Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Portefólio RVCC

247,632 views

Published on

RVCC

  • DOWNLOAD THIS BOOKS INTO AVAILABLE FORMAT (Unlimited) ......................................................................................................................... ......................................................................................................................... Download Full PDF EBOOK here { https://soo.gd/qURD } ......................................................................................................................... Download Full EPUB Ebook here { https://soo.gd/qURD } ......................................................................................................................... Download Full doc Ebook here { https://soo.gd/qURD } ......................................................................................................................... Download PDF EBOOK here { https://soo.gd/qURD } ......................................................................................................................... Download EPUB Ebook here { https://soo.gd/qURD } ......................................................................................................................... Download doc Ebook here { https://soo.gd/qURD } ......................................................................................................................... ......................................................................................................................... ................................................................................................................................... eBook is an electronic version of a traditional print book THIS can be read by using a personal computer or by using an eBook reader. (An eBook reader can be a software application for use on a computer such as Microsoft's free Reader application, or a book-sized computer THIS is used solely as a reading device such as Nuvomedia's Rocket eBook.) Users can purchase an eBook on diskette or CD, but the most popular method of getting an eBook is to purchase a downloadable file of the eBook (or other reading material) from a Web site (such as Barnes and Noble) to be read from the user's computer or reading device. Generally, an eBook can be downloaded in five minutes or less ......................................................................................................................... .............. Browse by Genre Available eBooks .............................................................................................................................. Art, Biography, Business, Chick Lit, Children's, Christian, Classics, Comics, Contemporary, Cookbooks, Manga, Memoir, Music, Mystery, Non Fiction, Paranormal, Philosophy, Poetry, Psychology, Religion, Romance, Science, Science Fiction, Self Help, Suspense, Spirituality, Sports, Thriller, Travel, Young Adult, Crime, Ebooks, Fantasy, Fiction, Graphic Novels, Historical Fiction, History, Horror, Humor And Comedy, ......................................................................................................................... ......................................................................................................................... .....BEST SELLER FOR EBOOK RECOMMEND............................................................. ......................................................................................................................... Blowout: Corrupted Democracy, Rogue State Russia, and the Richest, Most Destructive Industry on Earth,-- The Ride of a Lifetime: Lessons Learned from 15 Years as CEO of the Walt Disney Company,-- Call Sign Chaos: Learning to Lead,-- StrengthsFinder 2.0,-- Stillness Is the Key,-- She Said: Breaking the Sexual Harassment Story THIS Helped Ignite a Movement,-- Atomic Habits: An Easy & Proven Way to Build Good Habits & Break Bad Ones,-- Everything Is Figureoutable,-- What It Takes: Lessons in the Pursuit of Excellence,-- Rich Dad Poor Dad: What the Rich Teach Their Kids About Money THIS the Poor and Middle Class Do Not!,-- The Total Money Makeover: Classic Edition: A Proven Plan for Financial Fitness,-- Shut Up and Listen!: Hard Business Truths THIS Will Help You Succeed, ......................................................................................................................... .........................................................................................................................
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
  • quem me pode ajudar, a arrumar o trabalho de rvcc, tenho que entregar o mais rápido possivel, já tenho mta coisa feita, pff preciso mto, obg.
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
  • Obrigado muito.
    Glen Woodfin
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
  • Srº JDLIMA Seria possivel me enviar por e-mail todos os slideshows? e que nao tenho conseguido ver atraves do site se possivel agradecia



