Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Processadores multicore

118 views

Published on

Palestra sobre Processadores multicore

Published in: Technology
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Processadores multicore

  1. 1.  Nehalem é o codinome do novo processador da Intel com controlador de memória integrado que será chamado Core i7,i5,i3; A arquitetura Penryn será usada nos processadores para servidores (Xeon) , também será usada a Nehalen. Os processadores baseados nesta arquitetura tem um controlador de memória DDR3 integrado de três canais, três níveis de cache, a volta da tecnologia Hyper-Threading, um novo barramento externo chamado QuickPath.
  2. 2.  O processador Core 2 Duo, a propósito, é baseado na arquitetura do Pentium M, que por sua vez é baseada na arquitetura usada pelos processadores Pentium III. Todos esses processadores são de 6ª geração (se você rodar a instrução CPUID todos eles retornarão “6” no campo “Família”). O Pentium 4 era um processador Intel de 7ª geração usando uma microarquitetura completamente diferente – os processadores Core 2 e Core i7 não têm nada a ver com o Pentium 4. Você pode achar estranho um fabricante usar em um produto novo uma arquitetura “antiga”, mas é exatamente isto o que aconteceu (a microarquitetura “antiga” provou ser mais eficiente do que a arquitetura “nova”).
  3. 3.  A tecnologia Hyper-Threading permite que cada núcleo do processador seja reconhecido como dois processadores. Dessa forma, se você tem um processador Core i7 com quatro núcleos o sistema operacional o reconhecerá como sendo um processador de oito núcleos. Esta tecnologia é baseada no fato de que quando o processador está trabalhando existem certos circuitos internos que ficam ociosos e que poderiam ser usados. Originalmente lançada para os processadores Pentium 4 esta é a primeira vez que a tecnologia Hyper-Threading está disponível nos processadores Intel de 6ª geração. Esta tecnologia também é chamada SMT ou Simultaneous Multi-Threading (SMT). Esta tecnologia não oferece o mesmo ganho de desempenho de como se núcleos “de verdade” fossem usados (ou seja, um processador com 8 núcleos é mais rápido do que um processador com 4 núcleos com tecnologia HT, desde que ambos estejam trabalhando com o mesmo clock e sejam baseados na mesma arquitetura); porém você está ganhando esses “núcleos extras” de graça.
  4. 4.  Esta mudança proporciona um aumento de desempenho no micro por dois motivos: primeiro porque agora nós temos dois caminhos de dados separados para o acesso à memória e aos dispositivos de entrada/saída. Segundo porque o acesso à memória é mais rápido já que o processador não precisa mais se comunicar primeiro com um controlador externo.
  5. 5.  CORE i7, CORE i5, CORE i3; Athlon 64 X#, Athlon II X2, Turion, Phenom X6;  Barramento QPI (Quick Path Interconnect);  Barramento DMI;  Controlador de memória integrado;  Suporte a memórias DDR3;  Controlador PCI Express 2.0 (soquete 1156 e 988);  Tecnologia Turbo Boost;  Tecnologia Hyper-Threading;  Tecnologia Enhanced SpeedStep.
  6. 6. “O que você sabe não tem valor algum o valor está em como você utiliza o que você sabe.”

×