Maravilhas Do Leste Europeu

6,886 views

Published on

Published in: Travel
5 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • PARABÉSN!! Magnifico Trabalho
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
  • PARABÉNS!! Excelente trabalho..
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
  • Thanks for this share. I watch it with much pleasure because Warsow is capital of my homeland. I suppose so my country is not enough famous. I.m trying make pps about Vratislavia - my home-citi.
    Greetings - Anna
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
  • Muchas gracias por el recorrido virtual a tan bellas ciudades que compartes de este autor. Saludos. Frida
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
  • WOW Magnifico roteiro ..Parabéns !
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
No Downloads
Views
Total views
6,886
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
255
Actions
Shares
0
Downloads
271
Comments
5
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Maravilhas Do Leste Europeu

  1. 1. MARAVILHAS DO LESTE EUROPEU EU VOS CONVIDO PARA FAZER UMA VIAGEM FASCINANTE PELO LESTE EUROPEU ATRAVÉS DESTE MEU PPS. José Sebastião Martins Clique para avançar
  2. 2. VARSÓVIA Varsóvia (em polaco: Warszawa ) é a capital e maior cidade da Polônia. Localiza-se nas margens do rio Vístula, a cerca de 350 km da costa do Báltico e dos montes Cárpatos. A sua população estava estimada em 2004 em aproximadamente 1.700.000 habitantes.
  3. 3. VARSÓVIA A cidade foi alvo de destruição sistemática, após uma revolta chefiada pela Resistência Polaca, quando o Exército Vermelho se encontrava às portas da cidade. Quando Varsóvia foi libertada pelos russos, dois em cada três dos habitantes que nela viviam antes da guerra ou tinham morrido ou tinham sido deportados. A sua reconstrução procedeu-se, no entanto, de forma minuciosa, com as ajudas de outros países.4
  4. 4. Em 1939, Varsóvia reunia 1.290.000 habitantes, dos quais 35% eram judeus. Destes, em 1940, os alemães encerraram 450 mil num gueto murado, onde permaneciam até serem enviados para os campos de concentração. Os sobreviventes do referido gueto foram transferidos e este foi arrasado após a revolta judaica de 1943. VARSÓVIA
  5. 5. O Centro Histórico de Varsóvia foi inscrito pela UNESCO em 1980 na lista do Patrimônio Mundial. VARSÓVIA
  6. 6. A cidade possui inúmeros monumentos e atrações turísticas, dentre elas merecem destaques especiais o moderno Palácio da Cultura e Ciência e o Palácio Real ou Presidencial, que foi reaberto nos anos 80. VARSÓVIA
  7. 7. Este local é onde os polacos guardam na memória como o maior gueto judaico estabelecido pela Alemanha Nazista na Polônia durante o Holocausto, ao tempo da Segunda Guerra Mundial. O Gueto de Varsóvia foi o palco da revolta; a primeira insurreição maciça contra a ocupação Nazista na Europa. Apesar disso, a maioria das pessoas que estiveram no Gueto de Varsóvia foi gaseada no campo de extermínio Nazista de Treblinka. VARSÓVIA
  8. 8. Cracóvia (em polaco Kraków ) é uma importante cidade da Polônia. Localiza-se no sul do país, nas margens do rio Vístula. Tem cerca de 779 mil habitantes. Foi fundada por volta do ano 700, sendo capital da Polônia entre 1320 e 1596. Foi atacada e devastada pelos mongóis em 1241, 1259 e 1287. Fez parte da Áustria, com o nome de Krakau , de 1795 a 1809 e de 1846 a 1914. CRACÓVIA
  9. 9. Cracóvia Cidade Velha (Stare Miasto) tem uma arquitetura muito rica, com belos exemplos da arquitetura renascentista, barroco e gótico. As catedrais, palácios de Cracóvia mostram uma rica cor com detalhes arquitetônicos como vitrais, pinturas e esculturas. CRACÓVIA
  10. 10. Atualmente, Cracóvia é muito importante centro de turismo local e internacionalmente, com mais de dois milhões de turistas por ano. O centro histórico de Cracóvia foi declarado Patrimônio Mundial da Humanidade pela UNESCO em 1978. CRACÓVIA
  11. 11. Os mais proeminentes edifícios da cidade são, o Castelo Real e a Catedral Wawel sobre o monte, onde D. João III Sobieski foi sepultado, CRACÓVIA
