Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Frase, Oração e Periodo.

23,634 views

Published on

A Sintaxe é a parte da gramática que estuda a disposição das palavras na frase e a das frases no discurso, bem como a relação lógica das frases entre si.

Published in: Education
  • Be the first to comment

Frase, Oração e Periodo.

  1. 1. A Sintaxe é a parte da gramática que estuda a disposição das palavras na frase e a das frases no discurso, bem como a relação lógica das frases entre si. Ao emitir uma mensagem verbal, o emissor procura transmitir um significado completo e compreensível. Para isso, as palavras são relacionadas e combinadas entre si.  A sintaxe é um instrumento essencial para o manuseio satisfatório das múltiplas possibilidades que existem para combinar palavras e orações. Sintaxe
  2. 2. <ul><li>TODO ENUNCIADO LINGUÍSTICO DE SENTIDO COMPLETO ATRAVÉS DO QUAL TRANSMITIMOS NOSSAS IDEIAS. </li></ul>
  3. 3. EXEMPLOS: <ul><li>SILÊNCIO! </li></ul><ul><li>FOGO! </li></ul><ul><li>INDEPENDÊNCIA OU MORTE! </li></ul><ul><li>Choveu muito em São Paulo. </li></ul><ul><li>A comitiva deve desembarcar no aeroporto </li></ul><ul><li>Para que haja frase, a presença de um verbo não é obrigatória, ou seja, desde que o enunciado possua sentido completo, ele constituirá uma frase. </li></ul>
  4. 4. Existem alguns tipos de frases cuja entoação é mais ou menos previsível, de acordo com o sentido que transmitem. São elas: <ul><li>a) Frases Interrogativas: ocorrem quando uma pergunta é feita pelo emissor da mensagem. São empregadas quando se deseja obter alguma informação. A interrogação pode ser direta ou indireta. </li></ul><ul><li>Você aceita um copo de suco?  (Interrogação direta) Desejo saber se você aceita um copo de suco. (Interrogação indireta) </li></ul><ul><li>b) Frases Imperativas:  ocorrem quando o emissor da mensagem dá uma ordem, um conselho ou  faz um pedido, utilizando o verbo no modo  imperativo . Podem ser afirmativas ou negativas. </li></ul><ul><li>Faça-o entrar no carro! (Afirmativa) Não faça isso. (Negativa) Dê-me uma ajudinha com isso! (Afirmativa) </li></ul>
  5. 5. <ul><li>c) Frases Exclamativas:  nesse tipo de frase o emissor exterioriza um estado afetivo. </li></ul><ul><li>Apresentam entoação ligeiramente  prolongada. </li></ul><ul><li>Por Exemplo:   </li></ul><ul><li>Que prova difícil! É uma delícia esse bolo! </li></ul><ul><li>d) Frases Declarativas:  ocorrem quando o emissor constata um fato. Esse tipo de frase informa ou declara alguma coisa. Podem ser afirmativas ou negativas. </li></ul><ul><li>Obrigaram o rapaz a sair. (Afirmativa) Ela não está em casa. (Negativa) </li></ul>
  6. 6. <ul><li>e) Frases Optativas:  são usadas para exprimir um desejo. </li></ul><ul><li>Por Exemplo: </li></ul><ul><li>Deus te acompanhe! Bons ventos o levem! </li></ul><ul><li>De acordo com a construção , as frases classificam-se em: </li></ul><ul><li>Frase Nominal: é a frase construída sem verbos. </li></ul><ul><li>Exemplos: </li></ul><ul><li>Fogo! Cuidado! Belo serviço o seu! Trabalho digno desse feirante. </li></ul><ul><li>Frase Verbal: é a frase construída com verbo. </li></ul><ul><li>Por Exemplo: </li></ul><ul><li>O sol ilumina a cidade e aquece os dias. Os casais saíram para jantar. A bola rolou escada abaixo. </li></ul>
  7. 7. <ul><li>As frases que possuem verbo são geralmente estruturadas a partir de dois elementos essenciais: sujeito e predicado . </li></ul><ul><li>Isso não significa, no entanto, que tais frases devam ser formadas, no mínimo, por dois vocábulos. Na frase &quot;Saímos&quot;, por exemplo, há um sujeito implícito na terminação do verbo: nós. </li></ul><ul><li>O sujeito é o termo da frase que concorda com o verbo em número e pessoa . É normalmente o &quot;ser de quem se declara algo&quot;, &quot;o tema do que se vai comunicar&quot;. </li></ul><ul><li>O predicado é a parte da frase que contém &quot;a informação nova para o ouvinte&quot;. Normalmente, ele se refere ao sujeito, constituindo a declaração do que se atribui ao sujeito. É sempre muito importante analisar qual é o núcleo significativo da declaração: se o núcleo da declaração estiver no verbo, teremos um predicado verbal (ocorre nas frases verbais); se o núcleo da declaração estiver em algum nome, teremos um predicado nominal (ocorre nas frases nominais que possuem verbo de ligação). </li></ul>Estrutura da frase
