Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
PROINFO INTEGRADO              NTE – NÚCLEO DE TECNOLOGIA EDUCACIONAL CURSO TECNOLOGIA NA EDUCAÇÃO: ENSINANDO E APRENDENDO...
Para Levy (1999) apud SANTOS et al (2009, p. 06) hipertexto é um conjuntode nós ligados por conexões, cuja função é a orga...
REFERÊNCIASVIDEOSVídeo "Hipertextualidad", de Alejandra Bertolaccini. http://www.youtube.com/watch?v=SRMG2aUowz4&feature=r...
TEXTOSTexto “Pedagogia da pesquisa ação”, de Maria Amélia Santoro Franco.http://www.scielo.br/pdf/%0D/ep/v31n3/a11v31n3.pd...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

CONCEITO DE HIPERTEXTO

1,291 views

Published on

  • Be the first to comment

CONCEITO DE HIPERTEXTO

  1. 1. PROINFO INTEGRADO NTE – NÚCLEO DE TECNOLOGIA EDUCACIONAL CURSO TECNOLOGIA NA EDUCAÇÃO: ENSINANDO E APRENDENDO COM AS TICS (Tecnologia da Informação e Comunicação) SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO – SME - DONA INÊS/PB TURMA: 100 HORAS/2012.3 PERÍODO: 16/07/1012 à 05/11/2012. PROFISSIONAIS CURSISTAS: 1ª e 2ª FASES DO ENS. FUND. TUTORA/EMAIL: IZABEL CRISTINA COSTA DE ARAÚJO RODRIGUES/ Izabel.eproinfo@gmail.com ID DA TURMA: 29.096 CURSISTAS: JAIRO ALVES FELIPE DATA: 19/08/2012 MÓDULO: 02 ATIVIDADE Nº: 2.3 Conceito de Hipertexto A ideia de hipertexto não nasce com a Internet. A primeira descrição formal dotermo nasceu com o americano Vanevar Bush, na década de 40, quando publica narevista Atlantic Monthly, o seu artigo intitulado “As we may think” (É assim quepensamos). Nele Bush propõe a criação de um dispositivo, a que dá o nome deMemex, para solucionar o problema de armazenamento da informação científica.Essa máquina permitiria um processo de acesso e gerenciamento de informaçõesnão linear, de maneira automática (FERNANDES, 2009). O cientista Theodore Nelson criou o termo "hipertexto" em 1965. Nelsontentou por em prática o sonho de Bush por meio de um sistema informáticodenominado Xanadu, lançado em 1967. Todas os sistemas pioneiros de hipertextoforam superados pela World Wide Web de Tim Barners-Lee. O hipertexto nasce de fato com a informática. Hoje existem vários conceitos arespeito do que é hipertexto, mas ainda são necessários muitos estudos sobre omeio e o texto eletrônico para se chegar a uma conceituação consensual.
  2. 2. Para Levy (1999) apud SANTOS et al (2009, p. 06) hipertexto é um conjuntode nós ligados por conexões, cuja função é a organização de conhecimentos oudados, e a aquisição de informações. Os nós seriam palavras, imagens, animações,gráficos, sons. E os links seriam caminhos, que indicam a passagem de um nó, queao ser clicado, nos remetem a outras páginas onde se esclarece o link abordado. De acordo Fernandes (2009, p. 38 - 41) o hipertexto é um texto que tem comocaracterísticas: a Não-linearidade ou não-seqüencialidade, Volatilidade,Espacialidade topográfica, Fragmentariedade, Multissemiose, Ubiqüidade,Interatividade, Intertextualidade, Conectividade, Virtualidade. Com base nas leituras feitas conceituo Hipertexto como: um texto em formatodigital, que possibilita a livre escolha do caminho a ser percorrido pelo navegador,agregando-se outras informações na forma de textos, palavras, imagens ou sons,cujo acesso ocorre por meio de links (ligações que ligam um documento a outro), osquais aos serem clicados, nos remetem a outras páginas onde se esclarece o link. Dessa forma o hipertexto pode ser uma ferramenta muito útil a Educação,pois é uma boa ferramenta no processo de ensino aprendizagem, que pode facilitara compreensão do que está sendo pesquisado, já que chama a atenção e aguça acuriosidade do navegador que está pesquisando, possibilitando assim a participaçãoativa do aluno na busca e construção do seu próprio conhecimento.
