Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Regras gerais cnl 2016_-1

277 views

Published on

regras

Published in: Education
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Regras gerais cnl 2016_-1

  1. 1. 1 CONCURSO NACIONAL DE LEITURA 2ª FASE DISTRITAL DO PORTO 10º ANO DA REALIZAÇÃO DO CNL NA BIBLIOTECA MUNICIPAL ALMEIDA GARRETT Regras Gerais Preâmbulo O Plano Nacional de Leitura tem como objetivo central elevar os níveis de literacia. É neste contexto que surge o Concurso Nacional de Leitura (CNL), que <<constitui um evento de promoção da leitura, um concurso de conhecimentos de literatura e leitura em formato de espetáculo1 >>. Pela celebração da palavra escrita e oral, pela rede de parceiros envolvidos, mas também pela vivência lúdica do conhecimento, da educação e da cultura, o CNL do Porto apresenta-se como uma enorme comunidade intermunicipal de leitores, onde participam 18 concelhos do distrito representados por 460 participantes das escolas da rede pública e privada, do 3º ciclo e ensino secundário. O presente documento estabelece as normas de participação da 2.ª fase do CNL 2015/2016 do Porto. <<A fase distrital do CNL, cuja promoção e coordenação é da responsabilidade da Direção Geral do Livro Arquivos e Bibliotecas enquanto parceira do Plano Nacional de Leitura, é anualmente realizada por uma Biblioteca que, no caso do Porto, é a Biblioteca Municipal Almeida Garrett (BMAG) >>. Data e local A prova distrital do Porto do CNL vai realizar-se no dia 19 de abril de 2016, durante todo o dia, nas instalações da Biblioteca Municipal Almeida Garrett. Objetivos Os principais objetivos do CNL são a promoção do gosto pela leitura entre os adolescentes; o conhecimento de autores de língua portuguesa, de diversas gerações e diferentes estilos literários, num encontro que pretende ser uma grande festa do livro. Condições gerais de participação A participação no CNL está aberta aos alunos das escolas do 3.º ciclo do ensino básico e do secundário apurados na 1.ª fase do CNL do distrito do Porto. Tema e obras de leitura obrigatória O tema “ligação” foi o fio condutor que a Biblioteca Municipal Almeida Garrett seguiu para organizar a 10ª edição do CNL, não só no que diz respeito ao programa paralelo, mas também às obras de leitura obrigatória, a saber: 1 http://planonacionaldeleitura.gov.pt/pnltv/apresentacao.php?idDoc=1
  2. 2. 2 Júri 1. O júri é constituído por três elementos: José António Gomes Maria Cabral Carla Teixeira 2. O júri é soberano e das suas decisões não cabe recurso; 3. Os casos omissos nestas normas serão resolvidos pelos elementos do júri. Formato de avaliação 1. A 2.ª fase do CNL, do distrito do Porto, é constituída por duas etapas: i. prova escrita, com início às 9:40 (nove horas e quarenta minutos) para o Ensino Secundário e às 10:40 para o 3.º Ciclo (dez horas e quarenta minutos); ii. A prova oral tem início às 14h10 para o 3.º Ciclo (catorze horas e dez minutos)e às 15h15 para o Ensino Secundário, no auditório da BMAG. 2. As duas provas terão caráter eliminatório; 3. Os procedimentos serão idênticos para as duas categorias a concurso (3.º ciclo e secundário). Tipo de provas Prova escrita 1. A prova escrita é efetuada por todos os participantes; 2. A prova escrita será constituída por questões de escolha múltipla, relativo ao conteúdo dos livros selecionados e por uma breve pergunta de desenvolvimento; 3. Terá a duração máxima de 30 minutos; 4. No local da prova escrita apenas é permitida a permanência dos participantes, previamente identificados, e dos membros da organização destacados para esse efeito; 5. É obrigatória a identificação dos participantes através do preenchimento do cabeçalho do enunciado da prova; 6. Após a conclusão da prova, os participantes deverão entregá-la aos membros da organização; 7. Serão apurados apenas 5 participantes de cada nível de ensino. Prova oral 8. A prova oral é realizada apenas pelos dez finalistas da prova escrita que foram melhor classificados (os 5 melhores em cada nível de ensino); 9. A prova oral será realizada de forma alternada; 10. O nome dos 5 finalistas apurados para a fase oral será conhecido na BMAG na 2ª parte do programa, que decorre da parte de tarde; 11. A prova oral é constituída por 3 momentos: 3º Ciclo do Ensino Básico: Supergigante/ Ana Pessoa O Ouro de Delfos/ Hélia Correia Ensino Secundário: O retorno/ Dulce Maria Cardoso Boa noite, Senhor Soares/ Mário Cláudio
  3. 3. 3 - Argumentação. Cada finalista responderá de forma crítica e clara às questões que lhe serão colocadas pelo júri sobre cada uma das obras selecionadas; - Leitura expressiva. Cada finalista terá previamente selecionado um pequeno excerto de uma das obras que leu, e fará uma leitura em público com a duração de 2 minutos; - Interpretação. Cada finalista fará uma breve recriação pública de uma das personagens de um livros que leu e com a qual se terá identificado mais; No conjunto, a prova oral para cada finalista terá a duração de cerca de 10 minutos. Critérios de avaliação da prova oral Cada um dos membros do júri pontuará as prestações dos participantes, numa escala de 1 a 20 valores, tendo em conta os seguintes critérios: - conhecimento das obras a concurso; - capacidade de análise; - capacidade de síntese; - capacidade de se expressar em público em termos de: - clareza; - originalidade; - pontuação; - ritmo; - projeção de voz; - postura corporal. Participantes apurados Após a conclusão da prova, os elementos do júri reunir-se-ão para apurarem os dois finalistas (o vencedor e um suplente) mais pontuados por cada nível de ensino e que representarão o distrito do Porto, na final do CNL. Prémios 1. Será atribuído pela Porto Editora: i. O 1º prémio de 200 euros em livros ao 1º classificado da 10ª edição do CNL do Porto, por cada ciclo de ensino; ii. O 2º prémio de 100 euros em livros ao 2º classificado/suplente da 10ª edição do CNL do Porto, por cada ciclo de ensino; 2. Todos os participantes terão direito a um certificado de participação e outras ofertas proporcionadas pela rede de parceiros e patrocinadores; 3. Todas as escolas participantes terão direito a um certificado de participação. Programa paralelo • Visitas guiadas às EXPOSIÇÕES patentes na Galeria Municipal do Porto e na Biblioteca Municipal Almeida Garrett: • Espetáculo: Camões é um poeta rap, pela companhia de teatro Arte Pública; • Oficina de leitura: O prazer de ler em voz alta, orientada pela professora de voz Teresa Lima, acompanhada pelo encenador Daniel Gorjão; • Oficina de escrita criativa: “Uma Selfie Especial”, orientada pela escritora Ana Saldanha
  4. 4. 4 Comunidades de leitores Todos os participantes, professores e mediadores de leitura, estão convidados a estar presentes, nesta comunidade intermunicipal de leitores do Porto. Divulgação Posteriormente serão divulgadas no site das Bibliotecas Municipais do Porto (http://bmp.cm- porto.pt/ ) imagens do CNL Porto.

×