Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Revista kátia boroni idiomas edição 2 julho 2017

86 views

Published on

Revista digital gratuita para aprendizes de Inglês, espanhol e português língua estrangeira. Dicas de estudo, vocabulário, gramática, história em quadrinhos, jogos e muito mais! Kátia Boroni Idiomas, ensino que muda vidas e realiza sonhos!
Curta minha página no face @katiaboroni.idiomas

Published in: Education
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Revista kátia boroni idiomas edição 2 julho 2017

  1. 1. Revista Kátia Boroni Idiomas 2ª edição – Julho 2017 1 Revista Kátia Boroni Idiomas CAPA
  2. 2. Revista Kátia Boroni Idiomas 2ª edição – Julho 2017 2
  3. 3. Revista Kátia Boroni Idiomas 2ª edição – Julho 2017 3
  4. 4. Revista Kátia Boroni Idiomas 2ª edição – Julho 2017 4 Quem sou eu Meu nome é Kátia Boroni e sou professora de línguas estrangeiras há mais de 20 anos. Tudo começou quando eu tinha oito anos e ganhei um joguinho de computador da década de 80, chamado King Quest III da Sierra. O jogo era um grande avanço para a época, porém tinha um detalhe que me impedia de jogá-lo: era todo em inglês! Meu tio me presenteou com um pequeno dicionário Collins, e ali começou minha história com a língua inglesa, onde logo pedi para fazer um cursinho e acabei me apaixonando pelo idioma. Mas não parei no Inglês, aos 14 anos comecei a estudar Espanhol e hoje sou fluente e leciono ambos os idiomas, além de português para estrangeiros. Ah, e estou aprendendo Francês, e não irei parar nesta língua! Minha trajetória acadêmica é extensa, de tão apaixonada pelo curso de Letras eu o fiz duas vezes! Primeiro Português/Inglês pela PUC-MG (2000-2004), e depois Português/Espanhol pelo UNI-BH (2006- 2009). Fiz duas especializações pelo programa PREPES da PUC-MG, uma em língua inglesa e uma em língua espanhola. Em 2015 fiz o ELMC (especialização em ensino de línguas mediado por computador) pela UFMG. Recentemente terminei minha quarta pós em jornalismo digital, pela Estácio. Comecei a dar aulas aos 15 anos em um projeto do colégio Padre Eustáquio de reforço escolar, onde os melhores alunos eram convidados a ajudar os mais novos a fazerem o para casa, e estudar para as provas. Foi aí que eu decidi que queria estudar Letras e ser professora. O Kátia Boroni Idiomas surgiu em 2000 com a proposta de aulas VIPS ou em pequenos grupos, presenciais ou via Skype para todo o Brasil e o mundo. Sou também blogueira do site Diário de Falcoaria, e do site Corujando por aí de educação ambiental. E as minhas corujas Sophia e Thot me ajudam em todos os meus projetos, e também participam dos vídeos do Kátia Boroni Idiomas. Sejam bem vindos! Kátia Boroni Who am I My name is Kátia Boroni and I have been a foreign language teacher for more than 20 years. It all started when I was eight years old, when I won a computer game from the 80's called King Quest III from Sierra. The
  5. 5. Revista Kátia Boroni Idiomas 2ª edição – Julho 2017 5 game was a breakthrough for the time, but there was a detail that prevented me from playing it: it was all in English! My uncle gave me a small Collins dictionary, and then my story with English language started: I soon asked my family to learn English and I fell in love with it. When I was 14 years old I started learning Spanish and today I am fluent and I teach both languages, besides Portuguese for foreigners. Oh, and I'm learning French, and I will not stop at this language! My academic trajectory is extensive, I have two majors in language, the first was in Portuguese/English at PUC-MG (2000- 2004), and then Portuguese/Spanish at UNI-BH (2006-2009). I did two specializations in the PREPES program of PUC-MG, one in English and one in Spanish. In 2015 I took the ELMC course (specialization in computer-mediated language teaching) by UFMG. I recently finished my fourth post-graduation in digital journalism, at