Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Química substâncias prof Ivanise Meyer

190 views

Published on

Aula organizada pela prof.ª Ivanise Meyer na Escola Municipal Albert Sabin (2009 – 2015 / PEJA II/Bloco 2) - Ciências Naturais.

Published in: Education
  • Be the first to comment

Química substâncias prof Ivanise Meyer

  1. 1. SUBSTÂNCIAS Ciências Naturais Ciências Naturais - ICRM 1
  2. 2. Substâncias  Em nosso dia a dia, estamos em contato com diferentes tipos de materiais.  Muitos desses materiais são encontrados misturados; alguns, quando em contato uns com os outros, podem combinar, isto é, ao se juntarem produzindo algo novo, com características diferentes das anteriores. Há outros tipos de materiais que são encontrados naturalmente puros. Ciências Naturais - ICRM 2
  3. 3. ÁTOMOS MOLÉCULAS SUBSTÂNCIA MATÉRIA CORPO Ciências Naturais - ICRM 3
  4. 4. Ciências Naturais - ICRM 4
  5. 5. Os átomos conhecidos estão organizados na tabela periódica: Ciências Naturais - ICRM 5
  6. 6. Os átomos se unem e formam as moléculas. Ciências Naturais - ICRM 6
  7. 7. As moléculas que se unem e formam a substância. Modelo da substância → água Ciências Naturais - ICRM 7
  8. 8. Classificação das Substâncias  Na natureza a matéria pode ser encontrada em estado puro, formada por apenas um tipo de substância. Quando isso acontece, ela é denominada substância pura.  As substâncias puras podem ser classificadas como SIMPLES ou COMPOSTAS. Ciências Naturais - ICRM 8
  9. 9. Substâncias simples  São formadas por um só tipo de átomo.  Exemplos de moléculas de substâncias simples:  gás hidrogênio: H2  gás nitrogênio: N2  gás oxigênio: O2  gás ozônio: O3  Fósforo branco: P4 Ciências Naturais - ICRM 9
  10. 10. Ciências Naturais - ICRM 10
  11. 11. Substâncias compostas  São formadas por dois ou mais tipos de átomos. NaCl (sal de cozinha) C6H12O6 (glicose) Ciências Naturais - ICRM 11
  12. 12. Resumindo: Ciências Naturais - ICRM 12
  13. 13. Alotropia  O mesmo elemento químico pode formar diferentes substâncias puras e simples. Esse fenômeno é chamado de alotropia.  Ex.: o diamante e o grafite são formados por átomos de carbono (C). Ciências Naturais - ICRM 13
  14. 14. Exemplos de alotropia Ciências Naturais - ICRM 14
  15. 15. Combinações e misturas  As diferentes substâncias existentes na natureza, quando em contato umas com as outras, podem “reagir” de duas formas. Ou não acontecerá nenhum fenômeno novo entre elas ou o resultado desse encontro produzirá algum fato novo.  Algumas substâncias possuem afinidade química, isto é, ao se juntarem, se combinam e mudam suas características e propriedades, surgindo daí novas substâncias – outros fatores podem também contribuir para que isso aconteça, como, por exemplo, o aquecimento.  Certas substâncias, ao serem postas em contato umas com as outras, não produzirão nada novo – suas propriedades químicas se conservarão. Elas apenas estão misturadas umas às outras. Ciências Naturais - ICRM 15
  16. 16. Combinações Os componentes se juntam obedecendo a proporções definidas. Os componentes não podem ser separados por processos físicos. São formadas novas substâncias. Os componentes perdem suas propriedades químicas. Ciências Naturais - ICRM 16
  17. 17. Exemplo: açúcar sendo aquecido  Fenômeno químico – A composição da matéria é alterada, sua composição antes de ocorrer o fenômeno é totalmente diferente. Ciências Naturais - ICRM 17
  18. 18. Por que o ferro enferruja?  1. Ar O oxigênio penetra no ferro e começa a comprometer a resistência do metal. O processo químico é batizado de oxidação. 2. Água O oxigênio também está presente na água, que acelera esse processo de oxidação. A combinação com o ar vai desgastando a estrutura do ferro, desde a borda até o centro do metal. 3. Ferrugem O ferro oxidado assume uma coloração alaranjada e começa a se esfarelar: é a ferrugem. Nas áreas afetadas, o metal vai perdendo densidade e, se o processo não for contido, pode chegar à degradação total. 4. Prevenção Para impedir que os agentes oxidantes (água e ar) ajam, a solução é impossibilitar o contato direto deles com o metal. Para fazer isso, basta revestir o ferro com uma camada de tinta ou óleo. Ciências Naturais - ICRM 18
