Aula 14 aplicações dos estudos de funções

4,133 views

Published on

Função de duas setenças, função do primeiro grau, função do segundo grau, função racional simples.
Aplicações de Funções para o curso de Administração.

Published in: Education
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
4,133
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4
Actions
Shares
0
Downloads
116
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Aula 14 aplicações dos estudos de funções

  1. 1. AULA 14 MATEMÁTICA Professor: João AlessandroAPLICAÇÕES DOS ESTUDOS DAS FUNÇÕES
  2. 2. DEMANDA• Conceito – Expressa o desejo que as pessoas têm de consumir bens e serviços aos preços de mercado por unidade de tempo, mantendo-se os outros fatores constantes (ceteris paribus). – Expressa a relação entre as quantidades de um determinado bem ou serviço e seus preços alternativos.
  3. 3. DEMANDA• Fatores deslocadores da demanda: – Preços de produtos substitutos (Ps); – Preços de produtos complementares (Pc); – Renda dos consumidores (R); – Expectativas futuras quanto aos preços futuros, abastecimento (E); – Condições climáticas como temperatura, precipitações (C); – Mudança nas preferências dos consumidores (G); – Tradições, aspectos culturais e religiosos (T); – Número de compradores potenciais ou população (POP); – Outros.
  4. 4. DEMANDA• Preços dos bens substitutos: – Entre peixe e frango, o aumento do R$ 2,80 R$ 10,0 preço do frango faz o consumo do peixe aumentar. R$ 9,90 R$ 7,90• Preços dos bens complementares: R$ 2,59 – Entre peixe e arroz, o aumento do + preço do arroz faz o consumo do R$ 2,65 peixe diminuir. + 4 R$ 10,0
  5. 5. DEMANDA• Renda dos consumidores: – Um aumento na renda do consumidor faz o consumo de bens e serviços aumentar.• Expectativas futuras: – A expectativa otimista para o comportamento da economia faz os produtores aumentarem a produção.
  6. 6. DEMANDA• Condições climáticas: – Condições climáticas desfavoráveis compromete a produção e comercialização de produtos agrícolas.• Gostos dos consumidores: – Maior preferência por peixe faz o consumo de peixe aumentar.
  7. 7. DEMANDA BACALHAU• Tradições e aspectos culturais e religiosos: – Tradição cristã de comer peixe durante a Semana Santa faz o consumo de peixe aumentar no período.• Número de consumidores: – Aumento no número de consumidores faz aumentar o consumo de bens e serviços.
  8. 8. DEMANDA• Representação gráfica: 6.00 5.00 Curva de Demanda: 4.00 Representa a relação entre osPreço ($) preços alternativos e quantidades 3.00 demandada do bem por unidade 2.00 de tempo, ceteris paribus. 1.00 0.00 5 10 15 20 25 30 35 40 Quantidades demandadas / tempo Quantidade em lbs / Tempo
  9. 9. DEMANDA• Um aumento no preço do produto levará à redução na sua quantidade demandada, enquanto que uma queda no preço do bem causará um aumento na quantidade demandada, vice-versa. P ⇒ Q• Isto ocorre por que à medida que as pessoas consomem mais de um bem, tendem a valorizar menos cada unidade adicional do produto (Princípio da Utilidade Marginal Decrescente).
  10. 10. LEI DA DEMANDA$ AP1 BP0 DEMANDA Q1 Q0 Q
  11. 11. DEMANDA• Demanda ≠ Quantidade Demandada$ Quantidade Demandada Demanda: refere-se a curva A toda; 3 Quantidade demandada: B refere-se a um ponto sobre a 2 curva de demanda DEMANDA 150 175 Q Túlio Melo