Estácio. I started teaching at the age of 15 in a project at Padre Eustáquio High School, where the best students were invited to help the youngest ones to study for exams and do the homework. That's when I decided that I wanted to study Language and become a teacher. Kátia Boroni Idiomas was launched in 2000, with the proposal of VIPS classes or in small groups, at my home office or through Skype for all over Brazil and the world. I am also a blogger on the Diário de Falcoaria (Falconry journal) website, and in the site Corujando por aí (Owldering around) of environmental education. And my owls Sophia and Thot help me in all my projects, and participate in the videos of Kátia Boroni Idiomas, too. Be welcome! Kátia Boroni Quien soy yo Mi nombre es Kátia Boroni y yo soy profesora de lenguas extranjeras desde hace más de 20 años. Todo comenzó cuando tenía ocho años y gané un juego de ordenador de los años 80 llamado King Quest III, de Sierra. El juego fue un gran avance para la época, pero había un detalle que me impedía de jugarlo: ¡era todo en inglés! Mi tío me dio un pequeño diccionario Collins, y así empezaba mi historia con el idioma Inglés. Pronto pedí a mi familia para aprender inglés y me enamoré por este idioma. Pero no me detuve en el inglés, a los 14 años comencé a estudiar español, y ahora soy fluente y enseño los dos idiomas, además de portugués para extranjeros. Ah, y estoy aprendiendo francés, ¡y no me detendré en este idioma! Mi carrera académica es muy amplia, ¡me encanta tanto la carrera de Filología que la hice dos veces! Primero en portugués/inglés por la PUC-MG (2000- 2004), y luego portugués / español por el UNI-BH (2006-2009). Hice dos especializaciones por el programa PREPES de la PUC-MG, una en inglés y otra en español. En 2015 hice el pos grado llamado ELMC (enseñanza de idiomas a través del ordenador) en UFMG. Recientemente he
  6. 6. Revista Kátia Boroni Idiomas 2ª edição – Julho 2017 6 terminado mi cuarto pos grado en periodismo digital, por Estácio. Empecé a enseñar a los 15 años en un proyecto de tutoría en el colegio Padre Eustaquio, donde se invitaban a los mejores estudiantes para ayudar a los más jóvenes a hacer el deber de casa y estudiar para los exámenes. Fue entonces cuando decidí que quería estudiar Filología y ser profesora. El Katia Boroni Idiomas surgió en 2000 con la propuesta de clases VIPS o en pequeños grupos, en mi oficina o por Skype para todo el Brasil y el mundo. Y además soy también bloguera de un sitio de cetrería llamado “Diário de Falcoaria” (diario de Cetrería) y del sitio de educación ambiental llamado “Corujando por aí” (Lechuzando por allí). Y mis lechuzas Sophia y Thot me ayudan en todos mis proyectos, y también participan en los videos de Kátia Boroni Idiomas. ¡Sean bienvenidos! Kátia Boroni REVISTA KÁTIA BORONI IDIOMAS – 2ª Edição - 17/07/2017 Jornalista responsável: Kátia Boroni – MTB: 002.0435/MG Revista Gratuita – Download no blog katiaboroni.blogspot.com.br Contato: katiaboroni.idiomas@gmail.com
  7. 7. Revista Kátia Boroni Idiomas 2ª edição – Julho 2017 7 Editorial Aprender idiomas não é difícil, mas requer uma mudança importante no dia a dia do aprendiz. É necessário que ele incorpore a língua estrangeira estudada na sua vida, em vários momentos e não apenas durante as aulas. A Revista Kátia Boroni Idiomas veio para ajudar vocês a aprenderem inglês, espanhol e português língua estrangeira. Na revista vocês irão encontrar artigos sobre o aprendizado de idiomas, dicas de estudo, seções de vocabulário e gramática, histórias em quadrinhos e jogos. Tudo feito com muito carinho por mim para motivá-los, e mostrar que aprender um idioma pode ser divertido e prazeroso. A revista é gratuita e pode ser baixada gratuitamente no meu blog: katiaboroni.blogspot.com.br Espero que vocês aprendam muito comigo! Um grande abraço, Kátia Boroni Editorial Learning languages is not difficult, but