Revolução Puritana

12,290 views

Published on

Published in: Education
  • Be the first to comment

Revolução Puritana

  1. 1. Formação dos Estados Nacionais Com o fracasso das tentativas de unificação européia empreendidas pela Igreja durante a Idade Média e a instabilidade vivida, os Estados europeus tenderam a se centralizar em torno do rei. Este, aos poucos, assume características de um monarca absolutista, originando os Estados modernos da Europa ocidental. Apenas o Sacro Império Germânico e a Itália não trilharam esse caminho, permanecendo fragmentados.
  2. 2. Características dos Estados Nacionais Modernos Aliança entre a Burguesia e o Rei. Delimitação de fronteiras Moeda Única Unificação dos impostos Formação de um exército permanente e nacional Concentração de poderes nas mãos dos reis(Absolutismo Monárquico) Manutenção dos privilégios da nobreza Formação de um corpo burocrático Unificação de pesos e medidas Imposição da justiça real
  3. 3. Absolutismo Monárquico A principal característica do Absolutismo é a máxima concentração de poderes nas mãos dos reis. Os Estados em consolidação deveriam ser guiados por homens com amplos poderes, capazes de manter o controle sob uma sociedade em transformação e promover o progresso.
  4. 4. Revoluções Inglesas Revolução Puritana - movimento político, militar e religioso que destruiu o absolutismo na Inglaterra. Antecedentes/causas - Atritos entre os reis (dinastia STUART) e o parlamento. Cavaleiros - partidários do Rei X Cabeças Redondas - defensores do Parlamento.
  5. 5. Jaime I (1603 – 1625) Apoio ao rei: senhores feudais, igreja anglicana e alta burguesia. Apoio ao parlamento: pequena e média burguesia (nobreza mercantil) e puritanos (calvinistas ingleses). Perseguições a católicos e puritanos. Aumento de impostos. Dissolução do parlamento (1614 – 1622). JAIME I
  6. 6. Carlos I (1625 – 1649) Apesar de jurar o “Bill of Rights” (Petição dos Direitos), o rei novamente aumenta os impostos e fecha o parlamento. Tentativa de impor o anglicanismo na Escócia (revolta). Guerra Civil (1642 – 1649): Puritanos vencem e Carlos I é decapitado CARLOS I
  7. 7. A República de Cromwell (1649 – 1660) Ditadura pró-burguesia puritana (calvinista) Criação dos Atos de Navegação (1650) – somente navios ingleses transportariam mercadorias inglesas ou de outros países para a Inglaterra. Em caso de venda para a Inglaterra só navios do país de origem do produto estariam autorizados a entrar na Inglaterra Oliver Cromwell nomeia-se Lorde Protetor da Inglaterra (1653). Após a morte de Oliver (1658), seu filho, Ricardo Cromwell assume o poder, porém, sem a habilidade e carisma do pai, enfrenta nova guerra civil no país, que acaba com a sua derrota e recoloca os monarquistas no poder.
  8. 8. Jaime II (1683 – 1688) Católico. Tentativa de restabelecer o absolutismo. Apoiado por Luís XIV (FRA). Parlamento temeroso com a restituição do catolicismo oferece a coroa a Guilherme de Orange (HOL), casado com Maria Stuart, filha mais velha de Jaime II. Em troca, pedia o parlamento livre e a manutenção do anglicanismo. GUILHERME DE ORANGE
  9. 9. A Revolução Gloriosa (1688) Revolução burguesa. 1689: Guilherme de Orange acata ao Bill of Rights (Declaração dos Direitos). Parlamento decidiria sobre impostos, garantia a propriedade privada, as liberdades individuais e divide o poder. Fim do absolutismo na Inglaterra. Burguesia assume o poder por meio do parlamento (Monarquia Parlamentar). Rei reina, mas não governa. Implantação do liberalismo.

×