  12. 12. DEMANDA• Mudança na Demanda: – Deslocamento da curva AUMENTO DA P DEMANDA como um todo determinado por mudança nos fatores deslocadores da demanda. A B P* D1• Exemplo: – Aumento na renda do D0 consumidor; – Aumento no número de Q Q0 Q1 consumidores.
  13. 13. DEMANDA• Mudanças na demanda: P AUMENTO DA DEMANDA• Aumento na renda do consumidor: A B R0 < R 1 P* D1• Aumento da demanda ⇒ D0 deslocamento da curva de demanda para direita Q Q0 Q1
  14. 14. DEMANDA• Mudanças na demanda: P DIMINUIÇÃO DA DEMANDA• Diminuição no número de consumidores: N0 > N 1 B A P* D0• Diminuição da demanda D1 ⇒ deslocamento da curva de demanda para esquerda Q0 Q Q1
  15. 15. P MERCADO DO FRANGO DEMANDA B P1• Mudanças na demanda: A P0 Dfrango• Aumento no preço do Q1 Q0 Q frango: a P0 < P1 MERCADO DO PEIXE P• a. Diminuição da quantidade b demandada de frango A B P*• b. Aumento da demanda ⇒ D1 deslocamento da curva de demanda de peixe para direita D0 Q0 Q1 Q
  16. 16. P MERCADO DO ARROZ DEMANDA B P1• Mudanças na demanda: A P0 Darroz• Aumento no preço do Q1 Q0 Q arroz: a P0 < P1 MERCADO DO PEIXE P• a. Diminuição da quantidade demandada de arroz B A P* b• b. Diminuição da demanda ⇒ deslocamento da curva de demanda de peixe para D0 D1 esquerda Q1 Q0 Q
  17. 17. OFERTA DE MERCADO• Conceito: – Representa o desejo dos produtores em produzir e colocar um produto no mercado por unidade de tempo. – Expressa uma relação entre as quantidades vendidas de um determinado bem ou serviço e os preços alternativos de mercado por unidade de tempo, ceteris paribus.
  18. 18. OFERTA• Fatores deslocadores da oferta: – Custo de produção através de mudanças no nível de preços dos fatores de produção (C); – Mudança no nível tecnológico pela aplicação de uma melhor forma de combinar os fatores de produção (NT); – Condições climáticas que afetem os níveis de produção (escassez de precipitações, geadas, altas ou baixas temperaturas) (CC); – Os preços de produtos que concorrem pelos mesmos fatores de produção na fazenda (PP); – As expectativas futuras sobre as condições de mercado (oferta e demanda, preços de bens complementares e substitutos) (EF).
  19. 19. OFERTA• Custo de produção (C); – Quanto maior o custo de produção menor será a oferta do produto;• Nível tecnológico (NT); – Quanto mais avançado o nível tecnológico, maior será a oferta do produto. 19
  20. 20. • Condições climáticas (CC): – Quanto mais favoráveis as condições climáticas maior será a oferta do produto;• Os preços de produtos concorrentes (PP): – Quanto maior for a competição pelos fatores de produção menor será a oferta de uma produto particular. 20
  21. 21. OFERTA• As expectativas futuras (EF): – Quanto mais prováveis forem as expectativas futuras dos produtores quanto à elevação dos preços, maior será a oferta do produto. 21
  22. 22. OFERTA Preço OFERTA8,00 Curva de Oferta:7,00 Representa a relação entre os6,00 preços alternativos e quantidades5,00 ofertadas do bem por unidade de4,00 tempo, ceteris paribus.3,002,00 2 4 6 8 10 12 Quantidade / tempo
  23. 23. OFERTA• Lei da Oferta: – Aumento no preço do produto aumenta a quantidade ofertada enquanto que, uma diminuição no preço leva à redução na quantidade ofertada, ceteris paribus. P ⇒ Q
  24. 24. LEI DA OFERTA Preço OFERTA B6,00 A4,00 4 8 Quantidade / tempo
