Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Fotografia de A a Z - Aula 02

1,090 views

Published on

Aula de Fotografia do Curso de Extensão do UNISAL - Americana

Fotografia de A a Z - Aula 02

  1. 1. FOTOGRAFIA - AULA 2 UNISAL - Americana 2
  2. 2. TÉCNICAS 3
  3. 3. TÉCNICAS • A única regra na fotografia é que não há regras. • No entanto, existem técnicas de composição que podem ser aplicadas em qualquer situação, para aumentar o impacto de uma cena. • Essas técnicas ajudarão você tirar fotografias mais atraentes, criando um equilíbrio natural, chamando a atenção para as partes importantes da cena, ou guiando o olho do espectador através da imagem. 4
  4. 4. TÉCNICAS • Quando você estiver familiarizado com estas técnicas de composição, você ficará surpreso com o quão universal a maioria delas são. • Você vai vê-las em todos os lugares, e perceberá como é fácil entender porque algumas fotos se sobressaem a outras. 5
  5. 5. REGRA DOS TERÇOS 6
  6. 6. REGRA DOS TERÇOS • Imagine que a sua imagem é dividida em nove segmentos iguais por duas linhas verticais e duas linhas horizontais. • Tente posicionar os elementos mais importantes na sua cena ao longo destas linhas, ou nos pontos onde eles se cruzam. • Se o fizer, irá adicionar o equilíbrio e interesse para sua foto. 7
  7. 7. REGRA DOS TERÇOS 8
  8. 8. REGRA DOS TERÇOS 12
  9. 9. PROPORÇÃO ÁUREA Golden Ratio 13
  10. 10. PROPORÇÃO ÁUREA • A proporção áurea, número de ouro, número áureo ou proporção de ouro é uma constante real algébrica irracional denotada pela letra grega (PHI), em homenagem ao escultor Phideas (Fídias), que a teria utilizado para conceber o Parthenon, e com o valor arredondado a três casas 14
  11. 11. PROPORÇÃO ÁUREA • Também conhecido como Sequência de Fibonacci, é uma sequência de números inteiros, começando normalmente por 0 e 1, na qual, cada termo subsequente corresponde a soma dos dois anteriores. 0, 1, 1, 2, 3, 5, 8, 13, 21, 34, 55, 89, 144, 233, 377, … 15
  12. 12. 18
  13. 13. 19 Homem Vitruviano Leonardo da Vinci
  14. 14. 21
  15. 15. BALANCEAR ELEMENTOS balancing elements 22
  16. 16. BALANCEAR ELEMENTOS • Colocar o principal assunto fora do centro, como acontece com a regra dos terços, cria uma foto mais interessante, mas pode deixar um vazio na cena que pode fazê-lo sentir vazio. • Você deve equilibrar o "peso" do seu assunto, incluindo um outro assunto de menor importância para preencher o espaço 23
  17. 17. BALANCEAR ELEMENTOS 24
  18. 18. LINHAS E PLANOS leading lines 30
  19. 19. LINHAS E PLANOS • Linha do Horizonte; • Plano Geometral; • Ponto Principal; • Pontos de Distância; • Ponto de Fuga; • Altura do Observador; 31 • Quando olhamos para uma foto nossa atenção é atraída naturalmente ao longo das linhas. • Ao pensar sobre como colocar as linhas em sua composição, você pode afetar a forma como vemos a imagem, puxando-nos para a foto, em direção ao objeto, ou em uma viagem "através" da cena.
  20. 20. 32
  21. 21. 33
  22. 22. PONTO DE VISTA point of view 37
  23. 23. PONTO DE VISTA • O ponto de vista tem um enorme impacto na foto, e seu resultado, pode afetar significativamente a mensagem de que o imagem transmite. • Ao invés de apenas fotografar na altura dos olhos, considere fotografar do alto, descendo ao nível do chão, de lado, de costas, de muito longe, de muito perto, e assim por diante. 38
  24. 24. PLANO DE FUNDO background 45
  25. 25. PLANO DE FUNDO • O olho humano é excelente para distinguir entre diferentes elementos em uma cena, enquanto a câmera tem a tendência de achatar o primeiro plano e o fundo, e muitas vezes isso pode arruinar uma grande foto. • Felizmente este problema é geralmente fácil de superar, no momento do disparo - olhar fotografia de modo que não se distrair ou desviar do assunto 46
  26. 26. 47
  27. 27. "Selfie"
  28. 28. SIMETRIA E TEXTURAS symmetry and patterns 52
  29. 29. SIMETRIA E TEXTURAS • Estamos rodeados por simetria e padrões, tanto naturais como criados pelo homem, que podem ser usadas para criar composições atraentes, especialmente em situações onde não são esperados. • Outra ótima maneira de compor é quebrar a simetria ou padrão, de alguma forma, a tensão introduzindo tensão ou um ponto focal para a cena. 53
  30. 30. PROFUNDIDAD E DE CAMPO depth of field 60
  31. 31. PROFUNDIDADE DE CAMPO • Profundidade pode ser criada em uma foto, incluindo objetos em primeiro plano, segundo plano ou fundo. • Com a sobreposição dos objetos, podemos diferenciar os elementos fazendo com que um se sobressaia ao outro. • O olho humano naturalmente reconhece essas camadas e as separa, criando uma imagem com mais profundidade. 61
  32. 32. Primeiro Plano Segundo Plano Terceiro Plano
  33. 33. ENQUADRAMENT O framing 66
  34. 34. ENQUADRAMENTO • O mundo está cheio de objetos que fazem quadros naturais perfeitos, como árvores, arcos e buracos. Ao colocar estes em torno da composição que ajudam a isolar o assunto principal do mundo exterior. • O resultado é uma imagem mais focada que chama a sua atenção, naturalmente, para o principal ponto de interesse. 67
  35. 35. RECORTE cropping 73
  36. 36. RECORTE • Aplicando o recorte, você garante que o assunto fotografado receberá toda a atenção de quem visualizar a foto. 74
  37. 37. EXPERIÊNCIA fail, fail again, fail better! 80
  38. 38. EXPERIMENTAÇÃO • Com o desenvolvimento da era digital na fotografia já não precisamos nos preocupar com os custos de processamento de filme ou ficar sem fotos. Como resultado, fazer experiências com suas fotos tornou-se uma possibilidade real. • Podemos fazer milhares de fotos e excluir as indesejadas depois sem custo extra. Faça proveito disto! • Você nunca sabe se uma idéia vai funcionar até que você experimentá-lo. 81
  39. 39. LEMBRE-SE: NÃO HÁ REGRAS. BOAS FOTOS!

×