Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
Observ@rte | 2013 – Criatividade | Museus | Educação               Museu Nacional de Arte Antiga | Construir uma vista tem...
Observ@rte | 2013 – Criatividade | Museus | Educação              Museu Nacional de Arte Antiga | Construir uma vista temá...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Handout Basic VTS Inês Fialho Brandão

1,691 views

Published on

Observ@rte | 2013

Published in: Education
  • If you need your papers to be written and if you are not that kind of person who likes to do researches and analyze something - you should definitely contact these guys! They are awesome ⇒⇒⇒WRITE-MY-PAPER.net ⇐⇐⇐
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
  • DOWNLOAD THIS BOOKS INTO AVAILABLE FORMAT (Unlimited) ......................................................................................................................... ......................................................................................................................... Download Full PDF EBOOK here { https://tinyurl.com/yyxo9sk7 } ......................................................................................................................... Download Full EPUB Ebook here { https://tinyurl.com/yyxo9sk7 } ......................................................................................................................... ACCESS WEBSITE for All Ebooks ......................................................................................................................... Download Full PDF EBOOK here { https://tinyurl.com/yyxo9sk7 } ......................................................................................................................... Download EPUB Ebook here { https://tinyurl.com/yyxo9sk7 } ......................................................................................................................... Download doc Ebook here { https://tinyurl.com/yyxo9sk7 } ......................................................................................................................... ......................................................................................................................... ......................................................................................................................... .............. Browse by Genre Available eBooks ......................................................................................................................... Art, Biography, Business, Chick Lit, Children's, Christian, Classics, Comics, Contemporary, Cookbooks, Crime, Ebooks, Fantasy, Fiction, Graphic Novels, Historical Fiction, History, Horror, Humor And Comedy, Manga, Memoir, Music, Mystery, Non Fiction, Paranormal, Philosophy, Poetry, Psychology, Religion, Romance, Science, Science Fiction, Self Help, Suspense, Spirituality, Sports, Thriller, Travel, Young Adult,
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
  • Caro Joao,

    Agora que o observarte acabou, agradecia que retirasse os materiais que eu criei, sem nunca ter dado qualquer autorização para que fosse disponibilizados por este meio.
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here

Handout Basic VTS Inês Fialho Brandão

  1. 1. Observ@rte | 2013 – Criatividade | Museus | Educação Museu Nacional de Arte Antiga | Construir uma vista temática Inês Fialho Brandão VTS: Instruções de uso(adaptado de Basic VTS at a Glance, de Abigail Housen e Philip Yenawine, disponível emhttp://www.vtshome.org/system/resources/0000/0018/basic_vts_at_a_glance.pdf)N.B.: nos nossos museus, a utilização de VTS pura (sem introdução de informação) funcionamelhor com grupos pré-organizados, em que temos a noção das capacidades do grupo.Numa visita sem ser por marcação, VTS deve ser conjugada com outras abordagenspedagógicas nomeadamente as teorias de Gardner e a introdução de informação quandoestritamente necessário.Apresentação • Explique que vão olhar para um objecto e que vão falar sobre o que estão a ver. • Chame a atenção para a imagem. Dê sempre a possibilidade de observar em silêncio antes de os convidar a falar.Fazer as perguntas1.Pergunte:O que se passa aqui?(utilize variações ao longo da visita: o que temos aqui? o que vemos? O que é isto?)Os Museus com colecções que não são de arte devem utilizar o fraseado que melhor se adaptaàs suas colecções.2. Quando os visitantes fizerem um comentário de interpretação (p.ex. parece antigo; é umpeixe; …) responda: • parafraseando o que foi dito (p.ex. ou seja, parece que não foi feito agora) • e apontando, se for caso disso, para a parte do objecto a que se refere o visitante3. Pergunte:O que vê que o faz dizer isso?(utilize variações ao longo da visita: e olhando para o objecto porque é que diz isso?, e achaisso porque?...)4. Pergunte:E que mais podemos encontrar?(utilize variações ao longo da visita: e que mais podemos dizer? E mais? Mais alguma coisa?Alguém vê mais alguma coisa?) 1
  2. 2. Observ@rte | 2013 – Criatividade | Museus | Educação Museu Nacional de Arte Antiga | Construir uma vista temática Inês Fialho BrandãoReagir e responder aos comentáriosOuvir cuidadosamente os visitantes, assegurando-se que compreende correctamente o queestão a dizer.Apontar sempre aquilo a que as observações/interpretações dos visitantes se referem (mesmoque o comentário seja repetido).Usar linguagem corporal e expressões faciais para encorajar a participação.Parafrasear (ou seja, repetir mas com outras palavras) cada comentário. Mude as palavras masnão o sentido do que foi dito.Aceitar cada comentário de maneira neutra. Este processo enfatiza um modo de pensar – nãoa noção de resposta certa. O visitante está acima de tudo a desenvolver a sua capacidade deobservação, a fazer a triagem das suas interpretações, a aplicando os seus conhecimentos pré-adquiridos.Relacionar as respostas entre si, mesmo que haja desacordos (p.ex. o João diz que pareceantigo porque…, mas o Manuel acha que não porque…). Mostre como algumas observações eideias estimulam outras, e como as opiniões se foram transformando.Concluir a visitaAgradeça a participação de todos. Partilhe com os visitantes aquilo de que gostouparticularmente durante a visita. Encoraje-os a ver os objectos como estimuladores dopensamento. Evite sumários. Responda a eventuais perguntas. 2

×