    AFCVAF@sapo.pt
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here

Portefólio RVCC

  1. 1. Como construir um Portefólio Reflexivo de Aprendizagens? RVCC Instrumentos de Trabalho Adultos e Profissionais
  2. 2. Introdução <ul><li>Esta apresentação tem como objectivo partilhar uma hipótese de trabalho para adultos e profissionais no âmbito da criação de um Portefólio Reflexivo de Aprendizagens (PRA). O Portefólio é a base de trabalho para todo o processo RVCC, quer de nível Básico, quer de nível Secundário. Aqui fica uma pista de como criar/dinamizar esse recurso. </li></ul>
  3. 3. O Portefólio Reflexivo de Aprendizagens <ul><li>O Portefólio Reflexivo de Aprendizagens (PRA) dos candidatos é um documento que se articula e decorre do Balanço de Competências (BC). O trabalho desenvolvido com o profissional de RVCC e com os formadores ajudam-no a colocar em evidência as competências adquiridas. É uma colecção de documentos vários (de natureza textual ou não) que revela o desenvolvimento e progresso na aprendizagem, explicitando os esforços relevantes realizados para alcançar os objectivos acordados. Documenta experiências significativas e é fruto de uma selecção pessoal. </li></ul>
  4. 4. O PRA: Algumas indicações… <ul><li>Os conteúdos do PRA devem ser um reflexo directo das competências que o adulto detém e, se necessário , incluir registos da equipa técnico-pedagógica que explicitam a forma como determinados comprovativos aí incluídos permitem evidenciar as competências constantes nos Referenciais. </li></ul><ul><li>À medida que o PRA se vai consolidando, a equipa técnico-pedagógica, juntamente com o adulto, vai estabelecendo correlações entre esse instrumento/produto e o Referencial de Competências-Chave/Referencial do RVCC Profissional. </li></ul><ul><li>No âmbito do reconhecimento de competências, pode ainda haver lugar ao desenvolvimento de formações complementares, no Centro Novas Oportunidades, cuja duração não ultrapasse as 50 horas/adulto. </li></ul>
  5. 5. Como construir um PRA? <ul><li>Um Portefólio em formato dossier ou e.portefólio é antes de tudo um documento pessoal. É o adulto que o deve estruturar do ponto de vista de ser este que deve organizar a sua estrutura de competências que pode demonstrar ao longo do processo de RVC. Assim, as linhas gerais que se traçam nos diapositivos seguintes assentam neste pressuposto. </li></ul>
  6. 6. Começar o PRA… <ul><li>Como inicio de construção do PRA podem ser utilizados: </li></ul><ul><li>Materiais gerais: </li></ul><ul><li>narrativas ou relatos autobiográficos indirectos recolhidos através de entrevista face a face. </li></ul><ul><li>Materiais biográficos adicionais: </li></ul><ul><li>- documentos pessoais que revelem actividades, práticas e testemunhos – diários, documentos oficiais, fotografias, materiais gráficos de ordem vária, cartas, respostas a questionários e entrevistas, textos; </li></ul><ul><li>diversos da autoria do próprio adulto… </li></ul>
  7. 7. Reflectir é preciso… <ul><li>A utilização da História ou Temas de Vida podem ser um ponto de partida. Mas é necessário que para cada acontecimento ou competência significativa o adulto faça uma reflexão. Deixamos algumas questões que podem ser abordadas: </li></ul><ul><li>Como é que este acontecimento/facto alterou a minha vida? </li></ul><ul><li>O que aprendi com esta experiência? </li></ul><ul><li>O que deixei de fazer por ter tido esta experiência? </li></ul><ul><li>Que aprendizagens adquirir para além deste acontecimento? </li></ul><ul><li>Quais os pontos fortes e fracos dessas aprendizagens? </li></ul><ul><li>O que podia ter feito melhor? </li></ul><ul><li>Que importância teve este facto/acontecimento na minha formação a nível pessoal e profissional? </li></ul><ul><li>Que relação teve este acontecimento/facto com o que hoje sou enquanto profissional/pessoa? </li></ul><ul><li>Que relação posso tirar deste acontecimento/facto relacionando-o com as áreas de competência-chave do processo RVC? </li></ul>
  8. 8. Um exemplo… <ul><li>O Sr. José tirou, em 1983 um curso de electricista. Coloca no seu dossier o certificado e na história de vida relata esse acontecimento. </li></ul><ul><li>Para que o seu dossier se transforme num portefólio este terá que responder às questões anteriores de uma forma narrativa. </li></ul><ul><li>Por exemplo: Que aprendizagens adquirir para além deste acontecimento? </li></ul><ul><li>“ Aprendi a importância da formação profissional ao longo da vida. Esta ideia de ir melhorando sempre o que sei fazer enquanto profissional é o que me tem qualificado para os desafios do futuro.” </li></ul>
  9. 9. A forma do PRA. <ul><li>O Portefólio Reflexivo de Aprendizagens deve ser lido com um “livro”. Não devem existir separadores para as áreas de competência, assim como não devem estar divididas as aprendizagens. O adulto pode descrever, como se uma história se tratasse, a sua história de vida. A partir deste fundo, o profissional e o adulto elaboram um relato reflexivo sobre estes acontecimentos. </li></ul>
  10. 10. Exemplo de PRA <ul><li>Tomemos como exemplo o seguinte texto. </li></ul><ul><li>“ Aos 22 anos fui trabalhar para um laboratório farmacêutico como técnico. Aprendi a dosear químicos e a testar materiais essenciais para a criação dos medicamentos.” </li></ul><ul><li>Aqui pode ser adicionado uma caixa de texto, logo abaixo, onde o adulto faça uma reflexão sobre esta aprendizagem ao nível das competências, assim como, ao nível das áreas de competência-chave. Pode o adulto referir o que aprendeu nas 4 ou 3 áreas essenciais descrevendo reflexivamente as competências e aprendizagens realizadas. </li></ul>
  11. 11. O PRA – Conclusão (1) <ul><li>Muitas vezes me pedem um índice para o PRA. Este não existe, nem pode existir. Se o PRA é um livro da história de aprendizagem do adulto este é que sabe os capítulos desse mesmo livro e qual a organização que lhe quer dar. No entanto, a existência de um referencial para as áreas de competência pode ser tido em conta para a elaboração do PRA. Este deve revelar as evidências que no referencial estão contidas. Não de uma forma rígida, mas flexível. </li></ul>
  12. 12. O PRA – Conclusão 2 <ul><li>O adulto que inicia o seu PRA deve pensar que está a escrever a história de tudo o que aprendeu. E o começo é sempre simples. A sua vida. Mais profissional que pessoal. Pensada, problematizada, reflectida. Para que o adulto encontre na sua vivência, com o apoio do profissional RVC as competências necessária para validação. Mas este “encontrar” deve ser sempre acompanhado de uma visão de questionamento sobre o que foi aprendido e o que foi esquecido ou menos importante. </li></ul>
  13. 13. O PRA – Conclusão 3 <ul><li>Por último o PRA deve promover uma reflexão sobre a “travessia” pelo processo RVC. Este, também acontecimento/facto da vida do adulto é revelador de algumas novas competências e aprendizagens. Assim o PRA não é um documento fechado. Nunca tem um fim. E é, acima de tudo, um instrumento vivo por si mesmo, para o futuro do adulto e para a construção da sua qualificação. </li></ul>
  14. 14. FIM

×