  19. 19. Ciências Naturais - ICRM 19
  20. 20. Misturas Os componentes se juntam sem obedecer nenhuma proporção. Os componentes podem ser separados por processos físicos. Não são formadas novas substâncias. Os componentes mantêm suas propriedades químicas inalteradas. Ciências Naturais - ICRM 20
  21. 21. O ar é uma mistura de gases. Ciências Naturais - ICRM 21
  22. 22. Exemplos  ar (mistura de gases)  leite (água + proteínas + gorduras)  água potável (água + sais minerais + gases)  água açucarada (água + açúcar)  álcool hidratado (etanol e água)  aço (liga metálica formada por 98,5% de ferro e 1, 5% de carbono). Ciências Naturais - ICRM 22
  23. 23. As misturas podem ser homogêneas ou heterogêneas. Ciências Naturais - ICRM 23
  24. 24. Misturas Homogêneas  As misturas homogêneas possuem uma fase distinta. Ciências Naturais - ICRM 24
  25. 25. Solução  Solução é uma mistura homogênea entre duas ou mais substâncias.  O processo utilizado para obter essa mistura é chamado de dissolução. Ciências Naturais - ICRM 25
  26. 26. Uma solução é sempre formada pelo soluto e pelo solvente.  Soluto – substância que será dissolvida. Solvente – substância que dissolve.  A água é chamada de solvente universal. Isso porque ela dissolve muitas substâncias e está presente em muitas soluções.  As soluções podem ser formadas por qualquer combinação envolvendo os três estados físicos da matéria: sólido, líquido e gasoso. Ciências Naturais - ICRM 26
  27. 27. Observação  A solução deve ser homogênea até mesmo ao olhar num ultramicroscópio.  Por exemplo, a olho nu, o leite e o sangue podem parecer homogêneos, mas no ultramicroscópio vemos que na verdade são heterogêneos. Ciências Naturais - ICRM 27
  28. 28. Misturas Heterogêneas  As misturas heterogêneas possuem duas ou mais fases distintas. Ciências Naturais - ICRM 28
  29. 29. Misturas heterogêneas Ciências Naturais - ICRM 29
  30. 30. Métodos de separação de misturas Ciências Naturais - ICRM 30
  31. 31. Filtração  Passagem da mistura por filtro que retém o componente sólido e deixa passar o componente líquido ou gasoso. Ciências Naturais - ICRM 31
  32. 32. Decantação  Deixar a mistura em repouso para a parte mais densa se depositar no fundo. Ciências Naturais - ICRM 32
  33. 33. Outros processos de separação Sifonação Flotação Ciências Naturais - ICRM 33
  34. 34. Tratamento da água potável Ciências Naturais - ICRM 34
  35. 35. Catação  Separar com a mão ou pinça os componentes sólidos da mistura. Ciências Naturais - ICRM 35
  36. 36. Peneiração ou tamisação  Separar os componentes sólidos usando uma peneira. Ciências Naturais - ICRM 36
  37. 37. Evaporação  Usado na mistura líquido-sólido, deixa-se o líquido evaporar, e o sólido sobra no recipiente.  Ex.: usado nas salinas para retirar o sal da água do mar. Ciências Naturais - ICRM 37
  38. 38. Produção de sal de cozinha (NaCl) Ciências Naturais - ICRM 38
  39. 39. Levigação  Processo de separação de mistura heterogênea de sólidos, de diferentes densidades.  A mistura é colocada em um recipiente com água corrente. O menos denso será carregado pela água corrente e o mais denso ficará retido no fundo do recipiente. Ciências Naturais - ICRM 39
  40. 40. Separação magnética  Usada quando um dos componentes é o ferro. Ciências Naturais - ICRM 40
  41. 41. Ciências Naturais - ICRM 41
  42. 42. Ciências Naturais - ICRM 42
  43. 43. Destilação  A mistura é aquecida em um “balão de vidro”, quando o líquido começa a ferver os vapores sobem e passam para o condensador.  O vapor é resfriado e transforma-se novamente em líquido (condensa-se).  As outras substâncias permanecem no balão. Ciências Naturais - ICRM 43
  44. 44. Ciências Naturais - ICRM 44
  45. 45. Destilação Fracionada  Os derivados de petróleo, que possuem pontos de ebulição diferentes, são separados nas refinarias.  Cada componente é retirado a uma temperatura diferente. Ciências Naturais - ICRM 45
  46. 46. Ciências Naturais – Prof.ª Ivanise Meyer 46

×