Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Cenários e tendências - Dr. Mozart de Oliveira Júnior

1,285 views

Published on

O médico sanitarista Mozart de Oliveira Junior, com o tema “Cenários e Tendências” compartilhou a sua expressiva experiência na gestão da saúde em organizações publicas e privadas ao longo dos últimos 30 anos. Ele mostrou-nos a trajetória do serviço de saúde brasileiro, desde a s atividades caritativas nos séculos XVIII e XIX, passando pela Constituição Federal de 1988, o Sistema de Saúde Suplementar, o consenso da insatisfação e a proposição de um novo modelo.

Published in: Business
  • Be the first to comment

Cenários e tendências - Dr. Mozart de Oliveira Júnior

  1. 1. Ciclo de Encontros Executivos As Melhores Práticas em Gestão de Saúde CENÁRIOS E TENDÊNCIAS DO MERCADO DE SAÚDE NO BRASIL Mozart de Oliveira Júnior
  2. 2. Histórico  Atividades caritativas e ação sobre o ambiente (sec. XVIII e XIX);  Proteção da força de trabalho e direitos sociais (sec. XX);  CAPs, IAPs;  MS;  Privado suplementar pré-regulação (década de 90);  A constituição de 1988 e a Seguridade Social. Cenários e Tendências do Mercado de Saúde no Brasil
  3. 3. Cenários e Tendências do Mercado de Saúde no Brasil Cenário Atual  Público  Privado pós-regulamentação
  4. 4. Cenário Atual  Os números do setor  Gasto público e privado Gasto com saúde no Brasil (2010) Em R$(bilhões) % PIB % do gasto Público 138 3,80 47,42 Federal 62 1,71 21,31 Estadual 37 1,02 12,71 Municipal 39 1,07 13,40 Privado 153 4,21 52,58 Planos de Saúde 75 2,07 25,77 Gasto com medicamentos 53 1,46 18,21 Gasto direto famílias 25 0,69 8,59 Gasto Total em Saúde no Brasil 291 8,01 100 Fonte: Carvalho, Gilson Cenários e Tendências do Mercado de Saúde no Brasil
  5. 5.  Saúde Suplementar em números Tabela I -Beneficiários de planos privados de assistência segundo do Grandes Regiões e Unidades da Federação (Brasil - setembro/2012) Grandes Regiões e Unidades da Federação Total Brasil 48.660.705 Norte 1.744.273 Rondônia 199.845 Acre 42.631 Amazonas 538.079 Roraima 30.651 Pará 763.047 Amapá 72.709 Tocantins 97.311 Nordeste 6.545.341 Maranhão 436.587 Piauí 231.256 Ceará 1.120.652 Rio Grande do Norte 531.332 Paraíba 391.016 Pernambuco 1.554.842 Alagoas 417.318 Sergipe 289.895 Bahia 1.572.443 Fonte: SIB/ANS/MS - 09/2012 Caderno de Informação da Saúde Suplementar - dezembro/2012 Nota: O termo "beneficiário" refere-se a vínculos aos planos de saúde, podendo incluir vários vínculos para um mesmo indivíduo. Cenários e Tendências do Mercado de Saúde no Brasil
  6. 6.  Saúde Suplementar em números Tabela II – Por tipo de contratação Grandes Regiões e Unidades da Federação Total Novos Antigos Total Coletivo Individual Total Coletivo Individual Não Informado Brasil 48.660.705 41.173.370 32.704.486 8.468.884 7.487.335 4.729.095 1.495.066 1.263.174 Cenários e Tendências do Mercado de Saúde no Brasil Fonte: Caderno de Informação da Saúde Suplementar - dezembro/2012
  7. 7. 1.380 1.458 1.456 1.381 1.345 1.302 1.242 1.197 1.168 1.119 1.088 1.044 1.005 973 441 490 505 481 469 449 415 413 407 403 391 367 364 365 0 400 800 1.200 1.600 dez/99 dez/00 dez/01 dez/02 dez/03 dez/04 dez/05 dez/06 dez/07 dez/08 dez/09 dez/10 dez/11 set/12 Médico-hospitalares com beneficiários Exclusivamente odontológicas com beneficiários  Saúde Suplementar em números Gráfico I - Operadoras de planos privados de saúde em atividade (Brasil - dezembro/1999-setembro/2012) Cenários e Tendências do Mercado de Saúde no Brasil
  8. 8.  Saúde Suplementar em números Tabela IV- Operadoras em atividade por porte, segundo modalidade (Brasil - setembro/2012) Modalidade da operadora Total Sem beneficiários Pequeno porte (Até 20.000) Médio porte (20.000 a 100.000) Grande porte (Acima de 100.000) Total 1.542 208 910 320 104 Administradora de benefícios 88 88 - - - Autogestão 214 18 155 31 10 Cooperativa médica 325 4 159 125 37 Cooperativa odontológica 120 3 89 23 5 Filantropia 89 5 59 23 2 Medicina de grupo 396 41 238 89 28 Odontologia de grupo 297 49 209 25 14 Seguradora especializada em saúde 13 - 1 4 8 Fontes: CADOP/ANS/MS - 09/2012 e SIB/ANS/MS - 09/2012 Caderno de Informação da Saúde Suplementar - dezembro/2012 Cenários e Tendências do Mercado de Saúde no Brasil
  9. 9.  Saúde Suplementar em números Gráfico II - Taxa de utilização de internações e média de consultas de beneficiários de planos privados de assistência médica (Brasil - 2007-2011) 13,3 5,3 13,4 5,4 13,0 5,5 14,0 5,4 13,5 5,4 0,0 2,0 4,0 6,0 8,0 10,0 12,0 14,0 16,0 Taxa de internação de beneficiários (%) Média de consultas por beneficiário 2007 2008 2009 2010 2011 Fontes: SIB/ANS/MS - 03/2010 e SIP/ANS/MS - 09/03/2012 Caderno de Informação da Saúde Suplementar - dezembro/2012 Cenários e Tendências do Mercado de Saúde no Brasil
