Recursos EnergéTicos Desafios Ambientais

6,526 views

Published on

Published in: Education, Technology, Business
1 Comment
2 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
6,526
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
8
Actions
Shares
0
Downloads
145
Comments
1
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Recursos EnergéTicos Desafios Ambientais

  1. 1. RECURSOS ENERGÉTICOS E OS DESAFIOS AMBIENTAIS <ul><li>Classificação das fontes de energia: </li></ul><ul><li>Fontes antigas ou tradicionais:fogo,vento,tração animal,água. </li></ul><ul><li>Fontes Modernas: carvão mineral, petróleo,gás natural,energia nuclear e hidrelétrica. </li></ul><ul><li>Fontes Alternativas:solar, eólica, maremotriz,das ondas, geotérmicas, biomassas e de hidrogênio. </li></ul><ul><li>As fontes de energia também podem ser: </li></ul><ul><li>Renováveis: Hidrelétrica, maremotriz, ondas, eólica, solar. </li></ul><ul><li>Não Renováveis : combustíveis fósseis(feitos 350 milhões de anos </li></ul><ul><li>na Era Paleozóica- Períodos carbonífero e permiano), nuclear e </li></ul><ul><li>geotérmicas. </li></ul>
  2. 2. FONTES MODERNAS DE ENERGIA CARVÃO MINERAL - É o combustível fóssil mais abundante na natureza e a segunda mais utilizada no planeta. Reservas acessíveis- 1 trilhão de toneladas- continuando o uso atual duraria mais 200 anos. É bem distribuído pelo planeta. Metade de suas reservas encontram-se na Europa Ocidental, América do Norte e Austrália. Nem sempre os maiores produtores são os que possuem maiores reservas China , em 2005, concentrou sozinha, 46,2% de toda produção mundial Estágios do Carvão Mineral: TURFA(50%) E LINHITO(72%)- baixo teor calorífico HULHA OU CARVÃO(85%) E ANTRACITO (93%) - alto teor calorífico. Antracito - mais raro; Carvão ou Hulha, mais fácil de ser encontrado, transformado em coque( processo que consiste, no aquecimento a altas temperaturas, em câmaras hermeticamente fechadas, do carvão mineral.
  3. 3. Como se forma o carvão? A formação do carvão mineral teve início no Período Carbonífero, era Paleozóica, quando imensas florestas de ambientes que apresentavam decomposição sem oxigênio (anaeróbicos), como pântanos, deltas e estuários de rios e em alguns lagos, principalmente no que hoje corresponde ao hemisfério norte, foram soterradas em camadas horizontais (por isso as reservas de carvão são, geralmente, veios horizontais de grande extensão).
  4. 6. <ul><li>As maiores reservas do mundo estão na Rússia (50%) e nos EUA (30%), mas os maiores produtores são a China e os EUA; este último país é também o maior consumidor do minério (25%). </li></ul><ul><li>Ainda assim, 57% dessas reservas estão localizadas em três países: Estados Unidos (27%), Rússia (17%) e China (13%). </li></ul><ul><li>Outros seis países respondem por 33%: Índia, Austrália, África do Sul, Ucrânia, Cazaquistão e Iugoslávia. </li></ul><ul><li>Em 2002, esses nove países juntos representavam 90% das reservas recuperáveis mundiais e por 78% da produção. </li></ul><ul><li>O Gráfico 1 apresenta as nove maiores reservas do mundo. </li></ul><ul><li>( Fonte: Relatório da Agência Internacional de Energia) </li></ul>
  5. 8. ÁREAS CARBONÍFERA DO BRASIL
  6. 9. <ul><li>Atualmente, é utilizado para a geração de energia em termelétricas e na produção de aço, também é usado para produção de corantes, tintas,inseticidas, fertilizantes, plásticos, entre outros. Foi a fonte de energia, mais utilizada durante 200 anos iniciais da Revolução Industrial. Substituída pelo petróleo,com a indústria automobilística </li></ul><ul><li>1973- crise mundial do petróleo, aumentou novamente sua utilização. </li></ul><ul><li>PROBLEMAS AMBIENTAIS GERADOS PELOS USO DO CARVÃO MINERAL : </li></ul><ul><li>- coloca em risco a saúde dos trabalhadores tanto pelo risco de desmoronamento como pelos poluentes existentes em minas; </li></ul><ul><li>as minas podem desestabilizar os terrenos; </li></ul><ul><li>Sua queima libera gás carbônico que agrava o efeito estufa.. </li></ul>
  7. 10. ESQUEMA DE FUNCIONAMENTO DE TERMELÉTRICA À CARVÃO