  12. 12. O gótico da Basílica de Santa Maria construída no século XIV, é rodeado pelo mercado, e tem um altar muito famoso, Veit Stoss. A cada hora, você ouvi tocar guitarra trompete (hejnal) a partir da torre da catedral. CRACÓVIA
  13. 13. Cracóvia é cidade de estilo medieval (Stare Miastro) com a sua bela praça, a praça do mercado que tem 200 metros de cada lado. CRACÓVIA
  14. 14. Agora vou falar como se estivesse entrando neste portão, como o fiz em maio do ano de 2004. Quem já visitou este campo de concentração pode confirmar, é um lugar tenebroso, clima pesado, difícil até de explicar, e essa sensação vai aumentando na medida que vamos passando pelos lugares onde as atrocidades contra os inocentes ocorreram. Vou omitir fotos de alguns lugares que guardam pertences originais das vítimas, tais como, a sala das malas, dos chinelos, óculos e até de cabelos, porque chocam. VAMOS ENTRAR! ENTÃO ME SEGUEM. AUSCHWITZ
  15. 15. Auschwitz-Birkenau é o nome de um grupo de campos de concentração localizados no sul da Polônia, símbolos do Holocausto perpetrado pelo nazismo. Este é Portão principal de entrada de Auschwitz I, onde se lê a frase Arbeit macht frei ("O trabalho liberta"). AUSCHWITZ
  16. 16. A partir de 1940 o governo alemão comandado por Adolf Hitler construiu vários campos de concentração e um campo de extermínio nesta área, então na Polônia ocupada. Houve três campos principais e trinta e nove campos auxiliares. Este é o principal deles. AUSCHWITZ
  17. 17. Os campos localizavam-se no território dos municípios de Auschwitz e Birkenau, versões em língua alemã para os nomes polacos de Oswiecim e Brzezinka, respectivamente. Esta área dista cerca de sessenta quilômetros da cidade de Cracóvia, capital da região da Pequena Polônia. AUSCHWITZ
  18. 18. Auschwitz I foi o centro administrativo de todo o complexo. Foi aberto em 20 de maio de 1940, a partir de barracas de tijolo do exército polonês. Os primeiros do campo foram 728 políticos poloneses de Tarnów. AUSCHWITZ
  19. 19. Inicialmente, o campo foi utilizado para internar membros da resistência e intelectuais poloneses, mais adiante foram levados para lá também prisioneiros de guerra da União Soviética, prisioneiros comuns alemães, elementos anti-sociais e homossexuais. AUSCHWITZ
  20. 20. Aqui é um lugar terrivelmente assustador dentro de Auschwitz. Este muro testemunhou o fuzilamento de milhares de pessoas! AUSCHWITZ
  21. 21. Entre maio e julho de 1944, perto de 438.000 judeus húngaros foram deportados para este campo de concentração e a maioria aqui executados. Havia dias em que os fornos não davam vazão e tinha que se queimar os corpos em fogueiras ao ar livre. AUSCHWITZ
  22. 22. Vista panorâmica de Banská Bystrica BANSKA
  23. 23. O Distrito de Banská Bystrica (eslovaco: Okres Banská Bystrica ) é uma unidade administrativa da Eslováquia Central, situado na Banská Bystrica (região), com 111.964 habitantes (em 2003) e uma superfície de 809 km². BANSKA
  24. 24. A cidade de Banská Bystrica é o centro histórico cultural e econômico mais importante do Eslováquia (República Eslováquia). BANSKA
  25. 25. A primeira referência escrita sobre a cidade é do ano 1255, quando foi habitada pelos colonos de Alemão que se estabeleceram nesta região. BANSKA
  26. 26. BUDAPESTE Budapeste ( Budapest , em húngaro) é a capital e a maior cidade da Hungria, e a sexta maior da União Européia. Localiza-se nas margens do Danúbio e tem cerca de 1,7 milhão de habitantes (com cerca de 2,4 milhões na região metropolitana). Budapeste foi fundada em 17 de novembro de 1873, com a fusão das cidades de Buda e Ôbuda, na margem direita do Danúbio, com Peste, na margem esquerda.
  27. 27. BUDAPESTE Este é o monumento que se chama Memorial Milénio (também conhecido como Millenium Monumento Monumento ou milenar), com estátuas dos líderes dos sete tribos que fundaram Hungria no século 9º. e outras figuras da história Húngaro. A construção do memorial foi quando comemorou o milésimo aniversário (em 1896) mas foi concluída apenas em 1929 e obteve o seu nome à praça Hősök tere.