  3. 3. REFERÊNCIASVIDEOSVídeo "Hipertextualidad", de Alejandra Bertolaccini. http://www.youtube.com/watch?v=SRMG2aUowz4&feature=relatedSITESSites sobre a relação entre a cultura audiovisual e a educação:http://www.portacurtas.com.br/http://www.planetaeducacao.com.br/portal/coluna.asp?coluna=2Site do Portal do Professor.http://portaldoprofessor.gov.brExemplo de ferramenta de busca na internet: Google.http://google.com.brConheça alguns editores cooperativos:Google Docs e http://www.thinkfree.com/Página da Wikipédia em português.http://pt.wikipedia.orgcrie e edite um verbete da enciclopédia! Existe uma página para testes eaprendizado:http://pt.Wikipédia.org/wiki/Wikipédia:P%C3%A1gina_de_testesPágina inicial da Wikipédia:http://pt.Wikipédia.orgPágina inicial do Wikcionário:http://pt.wiktionary.org/Hipertextohttp://pt.wikipedia.org/wiki/HipertextoHipertexto e Internethttp://hipertexto.wikidot.com/hipertexto-e-internet
  4. 4. TEXTOSTexto “Pedagogia da pesquisa ação”, de Maria Amélia Santoro Franco.http://www.scielo.br/pdf/%0D/ep/v31n3/a11v31n3.pdfArtigo "A lesson is like a swiftly flowing river", de professores e pesquisadores doJapão. http://www.lessonresearch.net/lesson.pdfBlog: diário (de aprendizagem) na rede. http://revistaescola.abril.com.br/lingua-portuguesa/pratica-pedagogica/blog-diario-423586.shtmlE-Proinfo - Ambiente colaborativo de aprendizagem. Módulo do Curso Tecnologiasna Educação: ensinando e aprendendo com as TIC. Unidade I: Tecnologias nasociedade, na vida e na escola. Disponível em:http://eproinfo.mec.gov.br/webfolio/Mod86886/unidade%202/pg1.html. Acesso em:16 de Agosto de 2012.FERNANDES, Adriana Almeida. A leitura de hipertexto: uma análise da práticapedagógica de um docente de Língua Inglesa em laboratório de multimídia em umaescola da cidade de Fortaleza. - Fortaleza, 2009. p. 121. Disponível em:http://www.uece.br/posla/dmdocuments/adrianaalmeidafernandes.pdf. Acesso em 17de Agosto de 2012.SANTOS, Aline Renée Benigno dos, et al. Hipertexto: uma ferramenta paraconstrução da aprendizagem na educação a distância. Disponível em:http://www.ufpe.br/nehte/simposio/anais/Anais-Hipertexto-2010/Aline-Renee-Benigno&Reginaldo-Amorim&Roziane-Keila-Grando&Sebastiao-Sales.pdf. Acessoem 17 de Agosto de 2012.FACHINETTO, Eliane Arbusti. O Hipertexto e as Práticas de Leitura. Disponível em:http://unisc.br/portal/images/stories/mestrado/letras/coloquios/ii/hipertexto_praticas.pdf. Acesso em 18 de Agosto de 2012.AQUINO, Maria Clara. Um resgate histórico do hipertexto: O desvio da escritahipertextual provocado pelo advento da Web e o retorno aos preceitos iniciaisatravés de novos suportes. UNIrevista - Vol. 1, n° 3 : (Julho 2006) Disponível em:http://www.bocc.ubi.pt/pag/aquino-maria-clara-resgate-historico-hipertexto.pdf.Acesso em 18 de Agosto de 2012.

×