requires a major change in the learner's everyday life. It is necessary for him to incorporate the foreign language studied in his life, at various moments and not just during the classes. The magazine Kátia Boroni Idiomas is a space for learners of English, Spanish and Portuguese for foreigners. In the magazine you will find articles on language learning, study tips, vocabulary and grammar sections, comics and games. All done with a lot of affection for me to motivate you and to show that learning a language can be fun and enjoyable. The magazine is free and you can download it in my blog: katiaboroni.blogspot.com.br I hope you learn a lot with me! Best regards, Kátia Boroni Editorial El aprendizaje de lenguas no es difícil, pero requiere un cambio importante en el día a día del estudiante. El estudiante debe introducir la lengua extranjera estudiada en su vida, en varias ocasiones y no sólo durante las clases. La Revista Kátia Boroni Idiomas es un espacio para los estudiantes de inglés, español y portugués para extranjeros. En la revista se encontrarán artículos sobre el aprendizaje de idiomas, consejos para estudiar, secciones de vocabulario y gramática, cómics y juegos. Todo hecho con gran afecto por mí para motivar a ustedes, y para demostrar que el aprendizaje de un idioma puede ser divertido y placentero. La revista es gratuita y su descarga puede ser hecha en mi blog: katiaboroni.blogspot.com.br ¡Espero que aprendan mucho conmigo! Saludos, Kátia Boroni
  8. 8. Revista Kátia Boroni Idiomas 2ª edição – Julho 2017 8 Índice MEDO de falar línguas estrangeiras - p.9 Aprendendo Espanhol com o Netflix – p.11 Provérbios populares p.15 Como pedir comida em um restaurante - p.18 How to ask food in a restaurant - p.19 Cómo pedir comida en un restaurante - p.20 Comics Sophia and Friends – p. 21 Tebeo Sophia y amigos– p. 22 HQ Sophia e amigos – p. 23 Puzzles - Passatempo - Pasatiempos p. 24
  9. 9. Revista Kátia Boroni Idiomas 2ª edição – Julho 2017 9 Dicas de Estudo É muito comum ver aprendizes de línguas estrangeiras sentirem medo em utilizá-la no seu dia a dia, seja quando viajam, ou quando encontram estrangeiros nos ambientes de lazer ou de trabalho. A maioria dos estudantes se sentem tímidos e preferem ficar calados do que aproveitar a oportunidade para interagir e conversar na língua estrangeira estudada. Mas afinal, se o aluno está estudando um determinado idioma para conversar, porque ele foge das interações neste idioma?? A resposta é MEDO!! O medo de errar, de não conseguir se expressar, de falar uma bobagem, esses medos paralizam o estudante e ele simplesmente perde todas as oportunidades que tem de utilizar a língua estrangeira em contextos reais de uso. É Paradoxal mas completamente compreensivel que uma pessoa se dedique a aprender um idioma, mas ao mesmo tempo tenha medo em utilizá-lo, contudo este medo precisa ser vencido para que se alcance a tão sonhada fluência. Não há como aprender toda a parte gramatical, vocabulário, melhorar a compreensão auditiva para só depois começar a falar, definitivamente não é assim que funciona. O aprendizado de uma língua estrangeira, seja ela qual for, exige que desde o primeiro dia de aula o aluno trabalhe as quatro habilidades: as receptivas (leitura e compreensão auditiva) e as produtivas (fala e escrita). É possível enfatizar uma destas habilidades, mas é impossível se tornar fluente em um idioma apenas trabalhando uma ou duas delas. Por isso o aluno precisa falar desde o nível iniciante, saber perguntar e responder perguntas de maneira real e não artificial, para que ele se sinta confiante dentro do nível de conhecimento dele, e que a cada dia, a medida que seu conhecimento
