Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

ESTILOS DO DESIGN | SURREALISMO

783 views

Published on

Seminário apresentado à disciplina Projeto de Interiores, ministrada pela professora Paula Glória, como requisito parcial de aprovação do curso de especialização de Arquitetura e Design.

Published in: Design
  • Be the first to comment

ESTILOS DO DESIGN | SURREALISMO

  1. 1. O surrealismo foi um movimento artístico e literário fundadonaFrança,pelopoetaAndréBreton,nadécadade 1920, inserido no contexto das que viriam avanguardas definir o modernismo no período entre as duas Grandes Guerras Mundiais. Nasceu das teorias psicanalíticas de Freud, na artística necessidade de libertar o que há no inconsciente, na intuição e nos sonhos, resultando em obras que discutem o fantástico e o onírico em confronto com a realidade. Propunha o automatismo (autor se deixa levar pelo subconsciente) puramente físico, através do qual se pretendia expressar, verbalmente, por escrito, ou deoutraforma,averdadeirafunçãodopensamento; Busca restaurar os poderes da imaginação, castrados pelos limites do utilitarismo da sociedade burguesa (os surrealistas rejeitam a chamada ditadura da razão e valores burgueses como pátria, família, religião, trabalho e honra), e superar a contradição entre objetividade e subjetividade, tentando consagrar uma poética da alucinação, de ampliação da consciência. Breton declara no seu Primeiro Manifesto Surrealista sua crença na possibilidade de reduzir dois estados aparentemente tão contraditórios: sonho e realidade, “a uma espécie de realidadeabsoluta,desobre-realidade[surrealité]”. SURREALISMO medo ou liberdade? Arquitetura e Design Projeto de Design de Interiores Paula Glória Jéssica Oliveira Lucas Nãoéomedodaloucuraquevainosobrigarahastearameio-paua bandeira da imaginação (...) Só o que me exalta ainda é a única palavra,liberdade. André Breton.
  2. 2. VisãoSurrealista Produzir uma arte que, segundo o movimento, estava sendodestruídapeloracionalismo. Humor, sonho e a contralógica são recursos a serem utilizadosparalibertarohomemdaexistênciautilitária. Faz grande uso de descontextualizações, esvazia-se um significante de seu significado para atingir novos e inusitadossignificados. Destacou-se nas artes, principalmente por quadros, esculturas ou produções literárias que procuravam expressaroinconscientedosartistas. ExperimentaçõesdeAndreBreton. SURREALISMO medo ou liberdade? I N CO N S C I E N T E Q U E B R A R A S R E G R A S FANTÁSTICO I M A G I N A Ç Ã O LUGAR SONHOS FORA DO ABSTRATO IRREAL
  3. 3. Cadeira Calvet - Antoní Gaudi (1902) SURREALISMO & design AntoniGaudíeodesignsurrealista Ícone da arquitetura de Barcelona, sua obra é reconhecida por ser simplesmente livre: sem limites, sem definições, devotada à criação. Modernista e gótico, também chegou a ser considerado um surrealista emalgumasdesuasrealizações. A composição de pedras e tijolos modelados, com painéis cerâmicos repletos de cores, texturas e criações voluptuosas,trouxeàBarcelonaumanovaambientação. Cadeira Batlló - Antoní Gaudi (1906)
  4. 4. SURREALISMO & design AntoniGaudíeodesignsurrealista Principaisobras: ParqueGüell(1857); PalácioGüell(1885); CasaMilà(1906); CasaVicens(1883); Fachada da Natividade e cripta da Sagrada Famíla (1883); CasaBatlló(1904); CriptadaColóniaGüell(1899). CasaBatlló-AntoniGaudí
  5. 5. SURREALISMO & design AntoniGaudíeodesignsurrealista
  6. 6. SURREALISMO & design SalvadorDalieoobjetosurrealista Às vezes chamada de "Relógios fundidos", o trabalho apresenta a surrealista imagem de que o relógio é, incansavelmente, o pressuposto de que o tempo é rígido ou determinista, e neste sentido é apoiado por outras imagens, no trabalho, tais como a vasta expansão da paisagem e de formigasavoaradevorarosoutrosrelógios. TelefoneLagosta-SalvadorDalí,1936 SofáLábios-SalvadorDalí,1937 Dois dos mais populares objetos foram os Telefone Lagosta e o Sofá-lábios de Mae West, completados por Dalí em 1936 e 1937,respectivamente. A persistência da memória.
