Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

2º ANO | Aulas 17 a 18 - Leis de Faraday de QUÍMICA | Prof. Rodrigo Almeida

738 views

Published on

2º ANO | Aulas 17 a 18 - Leis de Faraday de QUÍMICA | Prof. Rodrigo Almeida

Published in: Education
  • Be the first to comment

2º ANO | Aulas 17 a 18 - Leis de Faraday de QUÍMICA | Prof. Rodrigo Almeida

  1. 1. * Os cálculos com as semirreações das eletrólises envolvem quantidades em mols de elétrons; * 1 mol de elétrons equivale a 6,0.1023 elétrons; * A carga de 1 elétron corresponde a 1,6.10-19 coulomb; * Conhecendo a carga de um único elétron, tornou-se possível o cálculo da carga de um mol de elétrons, por meio da seguinte proporção: 1 elétron ----------- 1,6.10-19 C 6,0.1023 elétrons ----------- x X= 96500 C → Unidade de Faraday
  2. 2. * Deste modo, 1 mol de elétrons equivale a 6,0.1023 mols de elétrons, que equivale a 1 Faraday, que corresponde a 96500 C; * No estudo da eletricidade, a intensidade da corrente elétrica (i) que atravessa um circuito é dada na unidade ampère (A); * Uma das relações fundamentais da eletricidade é: Q = i.t , onde: - Q = Quantidade de carga em coulomb - i = Intensidade da corrente elétrica (ampère) - t = Tempo do processo (segundo)
  3. 3. * Nas indústrias eletroquímicas, é comum as eletrólises serem realizadas em grandes tanques; * Por questão de economia, utiliza-se um gerador com ddp suficiente para atender a vários tanques ligados em série; * A figura acima mostra duas eletrólises em série.

×