Geografia centro oeste

5,358 views

Published on

Fáyima do Sul - MS - Brasil

1 Comment
2 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
5,358
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
167
Comments
1
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Geografia centro oeste

  1. 1. Escola Estadual Senador Filinto Müller Professora: Maria de Lourdes Matéria :Geografia Juliana Schiavi Damaris Pastor Tamires Tassinari Lilian Siqueira Jéssica Renata
  2. 2. Centro-Oeste
  3. 3. O centro oeste <ul><li>·  </li></ul>Área total:   1.612.077,2 km² População:  14.050.340 (IBGE 2010) Densidade demográfica : 7,20 hab/km² (em 2000) Estados Capitais Goiás Goiânia Mato Grosso Cuiabá Mato Grosso do Sul Campo Grande Distrito Federal Brasília
  4. 4. Principais Cidades da Região Centro-Oeste : <ul><li>Mato-Grosso:  Cuiabá, Várzea Grande, Rondonópolis, Cáceres, Sinop, Tangará da Serra, Barra do Garças, Alta Floresta.   </li></ul><ul><li>Mato-Grosso do Sul:  Campo Grande (capital), Corumba, Dourados, Três Lagoas, Ponta Porã, Aquidauana e Naviraí   </li></ul><ul><li>Goiás:  Goiânia Luziânia, Cristalina, Valparaíso de Goias, Trindade. </li></ul><ul><li>Distrito Federal - regiões administrativas de:  Brasília, Gama, Taguatinga, Brazilândia, Sobradinho, Planaltina, Paranoá, Ceilância. </li></ul>
  5. 5. Sobre a região <ul><li>Usinas Hidrelétricas:  </li></ul><ul><li>Complexo de Urubupungá, </li></ul><ul><li>São Simão e Cachoeira Dourada. </li></ul><ul><li>  </li></ul>Economia : baseada na agricultura e na pecuária (bovinos, equínos e bufalinos). Indústrias nas capitais: Campo Grande, Goiânia e Cuiabá. Destaque para as indústrias de alimentos, mecânica, química e têxtil. Principais produtos agrícolas: milho,  soja , mandioca, arroz, feijão, café, abóbora, trigo e amendoim. Destaque na produção agropecuária Complexo do Pantanal em função de suas belezas naturais, é um dos destaques turísticos da região. Oferece boa infra -estrutura (hotéis, pousadas, serviços).
  6. 6. Goiás <ul><li>População:  6.004.045 ( estimativa de 2005) Área :  340.086 (em km²) Densidade Demográfica:  17,65 (hab. por km²) Quantidade de municípios:  246 </li></ul><ul><li>PIB : R$ 75.274.921,00 (2008) </li></ul><ul><li>Agropecuária: 11% Indústria: 27% Serviços: 62% </li></ul>
  7. 7. Socioeconomia Goiana <ul><li>Agricultura: extensas áreas de pastagens e lavouras. Muitos latifúndios rurais. </li></ul><ul><li>Turismo: Destaca-se a região de Caldas Novas (estância hidrotermal) e as cidades com arquitetura colonial. </li></ul><ul><li>Economia: sua produção de carnes e grãos impulsiona a exportação estadual. principal produtor desse grão no país . </li></ul><ul><li>Indústria: é responsável por 27% do PIB regional. A cidade de Goiânia, capital do estado, abriga boa parte dos complexos industriais. Outras cidades que se destacam são: Aparecida de Goiânia, Anápolis, Catalão, Rio Verde e Itumbiara. </li></ul>
  8. 8. Aspectos naturais <ul><li>Vegetação: é o cerrado, com as árvores baixas com troncos retorcidos, folhas e cascas grossas, além de raízes profundas.   </li></ul><ul><li>Clima: predominante tropical semi-úmido, apresenta duas estações distintas, uma de seca (maio a setembro) e outra chuvosa (outubro a abril). A temperatura média anual do Estado pode variar em 18º e 23ºC. </li></ul><ul><li>Relevo : são áreas com formação de cristalino sedimentares antigos e também planaltos moldados pelos processos erosivos intercalados com áreas de chapadas, todas se diferem em relação à composição química. </li></ul>Hidrografia : grande potencial hídrico, com muitos córregos, rios e enormes aqüíferos. Banhado por três importantes bacias hidrográficas, Bacia do Paraná, Bacia Araguaia-Tocantins e a Bacia do São Francisco. 
  9. 9. Mato Grosso População:  3.033.991 (2007) Área:   903.357 (em km²) Densidade Demográfica :  3,35 Quantidade de municípios:  141 PIB:  R$ 27 935 000  (2004) Renda Per Capita*: R$ 10.162 (2005) IDH:  0,776 (PNUD - 2000)
  10. 10. Socioeconomia <ul><li>Economia: Está em constante ascensão e no âmbito regional, sua participação foi de 18,1%. </li></ul><ul><li>Agropecuária: corresponde a 28,1% das riquezas do estado, mas é a principal atividade econômica, pois o setor de serviços, que contribui com 55,5%, está diretamente ligado a ela. </li></ul><ul><li>Turismo: é promovido, principalmente, no Parque Nacional do Pantanal e no Parque Nacional da Chapada dos Guimarães, por suas belas paisagens naturais. </li></ul><ul><li>Industria: se concentra na capital, Cuiabá, e contribui com apenas 16,4% para o PIB estadual. Mas está em expansão, sobretudo os segmentos alimentício, frigorífico, construção civil, cerâmica, couro-calçadista, celulose e papel, eletroeletrônica, farmacêutica, madeireira, mecânica e metalúrgica </li></ul>