  28. 28. Igreja Matthias (húngaro: Mátyás-templom) está localizada em Budapeste, Hungria, no coração do Bairro Castelo de Buda. Segundo a tradição da Igreja, foi originalmente construída em 1015. O atual prédio foi construído no estilo gótico tardio enfeitado na segunda metade do 14º século e foi amplamente restaurado no fim do século 19. BUDAPESTE
  29. 29. BUDAPESTE Este é um dos principais pontos de atração da cidade, a ponte das Correntes, que foi a primeira construção permanente a unir os dois lados do rio Danúbio. Erguida em 1849, a ponte proporciona uma das vistas mais lindas da cidade, de um lado Buda e de outro Peste.
  30. 30. Budapeste tem 9 pontes, sendo a mais conhecida a Széchenyi Lánchíd . Os edifícios mais característicos e importantes são, o Castelo de Buda ( Budai Vár ), o Parlamento ( Országház ) que se vê ao fundo, e o Teatro Nacional, divulgados nos mais conhecidos cartões-postais da cidade, que tem, como o turismo, uma fonte de rendimento de crescente importância. BUDAPESTE
  31. 31. BUDAPESTE Budapeste tem 9 pontes, sendo a mais conhecida a Széchenyi Lánchíd . Os edifícios mais característicos e importantes são o Castelo de Buda ( Budai Vár ), o Parlamento ( Országház ) e o Teatro Nacional, divulgados nos mais conhecidos cartões-postais da cidade, que tem, como o turismo, uma fonte de rendimento de crescente importância.
  32. 32. Buda está situada do outro lado do Rio Danúbio e representa cerca de um terço do território de Budapeste e é em grande parte coberta por florestas e colinas. Costuma estar associada, atualmente, a altos padrões de vida. Suas atrações turísticas mais conhecidas são, o Castelo de Buda, a Cidadela, a Igreja Matias e o Bastião dos Pescadores. BUDAPESTE
  33. 33. Budapeste, com as Margens do Danúbio, o Bairro do Castelo de Buda e a Avenida Andrássy é um sítio classificado, desde 1987, como Patrimônio da Humanidade pela UNESCO. BUDAPESTE
  34. 34. Visão panorâmica noturna do Castelo de Buda com toda a sua beleza e imponência de uma das maiores atrações turísticas da cidade. BUDAPESTE
  35. 35. Uma visão de rara beleza, com os dois monumentos mais famosos da cidade de Budapeste, que são a Ponte das Correntes e o Castelo de Buda. BUDAPESTE
  36. 36. Viena (em alemão Wien ) é a capital da Áustria e centro cultural e político do país. É também um dos nove Estados ( Bundesland Wien ); com mais de 1.700.000 habitantes, o mais populoso deles, ainda que seus 414 km² façam dele o menor. É cercada pelo Estado da Baixa Áustria. A sua aglomeração urbana tem 2.04 milhões de habitantes. VIENA
  37. 37. VIENA O Rathaus é um prédio em Viena, que tanto serve como sede da Prefeitura e da cidade de Viena, que também servirá, em união pessoal, como governador e Assembléia (Landtag) do Estado de Viena, um estado com os austríacos sistema federal. O Rathaus foi concebido por Friedrich Von Schmidt em estilo gótico, e construído entre 1872 e 1883. No topo da torre é o Rathausmann, um dos símbolos de Viena. Em frente ao Rathaus, está um grande parque, o Rathauspark.
  38. 38. VIENA Este é o Palácio de Schönbrunn (em alemão, Schloss Schönbrunn ), conhecido também como o Palácio de Versalhes de Viena, é um dos principais monumentos históricos e culturais da Áustria, desde o século XIX tem sido uma das principais atrações turísticas da cidade de Viena, e tem aparecido em postais, documentários e diversas produções cinematográficas.
  39. 39. VIENA O palácio e os jardins ilustram os gostos, interesses e aspirações dos sucessivos monarcas da Casa de Habsburgo.
  40. 40. VIENA St. Stephen's Cathedral (alemão: Stephansdom), é a igreja matriz da Arquidiocese de Viena e do assento do Arcebispo de Viena, Cardeal Christoph Schönborn. Sua atual românico e gótico formulário visto hoje, situado no centro de Viena, na Áustria, no Stephansplatz, foi em grande parte iniciada por Rudolf IV e estandes sobre as ruínas de duas igrejas anteriores, a primeira a ser consagrada uma igreja paroquial em 1147. Como o edifício religioso mais importante no capital da Áustria, a catedral tem sido a testemunha de que muitos eventos importantes na história da nação e se tornou um dos mais reconhecidos símbolos da cidade.