  10. 10. Revista Kátia Boroni Idiomas 2ª edição – Julho 2017 10 cresça, sua autoconfiança também se eleve e o motive a buscar oportunidades de uso da língua, e nunca se calar perante um estrangeiro! O medo paralisa, atrapalha, desmotiva, e muitas vezes é o único responsável pela desistencia e abandono do sonho de se tornar bilingue. Infelizmente muitos alunos chegam a mim com esse medo arraigado e me procuram como última tentativa de realizarem seu sonho. E o meu trabalho vai além de ensinar conteúdo, essa é a parte mais fácil, o mais importante é ir dia a dia ajudando o aluno a vencer seus medos, motivá-lo, fazé-lo crescer na sua autoconfiança em relação ao uso da língua estrangeira estudada. E não é raro que após aprender a primeira língua estrangeira eles iniciem a segunda, porque uma vez vencido o medo nada mais segura um aluno que sonha em poder se comunicar em vários idiomas. Por isso o meu conselho é sempre: acredite em você, se jogue de corpo e alma no estudo sabendo que os resultados sempre veem para quem persiste. Seja como uma criança, que em sua inocência não tem espaço para medos internos ou impostos pela sociedade, não se deixa abalar pelas quedas quando começa a dar seus primeiros passos, ri de seus tombos e sabe que eles fazem parte deste processo de auto evolução. Aprender um idioma exige sim que voltemos à infancia, no sentido de se valer de apenas bons sentimentos relacionados ao aprendizado, como o interesse, a alegria de aprender, a comemoração diária de pequenas vitórias, a automotivação, porque o desejo de evoluir vem de dentro da criança e não do exterior. Não cultivem medos, não criem barreiras para o seu aprendizado, como idade, tempo, dificuldades pessoais, pois tudo isso pode ser superado com a sua persistencia, dedicação, e é claro com a ajuda de um professor qualificado e atento a tudo isso. Quer realizar seu sonho e mudar sua vida? Conta comigo! Abraços, Kátia Boroni MEDOOOOO
  11. 11. Revista Kátia Boroni Idiomas 2ª edição – Julho 2017 11 Aprendendo Espanhol com o NETFLIX Aprender uma língua estrangeira unindo diversão ao estudo é sempre uma ótima escolha. Um grande aliado ao aprendizado de línguas estrangeiras é sem dúvida o Netflix! Na edição anterior da revista do Kátia Boroni Idiomas eu ensinei como aprender Inglês com a Netflix, hoje vou ensinar como aprender Espanhol assistindo seriados e filmes. Preparem a pipoca e vamos lá! As variedades do Espanhol O Espanhol é uma língua muito próxima ao português, de todas as línguas de origem latina é a que mais se assemelha a ele, (exceto o Galego português, falado na região da Galícia, Espanha). Mesmo sendo uma língua onde a pronúncia e a ortografia são semelhantes, alguns sons, e especialmente a velocidade com a qual os nativos falam o Espanhol, pode tornar a sua compreensão difícil. Importante ainda lembrar que o Espanhol é uma língua falada em 22 países, com 6 variedades diferentes (Zona do México e América Central, Zona do Caribe, Zona Andina, Zona do Chile, Zona do Rio da Prata, Zona da Espanha, C.f. Herrero, 2004.) Devida a tantas variedades é importante que o aluno de Espanhol língua estrangeira escute diferentes sotaques para que ele se torne realmente fluente neste idioma. Quais são os benefícios de se utilizar esta técnica?  Melhora na compreensão auditiva, na pronuncia e na entonação;  Consolidação de estruturas gramaticais e de vocabulário;  Aprendizado da cultura dos países que falam espanhol; Graças a esta atividade a sua fluência em Espanhol irá aumentar, e você terá contato com diálogos mais próximos da vida real (diferentemente dos diálogos artificiais dos livros didáticos) e mais desafiadores por terem ruídos de fundo, serem mais longos, uso de gírias, etc. Como utilizar a técnica? Esta técnica funciona para alunos básicos, intermediários e avançados. Para que funcione é importante escolher seriados ou filmes originalmente gravados em Espanhol, porque assim eles terão a legenda CC (closed caption), que é a transcrição exata do áudio, feita para pessoas com deficiência auditiva. Produções feitas em outros idiomas não terão áudio e legendas sincronizadas.
