Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
Enfª Jolçueider Dayane de Moura Borges          REDE CEGONHA/URUGUAIANA
R   BO   RM   IE   TR   TO   O
REDE CEGONHA: POR QUÊ?        Apesar dos esforços para melhorar                a saúde materno-infantil  •Programa de     ...
REDE CEGONHA: POR QUÊ?Ainda se identificam:   Elevadas taxas de    Rede de atenção   morbi-mortalidade     fragmentada e  ...
O QUE É AREDE CEGONHA?
O QUE É A REDE CEGONHA?    Implementação de uma rede de cuidados queasseguraàs mulheres:o direito à gravidez, parto e puer...
OBJETIVOS DAREDE CEGONHA
OBJETIVOS DA REDE CEGONHA• Articular redes de atenção de forma a garantir acesso,  vinculação, acolhimento e resolutividad...
PRINCÍPIOS DAREDE CEGONHA
PRINCÍPIOS DA REDE CEGONHA• O respeito, a proteção e a realização dos direitos humanos;• O respeito à diversidade cultural...
COMPONENTES DAREDE CEGONHA
COMPONENTES DA REDE CEGONHA1. Garantia do acolhimento com classificação de   risco, ampliação do acesso e melhoria da   qu...
COMPONENTE 1        Garantia do acolhimento comclassificação de risco, ampliação do acesso   e melhoria da qualidade do pr...
COMPONENTE 1  Garantia do acolhimento com classificação de risco,ampliação do acesso e melhoria da qualidade do pré-natal ...
FLUXOGRAMAATENÇÃO BÁSICA
COMPONENTE 2Garantia de vinculação da gestante àunidade de referência e ao transporte               seguro
COMPONENTE 2Garantia de vinculação da gestante à unidade de       referência e ao transporte seguro      Ações:1 - Vincula...
COMPONENTE 3Garantia de boas práticas e segurança na    atenção ao parto e nascimento
COMPONENTE 3            Garantia das boas práticas e segurança na                 atenção ao parto e nascimento   Ações:1 ...
COMPONENTE 4Garantia da atenção à saúde das crianças   de 0 a 24 meses com qualidade e             resolutividade
COMPONENTE 4Garantia da atenção à saúde das crianças de 0 a 24     meses com qualidade e resolutividade        Ações: 1 - ...
COMPONENTE 5Garantia de direitos sexuais e       reprodutivos
COMPONENTE 5   Garantia de direitos sexuais e reprodutivosAções:1 – Implementar estratégias de comunicação social e progra...
MOBILIZAÇÃO E CONTROLE SOCIALAções:• Mobilizar e formar redes apoiadoras com sociedade civilpara parceria
JUNTOS, podemos   garantir o direito aonascimento seguro, à saúde    das mães e o plenodesenvolvimento dos bebês
REFERÊNCIASBRASIL. Ministério da Saúde. Guia dos Direitos da Gestante e do Bebê /UNICEF - Fundodas Nações Unidas para a In...
Rede cegonha ppt
Rede cegonha ppt
Rede cegonha ppt
Rede cegonha ppt
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Rede cegonha ppt

