Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Tr21 g05 josiane

316 views

Published on

  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Tr21 g05 josiane

  1. 1. CIPÓ e MOC e ESCOLA APRENDIZ (um conjunto deslides para cada projeto) Profs. Drs. Ismar de Oliveira Soares Claudemir Viana Aluna: Josiane Mendonça Curso de Especialização Lato Sensu em Educomunicação: Comunicação, Mídias e Educação Universidade de São Paulo – CCA/ECA
  2. 2. A Educomunicação no Bairro- Escola:fortalecendo o território e a comunidade localAssociação Cidade Escola AprendizDe um site voltado para disseminaçãode temas voltados para a educação nooferecimento de uma redação-escolapara estudantes e instituições educacionaispúblicas e privadas, ao laboratório de pedagogia comunitáriapromovendo o conceito de bairro-escola, objetivando aintegração dos diversos potenciais educativos de umacomunidade (espaço, pessoas, instituições e iniciativas),buscando garantir o desenvolvimento integral do território edos sujeitos, especialmente das crianças e dos jovens.
  3. 3. A Educomunicação no Bairro- Escola:fortalecendo o território e a comunidade local Associação Cidade Escola Aprendiz A partir do site originou-se uma série de projetos do Aprendiz, que tem em comum a convicção de que a sociedade da informação exige a formação dos sujeitos em mídia e que não é mais possível separar a reflexão sobre educação de comunicação. REFLEXÕES DO PROJETO→ As inovações da educomunicação não se restringem a união de duas áreas do conhecimento: trazem, sobretudo, novos modelos de relação, de convivência e de concepção de ensino/aprendizagem.
  4. 4. A Educomunicação no Bairro- Escola:fortalecendo o território e a comunidade local→ A prática educomunicativa exige pela natureza do paradigma que a sustenta – uma modificação no modelo cristalizado da relação entre professor e aluno: não há mais lugar para um transmissor ativo e um receptor passivo de informações;→ Trata-se de promover o ensino atrelado à vida. O conceito de bairro-escola, que norteia as práticas da Cidade-Escola Aprendiz, traduz, justamente essa transposição : é possível aprender em qualquer lugar e por todas a comunidade e por toda a vida.
  5. 5. A Educomunicação no Bairro- Escola:fortalecendo o território e a comunidade local Associação Cidade Escola Aprendiz Com 10 anos de experiências em São Paulo os trabalhos daAgência Comunitária de Notícias de Pinheiros, envolvem 20 jovens de escolas do bairro, promovendo conhecimento, à reflexão de ações sobre a realidade local pela qual estes alunos estão inseridos. E eles mesmos são responsáveis pela produção e desenvolvimento de conteúdos de mídias, tais como site, rádio, vídeo, entre outros. A comunicação comunitária torna-se um instrumento que envolve instituições, estudantes e a população, promovendo sobretudo, um espírito de pertencimento, ou seja, de que cada um sinta-se parte importante de sua comunidade.
  6. 6. Escola Interativa: para transver aEducaçãoCipó Associação CivilAssociação sem fins lucrativos, atuante no Estado da Bahiahá nove anos, tendo a educação pela comunicação em seuDNA. Sua metodologia propõe um novo enfoque sobre osprocesso de ensino-aprendizagem, em que os educandosparticipam ativamente da produção de peças decomunicação, que um vez disseminadas, geram novosprocessos de educação e mobilização social.
  7. 7. Escola Interativa: para transver aEducaçãoTrabalhando a Educação pela Comunicação→ Escola Interativa: abordagem da educação pela comunicação no ensino formal.→ Estúdio Aprendiz: utilização das tecnologias de informação para promover a inserção de jovens no mundo do trabalho, via Lei da Aprendizagem (Lei n. 10.097/00).→ Sou de Atitude: uso da comunicação para participação política de crianças, adolescentes e jovens e monitoramento e incidências nas políticas publicas.→ O Cidadão de Papel: utilização do teatro para promover a mobilização da sociedade em torno de termas relacionados a direitos humanos e cidadania.
  8. 8. Escola Interativa: para transver aEducaçãoPara transver a escola No entanto, a experiência do Escola Interativa nos traz um certeza: apenas incorporada como política pública a educação pela comunicação poderá ser exercida em toda a sua potencialidade, gerando impactos significativos nos índices educacionais.
  9. 9. A Educomunicação no Bairro- Escola:fortalecendo o território e a comunidade localMOC – Movimento de OrganizaçãoComunitária Um organização não governamental sediada em Feira de Santana, Bahia, atuante há mais de 40 anos na promoção do desenvolvimento sustentável do semi-árido baiano. Proposta Pedagógica Realiza-se através de sete programas interligados: Água e Segurança Alimentar, Comunicação, Criança e Adolescente, Educação do Campo, Fortalecimento da Agricultura Familiar, Gênero e Políticas Públicas.
  10. 10. A Educomunicação no Bairro- Escola:fortalecendo o território e a comunidade localMOC – Movimento de OrganizaçãoComunitária A luta por uma política pública de educação do campo integral é defendida pelo MOC em parceria com universidades e movimentos sociais. Como resultado, 19 municípios da região já implementaram a metodologia do CAT – Conhecer, Analisar e Transformar a Realidade do Campo, além de projetos como o Baú de Leitura e de Educomunicação no Campo.
  11. 11. A Educomunicação no Bairro- Escola:fortalecendo o território e a comunidade localMOC – Movimento de Organização Comunitária Entendo que a Educomunicação é um dos meios que possibilitam o debate sobre a democratização da comunicação e os acessos aos meios, 58 pessoas, entre educadores e coordenadores, participam de oficinas de qualificação em práticas de produção e leitura de mídia nas linguagens de rádio e jornal. Como resultado dessa formação, os educadores desenvolveram nas salas de aula programas de rádio e boletins impressos. Os conteúdos produzidos pelas crianças e adolescentes do semi-árido, abordam a realidade local e buscam estratégias de intervenção nas políticas públicas locais.

×