  41. 41. Praga (em checo Praha ) é a capital e a maior cidade da República Checa, situada na margem do rio Vltava (Moldava). A cidade possui uma área de 496 km e uma população de 1.169.106 habitantes (censo 2001), perfazendo uma densidade demográfica de 2.357,07 hab./km². PRAGA
  42. 42. Conhecida como "cidade das cem cúpulas", Praga é um dos mais belos e antigos centros urbanos da Europa, famosa pelo extenso patrimônio arquitetônico e rica vida cultural. Importante também como núcleo de transportes e comunicações, é o principal centro econômico e industrial da República Checa. PRAGA
  43. 43. Entre os prédios mais importantes destacam-se o Castelo de Praga fortificado na colina Hradcany, construído entre os séculos XIV e século XVII, onde na atualidade mora o presidente da república e antiga residência dos reis da Boêmia. Ao lado do castelo, ergue-se a grande catedral gótica de São Guido (século XIV) e o Belvedere em estilo renascentista. PRAGA
  44. 44. No Staré Město (ou Cidade Velha), há inúmeros monumentos e relíquias da história checa. Destacam-se a igreja Týnský, em estilo gótico, construída no século XIV, na qual se acha o túmulo do astrônomo Tycho Brahe; o bairro Josefstadt, com o gueto e o cemitério judaicos, do século XII, e a sinagoga. Encontra-se ali o relógio Astronômico e a parede Lennon. PRAGA
  45. 45. Esta é a Ponte Carlos (em tcheco Karlův most ) é a ponte mais velha de Praga, e atravessa o rio Moldava da Cidade Velha até a Cidade Pequena. É a segunda ponte mais antiga existente na República Tcheca . PRAGA
  46. 46. Sua construção começou em 1357 a pedido do rei Carlos IV , e foi finalizada a princípios do século XV. Sendo ela a única forma de atravessar o rio, a Ponte Carlos se transformou na via de comunicação mais importante entre a Cidade Velha, o Castelo de Praga e as zonas adjacentes até 1841. PRAGA
  47. 47. A ponte têm uma longitude de 516 metros, e sua largura é quase 10 metros, se encontra apoiada em 16 arcos. Está protegida por 3 torres distribuídas entre seus dois lados, duas delas em Malá Strana e as restantes na Cidade Velha. A torre localizada no lado da Cidade Velha é considerada por muitos como uma das construções mais impressionantes da arquitetura gótica no mundo. A ponte está decorada por 30 estátuas situadas em ambos os lados. PRAGA
  48. 48. Dresden ou Dresda , é a capital do estado da Saxônia, na Alemanha. Localiza-se nas margens do rio Elba. Tem cerca de 500 mil habitantes. DRESDEM
  49. 49. A cidade tem origem num povoado eslavo de nome Drezdane , que começou a ser germanizado no século XIII. Dresden tem uma longa história como capital e residência real dos Reis da Saxônia e é possuidora de séculos de extraordinária cultura e esplendor artístico. DRESDEM
  50. 50. A Igreja de Nossa Senhora “Frauenkirche” é uma igreja Luterana em Dresden, Alemanha. Muitas outras igrejas na Europa, tanto católicas quanto protestantes, também possuem o nome de Frauenkirche e aqui ela se desponta numa vista noturna parcial da cidade e às margens do rio Elba. DRESDEM
  51. 51. Este é o Vale do Elba em Dresden, é um terreno que foi desenvolvido nos séculos XVIII e XIX, que se estende por cerca de 20 km, do palácio de Übigau, a nordeste, até a residência de Pillnitz e a ilha do rio Elba, a sudeste, localizando-se no centro da linha do horizonte da cidade antiga de Dresden. DRESDEM
  52. 52. DRESDEM Mural composto por 24 mil azulejos de porcelanas e 93 figuras. Neste local é o Museu Técnico Dresden, o Museu Histórico Dresden, museus e do transporte e da história militar, também conhecido como o Museu Albertinho. É conhecido também como “Sachsen Palace” com um mural da Saxônia Réguas.