  12. 12. Revista Kátia Boroni Idiomas 2ª edição – Julho 2017 12 Alunos básicos: Escolham um seriado ou filme que já tenham assistido, assim vocês já saberão o enredo e não ficarão perdidos na história. Escolham um trecho do programa, pode ser inicialmente uns 15 minutos, com o tempo vocês vão aumentando. Coloquem o áudio e as legendas em espanhol e foquem apenas na língua, escutando e lendo juntos, e não se preocupem com o significado das palavras que não conhecem. Quando terminarem os 15 minutos, vocês podem voltar e rever o trecho com o áudio em português e a legenda em espanhol para tirarem as dúvidas do significado, mas lembrem-se que a atividade foca na compreensão auditiva e não na tradução! Alunos intermediários e avançados: Vocês podem escolher um programa novo para assistirem. Comecem com seriados, e quando já estiverem acostumados podem partir para os filmes. Caso achem cansativo dividam o seriado ou filme por etapas também. Frequência No mínimo uma vez por semana, mas garanto que vai se tornar uma atividade tão divertida que rapidamente vocês farão ela com maior frequência, e com maior duração. Qual seriado escolher? Além das preferências pessoais, devemos levar em conta alguns fatores ao escolher os seriados ou filmes: Acento (sotaque): O sotaque é importante na hora de escolher o seriado. Comecem com seriados do mesmo sotaque/variedade que estão estudando, e depois assistam com sotaques variados para melhorem sua compreensão. Gênero: O ideal é que vocês experimentem vários gêneros de seriados e filmes até acharem um que seja mais interessante, e ao mesmo tempo que seja mais fácil para começar nesta atividade. Duração: Comecem com pequenos trechos e vão aumentando até conseguirem assistir um seriado inteiro. Depois façam o mesmo com filmes. Cultura: É sempre melhor aprender o idioma aliado à sua cultura, então escolham também seriados históricos para assistir. Sugestões Todos os seriados a seguir possuem a opção de Closed caption em Espanhol, então são perfeitos para a atividade proposta. Há muitos filmes e seriados para assistir no Netflix para estudar Espanhol, a maioria são produções da Espanha e Argentina, e há desde comédias, dramas e até policiais. Vou recomendar os meus favoritos: Las chicas del Cable (As telefonistas) – Série Espanhola, Drama de época. A série se passa em Madri em 1928, quando quatro jovens entram para a companhia telefônica para serem telefonistas, e mostram como era difícil ser mulher na sociedade machista da década de 20. Empoderamento feminino encantador! Mortadelo y Filemón – filme de animação espanhol que traz os detetives Mortadelo e Filemón, um grande sucesso dos quadrinhos espanhóis,
  13. 13. Revista Kátia Boroni Idiomas 2ª edição – Julho 2017 13 para uma aventura eletrizante. Ganhou os prêmios Goya, Gaudí e Forqué. O Segredo dos seus olhos – Filme argentino, policial, ganhador do óscar de melhor filme estrangeiro. O filme conta a investigação do agente judicial aposentado Espósito (Ricardo Darín) sobre um crime arquivado, porém que nunca saiu de sua cabeça. Ao reviver o brutal assassinado ocorrido 25 anos antes, ele se reencontra com seu grande amor platônico do passado. Juana Inés – Seriado Mexicano de ficção, conta a vida da religiosa mexicana Sor Juana Inés de la Cruz, uma mulher a frente de sua época, que fez de tudo para realizar seu grande sonho: poder estudar e ser escritora. Pablo Escobar, el patrón del mal - Seriado Colombiano que recebeu muitas boas críticas, é a versão livre do livro “La parábola de Pablo”. Ele conta a vida do narcotraficante colombiano Pablo Escobar, e como sua violência o tornou o criminoso mais procurado do mundo. Outras línguas faladas na Espanha Vocês sabiam que na Espanha além do Idioma Espanhol (ou Castelhano como alguns o chamam), é falado também outros três idiomas, com o status de línguas co- oficiais? Vamos ver quais são elas: Galego-Português – Língua falada na região da Galícia, parece uma mistura de Português com espanhol. Catalão – Língua falada na Catalunha, Comunidade Valenciana e ilhas balneares. Parece uma mistura de Espanhol com francês, impossível de compreender para quem não a estudou. Éuskera (Vasco) – Língua falada no país Vasco, uma língua exótica que não é originada do tronco indoeuropeu e, portanto, totalmente diferente de qualquer língua de origem latina. Para conhecer mais da cultura destas regiões espanholas eu recomendo alguns filmes e seriados que farão vocês entenderem melhor a cultura destas regiões, e com certeza vocês irão se divertir muito com essas diferenças e sotaques! Ocho apellidos vascos - comédia Espanhola. A história se passa em Sevilla, no Sul da Espanha e no País Vasco, no norte da Espanha. É uma história de amor que nasce entre dois dos mais fortes estereótipos espanhóis: de um lado os típicos espanhóis do sul da Espanha (Andaluzia), com seu modo particular de falar, vestir e curtir a vida, com muitos elementos que reconhecemos como tipicamente espanhóis como o flamenco, os leques, etc. De outro lado o frio do norte da Espanha no país Basco, com pessoas totalmente diferentes, e este choque de culturas te fará rir do início ao fim.
