Zoologia aula 02

554 views

Published on

Published in: Education
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
554
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
4
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Zoologia aula 02

  1. 1. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃOSECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA ZOOLOGIA I Discente: James Pinho ladislau COLORADO DO OESTE-RO 2011
  2. 2. Fatores relacionados com a natureza da estrutura animal1º - Efeitos do Ambiente:•Ambiente marinho: mais estável; ação das ondas, marése correntes oceânicas produções mistura de águamarinha e a concentração dos gazes e sais flutua pouco.•Flutuabilidade: reduz problema de sustentação do corpo(maiores invertebrados: marinhos).•Isosmótica: animais osmoconformistas•Reprodução: ambiente ideal; flutuabilidade euniformidade da água, ovos podem ser postos efertilizados sem risco de dessecamento, desequilíbriosalino ou arrebatação por correntes rápidas.•Desenvolvimento: indireto; ovo – larva – adulto
  3. 3. • Ambiente de água doce: menos constante; correntes, velocidade, oxigênio e volume variam muito.• Flutuabilidade: também auxilia na sustentação do corpo.• Baixa concentração de sal: dificuldade de equilíbrio hídrico e salino; concentração osmótica maior que do ambiente externo, necessitam de mecanismos para bomberar água para fora e manter osmorregulação.• Reprodução: ovos retidos pela fêmea ou presos no substrato, não flutuam como no mar.• Desenvolvimento: direto; ovo – adulto, ovos com muito vitelo, sem fase de larva intermediária.• Detritos: animais aquáticos; nitrogenados excretados como amônia (muito solúvel e tóxico: quantidade de água considerável para remoção).
  4. 4. • Ambiente terrestre: mais severo, perda de água por evaporação.• Tegumento: barreira interna e externa mais eficiente do que de animais aquáticos.• Respiração: superfícies respiratórias úmidas; internas no corpo para evitar dessecação.• Detritos: nitrogenados excretados como uréia ou ácido úrico; menos tóxicos e requerem pouca água para remoção.• Reprodução: fertilização interna: ovos envolvidos e protegidos ou depositados em ambiente úmido.• Desenvolvimento: geralmente direto.• Deficiência na adaptação: noturnos, hábitats úmidos.
  5. 5. 2º - Efeitos do tamanho do corpo• Aumento do tamanho: proporção da área diminui em relação ao volume; volume: cúbico e área: quadrado.• Animais pequenos: troca de gases e detritos por difusão no transporte interno e por toda superfície corporal.• Animais maiores: mecanismo para circulação: sistema circulatório, celômico e vascular sangüíneos aumenta superfície dos órgãos internos com pregas e enrolamentos facilitando absorção, secreção, troca de gazes e outros processos.
  6. 6. 3º - Efeitos do modo de existência• Livres: bilaterais, sistema nervoso na extremidade anterior do corpo (1º a entrar em contato com o ambiente)• Sésseis: radiais (vantagem: responde aos desafios do ambiente em todas as direções).
  7. 7. 4º - Especializações celularesProtozoários:• Eucariontes unicelulares;• Organismos e animais multicelulares evoluíram de protozoários ancestrais;• Permaneceram unicelulares; o citoplasma evoluiu (organelas) ou estruturas esqueléticas;• Especialização celular para todas as funções; locomoção, alimentação, transporte interno e reprodução.
  8. 8. Metazoários:• Várias células > tecidos > órgãos e sistemas orgânicos;• Menos complexas e mais especializadas para funções particulares.Membrana Celular:• separa o restante da célula do meio exterior, regulando o que entra e sai.• Composição: proteínas e fosfolipídios (Figura)
  9. 9. Flagelos e Cílios• Flagelos: longos e movimentam-se em forma de chicote.• Cílios: curtos e movimentam-se em forma de remo.• Constituição: cabo elétrico com bainha membranosa externa e núcleo interno composto de microtúbulos e outras proteínas formando o axonema.• Axonema: dois microtúbulos únicos centrais circundados por nove pares de microtúbulos externos.• Flagelos e Cílios: surgem e ancoram no corpo basal. Figuras
  10. 10. Absorção de alimento e outras substâncias pelas células• Difusão facilitada: passagem de solvente e soluto do meio mais concentrado para o menos concentrado.• Transporte ativo: gasto de energia; passagem de íons do meio menos concentrado para o mais concentrado.• Fagocitose: englobamento de partículas grandes.• Pinocitose: englobamento de partículas diluídas.• Vacúolo alimentar: alimento ingerido > sofre ação de lisossomos (com enzimas) e é digerido > absorção > exocitose. Figuras
  11. 11. Simbiose celular: relação física íntima entre duas espéciesdiferentes• Parasitismo;• Comensalismo;• Mutualismo

×