Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Arquitetura da informação

422 views

Published on

Apresentação utilizada na aula de Narrativas Hipertextuais da especialização em Jornalismo Digital da PUCRS.

Published in: Education
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Arquitetura da informação

  1. 1. Arquitetura da informação Leonardo Foletto especialização em jornalismo digital narrativas hipertextuais (PUCRS, 2016)
  2. 2. “Dar forma e organizar informação para apoiar o leitor/ator a construir suas narrativas. Área do conhecimento que oferece base teórica para tratar aspectos informacionais digitais por meio de um conjunto de procedimentos metodológicos a fim de auxiliar no desenvolvimento e no aumento da usabilidade de tais ambientes e seus conteúdos (contexto - conteúdo - formatos - plataformas)
  3. 3. Origens Termo cunhado por Richard Saul Wurman, arquiteto, autor do livro “Ansiedade da informação: como transformar informação em conhecimento”. “Tentar penetrar numa informação sem uma noção de sua estrutura (relações) é como ir numa biblioteca e procurar um livro nas prateleiras sem nenhuma referência”. Você pode até achar, mas vai demorar mais Sistemas analógicos- sistemas web - sistemas transmídias: quanto mais ampla a rede e a lógica da rede, mais se amplia o papel do arquiteto (“roteirista”). Fonte: WURMAN, Richard Saul. Ansiedade de informação. Como transformar informação em compreensão. São Paulo; Cultura Editores, 1991.
  4. 4. Papel? Mediação. Design, gestão (administração), pesquisa (conteúdo). Projetar informações e espaços, organizar, estruturar, classificar, redigir, identificar princípios de usabilidade.
  5. 5. Quatro tipos de planejamento Funções - estrutura - informação - navegação
  6. 6. Planejamento funcional Qual a “função” de cada página? “Mapa do site”. Mapa? Redes sociais? Sobre? Contato? Vídeos? Textos?
  7. 7. Planejamento estrutural: wireframe “Desenho do site”. Como o site vai ser visto? lápis/papel ou software Mais em: http://desenvolvimentoparaweb.com/ux/wireframe-web-guia-completo/ Softwares? http://desenvolvimentoparaweb.com/ux/ferramentas-criacao-wireframes/
  8. 8. Planejamento informacional Quais as informações a serem colocadas no site? Edição. Conteúdo e formato de cada informação: foto, texto, vídeo, áudio, etc
  9. 9. Planejamento de navegação Para onde o leitor/ator pode ir? “Caminhos, links”. Roteiro! Imaginar e desenhar os caminhos possíveis que o leitor pode fazer.
  10. 10. Como fazer? _ reunir/apurar toda informação; _ organizar a informação (temas, assuntos, formatos); _ categorizar (um caminho/lógica de navegação); _ classificar: possibilidades de trajetória; durabilidade (tempo?); documentar (como “funciona”) para que outros possam continuar; _ distribuir: escolher as linguagens;
  11. 11. Exercício final Produzir um roteiro de uma “long-form” journalism (uma grande reportagem hipertextual). Em duplas. Roteiro técnico Que CMS usar? Onde e como vai ser hospedado? Arquitetura da informação: qual o(s) caminho(s) a se percorrer? Planejamentos funcionais, estruturais (wireframe), navegação e informação; Roteiro narrativo Pauta? Sinopse (no mínimo uma lauda). Pré-apuração: quais fontes entrevistar? Pensar em locais, fotos e vídeos. Estratégias de circulação. Como divulgar? Entregar e apresentar na última aula (21/5).
  12. 12. Exercício final: critérios de avaliação Arquitetura da informação: acessibilidade, usabilidade, metadados (dados para achar outros dados), ferramentas de busca, personalização e customização. Criatividade: na forma de apresentação, na escolha das fontes (não só “oficiais”), nos lugares a se ir, na variedade dos recursos. No interesse público do assunto abordado.
  13. 13. pautas/duplas _ Fábio e Maurício: impactos da tecnologia no “gaúcho” dos pampas; _ Rafael e Airan: mapeamento do investimento em cultura do governo do RS e perfil dos conselheiros estaduais de cultura; _ Ricardo e Stéfano: adoção: ponto de vista da criança e dos pais; _ Fabiana e Camila: moradores de rua no inverno: albergue ou rua? _ Danielle e Carolina: pacientes do interior que vem a capital para atendimento médico; _ Tatiana, Taysi, Alysson: da terra ao prato: alimentos orgânicos (e a galinha!); _ Tatiana e Juliana: eventos de rua que se apropriam de espaço público; _ Diogo e Gabriela: guia do descarte de resíduos eletrônicos; _ Caroline e Karen: A polêmica Uber X Taxi.
  14. 14. gracias! http://leofoletto.info leofoletto@gmail.com - @leofoletto http://baixacultura.org info@baixacultura.org - @baixacultura

×