Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Neurocinema - Stop Motion

176 views

Published on

Published in: Education
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Neurocinema - Stop Motion

  1. 1. NEUROCINEMA 2013.2 Nome: Juliana Dantas TEORIA DA ANIMAÇÃO – STOP MOTION Seria injusto começar essa explanação citando pensadores como Aristóteles ou Galileu. Os dois tentaram explicar a teoria do movimento. Para Aristóteles, o movimento poderia ser natural, quando as coisas (rios, pedras rolando montanha abaixo, nuvens) seguiam naturalmente seu curso; ou violento, quando um agente externo forçava o movimento das coisas. Ou seja, na teoria aristotélica todos os movimentos eram devidos ou a natureza do movente ou a algum empurrão e puxão constante. Se um objeto se encontra em seu lugar natural, ele não se move a não ser forçado pela ação de algum agente externo. Desta forma, o estado natural de um corpo é o de repouso, exceto para os corpos celestes. Galileu, desacreditado da teoria aristotélica, iniciou uma série de experimentos para derrubar tais teorias. Para ele, era mais importante as propriedades do movimento e não a causa de algo estar ou não se movimentando. Partindo desse pressuposto, Galileu Galilei deu origem a uma das principais propriedades físicas da matéria, a inércia. Anos mais tarde, a primeira lei de Newton reforçava os estudos de Galileu. Eles diziam que, na ausência de forças, um corpo em repouso continua em repouso e um corpo em movimento continua em movimento retilíneo uniforme. Essa introdução desperta apenas a curiosidade para o seguinte: O que diriam esses pensadores sobre uma teoria de animação denominada stop motion? http://www.cbpf.br/~caruso/tirinhas/tirinhas_menu/por_assunto/inercia.htm
  2. 2. Talvez, se vivessem no século XX, Aristóteles, Galileu e Newton não tivessem interessados em inventar técnicas de animação, diferente de James Stuart Blackton que em 1900 fez um dos primeiros filmes animados da história, The Enchanted Drawing. Mais tarde, em 1906, o cartunista decidiu investir na técnica e lançou The Humorous Phases of Funny Faces, um filme animado que mostra a mudança da expressão facial e corporal de pessoas desenhadas a quadro negro e giz. Esses são os primeiros registros da animação no cinema, e também do Stop Motion. O stop motion é uma técnica de animação que, quadro a quadro, da movimento a um objeto. Para cada segundo de filme, são necessários aproximadamente vinte e quadro quadros. Os quadros, ou frames, são feitos através de câmeras filmadoras, fotográficas ou até mesmo por computador. No stop motion, é a estabilidade da imagem é um fator muito importante. Quanto mais estável o quadro estiver, mais qualidade o filme terá e para isso é necessário o uso de um tripé para apoiar a câmera. Os objetos, então, são movimentados e fotografados quadro a quadros e, posteriormente, são agrupados em película cinematográfica ou num software de computador. Quanto mais frames forem exibidos no mesmo período de tempo, mais natural é a ilusão do movimento. No cinema, por exemplo, o padrão são trinta frames por segundo ou, comumente dito na linguagem cinematográfica, 30 FPS. O espaço entre um frame e outro, também determina a qualidade do filme e dá a ilusão de rastro do movimento. Quanto mais espaço entre os frames, mais rastro no movimento a imagem terá. Nos games, por exemplo, são utilizados 60 FPS, o que trona a percepção visual do jogador muito nítida, com quase nenhum rastro na imagem. A técnica do stop motion é usada para várias vertentes no cinema, mas principalmente para animações. Alguns filmes de animação que usaram dessa técnica e ganharam bastante destaque popular recentemente foram: A Fuga das Galinhas (Chicken Run), 2000; O Fantástico Senhor Raposo (Fantastic Mr. Fox), 2009; A Noiva Cadaver (Corpse Bride), 2005 e Frankenweenie, 2012, que pode ser visto em 3D. James Sturat Blackton - The Humorous Phases of Funny Faces, 1906 A Fuga das Galinhas (Chicken Run), 2000. Bonecos utilizados para a produção de Frankenweenie, 2012.

×