Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Organização mundial do turismo catia nº 5

5,720 views

Published on

  • Be the first to comment

Organização mundial do turismo catia nº 5

  1. 1. Organização Mundial do TurismoMódulo II – Organização Institucional do TurismoCurso Turismo Cátia Nunes Dias nº5 10ºTur
  2. 2. Organizações Nacionais• Há um grande número de entidades públicas e privadas nacionais ligadas ao turismo.• a) Ministério da Economia da Inovação e do Desenvolvimento• b) Turismo de Portugal IP• c) Confederação do Turismo Português ( CTP)• d) Empresa Nacional de Turismo ( ENATUR)• e) Associação Portuguesa de Empresa de Congressos, Animação Turística e Eventos (APECATE)• g) Associação Portuguesa das Agências de Vagens e Turismo ( APAVT)• h) Instituto Nacional de Aviação Civil, IP (INAC)• i) Instituto de Planeamento e Desenvolvimento do Turismo (IPDT)• j) Associação do Turismo de Habitação (TURHAB)
  3. 3. Ministério da Economia da Inovação edo Desenvolvimento• O Ministério da Economia, da Inovação e do Desenvolvimento, através da secretaria de Estado do Turismo, tutela o Turismo em Portugal e a sua actividade no país.
  4. 4. Turismo de Portugal, IP• Turismo de Portugal, IP é a autoridade turística nacional responsável pela promoção, valorização e sustentabilidade da actividade turística.• Tem como objectivos principais:- Definir a estratégia nacional;- Contribuir para o desenvolvimento do sector;- Promover e valorizar a actividade turística.
  5. 5. A missão do Turismo de Portugal, IPconsiste em:- Qualificar e desenvolver as infra-estruturasturísticas;- Desenvolver a formação de recursos humanos;- Apoiar o investimento no sector;- Coordenar a promoção interna e externa dePortugal como destino turístico;- Regular e fiscalizar os jogos de fortuna e azar.
  6. 6. Quanto à organização regional• Contribuir para os objectivos da politica nacional do turismo;• Dinamizar e potencializar os recursos turísticos;• Monitorizar a oferta turística
  7. 7. Confederação do Turismo PortuguêsCTP• Este é um organismo de associativismo empresarial na área do turismo, que adquiriu personalidade jurídica em 1995, juntando a totalidade das associações empresariais da actividade turística.
  8. 8. A CTP tem como missão:• Assegurar a coesão e unidade interna dos agentes económicos do turismo e pugnar pelo desenvolvimento da actividade económica do turismo;• Assegurar o controlo estratégico da Confederação palas associações empresariais nela filiadas;• Contribuir para a definição da política de turismo;• Reservar a sua intervenção para o tratamento da matérias globais e intersectoriais actuando sempre com uma postura supletiva das iniciativas dos seus associados;• Contribuir para o melhor conhecimento cientifico do turismo como forma de preparação e implementação das medidas de política;• Desenvolver uma organização flexível, credível, eficiente e com capacidade de intervenção.
  9. 9. Tem como objectivos• A promoção de estudos e debates de temas que interessem ao sector económico do turismo;• O diagnóstico e o acompanhamento dos problemas que o atingem, com a intenção de contribuir para a definição de uma estratégia comum que estabeleça as prioridades e proponha as medidas adequadas à sua prossecução.
  10. 10. Empresa Nacional de Turismo (ENATUR)• Foi criada em 1976, em consequência da decisão do Governo de criar um organismo a gerir as participações do Estado no capital das empresas. É responsável por gerir os bens, estabelecimentos e participações financeiras que façam parte do seu património e colaborar na recuperação e aproveitamento para fins turísticos de monumentos entre outros edifícios de valor histórico cultural.
  11. 11. Associação Portuguesa de Empresas deCongressos, Animação Turística eEventos (APECATE)• A associação Portuguesa de Empresas de Congressos, Animação Turística e Eventos é uma associação civil sem fins lucrativos que resulta da fusão de três associações:• A APOPC ( Associação Portuguesa de Organizadores Profissionais de Congressos);• A PACTA ( Associação Portuguesa de Empresas de Animação cultural e de Turismo de Natureza e Aventura);• A AOPE ( Associação de Organizadores Profissionais de Eventos).
  12. 12. Tem como objetivos:• Representar, afirmar e defender os interesses dos associados;• Cooperar , em parceria com congéneres europeus, em trabalhos e debates sobre padrões de qualidade, com vista à certificação de boas práticas empresariais;• Impulsionar as sinergias intersectoriais e as relações profissionais entre associados .
  13. 13. Associação Portuguesa das Agências deViagens e Turismo (APAVT)• A Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo foi fundada em 30 de Maio de 1950 é a única associação desta classe em Portugal e a mais antiga e representativa do turismo nacional e reúne associados efectivos ( agências de viagens nacionais), tem como associados aliados outras empresas relacionadas com o sector turístico. (Ex: agências de viagens, companhias de aviação, hotéis, restaurantes…).
  14. 14. Instituto Nacional de Aviação Civil, IP( INAC)• Abreviadamente designado por INAC, é um instituto público integrado na administração indirecta de Estado, compete-lhe assegurar o bom ordenamento de todas as actividades da esfera da aviação civil, devendo regular e fiscalizar as condições em que as mesmas se desenvolvem.
  15. 15. Instituto de Planeamento eDesenvolvimento do Turismo (IPDT)• Associação sem fins lucrativos que tem como premissa a investigação aplicada no sector do turismo e ensino pós-graduado, é uma das novas entidades afiliadas da Organização Mundial do Turismo (OMT) passando, assim, a integrar um grupo restrito de entidades dedicadas ao “ desenvolvimento positivo do turismo” tem como missão contribuir para o desenvolvimento sustentado do turismo partilhando conhecimentos e experiencias globais.
  16. 16. Associação do Turismo de Habitação(TURHAB)• Fundada em 1983, com sede em Ponte de Lima, a TURHAB criou a marca Solares de Portugal dez anos depois detentora da marca Solares de Portugal congregando cerca de 100 casas, classificadas em Casas antigas, Quintas e Herdades e Casas Rústicas.
  17. 17. Tem como missão:• Facilitar a negociação com os operadores com os operadores turísticos, na promoção de uma oferta global de, sensivelmente, 1250camas;• Desempenhar um papel coordenador em todo o processo, de organização do produto e dos preços no sentido de levar a cabo, com sucesso, a negociações entre operadores e as casa, dinamizando canais de distribuição, incentivando formas de promoção;• Criar para todos os intervenientes um ponto central de contacto para reservas e acções promocionais, servindo de interlocutor entre os turistas/ hóspedes e as casa, substituindo-as na execução das reservas e na informação complementar das potencialidades existentes.

×