11,153 views

Published on

  • Be the first to comment

Rede cegonha ppt

  1. 1. Enfª Jolçueider Dayane de Moura Borges REDE CEGONHA/URUGUAIANA
  2. 2. R BO RM IE TR TO O
  3. 3. REDE CEGONHA: POR QUÊ? Apesar dos esforços para melhorar a saúde materno-infantil •Programa de •Pacto pela •Agenda de Humanização do Redução da Atenção Integral àParto e Nascimento Mortalidade Saúde da Criança Materna e Neonatal 2000 2004 2005
  4. 4. REDE CEGONHA: POR QUÊ?Ainda se identificam: Elevadas taxas de Rede de atenção morbi-mortalidade fragmentada e materna e infantil pouco resolutiva
  5. 5. O QUE É AREDE CEGONHA?
  6. 6. O QUE É A REDE CEGONHA? Implementação de uma rede de cuidados queasseguraàs mulheres:o direito à gravidez, parto e puerpério seguros ehumanizados, o direito ao planejamento reprodutivoàs crianças:o direito ao nascimento seguro e humanizado,crescimento e desenvolvimento saudáveis.
  7. 7. OBJETIVOS DAREDE CEGONHA
  8. 8. OBJETIVOS DA REDE CEGONHA• Articular redes de atenção de forma a garantir acesso, vinculação, acolhimento e resolutividade;• Implementar um Modelo de Atenção Integral à Saúde da Mulher e da Criança;• Implementar um Modelo de Atenção ao Parto e ao Nascimento com base em evidências científicas e nos princípios da humanização;• Reduzir a mortalidade materna e neonatal. BRASIL, 2011
  9. 9. PRINCÍPIOS DAREDE CEGONHA
  10. 10. PRINCÍPIOS DA REDE CEGONHA• O respeito, a proteção e a realização dos direitos humanos;• O respeito à diversidade cultural, étnica e racial;• A promoção da equidade;• A garantia dos direitos sexuais e dos direitos reprodutivos demulheres, homens, jovens e adolescentes;• A participação e a mobilização social; e• A compatibilização com as atividades das redes de atenção àsaúde materna e infantil em desenvolvimento nos Estados.
  11. 11. COMPONENTES DAREDE CEGONHA
  12. 12. COMPONENTES DA REDE CEGONHA1. Garantia do acolhimento com classificação de risco, ampliação do acesso e melhoria da qualidade do pré-natal;2. Garantia de vinculação da gestante à unidade de referência;3. Garantia de boas práticas e segurança na atenção ao parto e nascimento;4. Garantia da atenção à saúde das crianças de 0 a 24 meses com qualidade e resolutividade;5. Garantia de direitos sexuais e reprodutivos.
  13. 13. COMPONENTE 1 Garantia do acolhimento comclassificação de risco, ampliação do acesso e melhoria da qualidade do pré-natal
  14. 14. COMPONENTE 1 Garantia do acolhimento com classificação de risco,ampliação do acesso e melhoria da qualidade do pré-natal Ações:1 – Qualificar profissionais da Atenção Primária2 – Ofertar teste rápido de gravidez3 – Ofertar teste rápido de sífilis e HIV4 – Ampliar os recursos destinados aos exames de pré-natal5 – Implantar Curso de gestantes em todas unidades6 – Acesso ao pré-natal de alto risco em tempo oportuno7 – Instituir a visita à maternidade de referência no pré-natal8 – Disponibilizar o kit de atenção pré-natal para as unidades de saúde9 – Captação precoce das gestantes10 – Atendimento odontológico com prioridade
  15. 15. FLUXOGRAMAATENÇÃO BÁSICA
  16. 16. COMPONENTE 2Garantia de vinculação da gestante àunidade de referência e ao transporte seguro
  17. 17. COMPONENTE 2Garantia de vinculação da gestante à unidade de referência e ao transporte seguro Ações:1 - Vincular todas as gestantes da unidade básica à maternidade, comcritério de acesso geográfico: “Gestante não Peregrina!”2 - Implantar o Acolhimento com Classificação de Risco nas maternidades:garantia de “vaga sempre” para gestante e RN3 - Incrementar o número de ambulâncias do SAMU 192 para fortalecer aatenção à gestante e ao RN4 - Implementar/fortalecer os sistemas de regulação
  18. 18. COMPONENTE 3Garantia de boas práticas e segurança na atenção ao parto e nascimento
  19. 19. COMPONENTE 3 Garantia das boas práticas e segurança na atenção ao parto e nascimento Ações:1 - Implantação e/ou custeio de Centros de Parto Normal2 - Implantação e/ou custeio de Casas da Gestante e do Bebê ligadas a Maternidades3 - Ampliação de leitos de UTI neo e UTI adulto4 - Ampliação e custeio de Leitos Canguru5- Qualificação/habilitação de leitos obstétricos de alto risco6 - Adequação da ambiência das maternidades orientada pela RDC nº 367 - Capacitação dos profissionais em boas práticas de atenção ao parto e nascimento eem atendimento das urgências obstétricas8 - Fortalecimento da vigilância do óbito materno, infantil e fetal e de mulheres emidade fértil, incluindo os Comitês de Mortalidade.
  20. 20. COMPONENTE 4Garantia da atenção à saúde das crianças de 0 a 24 meses com qualidade e resolutividade
  21. 21. COMPONENTE 4Garantia da atenção à saúde das crianças de 0 a 24 meses com qualidade e resolutividade Ações: 1 - Estabelecer fluxos de referência/contra-referência nos diversos níveis de complexidade 2 - Promover aleitamento materno até os dois anos de idade, sendo exclusivo nos 6 primeiros meses, e alimentos complementares saudáveis em tempo oportuno 3 - Organizar os serviços de atenção primária de maneira que garanta o acompanhamento da criança, com avaliação do crescimento e desenvolvimento em todas as consultas de rotina, com preenchimento adequado da Caderneta de Saúde da Criança; atendimento com resolutividade nas intercorrências 4 - Garantir atendimento especializado, e diferenciado atendimento para as crianças de maior risco 5 - Busca ativa dos faltosos, sobretudo das crianças de maior risco 6 - Garantir acesso às vacinas disponíveis no SUS
  22. 22. COMPONENTE 5Garantia de direitos sexuais e reprodutivos
  23. 23. COMPONENTE 5 Garantia de direitos sexuais e reprodutivosAções:1 – Implementar estratégias de comunicação social e programaseducativos relacionados à saúde sexual e reprodutiva2 – Regulamentar a disponibilização e uso de anticoncepção deemergência3 – Ofertar todos os métodos contraceptivos na rede de saúde4 – Monitorar a disponibilização de todos os métodos contraceptivosnos serviços de saúde
  24. 24. MOBILIZAÇÃO E CONTROLE SOCIALAções:• Mobilizar e formar redes apoiadoras com sociedade civilpara parceria
  25. 25. JUNTOS, podemos garantir o direito aonascimento seguro, à saúde das mães e o plenodesenvolvimento dos bebês
  26. 26. REFERÊNCIASBRASIL. Ministério da Saúde. Guia dos Direitos da Gestante e do Bebê /UNICEF - Fundodas Nações Unidas para a Infância; [ilustrações de Ziraldo]. -- São Paulo : Globo, 2011.Disponível em <http://www.unicef.org/brazil/pt/resources_21257.htm>. Acesso em12 set 2012.______. Ministério da Saúde. Portaria 1459 de 24 de Junho de 2011. Disponível em:<http://portal.saude.gov.br/portal/arquivos/pdf/portaria_consolidada_cegonha.pdf>.Acesso em 12 set 2012.

×