  7. 7. CadeiraLeda-SalvadorDalí,1935/37 SURREALISMO & design SalvadorDalieoobjetosurrealista Durante os anos entre 1941 e 1970 Dalí também foi responsável pela criação de um impressionante conjunto dejóias,39nototal.
  8. 8. StuartWeitzmanStore,Roma-2006/FabioNovembre SURREALISMO & design FabioNovembreeodesignsurrealista Responsável pela poltrona Nemo, que materializa uma grande máscara de forte presença cênica, bem como pelacriaçãodadupladecadeiras"Him"e"Her". PoltronaNemoeCadeiraHim/Her,FabioNovembre.2010
  9. 9. CliftHotel,emSãoFrancisco(EUA)-PhilippeStarck HotelSLSBervelyHills,emLosAngeles-PhilippeStarck PhilippeStarckeodesignsurrealista Também exerce esse lado surrealista com grandeza quando propõe um espremedor de laranjas ou um banquinho. A luminária Marie Coquine também brinca de maneira inusitada com a composição entre a delicadeza dolustrecomumcomabrutalidadedosacodeboxe. Espremedordelaranja,1990 -PhilippeStarck SURREALISMO & design
  10. 10. Itália, 1983 Franco Moschino Lojas: 35 Presença global: 60 países Segmento: Moda de Luxo SURREALISMO & design
  11. 11. SURREALISMO & design MaisonMOSCHINO Inaugurado em 2010, em Milão, em um prédio de 4 andares que abriga 65 quartos temáticos e lúdicos (decorados com temas como «Alice do Páis das Maravilhas» e Bela Adormecida, ou com referências que lembram a infância, como almofadas em formato de grandes doces. Bar, restaurante de nível internacional, galeria de obras, academia, spa e sala de conferências. O interiordoHotelrefleteoestilodistintodamarca,ondeo mundo é pintado com um pincel de surrealismo. Decoraçãoextravagente.
  12. 12. SURREALISMO & design
  13. 13. SURREALISMO & design MOSCHINOStore O projeto da loja, elaborado pela designer Denisa Tudorica, foi inspirado na história, símbolos e características da marca. O tema principal está ligado à ideia de um teatro de fantoches, fazendo das cortinas vermelhas como a entrada do palco. Todo o interior é dominado pelos provadores que estão escondidos dentro do vestido de diferente escala penduradonoteto.
  14. 14. SURREALISMO & design
  15. 15. SURREALISMO & design
  16. 16. SURREALISMO & design
  17. 17. SURREALISMO & design MOSCHINO-Roma Arquiteto:MicheledeLucchi -Madeiraeespelhos(comoobjetivodecriarilusões); -Coisasforadolugar,quebrarasregras; - «Pensar em nossas roupas é como pensar em nossas casas,sãoosprincipaislugaresemquevivemos»;
  18. 18. SURREALISMO & design MOSCHINO-Roma Arquiteto:MicheledeLucchi
  19. 19. SURREALISMO & design MOSCHINO – NOVA YORK Arquiteto: Vudafieri Partners Tem como proposta contar a história da jornada de uma jovem por uma floresta, que tem várias descobertas ao longo da caminhada. A entrada apresenta uma série de luminárias de aço inoxidável personalizados contendo aglomerados corações de vidro fosco (analogia às nuvens). Um anel de diamante, no projeto em grandes dimensões, é posicionada como uma vitrine de apresentação, indica uma variedade de acessórios e mercadorias relacionadas sob o vidro. Caixas descansandonochãosugeremfrutoscaídos.Objetosem escalasdiferentesfazempartedesteprojeto.Nafiguraao ladoépossívelassociarumabolsagiganteàumbanco.
  20. 20. SURREALISMO & design MOSCHINO – NOVA YORK Arquiteto: Vudafieri Partners Um passeio pela área de acessórios se descobre uma pequena cabana de pala-telhado, com tratamento em lacca branca de alto brilho. A iluminação interna destaca a mercadoria e adiciona à fantasia da floresta. Uma árvore em uma parede adjacente, exibindo bolsas, possui prateleiras de vidro fosco, feito à mão na Itália, comumsuportedevidrocheiodebolhas.

×