Roteiro homilético da páscoa na ressurreição do senhor – ano a – branco – 20.04.2014 (1)

779 views

Published on

ROTEIRO HOMILÉTICO DA PÁSCOA NA RESSURREIÇÃO DO SENHOR – ANO A – BRANCO – 20.04.2014
FONTE: http://www.buscandonovasaguas.com/
OFÍCIO SOLENE PRÓPRIO (COMEÇA COM AS LAUDES).
MISSA pr: GL, Sequência, Cr, Pf da Páscoa l.
Despedida com dois aleluias (durante toda a Oitava).
LEITURAS: At 10,34a.37-46 // Sl 117(118),1-2.16ab-17.22-23(R/.24) // Cl 3,1-4 ou 1Cor 5,6b-8 // Jo 20,1-9 ou nas Missas vespertinas: Lc 24,13-35

Published in: Spiritual
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Roteiro homilético da páscoa na ressurreição do senhor – ano a – branco – 20.04.2014 (1)

  1. 1. A Aurora radiante do domingo de Páscoa é a imagem de Cristo Triunfante que, ao sair do sepulcro, ilumina uma nova e eterna criação. Jesus não permaneceu no sepulcro. Ele ressuscitou dos mortos e está vivo no meio de nós. Não devemos procurar entre os mortos Aquele que está vivo.
  2. 2. Hoje a VIDA se manifesta na sua plenitude, vitoriosa sobre a morte, para que todos tenham vida. As leituras apresentam o testemunho do Cristo Ressuscitado realizado por Pedro e Paulo, duas colunas da Igreja, sobre as quais se funda a fé da Igreja de todos os tempos.
  3. 3. Na 1ª leitura temos o Testemunho de Pedro. (At 10,30a.37-43) Convocado pelo Espírito, Pedro entra em casa de Cornélio, expõe o essencial da fé e batiza ele e toda a sua família. - Cornélio é o primeiro pagão admitido ao cristianismo por um dos Doze. A vida nova que nasce de Jesus é para todos os homens. - O texto é uma composição do "kerigma" primitivo: É o resumo da mensagem cristã. que leva a aceitação do Cristo e da sua mensagem, através do Batismo.
  4. 4. * Pedro começa por anunciar Jesus como "o ungido", que tem o poder de Deus; * depois, descreve a atividade de Jesus, que "passou fazendo o bem e curando todos os que eram oprimidos"; * em seguida, dá testemunho da morte de Jesus na cruz e da sua ressurreição; * finalmente, conclui: "quem acredita nele, recebe, pelo seu nome, a remissão dos pecados". A verdade da Ressurreição é o núcleo central e fundamental da pregação apostólica sobre a obra redentora de Jesus. E os discípulos devem se identificar Jesus e ser testemunhas de tudo isto, para que essa proposta possa atingir todos os povos.
  5. 5. A 2ª leitura dá o Testemunho de Paulo: (Cl 3,1-4) O Batismo nos põe em comunhão com Cristo ressuscitado. Disso resulta exigências práticas, que ele enumera a seguir. A Vitória da vida se manifesta em nós através das obras.
  6. 6. O Evangelho descreve a atitude da Comunidade cristã diante da Ressurreição, "no primeiro dia da semana". (Jo 20,1-9) 1) MADALENA é a primeira a dirigir-se ao túmulo de Jesus. Ainda é "escuro". As trevas da dor, da separação e da saudade ofuscam os olhos da esperança no alvorecer de um novo dia. Mas a pedra está retirada, o túmulo vazio... Confusa retorna correndo para relatar o fato a Pedro e João.
  7. 7. Ela representa a comunidade que acredita, inicialmente, que a morte triunfou e vai procurar Jesus morto no sepulcro: é uma comunidade perdida, desorientada, insegura, que ainda não assimilou a morte de Jesus. Diante do sepulcro vazio, descobre: a morte não venceu e Jesus continua vivo. 2) PEDRO representa, nos Evangelhos, "o Discípulo obstinado" , para quem a morte significa fracasso e se recusa a aceitar que a vida nova passa pela humilhação da Cruz.
  8. 8. * Os dois discípulos correm ao túmulo de Jesus... Nota-se o impacto produzido nos discípulos pela morte de Jesus e as diferentes disposições existentes entre os membros da comunidade cristã. 3) JOÃO representa "o Discípulo ideal": que está em sintonia total com Jesus, que corre ao seu encontro de forma mais decidida, que compreende os sinais: "Entrou, viu e creu". Ele é o modelo do Homem Novo, do homem recriado por Jesus.
  9. 9. + A Páscoa é uma PASSAGEM da Morte para a Vida. E quantos "Sinais de Morte" nós vemos ainda hoje no mundo: - Abortos, drogas, bebidas, tentativas de suicídios... - Violência... Fome... doença... analfabetismo... desemprego.. - Quantos galhos secos, sem folhas e sem frutos: - secos espiritualmente: em pecado... separados de Cristo... - secos comunitariamente: acomodados, não atuantes...
  10. 10. + Deus quer a Vitória da Vida... A Ressurreição renova a fé em Cristo vencedor da morte. A vida recebe na ressurreição de Jesus a semente da eternidade. Ser Cristão é ser protagonista da Ressurreição nos pequenos gestos de cada dia.
  11. 11. + Cada missa, um reviver da Páscoa... motivando-nos para abandonar os caminhos de morte e "escolher" os caminhos da vida... Pe. Antônio Geraldo Dalla Costa CS - 24.04.2011 Todo aquele que defende a vida e ama os irmãos trabalha para a construção de um mundo melhor...
  12. 12. MEU DOMINGO Com a Palavra de Deus Meditada por: Pe. Antônio Geraldo Dalla Costa CS Ilustração: Nelso Geraldo Ferronatto Música: Haendel CD: Os sinos cantam Antônio Duran e Antôno C Neves Pinto Paulinas COMEP Hoje: terça-feira, 15 de abril de 2014 as 20:17:02 Você está convidado a visitar nosso site ou youtube e desfrutar de outras mensagens como estas Acesse o Endereço: http://www.buscandonovasaguas.com https://www.youtube.com/user/MeuDomingo/videos

×