  14. 14. Revista Kátia Boroni Idiomas 2ª edição – Julho 2017 14 Ocho apellidos catalanes – comédia Espanhola. Graças ao enorme sucesso mundial de Ocho apelidos vascos, foi feita a sua continuação. Em Ocho apelidos Catalanes a história se passa na Catalunha, e os sotaques e culturas andaluz, basca e catalã se misturam e prometem uma diversão sem igual! Merlí: Este seriado foi feito no idioma Catalão e possui a opção de legenda em espanhol. Conta a história de um professor de filosofia que estimula seus alunos a pensarem utilizando métodos pouco ortodoxos. La playa de los ahogados: O filme foi gravado em Espanhol, mas a história se passa na Galícia. Um thriller intrigante que começa quando um marinheiro é encontrado morto, e a polícia ao investigar esta morte descobre um grande segredo que estava esquecido. Então é isso, transformem o momento de lazer em um momento de aprendizado também, de forma prazerosa e divertida. Preparem a pipoca e apertem o play! Hasta luego!! Kátia Boroni
  15. 15. Revista Kátia Boroni Idiomas 2ª edição – Julho 2017 15 Provérbios Por mais que cada ser humano seja único, por mais que as diferentes culturas que compõe nosso mundo tenham características tão diferentes uma das outras, há alguns aspectos que são universais, que existem em todas as culturas e que nos acompanham desde sempre. A sabedoria popular, aquela que existe desde a antiguidade, muito antes de existirem escolas para transmitirem o conhecimento, sempre foi munida de um instrumento muito eficaz para o ensino de importantes lições: os provérbios. Os provérbios, também conhecidos como ditos populares surgiram na antiguidade e existem em todas as culturas, persistindo até os dias atuais. Eles transmitem conhecimentos comuns sobre a vida, tem um formato curto e direto sendo facilmente memorizados, e são repassados de geração a geração. Eles tratam de aspectos universais da vida, por isso é muito fácil encontrar o mesmo proverbio em diferentes culturas, com algumas alterações, porém com a mesma mensagem final. Hoje vamos aprender alguns provérbios em português, inglês e espanhol, que passam o mesmo ensinamento, porém cada um usando metáforas de acordo com sua cultura. Essa foi a gota d’água Este provérbio é utilizado para demonstrar raiva em relação a alguém ou a alguma situação que excedeu o seu limite de tolerância, paciência, etc. Em português temos a metáfora de um copo cheio de água, e a situação limite seria a última gota que faz o copo transbordar. Temos também variações como um balde de água cheio, uma torneira vazando, mas sempre relacionado à água. Em espanhol a referência é a mesma, “la gota que colma el vaso” é exatamente a gota que transborda o copo d’água. Parabolé Aprenda Vocabulário La gota que colma el vaso. Cuando una situación ha ido empeorando, llega un punto en que estalla, aunque parezca que se debe a una causa insignificante.