  53. 53. O Semperoper é a casa de ópera do Estado saxão, Ópera Dresden (alemão: Sächsische Staatsoper Dresden) e do show do Sächsische Staatskepelle Dresden em Dresden, na Alemanha, e é um dos mais famosos do mundo. Em primeiro lugar, foi construído em 1841, pelo arquiteto Gottfried Semper. DRESDEM
  54. 54. Meißen ( Meissen na ausência de caracteres non-ASCII), internacionalmente conhecida pela porcelana, é uma cidade de aproximadamente 35.000 habitantes perto de Dresden, às margens do rio Elba, no estado de Saxônia na parte do sul da Alemanha oriental. MEISSEN
  55. 55. Os pontos principais de interesse dos turistas são principalmente a etiqueta da porcelana de Meißen, o castelo de Albrechtsburg, a catedral gótica, o Meißen Frauenkirche e a academia St. Afra. MEISSEN
  56. 56. Aqui é uma loja da Fabrica da primeira e verdadeira porcelana com sucesso produzido na Europa e dominou o estilo europeu de porcelana até c. 1756.
  57. 57. MEISSEN Peças raras de porcelanas legítimas e da melhor qualidade do mundo, produzidas na cidade de Meissen e que são uma tentação para os turistas.
  58. 58. Leipzig (em português Lípsia ) é uma cidade independente ( kreisfreie Stadt ) do estado da Saxônia na Alemanha, sede da região administrativa homônima. Localiza-se no leste do país. Leipzig tem cerca de 510 mil habitantes, sendo a maior cidade do estado de Saxônia. É parte da região metropolitana. Metropolregion Sachsendreieck . LEIPZIG
  59. 59. Leipzig é parte da região metropolitana, Metropolregion Sachsendreieck . Tem origem num antigo povoado eslavo de nome Lipsk . Este é o Palácio Municipal de Leipzig LEIPZIG
  60. 60. Em 1409, a cidade começou a destacar-se no aspecto cultural, pela fundação da Universidade de Leipizig, conhecida também por Universidade Karl Marx entre 1953 até a data da reunificação alemã. LEIPZIG
  61. 61. No século XVIII, Leipzig ficou conhecida como um centro cultural ligado ao movimento de literatura classiscista, liderado por Johann Christoph Gottsched e que incluía também Gellert, Schiller e Goethe, que estudou na Universidade de Leipzig em 1765. LEIPZIG
  62. 62. BERLIM Berlim é um dos mais influentes centros de política, cultura e ciência européia. A cidade serve como um importante centro do transporte continental e é "casa" para algumas das mais importantes universidades, eventos esportivos, orquestras e museus
  63. 63. BERLIM O Berliner Dom ou Catedral de Berlim em Berlim, foi construído entre 1895 e 1905. É vizinho do Lustgarten e do Berliner Stadtschloss (sede do governo municipal de Berlim).
  64. 64. As Portas de Brandemburgo (em alemão: “ Brandenburger Tor ”) é um tipo de arco do triunfo, símbolo da cidade de Berlim - capital da Alemanha. Está localizada a 52°30’58.4”N, 13°22’38.7”E. É o único remanescente de uma série de outras entradas de Berlim. Constitui na terminação monumental da “ Unter den Linden ” (uma das principais avenidas da cidade), que dá acesso à residência real. Sua construção foi ordenada pelo rei prussiano Fredecido Guilherme II (Friedrich Wilhelm II) e executada pelo arquitecto Carl Gotthard Langhans BERLIM
  65. 65. O centro do Gendarmenmarkt é coroado por uma estátua do poeta da Alemanha, Friedrich Schiller. A praça foi criada no final do século XVII como a Linden-Markt e reconstruída por Georg Christina Unger, em 1773. O Gendarmenmarkt é nomeado após a couraceiro regimento Gens d'Armes, que foi implantado em 1773 até esta praça. BERLIM
  66. 66. Esta é a Estação Central de Berlim (em alemão Berlin Hauptbahnhof ) é maior estação ferroviária de interseção em múltiplos níveis da Europa. Foi construída nos antigos terrenos da Estação de Lehrte, em alemão Lehrter Bahnhof , e da estação Lehrter Stadtbahnhof , tendo entrado em funcionamento a 28 de maio de 2006. BERLIM Créditos: José Sebastião Martins Texto: José Sebastião Martins Imagens: do autor e internet Formatação: José Sebastião Martins Músicas: Orzel Bialy –Polonesa, secret garden - you raise up me, Die Jungen Zillertaler – Edelweiss, DuDu – Badapeste, Andre Rieu - Anniversary Waltz, Calimeros - Du bist wie die Sterne so schon, Zillertaler Schurzenjäger - Wenn die nacht kommt. Data da formatação: Outubro/2008 e-mail do autor: [email_address] Por favor, não modifique e nem altere os créditos. Clique aqui para sair

×