  11. 11. Aspectos naturais <ul><li>Relevo   : baixas altitudes, dessa forma, grande parte do espaço estadual é plano.  Vegetação  : composta por floresta equatorial. Já ao sul da capital, Cuiabá, o tipo de vegetação que predomina é o cerrado. Na área que está localizado o Pantanal o tipo de vegetação é variado, chamada de área de transição entre cerrado, campos, floresta seca, floresta equatorial, floresta tropical.  </li></ul>Hidrografia   :banhado por duas importantes bacias, bacia do rio Amazonas e do rio Paraguai, os principais rios da bacia do Amazonas são Araguaia, Rio das Mortes, Xingu, Juruena, Manoel Teles Pires e Roosevelt.  Clima  : predomina o tropical super-úmido com elevadas temperaturas, em torno de 26ºC em relação à média anual e uma grande incidência de precipitações que chegam a 2.000 mm ao ano. Possui duas estações bem definidas, sendo uma seca e outra chuvosa. 
  12. 12. Mato Grosso do Sul População:  2.449.341 (2007) Área :  357.124 (em km²) Densidade Demográfica:  6,85 Quantidade de municípios:  78 PIB:  R$19.953.528.615,00   (2004) Renda Per Capita: R$ 8.944,95 (2005) IDH:  0,778 (PNUD - 2000)
  13. 13. Socioeconomia <ul><li>Indústria : Intenso processo de industrialização, a contribuição do setor industrial na economia do estado para 15,8% em 2007.Os principais segmentos são o alimentício, têxtil, siderúrgico e químico, que estão instalados em quatro grandes polos industriais: Campo Grade,Dourados, Corumbá e Três Lagoas. </li></ul><ul><li>Economia: Agropecuária – 15,8%.Indústria – 16,7%.Serviços – 67,5%. Contribuiu, em 2008, com 1,1% para o PIB brasileiro. No âmbito regional, sua participação foi de 11,9%, sendo a menor entre as unidades federativas do Centro-Oeste. Mas, o estado vem apresentando o maior crescimento econômico da região. </li></ul>Turismo : turismo ecológico promovido no Pantanal e na cidade de Bonito . Agropecuária: fundamental importância para a economia estadual, pois impulsiona o setor industrial e de serviços. A agricultura se baseia nos cultivos de arroz, café, trigo, milho, feijão, mandioca, algodão, amendoim, cana-de-açúcar e, principalmente, soja, produto do qual o estado é um dos maiores produtores do Brasil.
  14. 14. Aspectos Naturais <ul><li>Relevo   : predominantemente plano, a média de altitude varia entre 200 a 600 m acima do nível do mar. O Pantanal se encontra numa planície, cuja altitude não ultrapassa 200 m, sofrendo constantes inundações. </li></ul><ul><li>Vegetação : A cobertura vegetal não é homogênea, é definida como uma área de transição, dessa forma possui vegetações como cerrado (esse em maior parte), floresta amazônica, campos, mata atlântica, mata seca. </li></ul>Clima  : é o tropical, com duas estações bem definidas, uma chuvosa (verão) e outra seca (inverno). A temperatura média varia de acordo com o relevo, nas partes mais baixas é de 26ºC, e nos planaltos é de 23ºC. Chove cerca de 1.500 mm ao ano.  Hidrografia  : se define pelo rio Paraná e seus afluentes (Sucuriú, Verde, Pardo e Ivinhema), esses ao leste do Estado, o oeste é pelo rio Paraguai e seus afluentes (Aquidauana e Miranda). 
  15. 15. Brasilia Data de Fundação:  21 de abril de 1960 População:  2.562.963 (2010) Área:  5.802 (em km²) Densidade Demográfica:  441,7 PIB:  R$ 43.521.629.016,00 (2004) Renda Per Capita*:  R$ 19.071,29 IDH: 0,844 (PNUD - 2000)
  16. 16. Socioeconomia <ul><li>Economia: Brasília é o centro das decisões políticas, mas também possui uma economia dinâmica. Boa parte, curiosamente, impulsionada pela produção rural.     </li></ul><ul><li>Infraestrutura:  A qualidade de vida da população de Brasília é boa, pois por ser sede político e administrativa da República, está dotada de infra-estrutura básicas como segurança, assistência à saúde, escolas e transportes, em nível de eficiência encontrado em poucos locais do país. Possui um moderno aeroporto internacional - 3ª cidade do país em movimento de tráfego aéreo -, metrô, uma enorme frota de ônibus urbano e transporte rodoviário para todo o país. </li></ul>Turismo: os aspectos político, arquitetônico o e urbanístico, são até hoje os principais atrativos de Brasília . Arquitetura: lhe é conferido o título de patrimônio Cultural da Humanidade. Lúcio Costa, seu projetista urbanístico, e Oscar Niemeyer, o arquiteto das mais importantes edificações de Brasília, conseguiram a harmonia plena entre volumes, espaços e formas.    
  17. 17. Aspectos Naturais <ul><li>Relevo: planalto, fazendo a cidade também ser conhecida por planalto central </li></ul><ul><li>Hidrografia: é drenada por cursos d’água pertencentes a três bacias hidrográficas, São Francisco (Rio Preto), Tocantins/Araguaia (Rio Maranhão) e Paraná (rios São Bartolomeu e Descoberto).  </li></ul>Clima :  “tropical de Savana”. A estação chuvosa começa em outubro e termina em abril.O trimestre mais chuvoso é de novembro a janeiro. A estação seca vai de maio a setembro, a precipitação média interanual, varia entre 1.200 mm a 1.700 mm. Vegetação: Faz parte do cerrado Goiano.
  18. 18. Obrigada pela Atenção

×