  8. 8. Observe: <ul><li>O amor é eterno. </li></ul><ul><li>O tema, o ser de quem se declara algo, o sujeito, é &quot; O amor &quot;. A declaração referente a &quot;o amor&quot; , ou seja, o predicado, é &quot;é eterno&quot; . É um predicado nominal, pois seu núcleo significativo é o nome &quot;eterno&quot;. Já na frase: </li></ul><ul><li>Os rapazes jogam futebol. </li></ul><ul><li>O sujeito é &quot;Os rapazes&quot; , que identificamos por ser o termo que concorda em número e pessoa com o verbo &quot;jogam&quot; . O predicado é &quot;jogam futebol&quot; , cujo núcleo significativo é o verbo &quot;jogam&quot; . Temos, assim, um predicado verbal. </li></ul>
  9. 9. TODA FRASE OU PARTE DA FRASE QUE APRESENTA VERBO. ORAÇÃO
  10. 10. EXEMPLOS: <ul><li>Choveu muito em Santa Catarina. (1 verbo = 1 oração) </li></ul><ul><li>Enchentes costumam causar transtornos. (1 locução verbal = 1 oração) </li></ul><ul><li>Quando chove muito, as enchentes causam transtornos. (2 verbos = 2 orações) </li></ul>
  11. 11. TODA FRASE CONSTÍTUIDA POR UMA OU MAIS ORAÇÕES. PERÍODO
  12. 12. Dependendo do número de orações que o formam, o período pode ser: <ul><li>SIMPLES : formado por uma única oração, que recebe o nome de oração absoluta. </li></ul><ul><li>O preço do combustível continua alto. </li></ul><ul><li>COMPOSTO : formado por mais de uma oração. </li></ul><ul><li>Espero que ele me telefone ainda hoje. </li></ul>
  13. 13. TERMO DA ORAÇÃO A RESPEITO DO QUAL SE DECLARA ALGUMA COISA. SUJEITO
  14. 14. CARACTERÍSTICAS DO SUJEITO <ul><li>Na prática, o sujeito pode ser identificado fazendo-se ao verbo da oração a pergunta quem é que... (ou que é que...). </li></ul><ul><li>O sujeito pode ocorrer antes do verbo (ordem direta) ou depois dele (ordem indireta). </li></ul><ul><li>O sujeito faz o verbo concordar com ele. </li></ul><ul><li>O núcleo (palavra principal) do sujeito, por ser um termo independente na estrutura da oração, não pode ser regido por preposição. </li></ul>
  15. 15. CLASSIFICAÇÃO: <ul><li>SIMPLES: possui um só núcleo. </li></ul><ul><li>Um pássaro triste piava no viveiro. </li></ul><ul><li>COMPOSTO: possui mais de um núcleo. </li></ul><ul><li>O medo e a raiva o dominaram. </li></ul><ul><li>OCULTO (ou elíptico): identificável pela terminação verbal ou pelo contexto. </li></ul><ul><li>Iremos a Recife no domingo. </li></ul><ul><li>Eles lutaram e obtiveram sucesso. </li></ul>
  16. 16. SUJEITO INDETERMINADO <ul><li>Quando não é possível determinar o sujeito. Existem duas estruturas de oração que podem ser usadas para indeterminar o sujeito: </li></ul><ul><li>Oração com verbo na 3ª pessoa do plural, sem referência a elemento anterior. </li></ul><ul><li>Atualmente, espalham muitos boatos. </li></ul><ul><li>Com verbo na 3ª pessoa do singular (VTI, VL, VI) + se (índice de indeterminação do sujeito). </li></ul><ul><li>Precisou-se de novos professores. </li></ul><ul><li>Era-se mais feliz naquele tempo. </li></ul>
  17. 17. ORAÇÃO SEM SUJEITO <ul><li>Verbo haver significando existir, acontecer e indicando tempo passado. </li></ul><ul><li>Aqui já houve grandes festas. </li></ul><ul><li>Não havia funcionários na escola. </li></ul><ul><li>Verbo fazer indicando tempo decorrido. </li></ul><ul><li>Amanhã fará dez anos que ele partiu. </li></ul><ul><li>Verbo ser indicando tempo, horas, datas, e distâncias. </li></ul><ul><li>Agora são onze e meia da manhã. </li></ul><ul><li>Verbos indicativos de fenômeno da natureza. </li></ul><ul><li>Ontem a tarde, ventou muito aqui. </li></ul>
  18. 18. FUNÇÕES DO SE A oração está na voz passiva pronominal e admite a passagem para a voz passiva analítica. A oração não admite a passagem para a voz passiva analítica. O sujeito é determinado e faz o verbo concordar com ele O sujeito é indeterminado. Com verbo na 3ª pessoa do singular ou plural. Sempre junto com verbo na 3ª pessoa do singular. PRONOME APASSIVADOR ÍNDICE DE INDETERMINAÇÃO DO SUJEITO

×