Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
Upcoming SlideShare
Anatomia comparada aula 2
Next
Download to read offline and view in fullscreen.

6

Share

Download to read offline

Anatomia comparada

Download to read offline

Related Books

Free with a 30 day trial from Scribd

See all

Anatomia comparada

  1. 1. Argumentos da Anatomia Comparada João Félix nº20 João Parada nº21 Miguel Marceliano nº24
  2. 2. Introdução  O desenvolvimento de sistemas de classificação para ordenar a grande diversidade de seres vivos conduziu à necessidade de estudar as semelhanças morfológicas. Desta forma, surgiu a Anatomia Comparada.  Animais aparentemente diferentes apresentam semelhanças anatómicas o que sugere a existência de um ancestral comum, com um plano estrutural idêntico ao apresentado por todos os seres vivos que dele terão derivado.
  3. 3. Órgãos Homólogos  Função diferente  Plano estrutural semelhante  Mesma posição  Origem embriológica idêntica
  4. 4. Evolução Divergente  A Evolução Divergente é um dado onde se verifica a divergência de organismos a partir de um grupo ancestral comum que colonizou diferentes habitats e, por isso, sofreu pressões seletivas distintas.  A seleção natural operada sobre as estruturas originais seleciona aquelas que permitem uma melhor adaptação dos indivíduos ao habitat colonizado.  Ex : membros anteriores do esqueleto do cavalo, morcego, homem, gato e baleia
  5. 5. O conjunto ordenado dos órgãos homólogos em diferentes organismos constitui uma Série Filogenética. Esta pode ser:  Série Filogenética Progressiva - o processo evolutivo deu-se no sentido da maior complexidade dos órgãos. Exemplo disso é a evolução do coração dos vertebrados.  Série Filogenética Regressiva - se o órgão primitivamente complexo evolui para mais simples. Como exemplo temos as asas das aves corredoras.(avestruz)
  6. 6. Órgãos Análogos  Estrutura e origem embriológica diferente  Mesma função  Estes terão resultado de pressões seletivas idênticas sobre indivíduos de diferentes grupos, que conquistaram meios semelhantes.
  7. 7. Evolução Convergente  Os indivíduos têm origens distintas. Contudo, quando sujeitos a condições ambientais semelhantes, foram selecionados os que apresentavam estruturas que, embora anatomicamente diferentes, desempenhavam funções semelhantes.  Ex.: cauda da baleia e barbatana caudal dos peixes; asas dos insectos e das aves; caules e folhas dos cactos e das eufórbias.
  8. 8. Órgãos Vestigiais  São órgãos atrofiados, que não apresentam uma função evidente nem importância fisiológica num determinado grupo de seres vivos.  Porém, noutros grupos, estes órgãos podem apresentar-se bem desenvolvidos e com significado fisiológico, isto é, funcionais.  A existência de órgãos vestigiais pressupõe a existência de um ancestral comum.  Ex: de órgãos vestigiais no Homem: caninos, apêndice, músculos das orelhas, cóxis (evolução regressiva)
  • InsRibeiro87

    Mar. 25, 2021
  • LuisMarinho16

    Jan. 28, 2021
  • reberodrigues

    Oct. 15, 2017
  • PabloGregoryNobre

    May. 6, 2017
  • CatarinaCipriano

    Jan. 11, 2017
  • bailomoura

    Oct. 23, 2015

Views

Total views

8,454

On Slideshare

0

From embeds

0

Number of embeds

3

Actions

Downloads

154

Shares

0

Comments

0

Likes

6

×