Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Gengivite e periodontite

2,701 views

Published on

periodontia1

Published in: Education
  • Be the first to comment

Gengivite e periodontite

  1. 1. GENGIVITE E PERIODONTITE Gengivite  Característica - sangramento, gengiva flácida, vermelhidão, edema (volume)  Classificação (placa, não placa)  Tratamento - OHB, remover depósitos e fatores retentivos de placa  Fatores de risco - tabagismo, drogas, má higienização... -fatores: diabetes, medicamentos, apinhamento, aparelho ortodôntico, próteses e restaurações mal adaptadas, facetas...  Prevalência - em todas as faixas etárias e sociais  Progressão - 1-acumulo de placa, 2-inflamação, 3-perda do aspecto de casca de laranja, 4-sangramento e 5-flacidez  A gengivite é reversível/ A causa determinante é a placa bacteriana/ Relacionada a microorganismos (bactéria, vírus e fungos)/ Relacionadas a trauma (físico, químico e contato exacerbado)/ Relacionadas a medicamentos/ Relacionadas a genética/ Mecanismo do hospedeiro  Gengiva saudável - Sem edema/ Cor rose/ Sem sangramento/ Firme ao toque  Gengiva doente - Aumento de volume/ Alteração de cor/ Sangramento/ Flácida/ Sem perda de inserção  Fatores retentivos de placa - Raiz residual/ Restaurações com excesso ou subcontorno/ Prótese mal adaptada/ Apinhamento/ Ortodontia (aparelhos)  Infância - < severidade/ < quantidade de patogenos periodontais/ Epitélio juncional mais espesso/ Auge na puberdade / ou seja, a doença é menos severa devido ao menor numero de bactérias e pelo epitélio juncional ser mais espesso.  Adultos - .> severidade/ .> quantidade de patogenos periodontais / epitélio juncional menos espesso  A gengivite promove Proliferação no epitélio juncional (apical ou lateral): a inflamação provoca aumento do número de vasos sangüíneos, destruição das fibras colágenas (levando mais rapidamente as bactérias), alteração defeituosa dos fibroblastos e maior atividade de PMN  Problemas endócrinos: não alteram a microbiota, alteram a defesa celular e aumentam a vascularização, levando mais bactérias; principalmente na puberdade, período menstrual e gravidez Puberdade: hormônios esteroidais alteram a resposta inflamatória Menstruação: leve alteração do volume e cor Gravidez: mais resposta inflamatória no segundo e terceiro trimestre e pode ocorrer Granuloma Piogênico  Medicamentos: aumento de volume, prevalência em anteriores e jovens, sinal em 3 semanas de uso, tem início em papila e acomete qualquer periodonto -> anticonvulsivantes (Fenitoína), imunossupressores (Ciclosporinas), beta bloqueadores do canal de sódio (Nifedipina e verapamil) e anticoncepcional  Doenças sistêmicas: maior resposta inflamatória e atividade de PMN -> Diabetes Mellitus, Leucemia, Eritema Gengival lenear / a reposta inflamatória é exacerbada.  Doenças nutricionais: gengiva com cor intensa e brilhante, edema, ulcera e hemorragia -> avitaminose C  Hereditariedade: progressão lenta, em dentição decídua ou permanente, geralmente em um quadrante, mas pode ser localizada, não causa hemorragias. Tratamento: controle da placa
  2. 2. Periodontite  Característica - perda de inserção, destruição do ligamento periodontal e osso, contaminação das estruturas do cemento, destruição dos tecidos de suporte, mobilidade, perda óssea vertical e/ou horizontal  Suscetibilidade  Tratamento - igual a gengivite + raspagem. 60 dias após o tratamento pode-se fazer cirurgia regenerativa em casos selecionados o Tratamento- avaliação detalhada na anamnese e controle de placa, fio de floss, passa fio, escovas especiais, limpador de língua e terapia periodontal com raspagem manual ou ultrassônica o Diagnóstico: gengivite e perda de inserção o Avaliar: presença de placa, alteração de volume, sangramento e perda de inserção  Fatores de risco - tabagismo, drogas, má higienização...  Prevalência – idosos  Progressão - tem desenvolvimento desigual, dependendo da época tem progressão muito intensa e muito discreta, em 1 ano pode ocorrer perda de 3mm de inserção  Periodontite irreversível: lesão crônica e perda de inserção, induzida por placa, contaminação do cemento e destruição do ligamento e osso.  Caracteristicas: alteração de cor, forma, textura, volume, sangramento, bolsa periodontal, perda de inserção, recessão gengival, perda óssea e exposição de furca, mobilidade e esfoliação (perda de dente).  Prevalência: mais comum das doenças que destroem o periodonto, mais comum em adultos com mais de 50 anos  Intensidade por número de sítios: baixa -> de 1 a 10 sítios média -> de 11 a 20 sítios alta -> mais de 20 sítios  Colapso tecidual: leve -> de 1 a 2 mm moderada -> 3 a 4 mm grave -> mais de 5 mm  Suscetibilidade: resposta do hospedeiro  Fatores de risco: tabagismo, placa, doenças sistêmicas (diabetes, leucemias, nutricionais, medicações e alterações PMN)  Tratamento: avaliação detalhada na anamnese e controle de placa, fio de floss, passa fio, escovas especiais, limpador de língua e terapia periodontal com raspagem manual ou ultrassônica  Diagnóstico: gengivite e perda de inserção  Avaliar: presença de placa, alteração de volume, sangramento e perda de inserção

×