento dos Programas Institucionais<br />Núcleo de Desenvolvimento e Avaliação<br />Av. Anhanguera, n. º 7171 – Setor Oeste - Goiânia – GO. CEP: 74110-010<br />Fone: (062) 3201-3006 /3094<br />
  3. 3. Pode ser caracterizado como um estudo de uma entidade bem definida, como um programa, uma instituição, um sistema educativo, uma pessoa ou uma unidade social.<br />ESCOLA<br />Secretaria da Educação do Estado de Goiás<br />Superintendência de Acompanhamento dos Programas Institucionais<br />Núcleo de Desenvolvimento e Avaliação<br />Av. Anhanguera, n. º 7171 – Setor Oeste - Goiânia – GO. CEP: 74110-010<br />Fone: (062) 3201-3006 /3094<br />
  4. 4. OBJETIVO<br />Visa conhecer o seu “como” e os seus “porquês”, evidenciando a sua unidade e identidade própria.<br />Secretaria da Educação do Estado de Goiás<br />Superintendência de Acompanhamento dos Programas Institucionais<br />Núcleo de Desenvolvimento e Avaliação<br />Av. Anhanguera, n. º 7171 – Setor Oeste - Goiânia – GO. CEP: 74110-010<br />Fone: (062) 3201-3006 /3094<br />
  5. 5. Significado<br />É uma investigação que se assume como particularística, debruçando-se sobre uma situação específica, procurando descobrir o que há nela de mais essencial e característico. (VILABOL)<br />Secretaria da Educação do Estado de Goiás<br />Superintendência de Acompanhamento dos Programas Institucionais<br />Núcleo de Desenvolvimento e Avaliação<br />Av. Anhanguera, n. º 7171 – Setor Oeste - Goiânia – GO. CEP: 74110-010<br />Fone: (062) 3201-3006 /3094<br />
  6. 6. Evidencia-se como um tipo de pesquisa que tem sempre um forte cunho descritivo. “O pesquisador não pretende intervir sobre a situação, mas dá-la a conhecer tal como ela lhe surge.”<br />Secretaria da Educação do Estado de Goiás<br />Superintendência de Acompanhamento dos Programas Institucionais<br />Núcleo de Desenvolvimento e Avaliação<br />Av. Anhanguera, n. º 7171 – Setor Oeste - Goiânia – GO. CEP: 74110-010<br />Fone: (062) 3201-3006 /3094<br />
  7. 7. Destacam-se as seguintes características de um estudo de caso:<br />Os estudos de caso enfatizam a interpretação contextual: para melhor compreender a manifestação geral de um problema, deve-se relacionar as ações, os comportamentos e as interações das pessoas envolvidas com a problemática da situação a que estão ligadas;<br />Secretaria da Educação do Estado de Goiás<br />Superintendência de Acompanhamento dos Programas Institucionais<br />Núcleo de Desenvolvimento e Avaliação<br />Av. Anhanguera, n. º 7171 – Setor Oeste - Goiânia – GO. CEP: 74110-010<br />Fone: (062) 3201-3006 /3094<br />
  8. 8. Os estudos de caso tentam representar os diferentes pontos de vista presentes em uma situação social: a realidade pode ser vista sob diferentes perspectivas, não havendo uma única que seja a verdadeira. Assim, o pesquisador vai procurar trazer essas diferentes visões e opiniões a respeito da situação em questão e colocar também a sua posição, quanto a descrição de dados, e/ ou quanto ao desenvolvimento de ações realizadas no âmbito da escola/SRE/SEE.<br />
  9. 9. Os estudos de caso podem e devem ter uma orientação teórica bem fundamentada, que sirva de suporte à formulação das respectivas questões e instrumentos de recolhimento de dados e guia na análise dos resultados.<br />Secretaria da Educação do Estado de Goiás<br />Superintendência de Acompanhamento dos Programas Institucionais<br />Núcleo de Desenvolvimento e Avaliação<br />Av. Anhanguera, n. º 7171 – Setor Oeste - Goiânia – GO. CEP: 74110-010<br />Fone: (062) 3201-3006 /3094<br />
  10. 10. Que situação problema devo enquadrar um estudo de caso?<br />Aluno com infrequência, alertas consecutivos, alto índice de faltas, baixo rendimento, contato com a escola e com tutor da escola e nenhuma alteração do quadro inicial.<br />Secretaria da Educação do Estado de Goiás<br />Superintendência de Acompanhamento dos Programas Institucionais<br />Núcleo de Desenvolvimento e Avaliação<br />Av. Anhanguera, n. º 7171 – Setor Oeste - Goiânia – GO. CEP: 74110-010<br />Fone: (062) 3201-3006 /3094<br />
  11. 11. Quem é o sujeito que inicia o trabalho de um estudo de caso<br />ESCOLA/ASSESSOR<br />Secretaria da Educação do Estado de Goiás<br />Superintendência de Acompanhamento dos Programas Institucionais<br />Núcleo de Desenvolvimento e Avaliação<br />Av. Anhanguera, n. º 7171 – Setor Oeste - Goiânia – GO. CEP: 74110-010<br />Fone: (062) 3201-3006 /3094<br />