  16. 16. Revista Kátia Boroni Idiomas 2ª edição – Julho 2017 16 Em inglês, o elemento escolhido para a metáfora foi o camelo e a palha. No proverbio em inglês se faz referência à carga de palha que um camelo consegue suportar, antes que caia e não consiga mais caminhar. Apesar dos elementos serem totalmente distintos, a ideia permanece a mesma. Exemplos: Para aqueles que já estavam sem paciência, a confirmação do cancelamento do voo foi a gota d’água. After following her around for days, he threatened her son. For her, that was the straw that broke the camel's back and she went to the police. La última gota fue cuando le pedimos los números detallados y resultó que no sabía ni hacer una hoja de cálculo Mais vale um pássaro na mão do que dois voando Este provérbio nos alerta sobre o risco em perder o que se tem na busca de algo melhor. Nem sempre vale a pena correr este risco, deve-se valorizar o que já foi conquistado. Interessante que em espanhol a metáfora é a mesma, porém a quantidade de pássaros aumenta significativamente! Já em inglês se usa o elemento bush (arbusto) ao invés de voando. Exemplos: Carlos, não coloque todo teu salário nesse investimento de alto risco, guarda ele na poupança. Mas vale um pássaro na mão do que dois voando. If I were you, I'd accept the job. It might not be the best job for you, but a bird in the hand is worth two in the bush. A: ¡Mira, nos han tocado mil euros! B: ¡Qué guay! ¿Y si los gastamos en lotería otra vez? ¡Nos podrían tocar cientos de miles de euros! A:No, no, estos mil euros nos vienen muy bien para muchas cosas. Y más vale pájaro en mano... The straw that broke the camel's back is the last thing you are willing to accept after which you will not put up with any more. A bird in the hand is worth two in the bush. It is better to keep what you have than to risk losing it by trying to get something better. Más vale pájaro en mano que ciento volando. Se aplica a quienes dejan situaciones o cosas seguras, buscando otras mejores pero inciertas. Más vale pájaro en mano que ciento volando.
  17. 17. Revista Kátia Boroni Idiomas 2ª edição – Julho 2017 17 É tudo farinha do mesmo saco Este proverbio é usado para se referir a pessoas de caráter duvidoso que são da mesma laia, ou da mesma estirpe, no sentido de reprovação. Sua origem veio do costume de separar a farinha boa da ruim, em sacos distintos. Em espanhol o provérbio utiliza a imagem da tesoura, ao dizer que, por ejemplo, que duas pessoas foram cortadas pela mesma tesoura. Em inglês o proverbio é “tarred with the same brush”, cuja origem vem da produção de ovelhas, quando suas patas eram tratadas passando alcatrão nelas, e todas as ovelhas do rebanho eram tratadas da mesma maneira. Exemplos: He may be lazy, but if you ask me his friends are all tarred with the same brush. I admit that some football supporters cause trouble, but it´s not fair that we´re all being tarred with the same brush. No pueden negar que son hermanos si están cortados por la misma tijera. Aquelas pessoas tem o mesmo defeito de caráter, são farinha do mesmo saco. Referências http://cvc.cervantes.es/lengua/refranero https://www.dicionariodegirias.com.br http://www.thefreedictionary.com/ Cortados por la misma tijera Parecerse mucho, actuar de modo semejante. Usualmente de connotación negativa. Tarred with the same brush Having the same faults or bad qualities.
  18. 18. Revista Kátia Boroni Idiomas 2ª edição – Julho 2017 18
  19. 19. Revista Kátia Boroni Idiomas 2ª edição – Julho 2017 19
  20. 20. Revista Kátia Boroni Idiomas 2ª edição – Julho 2017 20
  21. 21. Revista Kátia Boroni Idiomas 2ª edição – Julho 2017 21
  22. 22. Revista Kátia Boroni Idiomas 2ª edição – Julho 2017 22
  23. 23. Revista Kátia Boroni Idiomas 2ª edição – Julho 2017 23
  24. 24. Revista Kátia Boroni Idiomas 2ª edição – Julho 2017 24 PUZZLES – PASSATEMPOS - PASATIEMPOS
  25. 25. Revista Kátia Boroni Idiomas 2ª edição – Julho 2017 25

×