  8. 11. Petróleo, COMO SE FORMA ? Admite-se que esta origem esteja ligada à decomposição dos seres que compõem o plâncton - organismos em suspensão nas águas doces ou salgadas tais como protozoários, celenterados e outros - causada pela pouca oxigenação e pela ação de bactérias. Estes seres decompostos foram, ao longo de milhões de anos, se acumulando no fundo dos mares e dos lagos, sendo pressionados pelos movimentos da crosta terrestre e transformaram-se na substância oleosa que é o petróleo.Ao contrário do que se pensa, o petróleo não permanece na rocha que foi gerado - a rocha matriz - mas desloca-se até encontrar um terreno apropriado para se concentrar. Estes terrenos são denominados bacias sedimentares, formadas por camadas ou lençóis porosos de areia, arenitos ou calcários. O petróleo aloja-se ali, ocupando os poros rochosos como forma &quot;lagos&quot;. Ele acumula-se, formando jazidas. Ali são encontrados o gás natural, na parte mais alta, e petróleo e água nas mais.
  9. 13. <ul><li>1973- crise do petróleo. </li></ul><ul><li>1972 representava 68% da energia consumida e em 2003, 34,4% </li></ul><ul><li>Combustíveis fósseis representam 80% de toda fonte de energia utilizada. </li></ul><ul><li>Reservas mundiais- 1 trilhão de barris ( 1 barril = 158,98 litros), que pode durar de 40 a 60 anos, porém, se houver fontes alternativas pode durar mais.Oriente Médio 60% das reservas. Cazaquistão, Turcomenistão e Azerbaijão ,reservas reavaliadas. </li></ul><ul><li>Uso do Petróleo : </li></ul><ul><li>gera energia nas termelétricas; </li></ul><ul><li>Nas refinarias se transforma em óleo diesel, gasolina, querosene, óleos lubrificante e também como matéria-prima como nafta, que é usado para produzir: plástico, borracha sintética, corantes, tecidos, calçados, detergente, asfalto, solvente, resinas, brinquedos, materiais de limpeza, etc. </li></ul><ul><li>É alvo de guerras: 1992-1993- Guerra do Golfo e 2003, Guerra do Iraque </li></ul>
  10. 14. PROBLEMAS RELACIONADOS AO USO DO PETRÓLEO <ul><li>- Poluição atmosférica ao ser utilizado em termelétricas e como combustível em geral; </li></ul><ul><li>- Explosões em suas plataformas, geram derramamento de petróleo e mortes; </li></ul><ul><li>Derramamento de navios petroleiros geram graves danos aos ecossistemas. </li></ul>
  11. 18. <ul><li>A terceira fonte de energia mais utilizada.É relativamente limpa e seu uso impulsionado pela descoberta de novas jazidas e pelo preço elevado do petróleo.Composto principalmente por gás metano, encontrado próximo ou misturado ao petróleo. </li></ul><ul><li>Distribuição Mundial.- 42% de suas reservas situam-se na Rússia e Irã. Maiores produtores de petróleo também maiores produtores de gás natural, como Rússia, EUA, Canadá, Irã, Noruega, etc. </li></ul>GÁS NATURAL
  12. 21. ENERGIA NUCLEAR Início ano 1950- “átomos para a paz”, era vista por alguns como um recurso sustentável, barato e limpo e por outros como uma ameaça. 1ª Usina termonuclear- 1956, na cidade de Calder Hall, na Inglaterra. Energia nuclear usa urânio e tório, depende de menor quantidade de matéria prima.Uso de 50 ton por ano e termelétricas necessitam de 500 ton. de carvão por hora. Embora o uso seja menor e o custo mais barato para obter a matéria-prima, o processamento do urânio, a construção das usinas e o desenvolvimento de tecnologia de segurança encareceram muito essa energia.Só onde havia grandes déficits energéticos optaram pela energia, caso de Reino Unido,França e EUA e Japão. Outra desvantagem- alto risco de acidentes nucleares. 26 de abril de 1986- Usina de Chernobyl - 31 mortes na ocorrência - contaminação de 150Km ² onde moravam 7 milhões, dessas 12 mil morreram e 100 mil possuem algum grau de contaminação
  13. 22. ESQUEMA DE FUNCIOMENTO DE REATOR NUCLEAR COM RESFRIAMENTO A ÁGUA
  14. 23. USINA NUCLEAR DE ANGRA DOS REIS - RJ
  15. 25. DESASTRE DE CHERNOBYL REATOR ACIDENTADO
  16. 26. FOTOS DE CHERNOBYL MUTAÇÕES GENÉTICAS DEVIDO A CONTAMINAÇÃO PELA RADIAÇÃO NUCLEAR
  17. 27. A ÁREA ESCURA REPRESENTA A EXPANSÃO DA RADIAÇÃO DO ACIDENTE DE CHERNOBYL