  25. 25. OFERTA • Oferta ≠ Quantidade Ofertada $ Quantidade Ofertada OFERTA Oferta: refere-se a curva toda; B6,00 Quantidade ofertada: refere-se a um ponto sobre a A curva de oferta.4,00 4 8 Q/t
  26. 26. OFERTA• Mudança na Oferta: – Deslocamento da curva como P S0 um todo determinado por mudança nos fatores deslocadores da oferta. S1 A B P*• Exemplo: AUMENTO DA – Diminui dos custos de OFERTA produção; – Condições climáticas Q Q0 Q1 favoráveis à produção.
  27. 27. OFERTA S1• Mudanças na oferta: P S0• Aumento do salário da A mão-de-obra: B P* R0 < R 1• Diminuição da oferta ⇒ deslocamento da curva de oferta para esquerda Q1 Q0 Q
  28. 28. OFERTA• Mudanças na oferta: P S0• Diminuição do ICMS: S1 ICMS0 > ICMS1 A B P*• Aumento da oferta ⇒ deslocamento da curva de oferta para direita Q1 Q Q0
  29. 29. EQUILÍBRIO DE MERCADO É um ponto único, no qual a quantidade que osconsumidores desejam comprar é exatamenteigual à quantidade que os produtores desejamvender. Quando ocorre excesso de oferta, osvendedores acumularão estoques nãoplanejados e terão que diminuir seus preços,concorrendo pelos escassos consumidores. Nocaso de excesso de demanda, os consumidoresestarão dispostos a pagar mais pelos produtosescassos.Consumidores e empresa, sem qualquerinterferência do governo, tendem a encontrarsozinhos uma posição de equilíbrio, mediante omecanismo de preços, ou seja, da lei da ofertae procura.
  30. 30. Por exemplo:1.Se uma empresa produz calças e camisas, e o preço das calças sobepara R$ 60,00, a empresa passará a produzir mais calças e menoscamisas, pois poderá lucrar mais com as calças. Muitos tomarão amesma decisão, e isso aumentará a quantidade de calças ofertadas nomercado.2.A empresa produz somente saias, mas com o aumento do preço dascalças, ela prefere deixar de produzir as saias e entrar no mercado decalças, assim, passará a produzir calças, o que levará a um aumento daoferta de calças no mercado.3.Isso causa um excesso de oferta do produto no mercado, pois muitosconsumidores não estarão dispostos a adquirir a mercadoria pelo preçode R$ 60,00. Veja no gráfico que a quantidade ofertada é de 15.000unidades, mas a quantidade demandada (adquirida pelos consumidores)é de apenas 8.000 unidades. Isso causa um excesso de oferta de 7.000unidades e há, portanto, um desequilíbriono mercado.
  31. 31. EQUILÍBRIO DE MERCADO
  32. 32. A LEI DA OFERTA E PROCURA: TENDÊNCIA DE EQUILÍBRIOEste é um caso onde há um excesso de ofertae uma escassez de demanda. O preço doproduto no mercado está em R$ 60,00. Comisso, alguns produtores se sentemestimulados a ofertar uma quantidade maiorda mercadoria, e mais produtores tendem aentrar neste mercado devido ao preço estarem nível elevado.
  33. 33. Quando há excesso de oferta, a tendência é ocorrer umaqueda no preço do produto. É a lei da oferta e procura. Muitoproduto para pouco comprador ocasiona uma concorrência,por parte dos produtores, em busca dos consumidores. Com isso, alguns produtores passarão a ofertar o produto aum preço menor, isso fará com que mais consumidoresestejam dispostos a adquirir a mercadoria àquele preço, eesse processo continua até atingir um preço de equilíbrio.No gráfico é fácil visualizar este comportamento. Conforme opreço da mercadoria vai caindo (ponto azul), a quantidadeofertada também vai diminuindo (ponto vermelho).
  34. 34. EQUILÍBRIO DE MERCADO
  35. 35. DÚVIDAS?joao.alessandro@grupointegrado.br jalmat@hotmail.com

×