  10. 10.  Saúde Suplementar em números Tabela V - Receita de contraprestações e despesas das operadoras de planos privados de saúde, segundo porte da operadora (Brasil - 2011) Porte da operadora Receita (R$) Despesa assistencial (R$) Despesa administrativa (R$) Beneficiários Taxa de sinistralidade (%) Receita média mensal (R$) Total 84.487.639.242 68.927.647.162 13.138.443.576 62.747.237 81,6 112,21 Operadoras médico-hospitalares 82.449.011.042 67.937.087.040 12.553.641.668 48.673.518 82,4 141,16 Pequeno porte (até 20.000 beneficiários) 6.286.066.560 5.115.134.290 2.454.960.898 4.146.092 81,4 126,35 Médio porte (20.000 a 100.000 beneficiários) 18.772.449.184 15.509.099.143 3.645.937.474 11.887.165 82,6 131,60 Grande porte (Acima de 100.000 beneficiários) 57.390.495.298 47.312.853.607 6.452.743.296 32.640.261 82,4 146,52 Operadoras exclusivamente odontológicas 2.038.628.200 990.560.122 584.801.908 14.073.719 48,6 12,07 Pequeno porte (até 20.000 beneficiários) 254.989.357 125.262.683 123.216.931 1.599.201 49,1 13,29 Médio porte (20.000 a 100.000 beneficiários) 335.771.975 193.224.504 116.054.101 2.022.161 57,5 13,84 Grande porte (Acima de 100.000 beneficiários) 1.447.866.868 672.072.935 345.530.876 10.452.357 46,4 11,54 Fontes: DIOPS/ANS/MS - 28/11/2012 e SIB/ANS/MS - 12/2011 Caderno de Informação da Saúde Suplementar - dezembro/2012 Notas: 1. Dados preliminares, sujeitos à revisão. 2. Não inclui receitas, despesas e beneficiários de Autogestões por RH (Recursos Humanos), não obrigadas a enviar informações financeiras. Cenários e Tendências do Mercado de Saúde no Brasil
  11. 11. Cenário Atual  O consenso da insatisfação  Médicos e prestadores de serviços em geral  Clientes e beneficiários  Planos de Saúde  Órgão regulador, judiciário e ODC Cenários e Tendências do Mercado de Saúde no Brasil
  12. 12. As origens do problema  Modelo de atenção à saúde  Demanda espontânea Desorganização do cuidado  Incorporação intensiva de tecnologia sem critério Cenários e Tendências do Mercado de Saúde no Brasil
  13. 13.  Disputas por recursos  Profissionais de saúde  Complexo médico industrial  SADT  Prestadores x compradores  Pagamento fee for service  Custos sistematicamente acima da inflação  Fraudes e comissões para indicação de SADT e mat/med  Gestão ineficiente, desorganizada e voltada para problemas imediatos  Competição por preço sem análise atuarial e visão de longo prazo Cenários e Tendências do Mercado de Saúde no Brasil
  14. 14.  Problemas Adicionais  ANS: regulação de processo e não de resultados;  Judiciário e órgãos de defesa do consumidor (tudo para todos, todo o tempo);  Público ineficiente e pouco efetivo;  Privado sem resolubilidade, com mercado em concentração, custos crescentes e resultados decrescentes. Cenários e Tendências do Mercado de Saúde no Brasil
  15. 15. Resultados planos de saúde 2011/2012
  16. 16. O Futuro ....  Revoluções tecnológicas  Genética  Imunologia  Nanotecnologia  Práticas inovadoras de diagnóstico e tratamento Cenários e Tendências do Mercado de Saúde no Brasil
  17. 17. O Futuro ....  Novo modelo de atenção à saúde  Foco preventivo real, com atenção gerenciada plena  Monitoramento por fase da vida (ciclos)  Gestão de resultados Cenários e Tendências do Mercado de Saúde no Brasil
  18. 18. O Futuro ....  Novo modelo de gestão  Visão de longo prazo  Praticas gerencias já consagradas – metas, indicadores, resultado, processos estruturados, práticas administrativas e contábeis saudáveis, etc  Novas relações comerciais com prestadores e médicos – ganha-ganha  Regulação de resultado e não de processo de produção  Comparabilidade pública de indicadores (do comprador, do órgão regulador, etc)  Definição clara de responsabilidades e redução da judicialização do setor  Escala sem monopólio Cenários e Tendências do Mercado de Saúde no Brasil
  19. 19. O Futuro .... O cenário mais provável é este que foi descrito? Por quanto tempo conviveremos com o consenso da insatisfação? Por onde começará a mudança? Como conciliar medidas de curto, médio e longo prazo (estruturais e conjunturais)? Cenários e Tendências do Mercado de Saúde no Brasil
  20. 20. Qualquer que seja o cenário futuro do setor saúde no Brasil e no mundo, uma questão é certa: ele terá que ser qualitativamente diferente do que conhecemos hoje, não apenas na gestão do sistema, mas, principalmente, do modelo de atenção à saúde a ser adotado. Reformas são bem-vindas. Mas a resposta está em um olhar radicalmente diferente e uma prática revolucionária em relação à que existe na atualidade. Mozart de Oliveira Júnior Cenários e Tendências do Mercado de Saúde no Brasil
  21. 21. www.ilgc.com.br saude@ilgc.com.br ilgc@ilgc.com.br (11) 2948-3336 (81) 9763-7212 Obrigado pela sua participação!

×