Successfully reported this slideshow.
Silva Alvarenga
Contexto histórico
Características
ARCADISMO
NO BRASIL
Nesta época, entre 1768 a 1836, os jovens
da elite do Brasil iam estudar em Portugal.
Desta forma, muitos conheceram auto...
Nesse período Portugal explorava o Brasil a
fim de conseguir suprir sua crise econômica. A
economia brasileira estava vol...
No entanto, Portugal
começou a cobrar
impostos caríssimos em
cima do ouro, assim
membros da elite
brasileira ficaram
revo...
Busca o equilíbrio, vida simples e o natural;
É o inverso do Barroco;
Deixa a religião de lado colocando de foco a
razã...
SILVA ALVARENGA
Manuel Inácio da Silva Alvarenga nasceu em
Ouro Preto, em 1749. Apesar de bastardo,
mestiço e pobre, com ...
Além desses escreveu “O Templo de
Netuno” , “A Gruta Americana” , “Às Artes”,
“Madrigal”, “ O Beija-flor” e a segunda
edi...
As poesias e sátiras de Alvarenga, revelam
humor, coerência formal e pensamento
crítico. Demonstram relação com os podere...
O Beija-Flor:
“Deixo, ó Glaura, a triste lida
Submergida em doce calma;
E a minha alma ao bem se entrega,
Que lhe nega o ...
Vejo as penas e a figura,
Provo as asas, dando giros;
Acompanham-me os suspiros,
E a ternura do Pastor.”
 No primeiro tre...
Tu és no campo, ó Rosa,
A flor de mais beleza
De quantas produziu a Natureza
Que em tuas perfeições foi
cuidadosa.
E se Gl...
Arcadismo no Brasil e Silva Alvarenga
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Arcadismo no Brasil e Silva Alvarenga

1,125 views

Published on

Slide sobre Arcadismo no Brasil e Silva Alvarenga, onde contém o contexto histórico, características do Arcadismo, o autor árcade Silva Alvarenga e suas principais características e sua vida

Published in: Education
  • Be the first to comment

Arcadismo no Brasil e Silva Alvarenga

  1. 1. Silva Alvarenga Contexto histórico Características ARCADISMO NO BRASIL
  2. 2. Nesta época, entre 1768 a 1836, os jovens da elite do Brasil iam estudar em Portugal. Desta forma, muitos conheceram autores europeus árcades e trouxeram esse conhecimento para o país através da literatura. Esses jovens também voltavam cheios de ideias iluministas, indo contra o governo da época, servindo de base para a Inconfidência Mineira e desejando a Independência do Brasil. CONTEXTO HISTÓRICO
  3. 3. Nesse período Portugal explorava o Brasil a fim de conseguir suprir sua crise econômica. A economia brasileira estava voltada para a era do ouro e ao estado de Minas Gerais.
  4. 4. No entanto, Portugal começou a cobrar impostos caríssimos em cima do ouro, assim membros da elite brasileira ficaram revoltados, assim criando o movimento Inconfidência Mineira que teve a participação de escritores árcades brasileiros.
  5. 5. Busca o equilíbrio, vida simples e o natural; É o inverso do Barroco; Deixa a religião de lado colocando de foco a razão; Apresenta o Bucolismo, ou seja, o culto a natureza; Pastoralismo e vida no campo; Fuga da cidade e das coisas inúteis para um local agradável assim aproveitando a vida; Amor galante, com muito respeito; CARACTERÍSTICAS GERAIS
  6. 6. SILVA ALVARENGA Manuel Inácio da Silva Alvarenga nasceu em Ouro Preto, em 1749. Apesar de bastardo, mestiço e pobre, com a ajuda de amigos, estudou em Portugal. Filiou-se à Arcádia Ultramarina, o seu primeiro poema foi “O desertor” e seu mais famoso é “Glaura: Poemas eróticos” ,morreu em 1° de novembro, no Rio, solteiro, sem deixar descendentes.
  7. 7. Além desses escreveu “O Templo de Netuno” , “A Gruta Americana” , “Às Artes”, “Madrigal”, “ O Beija-flor” e a segunda edição de “Glaura: Poemas eróticos”.
  8. 8. As poesias e sátiras de Alvarenga, revelam humor, coerência formal e pensamento crítico. Demonstram relação com os poderes da Colônia e da Corte, que varia entre ser servo e independente, valorizando a cultura brasileira. Em seus textos, critica o gosto dominante dos poetas em criar obras que louvam os portugueses e afirma que esses poemas são altamente artificias. CARACTERÍSTICAS LITERÁRIAS DE SILVA ALVARENGA
  9. 9. O Beija-Flor: “Deixo, ó Glaura, a triste lida Submergida em doce calma; E a minha alma ao bem se entrega, Que lhe nega o teu rigor. Neste bosque alegre e rindo Sou amante afortunado; E desejo ser mudado No mais lindo Beija-flor. ANÁLISE DAS OBRAS DE SILVA ALVARENGA
  10. 10. Vejo as penas e a figura, Provo as asas, dando giros; Acompanham-me os suspiros, E a ternura do Pastor.”  No primeiro trecho da obra “Beija-flor” podemos ver o eu lírico está buscando o equilíbrio e a tranquilidade. No segundo trecho podemos analisar o culto a natureza (naturalismo) e que o eu lírico está apaixonado (amor galante). No terceiro trecho podemos ver o Buculismo (harmonia e serenidade da natureza), pois ele se sente livre na natureza e também podemos ver o Pastoralismo.
  11. 11. Tu és no campo, ó Rosa, A flor de mais beleza De quantas produziu a Natureza Que em tuas perfeições foi cuidadosa. E se Glaura formosa No seio dos prazeres te procura, Qual outra flor será de mais ventura, Ou mais digna de amor ou mais mimosa? Tu és no campo, ó Rosa, A flor de mais ventura e mais beleza De quantas produziu a Natureza. Madrigal LIII : No poema “Madrigal LIII” podemos analisar que o eu lírico está apaixonado (amor galante) e a compara com a beleza e perfeição da natureza, assim apresentando o Naturalismo.

×