  18. 28. Outro problema da energia nuclear é com relação ao lixo nuclear, que pode contaminar rios, solos e ar. Até 2003 essa energia correspondia a 15,8% de toda eletricidade do mundo, devendo crescer até 2010,depois vem o declínio, devido ao alto custo de manutenção e pressão popular. Previsão- 2030 redução de 40% da capacidade atual nos países de economia de transição Bulgária, Eslováquia e Lituânia acordo com U. E. desativar reatores obsoletos em 7 anos Suécia, Itália e Áustria decidiram fechar todas unidades até 2010. Rússia, Coréia do Sul, Japão, Índia e China- crescimento uso energia nuclear. Carvão ainda é o principal fonte de energia desses países. Principal uso dessa energia- produção de energia.
  19. 30. Energia Hidrelétrica É uma fonte renovável e mais amplamente disseminada pelo mundo. Produção ocorre em rios de planalto caudalosos, represados, formando lados artificiais.Lugares de clima chuvoso facilitam o aproveitamento do rio. Custos iniciais são altos.Uma vez instalados os custos de obtenção de energia são menores que das termoelétricas. Não polui. Apesar de “limpa”, provoca grandes alterações na natureza: altera o fluxo natural do rio, peixes são impedidos de migrarem e as margens da jusante, recebem menos sedimentos. Formação dos lagos geram: deslocamento de populações, inunda áreas cultiváveis, como ocorre atualmente com a construção da Usina de Três Gargantas no rio Yang-Tsé-Kiang (Rio Azul), pode encobrir atrações naturais, relíquias arquitetônicas e riquezas arqueológicas.Quem mora a jusante da represa corre riscos de rompimento.
  20. 32. Pontos positivos: -impulsionar a indústria do turismo, -utilização da água pára irrigação e consumo doméstico. As represas formam microclimas, água possui efeito amenizador das temperaturas e maior capacidade de reter calor, maior umidade do ar. A energia Hidrelétrica em 2003 representava 15,0% da eletricidade produzida no mundo, com tendência a aumentar pouco devido a falta de condições naturais e de terras para serem alagadas. CHINA- mais de 20 mil barragens em operação ÍNDIA- 40% de todas hidrelétricas em construção no mundo BRASIL- 93,5% da eletricidade vem de hidrelétricas, mais de 6000 barragens, atrás apenas do Canadá.
  21. 34. USINA DE 3 GARGANTAS - CHINA
  22. 35. Usina Hidrelétrica de Itaipu
  23. 36. Barragem de Hoover- entre o Arizona e Nevada, no rio Colorado
  24. 37. ENERGIAS ALTERNATIVAS <ul><li>Energia solar- é a fonte do futuro. Ilimitada. </li></ul><ul><li>Áreas polares e subpolares uso restritivo devido desigual distribuição da luz solar durante o ano. </li></ul><ul><li>Áreas de clima Temperado- uso de energia é maior no frio, onde a insolação é menor (dias são mais curtos). </li></ul><ul><li>Zona Intertropical- insolação não é constante: dia e noite. </li></ul><ul><li>Dias nublados –produção mais baixa. Por isso é viável em algumas regiões do planeta. </li></ul><ul><li>Atualmente se converte a luz solar em eletricidade através de células fotoelétricas- a conversão é muito pequena, apenas 12% . </li></ul><ul><li>Produção em larga escala- enormes instalações. Oregon, EUA, precisou de105 km ² de área com células solares, na região mais ensolarada, para abastecer 3,7 milhões de habitantes . </li></ul>
  25. 38. É opinião corrente, que devido a dificuldade tecnológicas para o seu armazenamento, ela não será a principal geradora de eletricidade do próximo século. Painéis solares
  26. 39. GERAÇÃO DE ENERGIA SOLAR – ARMAZENAMENTO EM BATERIA E SUA UTILIZAÇÃO .
  27. 40. AQUECEDOR SOLAR – GERAÇÃO DE CALOR PARA AQUECIMENTO DE ÁGUA
  28. 41. ENERGIA EÓLICA
  29. 45. <ul><li>Algumas áreas do mundo como Navarro, na Espanha, Dinamarca e Alemanha já produzem 10% ou mais de sua eletricidade com a utilização de turbinas eólicas. </li></ul><ul><li>É considerada uma energia limpa e segura, mas visualmente constitui uma poluição da paisagem. </li></ul><ul><li>Pode ser colocada em áreas onde há o afunilamento dos ventos, aumentando sua intensidade, porém causando morte de aves que também utilizam esses caminhos aéreos. </li></ul><ul><li>ONG Audubon – se mobiliza contra instalações em áreas consideradas corredores naturais da avifauna. </li></ul>
  30. 46. ENERGIA OBTIDA PELOS MOVIMENTOS MARÍTIMOS
  31. 47. GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA PELO MOVIMENTO DAS ONDAS
  32. 48. MARÉ ALTA MARÉ BAIXA BARRAGEM
  33. 49. GERAÇÃO DE ENERGIA ATRAVÉS DE CORRENTES MARÍTIMAS.
  34. 50. DIFERENTES FONTES DE ENERGIA
  35. 51. FIM Agora é só estudar! FORMATAÇÃO E TEXTOS : PROFª. MARCIA MARRONI LORENCETE IMAGENS : INTERNET CEA – ANDRADINA-SP.

×