  12. 12. Por último.....<br />Um estudo descritivo pode ser necessário para preparar um programa de intervenção. Mas são os estudos de cunho mais analítico, que podem proporcionar avanço mais significativo do conhecimento. (VILABOL)<br />Secretaria da Educação do Estado de Goiás<br />Superintendência de Acompanhamento dos Programas Institucionais<br />Núcleo de Desenvolvimento e Avaliação<br />Av. Anhanguera, n. º 7171 – Setor Oeste - Goiânia – GO. CEP: 74110-010<br />Fone: (062) 3201-3006 /3094<br />
  13. 13. Bibliografia<br />TRIVINOS, Augusto. Introdução à Pesquisa em Ciências Sociais: A Pesquisa Qualitativa em Educação. São Paulo: Atlas, 1987.<br />YIN, Robert K. Case Study Research: design and methods. Traduzidopor: Ricardo L. Pinto. Adaptado por: Gilberto de A. Martins. Disponível em: <http://www.eac.fea.usp.br/metodologia/estudo_caso.asp>. <br />PONTE, João Pedro. O Estudo de Caso na Investigação em Educação Matemática. Disponível em: <http://www.educ.fc.ul.pt/docentes/jponte/docs-pt/1994<br />Quadrante(Estudo%20caso).doc> Acesso em 28/10/2002.<br />VILABOL. Disponível em: <http://mariaalicehof5.vilabol.uol.com.br/> Acesso em 29/07/2008<br />Secretaria da Educação do Estado de Goiás<br />Superintendência de Acompanhamento dos Programas Institucionais<br />Núcleo de Desenvolvimento e Avaliação<br />Av. Anhanguera, n. º 7171 – Setor Oeste - Goiânia – GO. CEP: 74110-010<br />Fone: (062) 3201-3006 /3094<br />
  14. 14. A situação abaixo deve ser descrita como um estudo de caso?<br />1- Dados da Escola:<br />Nome: Colégio Estadual “XYZ”<br />Endereço: Rua ABC<br />Subsecretaria: Seráfia<br />Município: Brogodó<br />2- Histórico da Situação Escolar do Aluno<br />Nome:Maria da Silva<br />Série: 1º H Turma:D Turno: Matutino<br />Datas das Faltas: ___,___,___,___, de ______ de 2011<br />Data de comunicação à equipe da escola ___/___/____<br />Assinatura: ____________________________________<br />
  15. 15. 3- Dados de Identificação do Aluno<br />Data de nascimento: 22/03/1995<br />Filiação: Pai: José da Silva<br /> Mãe: Joana da Silva<br />Responsável: ____________________________<br />( ) Tio ou Tia ( ) Avô ou Avó ( ) Padrinho ou Madrinha Outros (informe): _____________<br />Endereço residencial: Rua JKL, S/N<br />4- Medidas Tomadas pela Escola<br />Forma de convocação aos pais ou responsáveis: Telefone<br />Data de comparecimento dos pais ou responsáveis: 27/06/2011<br />
  16. 16. Motivos alegados para a falta: A aluna levou um tiro na cabeça de seu padrasto que suicidou em seguida, a mesma estava amparada por atestados no primeiro bimestre e no segundo vem faltando frequentemente. A mesma tem uma filha pequena e não consegue vir para o colégio. A mãe alega que a filha é irresponsável.<br />Encaminhamentos feitos pela escola: AMAI, Conselho Tutelar, ressaltando que sua matrícula foi feita pelo Conselho Tutelar, amparado pelo juizado da menores.<br />Retorno do(a) aluno(a) à escola: 21/06/2011<br />Assinatura do(a) diretor(a): Antônio José<br />5- Medidas tomadas pelo Assessor de Acompanhamento ao Escolar<br />Data da comunicação ao Assessor: ____/____/_____<br />Medidas tomadas pelo Assessor: ______________________________<br />( ) Reuniões com a equipe da UE ( ) Reuniões com os pais ( ) Reunião com o(a) aluno(a) ( ) Outros (citar) _____________________________<br />
  17. 17. Descrição do caso (motivo que o levou a se afastar da UE): A aluna levou um tiro na cabeça de seu padrasto que suicidou em seguida, a mesma estava amparada por atestados no primeiro bimestre e no segundo vem faltando frequentemente. A mesma tem uma filha pequena e não consegue vir para o colégio. A mãe alega que a filha é irresponsável.<br />Retorno do(a) aluno(a) à escola: 21/06/2011<br />Ass. do Assessor(a): ________________________<br />__________________________<br />Assessor(a) de Acompanhamento ao Escolar<br />_____________________________<br />Local/data<br />
  18. 18. O estudo de caso é ferramenta de trabalho do Assessor no monitoramento do aluno infrequente e com baixo rendimento, compondo parte de seu arquivo na SRE e só será encaminhado cópia deste ao Núcleo quando solicitado.<br />Secretaria da Educação do Estado de Goiás<br />Superintendência de Acompanhamento dos Programas Institucionais<br />Núcleo de Desenvolvimento e Avaliação<br />Av. Anhanguera, n. º 7171 – Setor Oeste - Goiânia – GO. CEP: 74110-010<br />Fone: (062) 3201-3006 /3094<br />

×